Joshua Benoliel

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém fontes no fim do texto, mas que não são citadas no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações. (desde abril de 2014)
Por favor, melhore este artigo inserindo fontes no corpo do texto quando necessário.
Joshua Benoliel
Joshua Benoliel em 1909-1910
Nome completo Joshua Benoliel
Nascimento 13 de janeiro de 1873
Lisboa, Reino de Portugal Portugal
Morte 3 de fevereiro de 1932 (59 anos)
Lisboa,  Portugal
Residência Lisboa
Nacionalidade Reino Unido britânica
portuguesa[1]
Progenitores Mãe: Esther Levy
Pai: Judah Benoliel
Casamento dos progenitores 15 de março de 1865
Ocupação jornalista, fotográfico
Assinatura
Assinatura Joshua Benoliel.svg

Joshua Benoliel OSE (Lisboa, 13 de Janeiro de 1873 — Lisboa, 3 de Fevereiro de 1932) foi um fotógrafo e jornalista de Portugal, considerado por muitos o maior fotógrafo português do inicio do século XX.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Joshua Benoliel nasceu a 13 de Janeiro de 1873, no seio de uma família hebraica que se instalara em Gibraltar. É considerado o criador da reportagem fotográfica em Portugal. Fez a cobertura jornalística dos grandes acontecimentos da sua época, acompanhando os reis D. Carlos e D. Manuel II nas suas viagens ao estrangeiro, assim como a Revolução de 1910, as revoltas monárquicas durante a Primeira República, assim como exército português que combateu na Flandres durante a Primeira Guerra Mundial. As suas fotografias caracterizam-se pelo intimismo e humanismo com que abordava os temas.

Viu a sua primeira fotografia publicada na revista Tiro Civil, no ano de 1899.

Trabalhou para o jornal O Século e para a revista do mesmo jornal, a Illustração Portugueza bem como para a revista O Occidente [2] (1878-1915) e Panorama (1837-1868), revistas da altura, e destacou-se como colaborador fotográfico nas revistas Atlantida (1915-1920), Brasil-Portugal[3] (1899-1914) e Tiro e Sport [4] (1904-1913).

A 13 de Dezembro de 1921 foi feito Oficial da Ordem Militar de Sant'Iago da Espada.[1]

Obras publicadas[editar | editar código-fonte]

  • Arquivo Gráfico da Vida Portuguesa: 1903 - 1918: História da Vida Nacional em Todos os seus Aspectos, de 1903 a 1918. Prefácio de Rocha Martins. Lisboa, Bertrand, 1933. Publicado em 6 fascículos.

Álbuns[editar | editar código-fonte]

  • SILVA, Teresa Parra da (pesquisa, selecção e legendagem); NOVAIS, Horácio (reprodução dos negativos). Joshua Benoliel: Repórter Parlamentar. Lisboa, Assembleia da República, 1989.

Referências

  1. a b «Cidadãos Nacionais Agraciados com Ordens Portuguesas». Resultado da busca de "Joshua Benoliel". Presidência da República Portuguesa. Consultado em 21 de abril de 2014 
  2. Rita Correia (16 de Março de 2012). «Ficha histórica:O occidente : revista illustrada de Portugal e do estrangeiro (1878-1915)» (PDF). Hemeroteca Municipal de Lisboa. Consultado em 04 de Janeiro de 2015  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  3. Rita Correia (29 de Abril de 2009). «Ficha histórica: Brasil-Portugal : revista quinzenal illustrada (1899-1914).» (pdf). Hemeroteca Municipal de Lisboa. Consultado em 26 de Junho de 2014 
  4. Rita Correia (22 de abril de 2014). «Ficha histórica:Tiro e sport : revista de educação physica e actualidades (1904-1913)» (pdf). Hemeroteca Municipal de Lisboa. Consultado em 18 de dezembro de 2015 

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • ABECASSIS, José Maria. Genealogia Hebraica: Portugal e Gibraltar sécs. XVII a XX. 5 vols. Lisboa, Liv. Férin (distrib.), 1990-1991.
  • BORGES, José Pedro de Aboim. Joshua Benoliel: Rei dos Fotógrafos. Lisboa, 1984. Tese de Mestrado em História da Arte apresentada à Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa. Não publicada.
  • PENEDO, Tiago de Brito. Benoliel: «Ao Serviço de Sua Majestade». In PROJECTO10 - Revista Digital Temática, vol. «República».
  • SAMARA, Maria Alice; TAVARES, Rui. «Um falhanço para Benoliel», in O Regicídio, pp. 135–146. Lisboa, Tinta da China, 2008. ISBN 978-972-8955-46-5
  • SERÉN, Maria do Carmo, «Morreu o Fotógrafo», in 1926-1932: Ascensão de Salazar, p. 176-181. Lisboa, Planeta DeAgostini, 2008. 1.º volume da série Os Anos de Salazar.
  • SILVA, Teresa Parra da. Joshua Benoliel: Repórter Parlamentar. Lisboa, Assembleia da República, 1989.
  • TAVARES, Emília (coord.). Joshua Benoliel, 1873-1932: Repórter Fotográfico. Lisboa, Câmara Municipal, 2005. Catálogo de exposição, realizada na Cordoaria Nacional, Lisboa, de 18 de Maio a 21 de Agosto de 2005, no âmbito da LisboaPhoto 2005.
  • VIEIRA, Joaquim. Fotobiografias do Século XX: Joshua Benoliel. Mem Martins, Círculo de Leitores, 2009. ISBN 978-972-42-4482-2

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Joshua Benoliel