Johnson Macaba

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Johnson veio para o Brasil com 7 anos de idade devido as dificuldades com a guerra em seu país de origem, a Angola. Viveu no nordeste, mas logo veio para São Bernardo do Campo/SP onde viveu a maior parte da sua infância e adolescência.

Seu sonho sempre foi voltar para Angola, mas de uma forma que não fosse afetado pela guerra. Foi aí que pensou no futebol como forma de conseguir seu objetivo e passou a fazer testes nos clubes de São Paulo.

Johnson
Informações pessoais
Nome completo Johnson Monteiro Pinto Macaba
Data de nasc. 23 de novembro de 1978 (40 anos)
Local de nasc. Luanda,  Angola
Nacionalidade  Angolano
Altura 1,86 m
Destro
Informações profissionais
Posição Atacante
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
1998-1999
2000
2000
2001
2001
2002
2002
2002-2004
2004-2005
2005
2006
2006-2007
2007-2008
2008
2009
2010
2011
2011
2012
2012
Brasil EC São Bernardo
Brasil Francana
Brasil Londrina
Brasil União Barbarense
Brasil Gama
Brasil Londrina
Brasil Fluminense de Feira
Turquia Malatyaspor
Brasil América
Brasil Juventus
Brasil Portuguesa
Brasil Goiás
Brasil Santa Cruz (emp.)
China Shenzhen Asia Travel (emp.)
Angola Recreativo Libolo (emp.)
China Chengdu Blades (emp.)
China Guangzhou R&F
China Chongqing Lifan
Brasil Catanduvense
Brasil Atlético Sorocaba
Seleção nacional
2001-2010 Flag of Angola.svg Angola 11 (0)

Johnson Monteiro Pinto Macaba, mais conhecido como(Luanda, 23 de novembro de 1978), é um futebolista angolano que atua como atacante.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Johnson fez testes em vários clubes da capital, porém com idade já avançada para iniciar como profissional (16 anos), não conseguiu ser aprovado. Foi então que conseguiu ser aprovado no EC São Bernardo onde iniciou sua carreira. Após 2 anos e pouca evolução na carreira, Johnson conseguiu ser contratado pela Fracana que disputava a A2 do campeonato paulista e logo recebeu a oportunidade de jogar no Londrina que disputava a divisão amarela (2ª divisão nacional) da Copa João Havelange.

No Londrina, Johnson viveu uma situação inusitada. Em uma fase ruim do clube, que não pontuava há 4 jogos, Johnson teve a oportunidade de jogar e fez o gol da vitória que pôs fim ao jejum da equipe. Nesta mesma hora, um diretor do clube teve um mal súbito nas arquibancadas e veio a falecer. A notícia correu por toda a cidade com uma manchete "sádica" fazendo referência entre o falecimento do cartola com o gol do angolano.

Percebendo que o seu gol deu um grande ibope, Johnson notou que se fizesse mais gols despertaria a atenção da imprensa e poderia ser notado pela seleção angolana. Foi então que recebeu a oportunidade de ir para a União Barbarense, e sabendo que a imprensa no eixo Rio-SP tinha transmissão internacional, aceitou na hora.

No campeonato paulista de 2001 Johnson jogou pela União Barbarense e fez o gol solitário da equipe numa goleada do Palmeiras para cima do time interiorano. Neste momento Johnson foi até a câmera, levantou a camisa e mostrou uma camiseta com a bandeira do seu país natal. Essa imagem correu todo o mundo e no mesmo ano, a seleção angolana convocou Johnson para disputar as eliminatórias para a Copa do Mundo e Copa da África de Nações.

Johnson representou o elenco da Seleção Angolana de Futebol no Campeonato Africano das Nações de 2010.[1]

Referências

  1. «Elenco ANG'10». Consultado em 20 de janeiro de 2017 [ligação inativa]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]