Kirk Hinrich

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Kirk Hinrich
Hinrich em janeiro de 2008
Informações pessoais
Nome completo Kirk James Hinrich
Data de nasc. 02 de janeiro de 1981 (39 anos)
Local de nasc. Iowa, Estados Unidos
Altura 6 ft 4 in (1.93 m)
Peso 190 lb (86 kg)
Apelido Captain Kirk
Informações no clube
Número 12, 6
Posição Ala-armador / Armador
Clubes de juventude
1999–2003 Kansas Jayhawks
Clubes profissionais
Ano Clubes Partidas (pontos)
2003–2010
2010–2011
2011–2012
2012–2016
2016
Chicago Bulls
Washington Wizards
Atlanta Hawks
Chicago Bulls
Atlanta Hawks
TOTAL
000 ‭466‬ 0(6.902)
000 48 00(531)
000 ‭72‬ 00(‭522‬)
000 282‬ 00(1.634)
000 11 00(5)
00 879 0(9.594)
Seleção nacional
Estados Unidos
Medalhas
Copa do Mundo
Bronze Japão 2006 Equipe

Kirk James Hinrich (Sioux City, Iowa, 2 de janeiro de 1981) é um ex-jogador de basquete Norte-americano que jogava como armador.[1]

Ele atuou no Washington Wizards e Atlanta Hawks, além de 7 temporadas no Chicago Bulls, onde usava a camisa 12 e foi capitão da equipe, ganhando o apelido de "Captain Kirk".

Vida pregressa[editar | editar código-fonte]

Hinrich nasceu em Sioux City, Iowa. Seu pai havia jogado basquete universitário no Briar Cliff College e mais tarde se tornou treinador da Sioux City West High School.

Quando Hinrich tinha cerca de sete anos, Jim Hinrich visitou Ray Nacke, seu antigo treinador da faculdade, e perguntou se Kirk poderia se matricular no acampamento de verão de Nacke para alunos da quarta, quinta e sexta séries. Apesar das hesitações de Nacke, Hinrich foi autorizado a participar do acampamento e jogou bem contra as crianças mais velhas.[2]

Hinrich também jogou futebol americano na posição de Quarterback e jogou beisebol como arremessador. No entanto, o basquete era a paixão de Hinrich.

Com o pai como treinador, o time de basquete de Hinrich na Sioux City West High School alcançou um recorde de 82–9 em quatro anos e venceu o campeonato estadual de Iowa quando Hinrich estava no último ano. Quando ele se formou, Hinrich era o líder de todos os tempos de West High em pontos, roubadas de bola e assistência.

Carreira na faculdade[editar | editar código-fonte]

Como calouro da Universidade do Kansas, Hinrich registrou 123 assistências. No ano seguinte, ele ficou em oitavo lugar no país em assistências por jogo (6,9) e liderou sua equipe em roubadas de bola.

Em sua quarta e última temporada no Kansas, Hinrich, juntamente com Nick Collison, liderou os Jayhawks para o Final Four do Torneio da NCAA. Ele liderou sua equipe em lances livres e no arremesso de três pontos, ficou em segundo lugar na equipe em pontuação, além de contribuir com 3,5 assistências por jogo, 3,9 rebotes por jogo e 1,9 roubadas de bola por jogo. Após a temporada, ele foi nomeado um terceiro time All-American pela Associated Press.

Em 5 temporadas, ele terminou com médias de 12.4 pontos, 3.8 rebotes, 4.7 assistências, 1.5 roubadas de bolas e 0.4 bloqueios.[3]

Em 1º de março de 2009, Kansas aposentou a camisa número 10 de Hinrich. Hinrich foi a 25ª camisa a ser aposentada por Kansas, ele se juntou a lendas como Wilt Chamberlain e Paul Pierce. Hinrich disse:

"Não sei se há uma honra maior no basquete do que ter sua camisa pendurada no ginásio mais histórico do mundo. É uma honra inacreditável."[4]

Carreira profissional[editar | editar código-fonte]

Chicago Bulls (2003–2010)[editar | editar código-fonte]

Draft de 2003[editar | editar código-fonte]

