Heroes in Crisis

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Gnome globe current event.svg
Este artigo ou seção é sobre um evento atual. A informação apresentada pode mudar com frequência. Não adicione especulações, nem texto sem referência a fontes confiáveis. (editado pela última vez em 8 de outubro de 2018)
Heroes in Crisis
HeroesInCrisis1.jpg
Capa de Heroes in Crisis #1 (26 de setembro de 2018).
Arte de Clay Mann.
País de origem  Estados Unidos
Língua de origem Estados Unidos Inglês
Editora(s) Estados Unidos DC Comics
Formato de publicação Minissérie
Lançada em 26 de setembro de 2018
Terminou em 2019
Edições 9
Gênero(s) Super-herói
Argumento Tom King
Desenho Clay Mann
Personagens principais Batman
Superman
Mulher-Maravilha
Arlequina
Gladiador Dourado

Heroes in Crisis é uma minissérie de histórias em quadrinhos americanas em nove edições, publicada originalmente nos Estados Unidos pela editora estadunidense DC Comics. A história tem roteiro do escritor Tom King e arte do desenhista Clay Mann. Heroes in Crisis será uma história de mistério, com um assassinato, que envolverá Batman, Superman, Mulher-Maravilha, Gladiador Dourado, Arlequina e o resto do panteão de heróis da DC Comics.[1] A primeira edição foi lançada em 26 de setembro de 2018.[2]

Publicação original[editar | editar código-fonte]

Heroes in Crisis é uma minissérie de nove edições da DC Comics, escrita por Tom King, o mesmo autor que trabalhou em diversos títulos da Vertigo (DC), Batman, e Mister Miracle, e desenhada por Clay Mann.[3][4] A HQ, publicada originalmente nos Estados Unidos, tem capas regulares e variantes criadas por Mann, J. G. Jones, Mark Brooks e Francesco Mattina.[5] A série segue o conceito de "Crise", que são crossovers da DC, mas ao contrário das "Crises" anteriores, Heroes in Crisis não concentra-se em uma ameaça cósmica. Em vez disso, ela expande em um conceito que King introduziu na revista Batman, o Santuário – um hospital ultra-secreto para heróis que estão traumatizados por conta de batalhas cósmicas e lutas contra o crime –, o local foi criado por Superman, Batman e Mulher-Maravilha para ajudar outros heróis a encontrar um momento de paz antes de voltara á realidade da violência.[4][6] O Santuário será focado na Trindade da DC – Superman, Mulher-Maravilha e Batman – e também terá como personagens principais Arlequina e Gladiador Dourado.[7]

De acordo com King, a ideia para Heroes in Crisis foi concebida em 2016 depois que ele sofreu um ataque de pânico e foi parar no hospital, e sua avó (que o criou) morreu no mesmo dia. King teve que passar por uma terapia, e após isso, ele decidiu usar tudo que aprendeu numa HQ da DC. O ambiente do Santuário mostrado na capa de Heroes in Crisis #1 é inspirado na casa de sua avó, sendo assim, uma homenagem a ela.[8]

Heroes in Crisis, grande evento da DC Comics, envolverá os principais personagens da editora lidando com traumas de batalhas.[9] Segundo o escritor, sua intenção é fazer um paralelo com o que jovens americanos passaram nos últimos anos por conta das guerras dos EUA.[7] O tema é de interesse pessoal de King, que antes de ser um escritor de HQs foi um oficial da unidade de antiterrorismo da CIA.[6] King comparou o Santuário com os centros de tratamento de veteranos nos Estados Unidos.[10]

Rumores de um novo evento da DC como uma Crise surgiram em maio de 2018.[11] Os rumores foram rapidamente negados pelo co-publisher da DC Comics, Jim Lee.[12] A DC acabou por anunciar a série em 12 de junho de 2018, depois que King fez uma aparição no Late Night with Seth Meyers. Em 14 de junho de 2018, King divulgou a primeira página de Heroes in Crisis #1.[13] A primeira edição foi lançada em 26 de setembro de 2018.[9]

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Anunciado como uma história de mistério, Heroes in Crisis narra o resultado de um ataque ao centro de reabilitação conhecido como Santuário, criado por Batman, Superman, e Mulher-Maravilha. O Santuário está localizado nos Estados Unidos e foi criado como uma opção para ajudar a tratar super-heróis que lidam com problemas de saúde mental derivados dos eventos que ameaçam a Terra, como o transtorno de estresse pós-traumático.[8] Os três são os protagonistas da história, ao lado de Arlequina e o Gladiador Dourado.[9]

Notas e referências

Notas

Referências

  1. King, Tom [r]; Mann, Clay [a] (26 de setembro de 2018). "Heroes In Crisis" #1, Burbank: DC Comics. 24 páginas.
  2. «HEROES IN CRISIS #1». DC (em inglês). 18 de junho de 2018 
  3. Adams, Tim (13 de junho de 2018). «DC's Sanctuary Arrives in Heroes in Crisis Series from King & Mann». Comic Book Resources (em inglês). Consultado em 14 de junho de 2018 
  4. a b «Heroes in Crisis, de Tom King e Clay Mann, mostrará impacto da violência - UNIVERSO HQ». www.universohq.com. Consultado em 2 de outubro de 2018 
  5. Terror, Jude (14 de junho de 2018). «DC Heroes in Crisis: Everyone at Sanctuary is Dead». Bleeding Cool (em inglês). Consultado em 14 de junho de 2018 
  6. a b Polo, Susana (13 de junho de 2018). «DC Comics' next Crisis is a heavier drama than any before». Polygon (em inglês). Consultado em 13 de junho de 2018 
  7. a b «Heroes in Crisis | Próximo evento da DC Comics fará paralelo com os traumas de jovens americanos pós-guerra». Omelete. 14 de junho de 2018 
  8. a b Yehl, Joshua (20 de julho de 2018). «DC's Heroes in Crisis Is Caused By a Superhero Shooting - Comic-Con 2018». IGN (em inglês). Consultado em 20 de julho de 2018 
  9. a b c McMillan, Graeme (12 de junho de 2018). «DC's 'Heroes in Crisis' to Explore Superhero Trauma». The Hollywood Reporter (em inglês). Consultado em 14 de junho de 2018 
  10. «Heróis da DC terão lugar para tratar transtorno de estresse pós-traumático - UNIVERSO HQ». www.universohq.com. Consultado em 2 de outubro de 2018 
  11. Johnston, Rich (11 de maio de 2018). «Revealing DC Comics' Next Crisis Event…». Bleeding Cool (em inglês). Consultado em 14 de junho de 2018 
  12. Johnston, Rich (12 de maio de 2018). «Jim Lee – 'Rumours Of Reboots Are Ridiculous'». Bleeding Cool (em inglês). Consultado em 14 de junho de 2018 
  13. «Tom King on Twitter». Twitter