Iommi

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Iommi
Álbum de estúdio de Tony Iommi
Lançamento 17 de outubro de 2000
Gravação 1996 - 2000
Gênero(s) Heavy metal, Doom metal
Duração 51:08
Gravadora(s) Divine Records, Priority Records
Produção Bob Marlette, Tony Iommi
Opiniões da crítica

O parâmetro das opiniões da crítica não é mais utilizado. Por favor, mova todas as avaliações para uma secção própria no artigo. Veja como corrigir opiniões da crítica na caixa de informação.

Cronologia de Tony Iommi
Último
Último
The 1996 DEP Sessions
(2004)
Próximo
Próximo

Iommi é o primeiro álbum solo de Tony Iommi, famoso por ser o guitarrista do Black Sabbath. O álbum é bastante influenciado pelo Heavy metal e traz uma lista de músicos convidados, entre eles:

História[editar | editar código-fonte]

Esse álbum levou quase cinco anos para ser finalizado, e todas as músicas foram escritas por Tony Iommi, e produzidas por Bob Marlette. De acordo com o próprio Tony Iommi, ele e Phil Anselmo gravaram juntos três faixas, mas apenas uma acabou sendo colocada no álbum.

O álbum atingiu o número 129 nas paradas,[1] e a faixa "Goodbye Lament" conseguiu se tornar o único single do álbum, ficando em 10º posição no Hot Mainstream Rock Tracks.[2]

Membros da banda Black Sabbath e antigos membros neste álbum[editar | editar código-fonte]

Por ser fundador e líder do Black Sabbath, e também o único músico a estar na banda do começo ao fim, sem nenhuma pausa (1968 - presente), Tony Iommi continua sendo um amigo próximo de muitas pessoas que participaram da história da banda. Dois dos músicos convidados deste álbum vieram do Black Sabbath, e são eles:

Ambos participantes aparecem na faixa nove. O baixista para a faixa nove, Laurence Cottle, foi o baixista das sessões de estúdio do álbum "Headless Cross", do Black Sabbath.[3] Entretanto, ele nunca chegou a ser considerado um membro oficial da banda.

Há também a presença de Brian May, guitarrista do Queen, que fez a sua aparição com a banda na turnê de 1989, após a sua participação como guitarrista solo no álbum "Headless Cross". Ele fez os solos e as guitarras adicionais nas faixas 3 e 7, ambas de autoria de Tony Iommi.

Faixas[editar | editar código-fonte]

  1. "Laughing Man (In The Devil Mask)" - Henry Rollins (Iommi, Marlette, Rollins)
  2. "Meat" - Deborah Dyer (Iommi, Marlette, Skin)
  3. "Goodbye Lament" - Dave Grohl (Grohl, Iommi, Marlette)
  4. "Time Is Mine" - Phil Anselmo (Anselmo, Iommi, Marlette)
  5. "Patterns" - Serj Tankian (Iommi, Marlette, Tankian)
  6. "Black Oblivion" - Billy Corgan (Corgan, Iommi)
  7. "Flame On" - Ian Astbury (Astbury, Iommi, Marlette)
  8. "Just Say No To Love" - Peter Steele (Iommi, Marlette, Steele)
  9. "Who's Fooling Who" - Ozzy Osbourne (Iommi, Marlette, Osbourne)
  10. "Into The Night" - Billy Idol (Idol, Iommi, Marlette)

Outras Músicas Escritas[editar | editar código-fonte]

Em uma entrevista à Cosmik Conversations, Tony Iommi disse que eles "realmente escreveram algumas faixas com Billy Idol... três com Phil Anselmo... e mais duas faixas com Billy Corgan, mas, você sabe, nós podíamos apenas usar uma faixa com cada músico."

Há também uma música intitulada "Something Wicked This Way Comes", escrita e gravada com Scooter Ward (membro da banda Cold) que não foi incluída no álbum. Porém esta faixa apenás encontra-se disponível para Download em sites na Internet.

Créditos[editar | editar código-fonte]

Músicos Convidados[editar | editar código-fonte]

Singles[editar | editar código-fonte]

Billboard (América do Norte)

Ano Single Parada Posição
2000 "Goodbye Lament" Hot Mainstream Rock Tracks #10º

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]