Hinrich foi selecionado pelo Chicago Bulls no Draft de 2003 com a sétima escolha geral.[5] Alguns duvidavam que ele tivesse sucesso na liga profissional, em parte porque ele foi considerado pequeno demais para desempenhar essa posição profissionalmente. A alta seleção de Hinrich no Draft é creditada a um bom treino na frente dos olheiros das equipes da NBA.[6][7] Os Bulls precisavam de um armador, pois Jay Williams foi gravemente ferido em um acidente de moto. Depois de ser escolhido pelos Bulls, Hinrich disse que sabia que eles precisavam de um armador:

"Eu sei o que houve com Jay... Nós saímos do colegial no mesmo ano. Ele é um cara legal. Eu sinto muito por ele, mas os rumores eram de que Chicago ia pegar um armador, então eu tinha uma boa chance. Eu sei que todo mundo está de luto por isso, mas se ele não puder mais jogar, o que eu espero que não seja o caso, eles precisarão de um armador."[8]

Temporada de 2003-04[editar | editar código-fonte]

Hinrich teve uma infecção viral aguda pouco antes do início de sua primeira temporada, exigindo meses para se recuperar completamente.[9] No entanto, ele jogou bem após sua recuperação, mostrando uma boa compreensão contínua de habilidades fundamentais, jogabilidade sólida, liderança e uma surpreendente intensidade defensiva. Ele solidificou sua posição como o armador dos Bulls e foi nomeado para o Primeiro-Time de Novatos da NBA. Ele foi o único novato a registrar um triplo-duplo nessa temporada com 11 pontos, 12 rebotes e 10 assistências contra o Golden State Warriors em 28 de fevereiro de 2004.[10]

Em sua primeira temporada, ele terminou com médias de 12.0 pontos, 3.4 rebotes, 6.8 assistências, 1.3 roubadas de bolas e 0.3 bloqueios.[11]

Temporada de 2004-05[editar | editar código-fonte]

Em seu segundo ano, Hinrich ficou conhecido por seu intenso comportamento em quadra; ele esteve envolvido em uma briga em um jogo contra o Washington Wizards na pré-temporada pelo qual foi multado em US $ 10.000.

Embora ele tenha começado o segundo ano como Armador titular, ele foi transferido para a posição de Ala-armador devido ao início de 0-9 da equipe. Depois que essa jogada foi feita, os Bulls começou a ganhar e terminou com um recorde de 47-35, tornando-se o primeiro time a começar 0-9 e chegar aos playoffs.

Depois de vencer os dois primeiros jogos de sua série com o Washington Wizards, eles perderam os quatro seguintes e foram eliminados.

Durante a entressafra, os Bulls exerceram a opção de renovação no contrato de Hinrich, fazendo-o assinar com a equipe até a temporada de 2006-07.

Ele melhorou em praticamente todas as categorias estatísticas em 2004-05, tendo médias de 15.7 pontos, 3.9 rebotes, 6.4 assistências, 1.6 roubadas de bolas e 0.3 bloqueios.[12]

Temporada de 2005-06[editar | editar código-fonte]

Os Bulls trocaram Antonio Davis e Eddy Curry na entressafra e a equipe foi irregular até ter uma sequencia de vitórias no final da temporada e garantir uma vaga nos playoffs, onde enfrentou os eventuais campeões, o Miami Heat, na primeira rodada.

Na temporada da NBA de 2005–06, ele teve médias de 15.9 pontos, 3.6 rebotes, 6.3 assistências, 1.2 roubadas de bolas e 0.3 bloqueios.[13]

Hinrich recebeu uma extensão de contrato em 31 de outubro de 2006, que era o prazo final para o acordo (Caso contrário, Hinrich teria se tornado um agente livre restrito). O GM dos Bulls, John Paxson, disse:

"Kirk Hinrich é imprescindível para nossa organização e estamos extremamente satisfeitos por tê-lo conosco a longo prazo. Estamos tentando construir uma equipe baseada no caráter e no comprometimento,e esses são os dois traços que Kirk possui em um nível muito alto. Este é um dia muito bom para a organização do Chicago Bulls.”[14]

Temporada de 2006-07[editar | editar código-fonte]

Em um jogo contra o Miami Heat, Dwyane Wade, machucou o pulso ao ser marcado por Hinrich. O técnico do Heat, Pat Riley, sugeriu que Hinrich machucou o pulso de Wade de propósito:

"Hinrich puxou a mão. Ele faz isso o tempo todo,. Sempre que Dwyane sai das telas, eles sempre agarram a camisa dele ou agarram as mãos dele. É uma tática que o árbitro não pode ver. Ele segurou a mão de Dwyane, e quando ele tentou tirá-la, acho que algo aconteceu.”[15]

Hinrich respondeu:

“Não posso me preocupar com Pat Riley, só tenho que me preocupar comigo, ele vai tentar fazer o seu trabalho e eu vou tentar fazer o meu. Eu realmente não posso comentar sobre o que ele deveria se preocupar. É lamentável Wade se machucar, mas eu não estava tentando machucá-lo. Eu estava marcando, então há contato."

