Giselda Medeiros

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Giselda Medeiros
Nome nativo Giselda de Medeiros Albuquerque
Nascimento 14 de julho de 1939 (81 anos)
Acaraú
Cidadania Brasil
Alma mater Colégio 7 de Setembro, Universidade Federal do Ceará
Ocupação professora, poetisa, escritora
Prêmios Academia Cearense de Letras

Giselda de Medeiros Albuquerque (Acaraú, 14 de julho de 1939) é uma professora e escritora brasileira, membro da Academia Cearense de Letras, detém vários prêmios literários, na poesia, no conto, na trova.[1][2][3][4]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Filha de Jorge Francisco de Medeiros e Raimunda de Sousa Fernandes, iniciou seus estudos no Colégio 7 de Setembro, fundado pelo professor Edílson Brasil Soárez.[5] Posteriormente, formou-se em Letras Neolatinas pela Universidade Federal do Ceará. Professora e Coordenadora do curso de Português no Centro de Línguas Dr. José Rosa Abreu Vale, do Colégio Estadual Justiniano Serpa. Iniciou-se na poesia com apenas 10 anos de idade.[6][7]

Sócia efetiva da Academia Cearense de Letras, ingressou na ACL no dia 21 de junho de 2000 sendo saudada pela acadêmica Regine Limaverde. Substituiu o jornalista João Jacques na cadeira número 28, cujo patrono é Mário da Silveira. É membro de várias entidades literárias, dentre as quais, da Academia Cearense da Língua Portuguesa; da Academia Fortalezense de Letras; da Ala Feminina da Casa de Juvenal Galeno; da Academia de Letras e Artes do Nordeste; da União Brasileira de Trovadores. Sócia Benemérita e Presidente de Honra da Associação de Jornalistas e Escritoras do Brasil, da qual foi Presidente da Coordenadoria do Ceará,[8] por cinco mandados e Presidente Nacional por duas gestões.[9][10][11]

Redatora-chefe da Revista Jangada e do informativo "O Ajebiano". Organizadora da Coletânea Policromias (publicação da AJEB-CE), hoje, 2018, no volume 9. Também foi organizadora da Antologia Mulheres do Brasil, órgão da Ala Feminina da Casa de Juvenal Galeno (volumes 3, 4 e 5) e de um livro da ala. Em 2002, foi aclamada Princesa do Poetas do Ceará, título outorgado por Dr. Alberto Galeno, à época Presidente da Casa de Juvenal Galeno.[12][13][14][15]

Obra[editar | editar código-fonte]

  • Alma Liberta, (1986),
  • Transparências, (1989),
  • Cantos Circunstanciais, (1996),
  • Tempo das Esperas, (2000),
  • Sob Eros e Thanatos, (2002),
  • Crítica Reunida, (2007),
  • Ânfora de Sol, (2010),
  • Caminho de Sol, (2015), - em parceria com Ana Paula de Medeiros Ribeiro - Homenagem à sua mãe.

Distinções e homenagens[editar | editar código-fonte]

  • Recebeu o V Prêmio Cidade de Fortaleza,
  • Recebeu o II Prêmio Ceará de Literatura,
  • Recebeu o XV Prêmio de Poesia Falada do Norte e Nordeste,
  • Recebeu o Prêmio Osmundo Pontes de Literatura 2000, com o livro Tempo das Esperas,
  • Recebeu o Prêmio Henriqueta Lisboa, pela Academia Mineira de Letras (Menção Especial), com o livro Tempo das Esperas,
  • Recebeu o Prêmio Domingos Olímpio de Literatura, (Menção Honrosa)
  • Recebeu o Prêmio Lúcia Martins de Poesia - com o livro Ânfora de Sol,
  • Em 2002, foi aclamada Princesa do Poetas do Ceará,
  • Recebeu a Medalha do Centenário da Academia Paraense de Letras,
  • Recebeu a Medalha Carlos Dummond de Andrade,
  • Recebeu a Medalha do Rio Grande do Norte,
  • Recebeu a Medalha Sesquicentenário do Barão de Studart,

Referências

  1. Yumpu.com. «a-critica-de-giselda-medeiros-dimas-macedo». yumpu.com. Consultado em 1 de janeiro de 2019 
  2. «Giselda de Medeiros Albuquerque – Academia Cearense da Língua Portuguesa». aclp.com.br. Consultado em 2 de setembro de 2018 
  3. «Antologia da ACL - Giselda Medeiros» (PDF). www.academiacearensedeletras.org.br. Consultado em 1 de janeiro de 2019 
  4. Freitas, Vicente. Bela Cruz — Famílias Endogâmicas. [S.l.]: Clube de Autores (managed) 
  5. «Giselda Medeiros – Colégio 7 de Setembro». Consultado em 1 de janeiro de 2019 
  6. «Giselda MEDEIROS Albuquerque». portal.ceara.pro.br (em inglês). Consultado em 2 de setembro de 2018 
  7. A produção literária do Ceará. [S.l.]: Academia Cearense de Letras. 2001 
  8. Alcântara, Anísio; Fotografia. «AL homenageia os 45 anos da Associação de Jornalistas e Escritoras do Brasil». www.al.ce.gov.br. Consultado em 1 de janeiro de 2019 
  9. «Poetas da Academia - Giselda Medeiros» (PDF). academiacearensedeletras.org.br 
  10. «allaboutarts». www.allaboutarts.com.br. Consultado em 2 de setembro de 2018 
  11. Presença literária ... [S.l.]: Nova Dimensão. 1997 
  12. «Giselda Medeiros / Fortaleza / CE | Falando de Trova». www.falandodetrova.com.br. Consultado em 2 de setembro de 2018 
  13. «Giselda Medeiros: o discurso da introspecção - Caderno 3 - Diário do Nordeste». Diário do Nordeste. Consultado em 2 de setembro de 2018 
  14. «Ana Paula e Giselda Medeiros, Fernanda Quinderé (1)». Tapis Rouge 
  15. Presença literária ... [S.l.]: Nova Dimensão. 1997 

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Antologia Nacional, AJEB Letras, EDIÇÃO COMEMORATIVA DO 33º ANIVERSÁRIO DE FUNDAÇÃO DA AJEB, Fortaleza - CE, 2003.