I Want You (filme de 1951)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de I Want You (1951))
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
I Want You
Enfrentando a Tormenta (PT)
Não Quero Dizer-Te Adeus (BR)
 Estados Unidos
1951 •  p&b •  102 min 
Direção Mark Robson
Produção Samuel Goldwyn
Elenco Dana Andrews
Dorothy McGuire
Farley Granger
Peggy Dow
Gênero drama
Distribuição RKO Radio Pictures
Idioma inglês
Página no IMDb (em inglês)
Cartaz do Tio Sam, feito em 1917 por James Flagg e conhecido mundialmente. O cartaz, cuja frase principal significa "Eu Te Quero para o Exército dos Estados Unidos", destinava-se a recrutar voluntários para lutar na Primeira Guerra Mundial. Logo embaixo, uma instrução manda o interessado dirigir-se ao posto de alistamento mais próximo. O cartaz foi usado também durante a Segunda Guerra e além.

I Want You (Não Quero Dizer-Te Adeus BRA ou Enfrentando a Tormenta POR) é um filme estadunidense de 1951, do gênero drama, dirigido por Mark Robson e estrelado por Dana Andrews e Dorothy McGuire.

A produção[editar | editar código-fonte]

Depois de produzir o multipremiado The Best Years of Our Lives, o filme definitivo sobre readaptação à vida civil de veteranos da Segunda Guerra,[1] Samuel Goldwyn resolveu produzir outro, agora sobre civis defrontando-se com a guerra—no caso a muitos menos popular[2] Guerra da Coreia.

Apesar dos artifícios criados pelo roteirista Irwin Shaw, que trabalhou sobre histórias de Edward Newhouse, publicadas no The New Yorker, a película capta, de maneira realista, o impacto causado pelo famoso cartaz de recrutamento em que o Tio Sam aponta o dedo diretamente para as pessoas.[1]

Ao contrário daquele filme, com o qual deveria ser contrastado e não comparado, como acontece,[2] I Want You foi lembrado pelo Oscar apenas com uma indicação, na categoria secundária de Melhor Mixagem de Som.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

1950. Em uma pequena cidade do Connecticut, a chegada de uma nova guerra, agora na distante Coreia, altera a vida de vários de seus habitantes. Martin Greer, pacato homem de família e veterano da Segunda Guerra, luta com sua consciência ante a possibilidade de realistar-se, ideia nada atraente para a esposa Nancy. Por outro lado, a possível convocação e consequente interrupção do namoro com Carrie Turner, leva Jack, seu irmão mais novo, à cólera e a um comportamento imaturo. Sara, a mãe de ambos, já perdera um filho na guerra anterior e sabe que pode perder outro. Por isso, passa a agredir o marido Thomas, que finge-se de heroico e glorifica a guerra. Já para George Kress Jr., o problema é o pai, aterrorizado e possessivo, que não entende porque seu filho único não é considerado indispensável na fábrica, o que o impediria de ser chamado.

Premiações[editar | editar código-fonte]

Prêmio Categoria Situação
Oscar Melhor Mixagem de Som Indicado

Elenco[editar | editar código-fonte]

Ator/Atriz Personagem
Dana Andrews Martin Greer
Dorothy McGuire Nancy Greer
Farley Granger Jack Greer
Peggy Dow Carrie Turner
Robert Keith Thomas Greer
Mildred Dunnock Sarah Greer
Ray Collins Juiz Turner
Martin Milner George Kress Jr.
Jim Backus Harvey Landrum
Marjorie Crossland Senhora Turner
Walter Baldwin George Kress Sr.
Walter Sande Ned Iverson
Peggy Maley Gladys
Jerrilyn Flannery Anne Greer
Erik Nielsen Tony Greer

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • JEWELL, Richard B. e HARBIN, Vernon, The RKO Story, terceira impressão, Londres: Octopus Books, 1984 (em inglês)

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b JEWELL, Richard B. e HARBIN, Vernon, The RKO Story, terceira impressão, Londres: Octopus Books, 1984 (em inglês)
  2. a b ERICKSON, Hal. «I Want You». AllMovie. Consultado em 19 de novembro de 2012. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]