Quando o companheiro de equipe de Hinrich, Ben Gordon, ouviu os comentários de Riley, ele o defendeu dizendo: "Eu o ouvi dizendo algo sobre Kirk. Acho que ele não fez nada. Ele estava apenas jogando com agressivamente. Kirk não faz qualquer coisa suja."[16] Riley depois teve uma visão diferente de seus comentários; na próxima vez que os Bulls e o Heat jogou, Riley foi questionado sobre os comentários que ele fez por um repórter, ele respondeu:

“Eu não o acusei de nada, vou lhe dizer exatamente o que penso sobre ele, ok? Acho que ele é um dos maiores defensores da liga. Ele me lembra Jerry Sloan e Michael Cooper. Ele é implacável e tem uma reputação de defensor forte”

Durante o primeiro jogo dos Bulls nos playoffs de 2007 contra o Miami Heat, Hinrich jogou seu bocal nas arquibancadas depois de ter sofrido uma falta violenta. Ele recebeu uma falta técnica por suas ações, além de uma multa de US $ 25.000.[17]

Tecnicamente, Hinrich deveria ter sido expulso do jogo, mas ele foi autorizado a permanecer. O treinador dos Bulls, Scott Skiles, teria dito: "Isso deveria ser uma ejeção automática. Eles não viram."[18] Os Bulls varreram o Heat, antes de ser eliminado em 6 jogos pelo Detroit Pistons.

Na temporada de 2006-07, ele teve médias de 16.6 pontos, 3.4 rebotes, 6.3 assistências, 1.3 roubadas de bolas e 0.3 bloqueios.[19]

Temporada de 2007-08[editar | editar código-fonte]

Na temporada de 2007-08, ele jogou em 75 jogos, sendo titular em 72 deles devido a lesões leves. Os Bulls não foram para os playoffs na temporada de 2007-08, terminando com um recorde de 33-49.

Na temporada de 2007-08, ele teve médias de 11.5 pontos, 3.3 rebotes, 6.0 assistências, 1.2 roubadas de bolas e 0.3 bloqueios.[20]

Temporada de 2008-09[editar | editar código-fonte]

Devido à chegada da primeira escolha no Draft da NBA de 2008, Derrick Rose, Hinrich foi relegado a reserva na temporada de 2008-09. As lesões também o levaram a apenas 51 jogos disputados na temporada, com apenas 4 sendo titulares.

Nessa temporada, ele teve médias de 9.9 pontos, 2.4 rebotes, 3.9 assistências, 1.3 roubadas de bolas e 0.4 bloqueios.[21]

Durante os playoffs da NBA de 2009, Hinrich teve uma média de 30,0 minutos, 2,9 assistências, 1,7 roubadas de bola e 12,6 pontos por partida. Os Bulls perderam para os Celtics na primeira rodada dos playoffs em uma emocionante série de sete jogos.

Temporada de 2009-10[editar | editar código-fonte]

Em 20 de fevereiro de 2010, em um jogo contra o Philadelphia 76ers, Hinrich se tornou o líder de todos os tempos dos Bulls em cestas de três pontos, superando o recorde de 770 de Ben Gordon. Em 13 de abril de 2010, Hinrich produziu 30 pontos altos na temporada. uma vitória por 101 a 93 sobre o Boston Celtics.

Hinrich terminou a temporada com uma média de 10.9 pontos, 3.5 rebotes, 4.5 assistências, 1.1 roubadas de bolas e 0.3 bloqueios,[22] quando os Bulls chegoram à 8ª posição na Conferência Leste. Nos playoffs, Hinrich teve médias de 12,4 pontos e 4 assistências, mas os Bulls perderam para o Cleveland Cavaliers em cinco jogos.

