Giovanni Domenico de Cupis

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Giovanni Domenico de Cupis
Cardeal da Santa Igreja Romana
Deão do Colégio dos Cardeais

Título

Cardeal-bispo de Óstia-Velletri
Ordenação e nomeação
Ordenação episcopal 21 de dezembro de 1531
Cardinalato
Criação 1 de julho de 1517, pelo Papa Leão X
Brasão
CardinalCoA PioM.svg
Dados pessoais
Nascimento Estados Pontifícios Roma
1493
Morte Estados Pontifícios Roma
10 de dezembro de 1553 (60 anos)
Cardeais
Categoria:Hierarquia católica
Projeto Catolicismo

Giovanni Domenico de Cupis (Roma, 1493 - 10 de dezembro de 1553) foi um cardeal italiano, bispo-emérito de Nardò e decano do Colégio dos Cardeais.

Ele foi Cardeal da coroa da Escócia. Ele era amigo de Inácio de Loyola[1] .

Sua mãe era Lucrezia Normanni, que teve uma filha, Felice della Rovere com o Papa Júlio II antes de se casar Bernardino de Cupis, o pai de Giovanni Domenico. Ele teve rápida progressão como Bispo de Trani por causa de Júlio II[2] . Teve quatro filhos, antes de se tornar eclesiástico, sendo eles Girolamo, Bernardino, que foi bispo de Osimo e Cingoli, 1551-1574, Paolo, que foi bispo de Recanati, 1548-1552; e Celidonia, que casou-se com Marco Lepido Orsini em 1558 com um dote de 3.000 scudi[3] .

Em 1517, é criado cardeal em 1 de julho pelo Papa Leão X, recebendo o barrete cardinalício e o título de São João na Porta Latina em 6 de julho. Em 1524, acumula o título de Santo Apolinário, mantendo in commendam o título anterior. Em 1531, passa ao título de São Lourenço em Lucina.

Ele foi bispo de Albano, em 1531, bispo de Sabina, em 1532, Bispo de Porto e Santa Rufina, em 1535 e Bispo de Óstia-Velletri e Decano do Colégio dos Cardeais em 1537.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Sede Vacante 1549-1550
  2. Caroline Murphy, The Pope's Daughter: The Extraordinary Life of Felice Della Rovere (2005), p. 162.
  3. Weber, Genealogien zur Papstgeschichte, I, p. 311