Johannes Polyander

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Johannes Polyander
(1568-1646)
Nascimento 28 de março de 1568
Metz,  França
Morte 4 de fevereiro de 1646
Leiden,  Países Baixos
Alma mater Universidade de Leiden
Universidade de Genebra
Universidade de Heidelberg

Johannes Polyander (Johannes Polyander van den Kerckhoven, Jehan Polyander van der Kerckhove), (Metz, França, 28 de Março de 1568 - Leiden, Holanda, 4 de Fevereiro de 1646), foi tradutor, teólogo calvinista, Doutor em Teologia pela Universidade de Genebra (1590) e Professor de Teologia da Universidade de Leiden.

Vida[editar | editar código-fonte]

Nasceu em Metz, na França. Seu pai era de Genebra, mas seguiu para o exílio[1] em Lorena onde se tornou pastor protestante. Depois, a família se mudou para Heidelberg[2]. Em Heidelberg teve Franciscus Junius, O Velho como seu professor, se conseguindo o grau de Mestrado em 1589; em 1590 formou-se Doutor em Teologia na Universidade de Genebra, tendo Théodore de Bèze[3] como seu professor. De 1591 a 1611 Polyander foi ministro da Igreja Valã em Dordrecht. Foi contemporâneo e amigo de John Robinson (1575-1625)[4], em Leiden, e chegou a fazer uma introdução a uma das obras de Robinson, que foi publicada em Leiden.

Em 1591, tornou-se pregador em Dordrecht, e mais tarde foi sucessor de Franciscus Gomarus[5] como Professor de Teologia na Universidade de Leiden[6], onde deu aulas desde 1611. Polyander era adversário dos remonstrantes, porém de caráter moderado[7]. Foi considerado uma figura conciliatória na sucessão de fatos que ocorreram em Leiden envolvendo Jacobus Arminius e Conrad Vorstius[8] [9].

Seu epitáfio está em exibição na Igreja de São Pedro[10] [11], em Leiden.

Jehan van der Kerckhove (1594-1660), Senhor de Heenvliet, foi seu filho e diplomata holandês[12]. Foi casado com Katherine Wotton (1609-1667)[13] [14].

Obras[editar | editar código-fonte]

Ele foi convidado pelos Estados Holandeses para revisar a tradução da Bíblia para o holandês (Statenvertaling, tradução autorizada pelos Estados Holandeses, em 1637), e foi ele quem editou os cânones do Sínodo de Dort (1618-1619). Entre suas obras se incluem:


Referências[editar | editar código-fonte]

  1. The Pilgrims and The University of Leiden.
  2. Gustav Cohen - Écrivains français en Hollande dans la premiere moitié du 17e siecle (1920), pp. 222–3.
  3. Mathematics Genealogy Project.
  4. John Robinson (1575-1625) (* c1575 - † Leiden, 16 de Fevereiro de 1625, foi teólogo puritano inglês e um dos fundadores da Igreja Congregacional.
  5. Franciscus Gomarus (1563-1641) (* Bruges, 30 de Janeiro de 1563 - † Groningen, 11 de Janeiro de 1641), foi teólogo, calvinista e professor de teologia da Universidade de Leiden.
  6. Online Encyclopedia.
  7. Allgemeine Deutsche Biographie (ADB).
  8. Conrad Vorstius (1569-1622) (* Colônia, 19 de Julho de 1569 - † Tönning, 29 de Setembro de 1622), foi teólogo remonstrante e sucessor de Jacobus Arminius na cadeira de teologia da Universidade de Leiden.
  9. C. C. Barfoot and Richard Todd, The Great Emporium: the Low Countries as a cultural crossroads in the Renaissance and the eighteenth century (1992), p. 90
  10. Pieterskerk, igreja de Leiden, dedicada a São Pedro, conhecida como a Igreja dos Pais Peregrinos, onde o pastor John Robinson (1575-1625) está sepultado.
  11. Site da Igreja de São Pedro em Leiden.
  12. Henk F. K. van Nierop, The Nobility of Holland: from knights to regents, 1500-1650 (1993), p. 15, Google Books.
  13. Katherine Stanhope, Condessa de Chesterfield.
  14. Rombout Verhulst (1624-1698) (* Mechelen, 15 de Janeiro de 1624 - † Haia, 27 de Novembro de 1698), foi um escultor holandês.
    Na Igreja de São Pedro, em Leiden, também se encontra a efígie funerária de Jehan van der Kerckhove, obra prima do escultor Rombout Verhulst.
  15. Wolfgang Neuber, Cognition and the Book: typologies of formal organisation of knowledge in the printed book of the early modern period (2005), p. 85