HD 16175

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
HD 16175
Dados observacionais (J2000.0)
Constelação Andrômeda
Asc. reta 02h 37m 01.9112s[1]
Declinação +42° 03′ 45.4696″[1]
Magnitude aparente 7,28[2]
Características
Tipo espectral F8 IV[3]
Cor (B-V) 0.64[2]
Astrometria
Mov. próprio (AR) −38.835±0.085[1] mas/ano
Mov. próprio (DEC) −41.306±0.081[1] mas/ano
Paralaxe 16.6775 ± 0.0684[1] mas
Distância 195.6 ± 0.8 anos-luz
60.0 ± 0.2 pc
Magnitude absoluta 3.40[4]
Detalhes
Massa 1.34 ± 0.01[5] M
Raio 1.66 ± 0.04[5] R
Gravidade superficial 4.12 ± 0.03[5] cgs
Luminosidade 3.3 ± 0.01[5] L
Temperatura 6048 ± 35[5] K
Idade 3.2 ± 0.2 bilhões[5] de anos
Outras denominações
BD+41°496, HIP 12191, SAO 38170

HD 16175 é uma estrela do tipo G de 7ª magnitude com temperatura de cerca de 6000 K, localizada a aproximadamente 196 anos-luz de distância[1] na constelação de Andrômeda. Esta estrela é visível somente com o uso de binóculos ou com equipamento de maior resolução; ela é também 3,3 mais luminosa, 1,34 vezes mais massiva, e com um raio 1,66 vezes maior que o Sol.[5]

Sistema planetário[editar | editar código-fonte]

A existência do exoplaneta HD 16175 b foi relatada em um trabalho publicado na edição de junho de 2009 da Publications of the Astronomical Society of the Pacific.[4]

O sistema planetário HD 16175[6]
Planeta
(a partir da estrela)
Massa Semieixo maior
(UA)
Período orbital
(dias)
Excentricidade
orbital
Inclinação (°) Raio
b >4.77±0.37 MJ 2.148±0.076 995.4±2.8 0.637±0.020 ? ?

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. a b c d e f Gaia Collaboration: Brown, A. G. A.; Vallenari, A.; Prusti, T.; de Bruijne, J. H. J.; et al. (2018). «Gaia Data Release 2. Summary of the contents and survey properties». Astronomy & Astrophysics. 616: A1, 22 pp. Bibcode:2018A&A...616A...1G. arXiv:1804.09365Acessível livremente. doi:10.1051/0004-6361/201833051.  Catálogo Vizier
  2. a b Høg, E.; Fabricius, C.; Makarov, V. V.; Urban, S.; Corbin, T.; Wycoff, G.; Bastian, U.; Schwekendiek, P.; Wicenec, A. (2000), «The Tycho-2 catalogue of the 2.5 million brightest stars», Astronomy & Astrophysics, 355: L27–L30, Bibcode:2000A&A...355L..27H. 
  3. Van Belle, Gerard T.; von Braun, Kaspar (2009). «Directly Determined Linear Radii and Effective Temperatures of Exoplanet Host Stars». The Astrophysical Journal. 694 (2): 1085–1098. Bibcode:2009ApJ...694.1085V. arXiv:0901.1206Acessível livremente. doi:10.1088/0004-637X/694/2/1085 
  4. a b Peek, John Asher; et al. (2009). «Old, rich, and eccentric: two jovian planets orbiting evolved metal-rich stars». Publications of the Astronomical Society of the Pacific. 121 (880): 613–620. Bibcode:2009PASP..121..613P. arXiv:0904.2786Acessível livremente. doi:10.1086/599862 
  5. a b c d e f g Bonfanti, A.; et al. (2015). «Revising the ages of planet-hosting stars». Astronomy and Astrophysics. 575. A18. Bibcode:2015A&A...575A..18B. arXiv:1411.4302Acessível livremente. doi:10.1051/0004-6361/201424951 
  6. Díaz, R. F.; et al. (2016). «The SOPHIE search for northern extrasolar planets. XI. Three new companions and an orbit update: Giant planets in the habitable zone». Astronomy and Astrophysics. 591. A146. Bibcode:2016A&A...591A.146D. arXiv:1604.07610Acessível livremente. doi:10.1051/0004-6361/201628331 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Coordenadas: Sky map 02h 37m 01.9110s, +42° 03′ 45.479″