Hugo Batalla

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Hugo Batalla
Vice-presidente do Uruguai
Período 1 de março de 1995
a 3 de outubro de 1998
Presidente Julio María Sanguinetti
Antecessor Gonzalo Aguirre Ramírez
Sucessor Hugo Fernández Faingold
Dados pessoais
Nome completo Hugo Félix Batalla Parentini
Nascimento 11 de julho de 1926
Montevidéu, Uruguai
Morte 3 de outubro de 1998 (72 anos)
Montevidéu, Uruguai
Partido Partido Colorado (até 1971)
Frente Ampla (1971-1989)
Nuevo Espacio (1989-1994)
Partido Colorado (1995-1998)
Profissão Político, advogado

Hugo Félix Batalla Parentini (Montevidéu, 11 de julho de 1926Montevidéu, 3 de outubro de 1998) foi um advogado e político uruguaio, que serviu como vice-presidente do Uruguai entre 1995 e 1998.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Adquiriu notoriedade como defensor de presos políticos durante a Ditadura civil-militar uruguaia, que durou de 1973 a 1984.[1]

Com o retorno à democracia, em 1984, foi eleito senador até 1990. Em 1994, retornou ao Partido Colorado e juntou-se a Julio María Sanguinetti nas eleições daquele ano para a Presidência do Uruguai, das quais sairiam vitoriosos.[2] Durante sua vice-presidência, faleceu em 3 de outubro de 1998, aos 72 anos de idade, por conta de um câncer de pulmão, que já o mantinha afastado de seu cargo desde dois meses antes.[3]

Referências

  1. «Uruguay: murió Hugo Batalla» (em espanhol). El Clarín. 4 de outubro de 1998. Consultado em 14 de fevereiro de 2020 
  2. Reuters (5 de outubro de 1998). «Hugo Batalla, 72, Uruguay Vice President» (em inglês). New York Times. Consultado em 14 de fevereiro de 2020 
  3. «Murió Batalla, vicepresidente del Uruguay» (em espanhol). La Nación. 4 de outubro de 1998. Consultado em 14 de fevereiro de 2020 
Ícone de esboço Este artigo sobre um político é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.