Irene Lucília

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Irene Lucília
Nome completo Irene Lucília Mendes de Andrade
Nascimento 6 de fevereiro de 1938 (81 anos)
Funchal, Madeira
Nacionalidade portuguesa
Ocupação Escritora

Irene Lucília Mendes de Andrade (Funchal, 6 de fevereiro de 1938) é uma escritora, poetisa e artista plástica portuguesa, natural da ilha da Madeira. É considerada uma das personalidades mais importantes da literatura contemporânea madeirense.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Frequentou a Academia de Música e Belas-Artes da Madeira e licenciou-se em pintura na Escola Superior de Belas-Artes de Lisboa, em 1968. Foi professora do ensino secundário e, entre 1962 e 1969, locutora na rádio Posto Emissor do Funchal, onde fez teatro radiofónico.[1][2][3][4][5]

Bibliografia ativa[editar | editar código-fonte]

Poesia[editar | editar código-fonte]

  • Hora imóvel. Lisboa, 1969 (Prémio de Manuscritos do Secretariado Nacional de Informação, SNI).
  • O pé dentro d’Água. Funchal, 1982.
  • Ilha que é gente. Funchal, 1986.
  • A mão que amansa os frutos. Funchal, 1990.
  • Estrada de um dia só: 32 momentos dum percurso. João Rui de Sousa, posf. Lisboa, 1995.
  • Protesto e canto de Atena. Leiria, 2001.
  • Água de Mel e Manacá. Porto, 2002.

Ficção[editar | editar código-fonte]

  • Angélica e a sua espécie. Ponta Delgada, 1993.
  • Porque me lembrei dos cisnes. Leiria, 2000.

Crónicas[editar | editar código-fonte]

  • A Penteada ou o fim do caminho. Leiria, 2004.
  • Da fábula… ao mote. Leonor da Fonseca Martins Coelho, pref. Vila Nova de Gaia, 2011.

Diário[editar | editar código-fonte]

  • Um lugar para os dias. Lisboa, 2013.

Literatura para a infância[editar | editar código-fonte]

  • Histórias que o vento conta. Funchal, 1979.

Colaboração em antologias[editar | editar código-fonte]

  • Ilha 2 / José António Gonçalves, org. Funchal, 1979.
  • O Natal na voz dos poetas madeirenses / José António Gonçalves, org. Funchal, 1989.
  • Narrativa Literária de Autores da Madeira / Nelson Veríssimo, org. Funchal, 1990.
  • Ilha 3 / José António Gonçalves, org. Funchal, 1991.
  • Ilha 4 / José António Gonçalves, org. Funchal, 1994.
  • Narrativas Contemporâneas da Madeira = Récits Contemporains de Madère / Thierry Proença dos Santos, org. Funchal, 1997. Edição bilingue: português e francês.
  • Poeti contemporanei dell’Isola di Madera / Giampaolo Tonini, a cura e trad. di. Venezia, 2001.
  • Saudades da ilha: evocações poéticas da Ilha da Madeira / José Viale Moutinho, selec. e apresent. Porto, 2003.
  • Contos Madeirenses / Nelson Veríssimo, org. Porto, 2005.
  • Nostalgia dei giorni atlantici / António Fournier, a cura di. Asti, 2005.
  • Pontos Luminosos – Açores e Madeira: antologia de poesia do século XX / Maria Aurora Carvalho Homem; Urbano Bettencourt, compil. Diana Pimentel, org., posf. e notas. Porto, 2006.
  • Crónica Madeirense (1900-2006) / Fernando Figueiredo; Leonor Martins Coelho; Thierry Proença dos Santos, org. Porto, 2007.
  • Comboio com Asas / António Fournier, org. Funchal, 2008.
  • 12 meses no Funchal /António Fournier, org. Funchal, 2008.
  • Ilha 5 / Marco António Gonçalves, org. Vila Nova de Gaia, 2008.
  • Cadernos de Santiago I. Lisboa, 2016.

Referências

  1. Rocha, Luís (26 de fevereiro de 2008). «Irene Lucília lança livro». Diário de Notícias da Madeira. Consultado em 18 de junho de 2018 
  2. «Irene Lucília Andrade». Chiado Books. Consultado em 18 de junho de 2018 
  3. «Irene Lucília - Uma Vida, Uma História». RTP. Consultado em 18 de junho de 2018 
  4. Martins, Rosário (26 de setembro de 2015). «CRIAMAR presta homenagem à escritora Irene Lucília». Funchal Notícias. Consultado em 18 de junho de 2018 
  5. Veríssimo, Nelson. «Irene Lucília Andrade». Passos na Calçada. Consultado em 18 de junho de 2018