John DeLorean

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de John Zachary DeLorean)
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
John Zachary DeLorean
John DeLorean e um Chevrolet Vega em 1970.
Nascimento 6 de janeiro de 1925
Detroit, Michigan, Estados Unidos
Morte 19 de março de 2005
Summit, Nova Jersey, Estados Unidos
Nacionalidade Estadunidense
Ocupação Executivo e engenheiro automobilístico
Assinatura
Delorean-signature.png
Pontiac GTO
John DeLorean em 1941.

John Zachary DeLorean (Detroit, 6 de janeiro de 1925Summit - Nova Jersey, 19 de março de 2005) foi um empresário e engenheiro estadunidense da indústria automobilística, fundador da DeLorean Motor Company.

Em 1975, John DeLorean fundou a DeLorean Motor Company Ltd. com um objetivo em mente: "Desenhar e construir um carro que deve ser tão seguro quanto possível, confiável, confortável, prático e bem construído, que tenha um grande prazer ao dirigi-lo e com uma inconfundível elegância em sua aparência."

Biografia[editar | editar código-fonte]

John Zachary DeLorean nasceu em 6 de janeiro de 1925 em Detroit, Michigan, sendo filho de uma família de classe média baixa dos Estados Unidos. John era o maior dos quatro filhos de Zachary DeLorean e Kathryn Pribak.[1] Seu pai, Zachary (nascido Zaharia) era um imigrante da Romênia, originário de Șugag (distrito de Alba).[2] Zachary era o maior de treze irmãos e partiu para os Estados Unidos aos vinte anos. Ele passou um tempo em Montana e Gary, Indiana, antes de se mudar para Michigan. Na época em que seu filho John nasceu, ele encontrou um emprego como delegado sindical na fábrica da Ford Motor Company perto de Highland Park (Michigan).

A mãe de John, Kathryn, era uma imigrante da Áustria-Hungria que trabalhava na divisão de metal duro da General Electric. Em 1942, Kathryn se divorciou de Zachary.

A Segunda Guerra Mundial interrompeu os estudos de John DeLorean. Em 1943, DeLorean foi recrutado para o serviço militar e serviu por três anos no exército dos Estados Unidos. Após a guerra, John DeLorean continuou estudando e formou-se em engenharia mecânica. Por toda a sua vida se envolveu com a indústria automobilística. John logo entrou para o mundo dos carros, começando na Chrysler em 1952 e, depois, indo para a Packard. Após sua entrada na General Motors, em 1956, o nome DeLorean começou a ganhar força. Cedo em sua carreira foi chamado para ser o engenheiro chefe da Pontiac. Ficou conhecido por ter trazido a vida o Pontiac GTO em 1964. DeLorean teve uma brilhante carreira na Pontiac, e em 1969 foi promovido para Gerente Geral da Chevrolet. Nos poucos anos seguintes, ele fez evidentes melhorias para a área de design e qualidade da Chevrolet. Então em 1973, DeLorean foi promovido para vice-presidente das divisões de automóveis e caminhões da General Motors americana. Ele foi indicado para ser o próximo presidente da GM, mas devido a constantes desavenças com a administração da GM, ele saiu da empresa em 1973.

Livre da GM, em 4 de outubro de 1975 DeLorean fundou a DeLorean Motor Company para tentar realizar seu sonho de tornar o DeLorean DMC-12 uma realidade, encabeçando um império de negócios financiado por US$ 500 milhões de outras pessoas. Começou contratando os melhores engenheiros, designers, e a construir sua fábrica em Dunmurry, perto de Belfast, Irlanda do Norte (a fábrica ia ser em Porto Rico, mas a Grã-Bretanha ofereceu mais dinheiro). Contou com a ajuda de Colin Chapman, da Lotus, no desenvolvimento do carro, e de Giorgetto Giugiaro (o mesmo que criara os modelos BMW Nazca, Lotus Esprit, Volkswagen Golf, Fiat Uno e o novo Fiat Palio), da Italdesign Giugiaro, no design do carro. DeLorean planejou estrear o carro em 1979, mas ele fez sua estreia em 1981.

