Teodoro de Beza

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Teodoro de Beza
Nome nativo Théodore de Bèze
Nascimento 24 de junho de 1519
Vézelay
Morte 13 de outubro de 1605 (86 anos)
Genebra
Cidadania França
Alma mater antiga universidade de Orléans
Ocupação teólogo, tradutor, escritor, professor universitário, dramaturgo, tradutor da Bíblia, eclesiástico
Movimento estético humanismo
Religião Calvinismo

Teodoro de Beza (em francês Théodore de Bèze ou de Besze; Vézelay, 24 de junho de 1519Genebra, 13 de outubro de 1605) foi um teólogo protestante francês que desempenhou um papel importante no início da Reforma Protestante. Foi discípulo de João Calvino e o sucedeu na liderança da Igreja em Genebra.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Foi o autor da conhecida obra de teatro "Abraão sacrificando" (1552) que representa um dos últimos mistérios. As personagens são Abraão, Sara, Isaac, Satã, um anjo e um grupo de pastores.

Na filosofia política deixou o clássico "Do direito dos magistrados sobre seus sujeitos", obra na qual expõe os argumentos da licitude de se responder às tiranias de seu tempo com "remédios justos", privilegiando os instrumentos institucionais, previstos nas leis fundamentais de um reino, em detrimento da luta armada.

Também foi autor do livro "A Vida e a Morte de João Calvino", em que escreve a biografia de seu mestre e antecessor, João Calvino.

Ver também[editar | editar código-fonte]