Kirk Hinrich durante seu tempo nos Wizards em novembro de 2010

Washington Wizards (2010–2011)[editar | editar código-fonte]

Em 8 de julho de 2010, Hinrich foi negociado para o Washington Wizards juntamente com Kevin Seraphin em troca de Vladimir Veremeenko. [23]

Em sua curta permanência nos Wizards, ele obteve uma média de 11.1 pontos, 2.7 rebotes, 4.4 assistências, 1.2 roubadas de bolas e 0.2 bloqueios.[24]

Atlanta Hawks (2011–2012)[editar | editar código-fonte]

Em 23 de fevereiro de 2011, Hinrich foi negociado para o Atlanta Hawks junto com Hilton Armstrong em troca de Mike Bibby, Jordan Crawford, Maurice Evans e uma escolha de primeira rodada do Draft da NBA de 2011.[25]

No final da temporada de 2010-11, os Hawks foram para os playoffs como a quinta melhor campanha da Conferência Leste. No jogo 6 da primeira rodada contra o Orlando Magic, Hinrich machucou o tendão e perdeu toda a segunda rodada dos playoffs em que os Hawks acabou perdendo para o Chicago Bulls.[26]

Hinrich perdeu os primeiros dezoito jogos da temporada de 2011-12 depois de passar por uma cirurgia no ombro esquerdo.[27] Durante a temporada, Hinrich teve uma média de 6.6 pontos, 2.1 rebotes, 2.8 assistências, 0.8 roubadas de bolas e 0.2 bloqueios.[28]

Retorno a Chicago (2012–2016)[editar | editar código-fonte]

Em 23 de julho de 2012, Hinrich assinou um contrato de dois anos para retornar ao Chicago Bulls.[29]

Na ausência de Derrick Rose, Kirk começou a temporada de 2012–13 como armador titular dos Bulls. Hinrich sofreu várias lesões ao longo da temporada, incluindo uma infecção no cotovelo e uma reação de estresse no pé. Ele terminou a temporada com médias de 7.7 pontos, 2.6 rebotes, 5.2 assistências, 1.1 roubadas de bolas e 0.4 bloqueios.[30]

Em 27 de abril de 2013, Hinrich teve uma excelente performance no Jogo 4 da primeira rodada dos playoffs de 2013 contra os Nets, marcando 18 pontos e distribuindo 14 assistências em 60 minutos de ação, quando o Bulls derrotou o Nets por 142-134. No entanto, Hinrich perdeu o resto da pós-temporada depois de romper a panturrilha no segundo quarto do jogo. O Bulls foi eliminado na segunda rodada pelo Miami Heat.

Hinrich começou a temporada de 2013-14 como reserva de Derrick Rose, mas quando Rose sofreu uma lesão no menisco, encerrando sua temporada depois de apenas 10 jogos, Hinrich tornou-se novamente o titular. Nessa temporada, ele teve médias de 9.1 pontos, 2.6 rebotes, 3.9 assistências, 1.1 roubadas de bolas e 0.4 bloqueios.[31]

Em 21 de julho de 2014, Hinrich assinou novamente com os Bulls para um contrato de dois anos no valor de US $ 5,6 milhões.[32]

Retorno a Atlanta (2016)[editar | editar código-fonte]

Em 18 de fevereiro de 2016, Hinrich foi negociado com o Atlanta Hawks em uma negociação de três equipes envolvendo o Bulls e o Utah Jazz. Em sua última temporada na NBA, ele terminou com médias de 3.0 pontos, 1.5 rebotes, 1.6 assistências e 0.3 roubadas de bolas.[33]

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Hinrich se casou com Jill Fisher em 7 de julho de 2007.[34] Sua esposa deu à luz ao primeiro filho, Kenzie, em 2008. A esposa de Hinrich deu à luz a sua segunda filha, Kyla, em setembro de 2011. Em 12 de setembro de 2014, a esposa de Hinrich deu à luz gêmeos, um menino, Kolton, e uma menina, Kinley.

