I'm Gonna Show You Crazy

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
"I'm Gonna Show You Crazy"
Single de Bebe Rexha
do álbum I Don't Wanna Grow Up
Lançamento 19 de dezembro de 2014 (2014-12-19)
Formato(s)
Gênero(s)
Duração 3:27
Gravadora(s) Warner Bros. Records
Composição
Produção Jon Levine
Informações sobre o vídeo musical
Lançamento 21 de abril de 2015 (2015-04-21)
Diretor(es) Hannah Lux Davis
Duração 4:46
Cronologia de singles de Bebe Rexha
"I Can't Stop Drinking About You"
(2014)
"Hey Mama"
(2014)

"I'm Gonna Show You Crazy" é uma canção da artista musical norte-americana Bebe Rexha. Foi lançada em 19 de dezembro de 2014[1] servindo como segundo single do EP I Don't Wanna Grow Up (2015).

As linhas "Louca, maníaca, vadia doente, psicopata / Sim, eu vou te mostrar..."[2][nota 1] afirmam que a intérprete aceita e tem posse de que pode ser "louca". A canção teve moderado desempenho, aparecendo em tabelas da Suécia, Finlândia e Noruega.

Antecedentes[editar | editar código-fonte]

Depois de aparecer nos álbuns de Pitbull (Globalization) e David Guetta (Listen)[3], Rexha trabalhou numa sequência para seu single de estreia solo "I Can't Stop Drinking About You", lançado no início de 2014.

Em 8 de dezembro do mesmo ano, a cantora divulgou uma demo de "Cry Wolf", sob o boato de ser seu próximo single.[4] Quatro dias mais tarde, no entanto, "I'm Gonna Show You Crazy" foi revelado como o próximo single. A música foi finalmente lançada uma semana após a sua divulgação, em 19 de dezembro,[5] juntamente com a faixa "Gone".

Recepção da crítica[editar | editar código-fonte]

Bradley Stern do MuuMuse deu a canção um comentário positivo, dizendo que é "insanamente boa". Ele disse: "O desafio escrito em toda a faixa é positivamente delicioso, como Bebe gritando seu caminho através batidas militares de bateria, sintetizadores e um refrão monstruoso".[6]

Kevipod de Direct Lyrics escreveu: "A nossa nova garota favorita do Brooklyn acaba de lançar uma música matadora digna de estar em alta rotação nas rádios Top 40 e no Top 20 da Billboard Hot 100 (pelo menos!). Produção pop-dance incrível? Checado!; mais conteúdo politicamente incorreto? checado!; vocais ferozes? Checado!; e refrão surpreendentemente cativante, o inferno checa! Meu bom Deus. Esse refrão!"[7]

Vídeos musicais[editar | editar código-fonte]

Uma versão acústica da canção foi lançada em 25 de fevereiro de 2015. O vídeo mostra a cantora derramando lágrimas e batendo enquanto canta a música acima de um dedilhar de guitarra acústica.[8]

Em 17 de março, a MTV News divulga com exclusividade o lyric video da canção. O portal descreve-o como "um olhar visual incrivelmente detalhado, perspicaz para as pressões de ser perfeita - e as virtudes da auto-aceitação. Em última análise, a única coisa que é loucura está pedindo desculpas por ser você mesma". Em entrevista ao mesmo site, Rexha diz que o vídeo destaca os efeitos prejudiciais das "soluções rápidas" que as pessoas usam para ajudar a si mesmos quando não estão em conformidade com uma visão socialmente construída da perfeição: "A música não é sobre ser louca. Ela não está sendo mentalmente doente. É sobre pessoas fazendo você se sentir como se estivesse louca porque você está acima do peso, magra... você é esta corrida, você é esta religião. Estamos lutando para sermos nós mesmos em um mundo que está tentando nos fazer como todo mundo".[9] O vídeo apresenta Rexha interpretando duas personagens, uma enfermeira e uma paciente, num cenário semelhante ao de uma clínica psiquiátrica. A paciente recebe um medicamento, enquanto que o vídeo é intercalado com a letra da canção com pílulas, seringas e outros objetos ao fundo.[10]

O vídeo principal foi lançado em 21 de abril de 2015 e foi dirigido por Hannah Lux Davis.[11] Ele apresenta Rexha como uma jovem rebelde, que quebra as regras de uma escola extremamente rígida. No começo do vídeo, a cantora aparece numa mesa de jantar tradicional, onde todos os familiares se cumprimentam contentes enquanto Rexha fica deslocada. Ao fim, a família é obrigada a assistir a uma "aula" da intérprete.[12]

