O Vendedor de Linguiça

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
O vendedor de linguiça
 Brasil
1962 •  pb •  95 min 
Direção Glauco Mirko Laurelli
Produção Amácio Mazzaropi
Roteiro Milton Amaral
Amácio Mazzaropi (história)
Elenco Amácio Mazzaropi
Geny Prado Maximira Figueiredo
Género comédia
Idioma português
Página no IMDb (em inglês)

O Vendedor de Linguiça[1] é um filme brasileiro de comédia em preto e branco de 1962 produzido pela PAM Filmes [2] . Estrelado por Mazzaropi e dirigido por Glauco Mirko Laurelli. Números musicais com Pery Ribeiro, Miltinho, Elza Soares e Mazzaropi.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Gustavo é um vendedor ambulante de linguiças que todos os dias sai com seu filho Dudu a bordo de um pequeno caminhão e percorre os bairros da periferia de São Paulo oferecendo seu produto. A filha de Gustavo, Flora(Maximira Figueiredo), trabalha como empregada doméstica para patrões ricos e quando eles viajam, resolve passear pela cidade usando as roupas daquela família. Durante esse passeio ela conhece o milionário Pierre e ambos começam um namoro. Flora pega outras roupas da família e dá ao pai e ao irmão Dudu, para fazer com que passem por uma família rica. O estratagema é descoberto e todos vão parar na polícia, e Pierre sabe da verdade sobre a namorada através dos jornais. Mesmo assim ele quer continuar o namoro mas a família dele tenta impedi-lo.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Cartaz do filme
  2. «o vendedor de linguiças cinemateca - Pesquisa Google». www.google.com.br. Consultado em 29 de maio de 2018.