Ilema de Castro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Ilena de Castro
Nome completo Amália Callarino B. Bavagnani
Outros nomes Ilena de Castro
Nascimento 15 de dezembro de 1903
Araras
Nacionalidade brasileira
Morte 1984 (81 anos)
Ocupação atriz , radioatriz , tecelã
Atividade 19371971

Ilema de Castro, nome artístico de Amália Callarino B. Bavagnani (Araras, 15 de dezembro de 1903São Paulo,1984) foi uma atriz brasileira[1].

Biografia[editar | editar código-fonte]

A atriz Ilema de Castro nasceu em Araras, São Paulo, em 15 de dezembro de 1903 com o nome de Amália Callarino B. Bavagnani. Trabalhou desde muito cedo como tecelã.

Desejava ser atriz e em 1937 foi contratada pela Rádio Bandeirantes e passou a integrar o cast da emissora como radioatriz. A partir daí passou para as Rádios Panamericana, São Paulo, Excelsior e Piratininga. Nos anos 1950, no TBC (Teatro Brasileiro de Comédia) , participou de muitas peças importantes como "A Casa de Bernarda Alba", ao lado de Maria Della Costa. Dentre outras peças que participou estão As Feiticeiras de Salém (1960) ; A Alma Boa de Set-Tsuam (1966) ; A Semente (1960) ; Desejo (1959) ; As Almas Mortas (1959).

Atuou em uma única novela - O Mestiço , pela Rede Tupi. Faleceu em 1984.

Trabalhos no Cinema[editar | editar código-fonte]

Ano Título Personagem
1971 O Jogo da Vida e da Morte
1962 O Vendedor de Linguiça Dona Ernesta
1959 Moral em Concordata [2] Dona Filomena
1951 Suzana e o Presidente [3]

Referências

  1. «Ilema de Castro Pró-Tv». Museu da TV. Consultado em 27 de julho de 2017. Arquivado do original em 28 de julho de 2017 
  2. «Moral em Concordata». Cinemateca Brasileira. Consultado em 27 de julho de 2017 
  3. «Suzana e o Presidente». Cinemateca Brasileira