Desempenho nas paradas musicais[editar | editar código-fonte]

"I'm Gonna Show You Crazy" teve desempenho moderado, aparecendo em tabelas da Suécia, Finlândia e Noruega. Quando lançada, conseguiu entrar entre os dez postos dos virais do Spotify, serviço de fluxo de mídia.[13]

Tabela musical (2014-2015) Melhor
posição
 Finlândia (Suomen virallinen lista)[14] 17
 Noruega (VG-lista)[15] 17
 Suécia (Sverigetopplistan)[16] 30

Créditos[editar | editar código-fonte]

Créditos de "I'm Gonna Show You Crazy" adaptados de Discogs[17]:

  • Bebe Rexha - vocal e composição
  • Jon Levine - composição, baixo, programação de tambor, guitarra, teclado, produção
  • Lauren Christy - composição
  • Dan Piscina - engenheiro
  • John Hanes - engenharia de mixagem
  • Chris Gehringer - masterização
  • Serban Ghenea - mixagem

Notas

  1. No original: "Loco, maniac, sick bitch, psychopath / Yeah, I'm gonna show you"

Referências

  1. «"I'm Gonna Show You Crazy" on iTunes». iTunes Store. Consultado em 23 de março de 2016.. Cópia arquivada em 9 de maio de 2015 
  2. Michelle Topham (28 de dezembro de 2014). «Bebe Rexha 'I'm Gonna Show You Crazy' is Unbelievably KICK ASS». leosigh.com. Consultado em 26 de fevereiro de 2015. 
  3. Adrià (22 de dezembro de 2014). «Bebe Rexha estrena 'I'm Gonna Show You Crazy' y 'Gone'». www.elremix.com. Consultado em 26 de fevereiro de 2015. 
  4. Mike Wass (8 de dezembro de 2014). «Bebe Rexha's "Cry Wolf" Is Another Perfect Dance-Pop Anthem: Listen To The Rising Diva's Latest Gem». Idolator. Consultado em 26 de fevereiro de 2015. 
  5. Mike Wass (12 de dezembro de 2014). «Bebe Rexha Teases New Single "I'm Gonna Show You Crazy": Listen To A Snippet Of The Fiery Anthem». Idolator. Consultado em 26 de fevereiro de 2015. 
  6. Bradley Stern (23 de dezembro de 2014). «Bebe Rexha Goes Mad On Insanely Good "I'm Gonna Show You Crazy"». www.muumuse.com. Consultado em 26 de fevereiro de 2015. 
  7. «Bebe Rexha's "I'm Gonna Show You Crazy" Is Pop Perfection». www.directlyrics.com. 22 de dezembro de 2014. Consultado em 26 de fevereiro de 2015. 
  8. Bradley Stern (25 de fevereiro de 2015). «Bebe Rexha Releases "I'm Gonna Show You Crazy" Acoustic Video: Watch». www.idolator.com. Consultado em 26 de fevereiro de 2015. 
  9. Rae Paoletta (17 de março de 2015). «BEBE REXHA'S 'I'M GONNA SHOW YOU CRAZY' WILL FILL IN FOR YOUR BEST FRIEND: WATCH». MTV. Consultado em 23 de março de 2016. 
  10. Bradley Stern (18 de março de 2015). «Bebe Rexha Releases Pill-Heavy Lyric Video For "I'm Gonna Show You Crazy": Watch». Idolator. Consultado em 23 de março de 2016. 
  11. «Bebe Rexha no Twitter». 21 de abril de 2015. Consultado em 21 de abril de 2015. 
  12. «Bebe Rexha Releases "I'm Gonna Show You Crazy" Video». BeatheHeavy.com. 21 de abril de 2015. Consultado em 23 de março de 2016. 
  13. Associated Press (31 de dezembro de 2014). «Spotify's Top 10 most viral tracks». Daily Mail Online. Consultado em 23 de março de 2016. 
  14. «Bebe Rexha: I'm Gonna Show You Crazy» (em finlandês). Musiikkituottajat
  15. «Norwegiancharts.com – Bebe Rexha – I'm Gonna Show You Crazy» (em inglês). VG-lista. Hung Medien.
  16. «Swedishcharts.com – Bebe Rexha – I'm Gonna Show You Crazy» (em inglês). Singles Top 60. Hung Medien.
  17. «Bebe Rexha I'm Gonna Show You Crazy». discogs.com. 2 de abril de 2015