Betão Ronca Ferro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Betão Ronca Ferro
 Brasil
1970 •  cor •  100 min 
Direção Geraldo Affonso Miranda
Pio Zamuner
Roteiro Kleber Afonso
Elenco Mazzaropi
Geny Prado
Dilma Lóes
Roberto Pirillo
Diná Lisboa
Araken Saldanha
Género comédia
Idioma português

Betão Ronca Ferro é um filme brasileiro, do gênero comédia, de 1970, estrelado por Mazzaropi, dirigido por Geraldo Afonso Miranda e produzido pela PAM Filmes.[1] O título do filme é uma corruptela de Beto Rockfeller, novela de sucesso, exibida pela TV Tupi em 1968.[2][3]

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Betão Ronca Ferro (Mazaroppi), trabalha vendendo amendoim num circo e vê seu emprego ameaçado quando sua filha se casa com um jovem muito rico, contra a vontade da família dele. Ele acaba tomando dinheiro emprestado do sogro da filha, compra o circo e passa a perambular por inúmeras cidades com suas apresentações. Mas, a garota rompe com a família do marido e volta para os pais, depois de alguns incidentes, despertando novamento o amor de um antigo companheiro de trapézio.

Elenco[editar | editar código-fonte]

  • Mazzaropi - Betão Ronca Ferro
  • Geny Prado - Mulher de Betão
  • Dilma Lóes - Claudia
  • Roberto Pirillo - Geraldo
  • Araken Saldanha - Henrique
  • Tony Vieira - Luís
  • Dina Lisboa - dona Neusa
  • Cláudio Roberto Mecchi
  • Gilmara Sanches - Zulmira
  • Milton Pereira
  • Yaratan Lauletta
  • Carlos Garcia
  • Henricão
  • Judith Barbosa
  • Rogério Câmara
  • Augusto César Ribeiro
  • Fábio Vilela Ribeiro
  • Zequinha e Quinzinho
  • Aristides Marques Ferreira - Nhô Tide
  • Cleusa Mari
  • José Velloni
  • Linda Fernandes
  • Luiz Homero
  • Ester Fonseca de Oliveira .... dublagem no trapézio
  • o macaco Bob .... macaco de Betão



Referências

  1. «FILMOGRAFIA - BETÃO RONCA FERRO». bases.cinemateca.gov.br. Consultado em 10 de janeiro de 2020 
  2. Betão Ronca Ferro | Cine Retrô | TV Brasil | Cultura, 28 de maio de 2013, consultado em 10 de janeiro de 2020 
  3. «Betão Ronca Ferro». www.cinedica.com.br (em inglês). Consultado em 10 de janeiro de 2020