Igreja Espiritualista

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

A Igreja Espiritualista (em inglês Spiritualist Church) é o nome adotado por grupos espiritualistas não-kardecistas nos Estados Unidos e Reino Unido.

Interior de uma Igreja Espiritualista na Escócia

.

O movimento moderno espiritualismo emergiu na década de 1840 nos Estados Unidos, tornou-se público com as irmãs Fox em 1848. Inicialmente o movimento era informal, consistindo de ocasionais sessões espiritualistas conduzidas por médiums, com muitos espiritualistas mantendo memebresia em outras religiões ou sem afiliação religosa. Mas a polêmica com as religiões estabelecidas levaram a fundação da primeira Igreja Espiritualista em Keighley, Yorkshire, Inglaterra por David Richmond em 1853. Dois anos depois Richmond inciaria o primeiro jornal espiritualista The Yorkshire Spiritual Telegraph. A partir dos anos 1870 surgem várias sociedades espiritualistas no Reino Unido, Estados Unidos (notavelmente em San Francisco) e França, nesse último país os espiritualistas adotaram em massa a decodificação de Allan Kardec e a crença em reencarnação.

A maior parte das igrejas espiritualistas são afiliadas à associações, como a National Spiritualist Association of Churches nos Estados Unidos e a Spiritualists' National Union no Reino Unido. Entre os afro-americanos há o Spiritual Church Movement, convergindo tradições espiritualistas, catolicismo popular de Nova Orleans, e protestantismo (batistas e pentecostais) afro-americanos. No Brasil a presença dos espiritualistas é pequena quando comparado ao Espiritismo Kardecista, mas há a Sociedade da Igreja Espiritualista Cristã no Brasil.

Não há uniformidade dogmática entre as igrejas espiritualistas, mas em declarações formais de crenças como a Declaration of Principles de 1899 defende fé na existência de uma Inteligência Superior, a imortalidade da alma e o contato entre vivos e mortos. Os cultos geralmente seguem uma ordem de serviço reminiscente do protestantismo, com orações, leituras bíblicas e hinos, mas com a distintiva da prática mediúnica.

Adeptos notáveis[editar | editar código-fonte]

==

Referências

==

  • Brandon, Ruth. The Spiritualists: The Passion for the Occult in the Nineteenth and Twentieth Centuries. New York: Alfred A. Knopf, Inc., 1983
  • Carroll, Bret E. Spiritualism in Antebellum America. Bloomington: Indiana University Press, 1997.
  • Jacobs, Claude F.; Kaslow, Andrew J.The Spiritual Churches of New Orleans: Origins, Beliefs, and Rituals of an African-American Religion. The University of Tennessee Press, 1991.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre religião é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.