Julianna Peña

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Julianna Peña
2nd MLG company commander helps America’s heroes 140116-M-XX123-001 (cropped).jpg
Julianna Peña
Informações
Nascimento 24 de agosto de 1989 (26 anos)
Spokane, Washington, EUA
Nacionalidade Povo dos Estados Unidos norte-americana
Outros nomes The Venezuelan Vixen
Altura 1,70 m (5'7")
Peso 56,7 kg (125 lbs)
Modalidade BJJ, Muay Thai
Organização(ões) Sikjitsu
Cartel no MMA
Total 9
Vitórias 7
Por nocaute 3
Por finalização 3
Por decisão 1
Derrotas 2
Por nocaute 1
Por decisão 1
Página oficial:

Julianna Peña (Spokane, 24 de agosto de 1989) é uma lutadora de MMA americana descendente de venezuelanos.

Peña ficou conhecida mundialmente através do reality show do UFC, o The Ultimate Fighter: Team Rousey vs. Team Tate.

Carreira no MMA[editar | editar código-fonte]

The Ultimate Fighter: Team Rousey vs. Team Tate[editar | editar código-fonte]

No ano de 2013, Julianna conseguiu uma vaga para competir no The Ultimate Fighter: Team Rousey vs. Team Tate com uma vitória por decisão sobre a lutadora Gina Mazany. Peña foi a primeira escolhida para treinar no time liderado por Miesha Tate. Já no primeiro combate envolvendo as equipes, Peña foi a escolhida e enfrentou a lutador do Team Rousey, Shayna Baszler. Penã venceu por finalização (mata-leão) ainda no primeiro round.[1]

Julianna venceu na fase semi-final, a lutadora Sarah Moras, foi o segundo encontro entre as duas lutadoras que já haviam lutado em um evento em 2012 (na ocasião, Moras havia vencido por TKO). A luta começou com algumas ações por parte das duas lutadoras e no segundo round, Julianna encaixou uma guilhotina em Moras.[2]

Peña disputou o título do The Ultimate Fighter, no dia 30 de novembro de 2013 no The Ultimate Fighter: Team Rousey vs. Team Tate Finale contra Jéssica Racokzy. Peña derrubou Racokzy com facilidade e a castigou no ground and pound depois de conseguir a montada, levando Racokzy a nocaute técnico, se tornando a primeira mulher campeão de uma edição do TUF.

2 anos afastada dos octógonos=[editar | editar código-fonte]

Peña lesionou os ligamentos lateral, anterior e médio do joelho, além do menisco e do tendão, e será necessária uma cirurgia reconstrutora de toda a articulação, que deixará a atleta sem poder lutar por cerca de dois anos. [3]

Ultimate Fighting Championship[editar | editar código-fonte]

Julianna enfrentou a russa Milana Dudieva em 4 de abril de 2015 no UFC Fight Night: Mendes vs. Lamas. Ela venceu por nocaute no primeiro round. [4]

Peña enfrentou Jessica Eye em 3 de Outubro de 2015 no UFC 192. Ela venceu a luta por decisão unânime.

Cartel no MMA[editar | editar código-fonte]

Res. Cartel Oponente Método Evento Data Round Tempo Local Notas
Estados Unidos Cat Zingano UFC 200: Cormier vs. Jones II 09/07/2016 Estados Unidos Las Vegas, Nevada
Vitória 7-2 Estados Unidos Jessica Eye Decisão (unânime) UFC 192: Cormier vs. Gustafsson 03/10/2015 3 5:00 Estados Unidos Houston, Texas
Vitória 6-2 Rússia Milana Dudieva TKO (socos) UFC Fight Night: Mendes vs. Lamas 04/04/2015 1 3:58 Estados Unidos Fairfax, Virginia Performance da Noite.
Vitória 5-2 Canadá Jessica Racokzy TKO (socos e cotoveladas) The Ultimate Fighter 18 Finale 30/11/2013 1 4:59 Estados Unidos Las Vegas, Nevada Campeã do TUF 18
Derrota 4-2 Estados Unidos Deanna Bennet Decisão (unânime) Showdown Fights 10 08/02/2013 3 5:00 Estados Unidos Orem, Utah
Derrota 4-1 Canadá Sarah Moras TKO (inter. médica) Conquest of the Cage 11 19/04/2012 2 5:00 Estados Unidos Airway Heights, Washington
Vitória 4-0 Canadá Rachael Swatez Finalização (guilhotina) Conquest of the Cage 10 15/12/2011 2 0:17 Estados Unidos Airway Heights, Washington
Vitória 3-0 Estados Unidos Stephanie Webber Finalização (chave de braço) Cagesport 8 05/12/2009 2 2:54 Estados Unidos Tacoma, Washington
Vitória 2-0 Canadá Robyn Dunne TKO (socos) Caged Combat 15/08/2009 1 N/A Canadá Penticton, British Columbia
Vitória 1-0 Estados Unidos Raylene Harvey Decisão (unânime) Excitefight 09/05/2009 1 2:58 Estados Unidos Spokane, Washington

Referências