James Backhouse

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
James Backhouse

James Backhouse (Darlington, 8 de julho de 1794York, 20 de janeiro de 1869) foi um botânico britânico. Foi missionário do grupo religioso quaker na Austrália.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Backhouse foi o quarto filho de James e Mary Backhouse. Seu pai morreu quando ainda era uma criança e sua mãe o criou numa atmosfera religiosa.

Em 1813, foi para Norwich, no condado de Norfolk, onde estudou horticultura. Iniciou a sua vida de trabalho com um comércio de mantimentos, medicamentos e produtos químicos, porém devido a sua saúde precária decidiu adotar uma vida ao ar livre. Seu tio ajudou-o no estudo da botânica e, em 1815, com seu irmão Thomas Backhouse (1792-1845) comprou estufas em (York). Em 1822, casou com Deborah Lowe e, em 1824, foi admitido como ministro na Sociedade dos Amigos. Em dezembro de 1827 sua esposa faleceu deixando-o com um filho e uma filha.

Em setembro de 1831, rumou com George Washington Walker como missionario quaker para a Austrália, chegando em Hobart em fevereiro de 1832. Nos próximos seis anos viajaram pela Tasmânia, Nova Gales do Sul, norte de Brisbane, e pelo sul e oeste da Austrália.

Residiu na África do Sul de 1838 até 1840. Durante suas viagens enviou numerosas plantas e sementes para seu irmão e para Sir William Jackson Hooker (1785-1865). Retornou para a Grã-Bretanha em 1841.

Sir William Jackson Hooker e William Henry Harvey (1811-1866) dedicaram-lhe o gênero Backhousia.

Obras[editar | editar código-fonte]

  • Extracts from Letters... 1838-1841. Narrative of Visit to Australian Colonies ( 1843),
  • Narrative of Visit to Mauritius and South Africa ( 1844),
  • “Indigenous Plants of Van Diemen’s Land” ( no Ross’s Hobart Town Almanck and Van Diemen’s Land Annual 1835) ( 1835).

Fontes[editar | editar código-fonte]



Wikipedia-pt-hist-cien-logo.png Portal de história da ciência. Os artigos sobre história da ciência, tecnologia e medicina.