Her Jungle Love

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Her Jungle Love
No Brasil Idílio na Selva
 Estados Unidos
1938 •  cor •  81 min 
Direção George Archainbaud
Produção George M. Arthur
Roteiro Joseph Moncure March
Lillie Hayward
Eddie Welch
Gerald Geraghty
Curt Siodmak
Elenco Dorothy Lamour
Ray Milland
Lynne Overman
J. Carrol Naish
Virginia Vale
Jonathan Hale
Gênero filme de aventura
Distribuição Paramount Pictures
Idioma inglês

Her Jungle Love (bra Idílio na Selva[nota 1][1]) é um filme estadunidense de 1938, do gênero aventura, dirigido por George Archainbaud e estrelado por Dorothy Lamour e Ray Milland. Após o inesperado sucesso de The Jungle Princess, a Paramount decidiu juntar novamente a dupla central daquele filme e produzir outro, com história bastante similar. Desta, vez, porém, o estúdio investiu mais dinheiro, o que permitiu o uso de cores pelo sistema Technicolor, e efeitos especiais como invasão de crocodilos, terremotos e erupções vulcânicas.[2]

Dorothy novamente veste sarongue, que se tornou sua marca registrada, apesar de ter sido utilizado em menos de uma dezena de produções.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Em uma ilha perdida dos mares do Sul vive Tura, uma bela garota selvagem tratada como deusa pelos nativos. Certo dia, por lá chegam Bob e Jimmy, dois aviadores tocados por um tufão. Bob ensina a ela a doce arte de beijar, enquanto Jimmy corre do chimpanzé e do tigre que protegem a moça. Quando tentam partir, são impedidos pelo impiedoso Kuasa, que odeia todos os brancos e deseja sacrificar Tura aos crocodilos em um templo subterrâneo. Mas desastres naturais mudam o curso dos acontecimentos.

Dorothy Lamour com o chimpanzé Jiggs, durante as filmagens

Elenco[editar | editar código-fonte]

Ator/Atriz Personagem
Dorothy Lamour Tura
Ray Milland Bob Mitchell
Lynne Overman Jimmy Wallace
J. Carrol Naish Kuasa
Virginia Vale Eleanor Martin
Jonathan Hale J. C. Martin
Richard Denning Piloto

Ver também[editar | editar código-fonte]

Notas

  1. "Idyllio na Selva", na grafia da época.

Referências

  1. «A tela em revista». Cinearte. Rio de Janeiro. 1 de outubro de 1938. p. 40. Consultado em 5 de junho de 2019 
  2. EAMES, John Douglas. The Paramount Story. Londres: Octopus Books, 1985 (em inglês)
Ícone de esboço Este artigo sobre um filme estadunidense é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.