Há muitas contradições sobre a falência da DeLorean Motor Company Ltd (na verdade ela entrou em concordata). John Z. DeLorean numa armação mal esclarecida foi acusado pelo informante do FBI James Hoffman de se associar com o traficante William Hetrickde para traficar cocaína no valor de US$ 25 milhões numa suposta tentativa para salvar o seu sonho. DeLorean foi preso num hotel de Los Angeles, ficou detido na cela 2 B4 da prisão conhecida como casa de vidro, acabou solto dez dias depois por falta de provas. O seu julgamento terminou com um veredito de inocência em agosto de 1984, quando o DMC já havia fechado e a sua reputação estava arruinada.

Na véspera do Natal de 1982, o DeLorean DMC-12 saiu de linha para entrar na História do automóvel, se tornou um mito e recebeu a glória em Hollywood na trilogia De Volta Para o Futuro.

John Zachary DeLorean é considerado um dos maiores aventureiros que já teve na indústria automobilística mundial, assim como Preston Tucker. Uma curiosidade: seu carro era um Acura NSX (ou Honda NSX) amarelo.

Últimos projetos[editar | editar código-fonte]

Em 1 de novembro de 1994, John DeLorean registrou a patente nº 5.359.941[3] com o Escritório de Patentes e Marcas dos Estados Unidos para um monocarril de transporte.

Nos anos anteriores à sua morte, DeLorean planejou ressuscitar sua empresa de automóveis e deu entrevistas descrevendo um novo veículo chamado DMC2. De acordo com sua família, ele passou muito tempo em seus últimos anos trabalhando neste novo projeto.[4]

Na época de sua morte, DeLorean estava trabalhando no projeto de uma empresa conhecida como DeLorean Time,[5] uma empresa que venderia relógios de pulso de alta gama, mas a morte de DeLorean causou a dissolução da empresa.

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

De acordo com sua autobiografia, tanto John DeLorean quanto sua ex-esposa Cristina Ferrare tornaram-se cristãos renascidos após o caso do tráfico de drogas. DeLorean foi casado quatro vezes.[6] Seu primeiro casamento foi com Elizabeth Higgins, em 3 de setembro de 1954, e ele se divorciou em 1969. Mais tarde, DeLorean casou-se com Kelly Harmon (irmã do ator Mark Harmon) em 31 de maio de 1969 e se divorciou em 1972. Seu terceiro casamento foi com a modelo Cristina Ferrare, em 8 de maio de 1973, que terminou em divórcio em 1985. DeLorean foi casado com Sally Baldwin até a morte dele em 2005. Teve dois filhos: Zachary e Kathryn e morava em Nova Jérsia.

Quando o filme Back to the Future foi lançado em 1985, John DeLorean escreveu uma carta ao produtor Bob Gale, agradecendo-o por usar seu carro no filme.[7]

Em 1999, DeLorean declarou falência pessoal após mais de quarenta casos judiciais desde a quebra da DeLorean Motor Company. Ele teve que vender a sua casa num terreno de 200 hectares; a propriedade acabou sendo adquirida por Donald Trump onde foi construído o Trump National Golf Club, local que ele visita frequentemente mesmo depois de se tornar presidente dos EUA.

Morte e legado[editar | editar código-fonte]

John DeLorean faleceu no Hospital Overlook em Summit (Nova Jérsia) na noite de 19 de março de 2005, aos 80 anos, devido a um acidente vascular cerebral. Suas cinzas foram enterradas no cemitério White Chapel, em Troy (Michigan), a pedido de sua família e, de acordo com a tradição militar, ele foi sepultado com todas as honras militares por seus serviços na Segunda Guerra Mundial.

Em 1997, um inglês chamado Steve Wynne comprou os direitos da DeLorean Motor Company, um estoque de peças e um armazém da mesma em Houston (Texas) e arranja e vende DMC-12 restaurados.

Referências

  1. «John Z. DeLorean, Father of Glamour Car, Dies at 80». The New York Times, Danny Hakim. 21 de março de 2005. Consultado em 20 de setembro de 2020 
  2. Întoarcerea printre români a părintelui „maşinii timpului”, John DeLorean. Evz.ro.
  3. Transportation system, vehicle and method. Patents.google.com.
  4. Mateja, Jim (13 de outubro de 2000). «DeLorean marks time before staging comeback». Chicago Tribune 
  5. La auténtica máquina del tiempo de John DeLorean (em castelhano). Arquivado em Archive.org. Es.autoblog.com.
  6. John DeLorean Reinvented The Dream Car. Then He Totaled It. www.forbes.com.
  7. «John DeLorean Heritage Tour» (em inglés). Deloreanmotorcity.com 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]