Jataúba

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Jataúba
Bandeira indisponível
Brasão indisponível
Bandeira indisponível Brasão indisponível
Hino
Aniversário 02 de março
Fundação 1879
Gentílico jataubense
Prefeito(a) Antônio Cordeiro do Nascimento (PMDB)
(2017 – 2020)
Localização
Localização de Jataúba
Localização de Jataúba em Pernambuco
Jataúba está localizado em: Brasil
Jataúba
Localização de Jataúba no Brasil
07° 59' 24" S 36° 29' 45" O07° 59' 24" S 36° 29' 45" O
Unidade federativa  Pernambuco
Mesorregião Agreste Pernambucano IBGE/2008[1]
Microrregião Vale do Ipojuca IBGE/2008[1]
Municípios limítrofes norte com Estado da Paraíba, a sul com Belo Jardim, a leste com Brejo da Madre de Deus e Santa Cruz do Capibaribe, e a oeste com Poção.
Distância até a capital 220 km
Características geográficas
Área 719,217 km² [2]
População 16 943 hab. estatísticas IBGE/2016[3]
Densidade 23,56 hab./km²
Altitude 516 m
Clima Semiárido Bsh
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,530 baixo PNUD/2010[4]
PIB R$ 89 331 mil IBGE/2012[5]
PIB per capita R$ 5 507 82 IBGE/2012[5]
Página oficial
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Jataúba (desambiguação).

Jataúba é um município brasileiro do estado de Pernambuco.Localizada a 220 km da capital Recife . Localiza-se a uma latitude 07º59'24" sul e a uma longitude 36º29'47" oeste, estando a uma altitude de 516 metros. Sua população estimada em 2012 era de 16.219 habitantes. Administrativamente, o município é formado pelo distrito sede e pelos povoados de Passagem do Tó, Enxotado e Riacho do Meio.

História[editar | editar código-fonte]

Jataúba (ou jataíba ou jatobá, do tupi yeta'ïw) é o nome de uma palmeira nativa (Hymenaea courbaril). Localizada às margens do Riacho Jundiá, denominou-se jatobá devido à presença de um jatobá na confluencia dos dois riachos que banham a cidade.

Localizada próximo ao sertão, ali ocorria semanalmente a feira de gado, induzindo o povoamento. Tornou-se distrito do município do Brejo da Madre de Deus no ano de 1879, com o nome de Jatobá. A vila passou a denominar-se JATAÚBA em 1943 para diferenciar-se de outros locais também denominados Jatobá. Foi elevada à categoria de município em 31 de dezembro de 1958. Entretanto, o governador vetou esta elevação. O veto foi derrubado pelo STF. O município foi então instalado em 2 de março de 1962.

Prefeitos[editar | editar código-fonte]

