Governo Provisório da República da China

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


中華民國臨時政府
Zhōnghuá Mínguó Línshí Zhèngfǔ
Chūka Minkoku Rinji Seifu

Governo Provisório da República da China

Estado não-reconhecido
Governo fantoche do Império do Japão

Flag of the Republic of China.svg
 
Flag of China (1912–1928).svg
1937 – 1940 Flag of the Republic of China-Nanjing (Peace, Anti-Communism, National Construction).svg

Bandeira de China

Bandeira

Continente Ásia
Região Ásia Oriental
País China
Capital Beiping
Governo República
Presidente em exercício Wang Kemin
Período histórico Período entre guerras
 • 1937 Incidente da Ponte Marco Polo
 • 14 de dezembro de 1937 Fundação
 • 30 de Março de 1940 Incorporado no Governo Nacional Reorganizado
A placa do governo apresentada em Zhongnanhai em Pequim, em 14 de dezembro de 1937.
As placas na Porta de Tiannamen procedentes da fundação do governo em 1937.

Governo Provisório da República da China (chinês tradicional: 中華民國臨時政府, chinês simplificado: 中华民国临时政府, pinyin: Zhōnghuá Mínguó Línshí Zhèngfǔ, ou em japonês: Chūka Minkoku Rinji Seifu) foi um governo provisório chinês protegido pelo Japão que existiu entre 1937 a 1940 durante a Segunda Guerra Sino-Japonesa.[1]

História[editar | editar código-fonte]

Depois da conquista do norte da China, o Quartel-General Imperial japonês autorizou a criação de um regime colaboracionista como parte de sua estratégia geral para estabelecer uma zona tampão autônoma entre a China e o Manchukuo controlado pelos japonese. Nominalmente controlava as províncias de Hebei, Shandong, Shanxi, Henan e Jiangsu. [2]

O Governo Provisório da República da China foi oficialmente instaurado por Wang Kèmǐn, ex-ministro das Finanças do Kuomintang, em 14 de dezembro de 1937, com sua capital em Pequim. Wang foi auxiliado por Tang Erho, que atuou como presidente do Yuan Legislativo e Ministro da Educação.

Suas atividades foram cuidadosamente prescritas e supervisionadas por assessores fornecidos pelo Exército Japonês da Área Norte da China. O fracasso dos japoneses em dar qualquer autoridade real ao Governo Provisório o desacreditou aos olhos dos habitantes locais, e fez a sua existência utilitária somente para propaganda limitada às autoridades japonesas.[3]

O Governo Provisório seria, juntamente com o Governo Reformado da República da China, incorporado ao Governo Nacional Reorganizado de Wang Jingwei baseado em Nanquim em 30 de março de 1940., mas em termos práticos, na verdade, manteve-se praticamente independente sob o nome do "Comissão de Assuntos Políticos do Norte da China"[4] (華北政務委員會) até o final da guerra.

Referências

  1. Brune, Chronological History of US Foreign Relations, page 521
  2. Jennings, John M.; The Opium Empire: Japanese Imperialism and Drug Trafficking in Asia, 1895-1945, pg. 92
  3. Black, World War Two: A Military History, pg. 34
  4. Li, Lillian M., et al; Beijing: From Imperial Capital to Olympic City, pg. 166
  • Black, Jeremy (2002). World War Two: A Military History. [S.l.]: Routeledge. ISBN 0-415-30535-7 
  • Brune, Lester H. (2002). Chronological History of US Foreign Relations. [S.l.]: Routeledge. ISBN 0-415-93916-X 
  • Jowett, Phillip S. (2004). Rays of the Rising Sun, Vol. 1. [S.l.]: Helion and Company Ltd. ISBN 1-874622-21-3 
  • Wasserman, Bernard (1999). Secret War in Shanghai: An Untold Story of Espionage, Intrigue, and Treason in World War II. [S.l.]: Houghton Mifflin. ISBN 0-395-98537-4 
  • Li, Lillian M.; Dray-Novey, Alison J.; Kong, Haili (2007). Beijing: From Imperial Capital to Olympic City. New York: Palgrave Macmillan. ISBN 0-230-60527-3 
Precedido por
Governo nacionalista
(1927–1948)
Governo Provisório da República da China
1937–1940
Sucedido por
Governo Nacional Reorganizado da República da China
(1940–1945)