Igreja do Santíssimo Sacramento da Rua do Passo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Ambox important.svg
Foram assinalados vários aspectos a serem melhorados nesta página ou se(c)ção:
Igreja do Santíssimo Sacramento da rua do Passo
Fachada principal.
Estilo dominante Neoclassicismo e barroco
Religião Catolicismo
Diocese Arquidiocese de São Salvador da Bahia
Geografia
País  Brasil
Local Salvador

A Igreja do Santíssimo Sacramento da Rua do Passo, ou apenas Igreja do Santíssimo Sacramento do Passo, localiza-se no Pelourinho, região do Centro Histórico da cidade de Salvador, capital do estado da Bahia.

Construção[editar | editar código-fonte]

A Igreja foi erguida no século XVIII, mais precisamente no ano de 1736, para ser matriz da freguesia do Santíssimo Sacramento da Rua do Passo, fundada em 1718 durante o governo de D. Sebastião Monteiro da Vide. Em 1737, por outorga de ordem real, foi subsidiada a construção da capela-mor.[1]

Reformas[editar | editar código-fonte]

Entre os anos de 1820 e 1890 o templo passou por diversas reformas e remodelações. Algumas das mais importantes foram as que ocorreram entre os anos de 1848 e 1851. Nessa época, mais precisamente em 1848, a capela-mor ganhou novo retábulo e as antigas tribunas foram substituídas por duas varandas, além disso, trabalhos de acabamento realizados por Joaquim Francisco de Matos Roseira e Cipriano Francisco de Souza foram feitos em duas portas laterais e no forro. Logo depois, em 1850, foram feitos os altares do arco de cruzeiro e dois altares laterais, então, um ano depois, foram construídos 2 púlpitos, 6 tribunas e mais 2 altares laterais, além da abertura de mais 4 portas no interior da igreja.[2]

Características[editar | editar código-fonte]

O edifício é em alvenaria de pedra e tijolos, a fachada é típica de igrejas da época, com corpo central emancipado por frontão e abertura de acesso do tipo arco do triunfo, em ambas as laterais há uma torre terminada em frontão curvo e cobertura piramidal revestida de azulejaria portuguesa.

A planta também é típica dos templos religiosos baianos do século XVIII, com corredores laterais recobertos por tribunas e sacristia transversal. Devido o declive do terreno, no pavimento térreo se encontra a capela-mor e a sacristia, que dá acesso ao ossuário no subsolo, no primeiro pavimento ficam as tribunas e o coro. No teto há uma pintura ilusionista barroca de autoria controversa.

Em frente à igreja está situada uma grande escadaria de 55 degraus que faz a ligação entre a Rua do Passo (acima) e a Rua do Carmo (abaixo). [3] [4]

Tombamento[editar | editar código-fonte]

A edificação foi catalogada e tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) em 1938 junto com seu acervo de mobiliário e arte. [5]

Conservação e restauro[editar | editar código-fonte]

Em 1998 o forro e o telhado da igreja caíram sobre o altar e o retábulo devido a grande infestação de cupins que debilitou as estruturas em madeira do templo, fazendo com que a igreja fosse fechada após o incidente.

Em 2014, após 18 anos do fechamento da edificação, o então superintendente do IPHAN na Bahia, Carlos Amorim, assinou a ordem de serviço para a restauração do templo religioso, obra possibilitada pelos recursos advindos do Programa de Aceleração do Crescimento das Cidades Históricas (PAC). [6]

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

Broom icon.svg
Se(c)ções de curiosidades são desencorajadas pelas políticas da Wikipédia.
Ajude a melhorar este artigo, integrando ao corpo do texto os itens relevantes e removendo os supérfluos ou impróprios.

A igreja ficou famosa após aparecer no filme O Pagador de Promessas, em 1962, dirigido por Anselmo Duarte.

O lugar também já foi cenário de vários editoriais de moda como, por exemplo, um editorial da marca Marie Claire.

Essa escadaria também aparece no clipe musical The Obvious Child, de Paul Simon com o grupo Olodum.

Ao lado da Igreja está a casa onde morou Castro Alves.[7]

Referências

  1. "Igreja do Santíssimo Sacramento da Rua do Passo será restaurada pelo IPHAN". IPHAN BAHIA. Salvador, Bahia, Brazil: Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional - Superintendência na Bahia. 16-09-2014. Visitado 23-04-2017.
  2. CARRAZZONI, Maria Eliza. Guia dos bens tombados. Rio de Janeiro: Expressão e Cultura, 1987. ISBN 8520800920
  3. Igreja do Santíssimo Sacramento da Rua do Passo. Visitado 23-04-2017
  4. CARRAZZONI, Maria Eliza. Guia dos bens tombados. Rio de Janeiro: Expressão e Cultura, 1987. ISBN 8520800920
  5. Igreja do Santíssimo Sacramento da Rua do Passo 31-10-2012. Visitado 23-04-2017
  6. "Igreja do Santíssimo Sacramento da Rua do Passo será restaurada pelo IPHAN". IPHAN BAHIA. Salvador, Bahia, Brazil: Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional - Superintendência na Bahia. 16-09-2014. Visitado 23-04-2017.
  7. Igreja do Santíssimo Sacramento da Rua do Passo. Visitado 23-04-2017