I Dream Too Much

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
I Dream Too Much
A Voz do Amor (PT)
Vivo Sonhando (BR)
 Estados Unidos
1935 •  p&b •  97 min 
Direção John Crowell
Produção Pandro S. Berman
Elenco Lily Pons
Henry Fonda
Eric Blore
Osgood Perkins
Lucille Ball
Gênero drama musical
Distribuição RKO
Idioma inglês
Página no IMDb (em inglês)
Lily Pons (aqui, em foto publicitária), fez somente três filmes em Hollywood, todos para a RKO. Após o fracasso do terceiro, o estúdio desistiu dela. Ela ainda apareceu na televisão durante a década de 1950, antes de retirar-se definitivamente.

I Dream Too Much (Vivo Sonhando (título no Brasil) ou A Voz do Amor (título em Portugal)) é um filme estadunidense de 1935, do gênero drama musical, dirigido por John Cromwell e estrelado pela sensação da ópera Lily Pons, em sua estreia no cinema, e Henry Fonda. Entretanto, apesar do óbvio talento vocal da artista, a película fracassou nas bilheterias.[1]

A trilha sonora, de Jerome Kern e Dorothy Fields, inclui, entre outras, as canções I Dream Too Much, The Jockey on the Carousel e I Got Love. Lily também canta trechos de diversas óperas, como Rigoletto e Lakmé.

O filme foi lembrado pela Academia, que lhe concedeu uma indicação ao Oscar, na categoria Melhor Mixagem de Som.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Annette é uma francesa provinciana que estuda música e possui uma bela voz. Ela se casa com Johnny, um compositor norte-americano que tenta a vida em Paris. Enquanto a carreira dela vai de vento em popa, a dele fica estagnada, o que o leva a deixá-la. Annette, então, tenta reconquistá-lo ao transformar a ópera composta por ele em bem-sucedida comédia musical.[1]

Premiações[editar | editar código-fonte]

Prêmio Categoria Situação
Oscar Melhor Mixagem de Som Indicado

Elenco[editar | editar código-fonte]

Ator/Atriz Personagem
Lily Pons Annette Monard
Henry Fonda Johnny Street
Eric Blore Roger Briggs
Osgood Perkins Paul Darcy
Lucille Ball Gwendolyn Dilley
Lucien Littlefield Hubert Dilley
Mischa Auer Pianista
Paul Porcasi Tio Tito
Scotty Beckett Menino no carrossel

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • JEWELL, Richard B. e HARBIN, Vernon, The RKO Story, terceira impressão, Londres: Octopus Books, 1984 (em inglês)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b JEWELL, Richard B. e HARBIN, Vernon, The RKO Story, terceira impressão, Londres: Octopus Books, 1984 (em inglês)