Nome Ano Partido
Severiano Barbosa da Silva 1962 ?
José Higino de Souza 1963-67 e 1973-77 PRP, ARENA
José Siqueira Lopes 1967-71 ?
Antônio Bernardo Ribeiro 1971-73 e 1983-88 ARENA, PDS
Severino Miguel dos Anjos 1977-83 ARENA
Petrônio Flavio de Queiroz Siqueira 1989-92 e 1997-00 PMDB, PSB
Carlos Lucinaldo da Silva Santos 2009-12 PMDB
Antônio Cordeiro do Nascimento 1993-96, 2001-04, 2005-08, 2013-16 e 2017-20 PMDB
No início de março 1962, Jataúba finalmente passou-se a ser um município, assim, tivemos por 08 meses e alguns dias um Prefeito interino, o Sr. Severiano Barbosa, até que se fizesse o pleito democrático. Nosso primeiro prefeito interino foi nomeado por Cid Feijó Sampaio, o Governador da época, através da influência do deputado Arruda Marinho. Não há registros de ações e obras em nome de Severiano, já que o mesmo estava nomeado temporariamente e pegou a prefeitura no seu estado inicial, isto é, sem capital econômico nenhum. Severiano Barbosa da Silva foi indicado também pelo Sr. José Lopes de Siqueira , um grande líder político da história do nosso município.
Na primeira eleição democrática do nosso município, realizada no ano de 1962 pelo voto direto. “Zé Higino” como era chamado, sempre demonstrou ser um homem trabalhador e acima de tudo humilde. Ainda com a situação econômica do município em fase inicial de inclinação e equilíbrio, José Higino sempre se mostrou um visionário e lutou bravamente para que Jataúba se desenvolvesse e fosse um município digno. Assim, foi eleito por dois mandatos. As obras e ações realizadas em sua gestão foram fundamentais para a época, tais como: A construção da Unidade Mista Ana Argemira Correia, eletrificação própria da cidade, construção da maior escola do município a qual leva seu nome, etc. A partir de sua administração, Jataúba inicia sua guinada rumo ao progresso e o crescimento começa a ser ainda mais notável. José Higino sempre será lembrado como pioneiro da história de Jataúba.
José Siqueira Lopes foi um dos prefeitos responsáveis pela estabilidade econômica de nossa terra. Sua administração foi um grande marco para nossa população, pois ele construiu calçamentos e também construiu escolas na zona rural e zona urbana. Jataúba até hoje agradece pela estrutura gerada nesta época, por causa destes primeiros passos, nossa amada terra atualmente não para de progredir.
Antônio Bernardo Ribeiro, conhecido por “Antônio Ribeiro” foi eleito no ano de 1971 a 1973, e logo depois, assumiu seu segundo mandato de 1983 a 1988. A sua maneira própria de administrar, surpreendeu a muitos, já que na época do seu primeiro mandato, Jataúba não tinha muitas oportunidades e ainda estava em fase de evolução financeira. Já nos anos 80, Antônio Ribeiro administrou Jataúba em outra situação financeira, ainda precária mais bem melhor. Entre vários pontos marcantes, ele foi o responsável por ações e obras fundamentais para cidade, tais como: construção do 2º cemitério da cidade, início da construção do Fórum, Mercado de Farinha no centro da cidade, Clube Municipal, Saneamento, Calçamentos e etc. 
Eleito em 1977, “Severino Miguel” como era chamado, sempre demonstrou ser um homem honesto, desta forma, administrou o nosso município por 06 anos. Em meio a vários pontos marcantes, dentro da sua maneira própria de administrar, podemos citar obras fundamentais que existem até hoje, tais como: a construção do prédio da Prefeitura na Rua Vereador Pedro Doca Filho, o Matadouro Público, Prédio da Câmara de Vereadores, Açude da Luíza, Presídio da cidade, Construção de Postos de Saúde na Zona rural, construção de 20 Escolas no Município, entre outras.
Filho de José Lopes de Siqueira , o primeiro tabelião de Jataúba, Petrônio foi o Prefeito que atravessou o milênio em seu mandato, sendo eleito pelo partido do PMDB e oito anos depois pelo PSB. Sua administração marca-se pela reforma da Praça Pública que leva o nome do seu pai José Lopes de Siqueira (uma das principais da cidade), pela aquisição de veículos para a área de Educação e Saúde, sanitário público, vários canais para o saneamento básico, construção de um novo cemitério (o 3º da cidade), entre outras obras e ações. Petrônio assumiu a prefeitura, num momento em que ela atingia uma de suas melhores fases e possuía o apoio do Governo Estadual e Federal. Com a divulgação da Festa da Beterraba e Renascença, sua gestão foi a primeira a levar o nome de Jataúba a outros horizontes e assim, contribuir positivamente para o seu progresso.
Sinaldo em sua gestão, o município foi contemplado com obras como: calçamento da Avenida José Lopes no que se refere a região do bairro Augusto de Melo (Cohab) e a passagem molhada que dá acesso ao Bairro Seu Teté. Com parceria com o Governo do Estado, em sua gestão foi inaugurado o asfalto da PB-214, que liga Jataúba ao município ao Congo na Paraíba. Também em sua gestão e com parceria com o governo de Pernambuco, foi entregue a população a Academia das Cidades, uma praça com opção de laser e atividade física para os jataubenses. Obras como a quadra poliesportiva da Escola Antônio Vieira de Melo, o Posto de Saúde da Cohab e o prédio próprio do SAMU na Av. Santa Cruz, foram idealizadas e iniciadas por Sinaldo.
Antônio Cordeiro do Nascimento, conhecido por “Antônio de Roque”, foi eleito por cinco vezes quase que consecutivas, todas elas pelo Partido do PMDB. Entrou para a história de Jataúba e do estado de Pernambuco por ser o prefeito com mais mandatos no currículo. Na sua Administração, podemos citar obras significativas como: Ampliação do Hospital Ana Argemira Correia, aquisição de veículos para Educação e Saúde, calçamentos, reforma do prédio da Prefeitura, construção e reformas de escolas, transportes escolares, construção de quadra poliesportivas da Escola José Higino de Sousa, construção de Postos de Saúde (PSF) na zona rural, Prédio do Centro Administrativo, entre outros. Dirigiu a prefeitura também numa boa fase, com o apoio do governo: Estadual e Federal,  o que resultou para sua gestão, a inauguração dos principais asfaltos que dão acesso à cidade, a PE-145 que liga Jataúba ao Brejo da Madre de Deus e a PE-160, que liga Jataúba a Santa Cruz do Capibaribe.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  2. IBGE (10 de outubro de 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  3. «Estimativa Populacional 2016» (PDF). Estimativa Populacional 2016. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Setembro de 2016. Consultado em 12 de setembro de 2016 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 1 de outubro de 2013 
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2012». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2014 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado de Pernambuco é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.