Haroldo Maranhão

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde janeiro de 2013). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Haroldo Maranhão
Nascimento 7 de agosto de 1927
Belém, Brasil
Morte 2004 (77 anos)
Rio de Janeiro, Brasil
Nacionalidade Brasil Brasileiro
Ocupação Escritor, jornalista e advogado

Haroldo Maranhão (Belém, 7 de agosto de 1927Rio de Janeiro, 2004) foi um escritor, jornalista e advogado brasileiro.

Além dos contos, sua produção literária ganhou destaque com as recriações históricas, como em O tetraneto Del Rey, quando volta ao período colonial, inspirado pelo romance píncaro e pelo barroco espanhol, e o Memorial do Fim. Nele, Maranhão revisita ficcionalmente o ambiente que cercava Machado de Assis às vésperas da morte em 1908. Em Cabelos no Coração, considerada por Antonio Houaiss obra-prima, para narrar as aventuras de Felipe Patroni, personagem da História do Pará, Haroldo Maranhão constrói um texto ficcional fundamentado na intertextualidade, deixando perceber influências e diálogos com a literatura de Rabelais, Gregório de Matos e Guimarães Rosa.

Obra publicada[editar | editar código-fonte]

  • 1968 - A Estranha Xícara
  • 1975 - Chapéu de Três Bicos
  • 1980 - Voo de Galinha
  • 1981 - A Morte de Haroldo Maranhão
  • 1982 - O Tetraneto Del Rey — O Torto: suas idas e vindas
  • 1983 - As Peles Frias
  • 1983 - Flauta de Bambu
  • 1983 - Os Anões
  • 1983 - A Porta Mágica
  • 1986 - Jogos Infantis
  • 1987 - Rio de Raivas
  • 1989 - Senhores & Senhoras
  • 1990 - Cabelos no Coração
  • 1991 - Memorial do Fim
  • 1992 - Miguel, Miguel (novela)
  • 1998 - Querido Ivan (Cartas)
  • 1998 - Dicionário de Futebol
  • 2000 - Pará, Capital: Belém - Memória & Pessoas & Coisas & Loisas da cidade
  • 2005 - Feias, Quase Cabeludas (Contos) - Seleção de Benedito Nunes

Obra inédita[editar | editar código-fonte]

  • Suíte policial - romance
  • Guerrilheiros do vento - romance juvenil
  • A respiração das palavras - contos
  • O Sol é azul - infantil
  • O menino que comia letras - infantil
  • O que eu contei a Theodoro -
  • As carnes quebradas - Peça teatral

Prémios[editar | editar código-fonte]

  • Prêmio União Brasileira de Escritores - SP
  • Prêmio Guimarães Rosa
  • "Hors Concours" do Prêmio Fernando Chinaglia
  • Prêmio Instituto Nacional do Livro
  • Prêmio Nacional Mobral de Crônicas e Contos
  • Prêmio José Lins do Rego
  • Prêmio Vértice de Literatura

Honrarias[editar | editar código-fonte]

  • Medalha Francisco Caldeira Castelo Branco (Prefeitura de Belém)