Guerra Russo-Turca (1768–1774)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Guerra Russo-Turca (1768–1774)
Torelli2.jpg
Data 1768 – 1774
Local Europa Oriental, Cáucaso, Mediterrâneo
Desfecho Vitória russa; Tratado de Küçük-Kainarji
Combatentes
 Império Russo
Greek Independence 1821.svg Insurgentes gregos
Império Otomano Império Otomano
Principais líderes
Rússia Catarina II
Rússia Gregório Potemkin
Rússia Alexei Orlov
Rússia Alexander Suvorov
Rússia Pyotr Rumyantsev
Rússia Nicholas Repnin
Rússia Fyodor Fyodorovich Ushakov
Rússia Gottlieb Heinrich Totleben
Прапор В.З..png Petro Kalnyshevsky
Flag of Kingdom of Kartli-Kakheti.svg Heráclio II
Imeretiflag.jpg Solomon I
Império Otomano Mustafa III
Império Otomano Abd-ul-Hamid Ibr />Império Otomano Ivazzade Halil Pasha
Império Otomano Husayn Pasha
Flag of the crimeans.svg Qaplan II Giray

A Guerra Russo-Turca de 1768–1774 foi um conflito que colocou o sul da Ucrânia, o norte do Cáucaso e a Crimeia sob a órbita do Império Russo.[1][2]

Durante a guerra, os turcos contaram com o apoio da Confederação de Bar, enquanto que a Rússia recebeu suporte do Reino Unido, através principalmente de conselheiros navais.

Ao seu final, o Império Otomano assinou o Tratado de Küçük Kaynarca em 21 de julho de 1774. Com isso, o Canato da Crimeia assumiu formalmente a posição de Estado independente (na verdade sob forte influência da Rússia) e a Rússia recebeu reparações de guerra e dois portos que lhe conferiram acesso ao mar Negro.

Referências

  1. Jay Shaw Stanford, History of the Ottoman Empire and Modern Turkey, Cambridge University Press.
  2. De Madariaga, Isabel. Russia in the Age of Catherine the Great (1981).
Ícone de esboço Este artigo sobre História da Rússia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.