Ao se aposentar da NBA em 2017, Hinrich e sua família se mudaram para Dakota do Sul, onde Hinrich foi contratado pela Sanford Power como especialista em basquete.[35]

Estadísticas na NBA[editar | editar código-fonte]

LEGENDA
 PJ  Partidas jogadas  PI  Partidas iniciadas  MPJ  Minutos por jogo  AP  Arremessos de quadra (%)
 3P  Arremessos de 3 pontos (%)  LL  Lances-livre (%)  RT  Rebotes por jogo  AS  Assistências por jogo
 BR  Roubos de bola por jogo  TO  Tocos por jogo  PPJ  Pontos por jogo  Negrito  Melhor da carreira

Temporada regular[editar | editar código-fonte]

Ano Equipe PJ PT MPP %TC %3P %TL RPP APP ROB TPP PPP
2003-04 Chicago 76 66 35.6 .386 .390 .804 3.4 6.8 1.3 .3 12.0
2004-05 Chicago 77 77 36.4 .397 .355 .792 3.9 6.4 1.6 .3 15.7
2005-06 Chicago 81 81 36.5 .418 .370 .815 3.6 6.3 1.2 .3 15.9
2006-07 Chicago 80 80 35.5 .448 .415 .835 3.4 6.3 1.2 .3 16.6
2007-08 Chicago 75 72 31.7 .414 .350 .831 3.3 6.0 1.2 .2 11.5
2008-09 Chicago 51 4 26.3 .437 .408 .791 2.4 3.9 1.3 .4 9.9
2009-10 Chicago 74 53 33.5 .409 .371 .752 3.5 4.5 1.2 .3 10.9
2010-11 Washington 48 29 30.6 .452 .384 .876 2.7 4.4 1.2 .2 11.1
2010-11 Atlanta 24 22 28.6 .432 .421 .667 2.2 3.3 .8 .3 8.6
2011-12 Atlanta 48 31 25.8 .414 .346 .781 2.1 2.8 .8 .2 6.6
2012-13 Chicago 60 60 29.4 .377 .390 .714 2.6 5.2 1.1 .4 7.7
2013-14 Chicago 73 61 29.0 .393 .351 .760 2.6 3.9 1.1 .4 9.1
2014-15 Chicago 66 22 24.4 .373 .345 .700 1.8 2.2 .7 .2 5.7
2015-16 Chicago 35 7 15.9 .398 .411 .938 1.7 1.7 .4 .0 3.8
2015-16 Atlanta 11 0 6.9 .182 .167 .000 1.1 1.3 .2 .1 .5
Total 879 665 30.7 .411 .375 .800 2.9 4.8 1.1 .3 10.9

Playoffs[editar | editar código-fonte]

Ano Equipe PJ PT MPP %TC %3P %TL RPP APP ROB TPP PPP
2005 Chicago 6 6 35.5 .450 .515 .690 3.7 5.8 2.0 .7 21.2
2006 Chicago 6 6 39.0 .415 .346 .857 3.3 7.7 1.3 .3 20.5
2007 Chicago 10 10 36.2 .376 .302 .769 4.2 7.5 .9 .3 12.1
2009 Chicago 7 0 30.0 .468 .433 .680 2.7 2.9 1.7 .4 12.6
2010 Chicago 5 5 39.2 .423 .500 .714 4.4 4.0 1.4 .0 12.4
2011 Atlanta 6 6 28.8 .500 .421 1.000 2.3 2.7 1.2 .3 10.2
2012 Atlanta 6 4 23.5 .433 .375 1.000 2.0 1.0 .7 .0 5.7
2013 Chicago 4 4 40.5 .432 .364 .643 2.8 5.8 2.0 .3 11.3
2014 Chicago 5 5 33.4 .411 .368 .500 3.0 4.4 .8 .2 11.0
2015 Chicago 10 0 12.6 .474 .600 .667 0.5 1.1 .3 .1 2.6
Total 65 46 30.5 .430 .408 .744 2.8 4.2 1.1 .3 11.4

Fonte:[36]

Referências

  1. «NBA.com: Kirk Hinrich Bio». web.archive.org. 23 de abril de 2006. Consultado em 3 de outubro de 2019 
  2. «JockBio: Kirk Hinrich Biography». www.jockbio.com. Consultado em 4 de outubro de 2019 
  3. «Kirk Hinrich College Stats». College Basketball at Sports-Reference.com (em inglês). Consultado em 4 de outubro de 2019 
  4. Bedore, Gary (27 de fevereiro de 2009). «Hinrich amazed by honor». KUsports.com (em inglês). Consultado em 4 de outubro de 2019 
  5. «2003 NBA Draft». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 4 de outubro de 2019 
  6. «Kirk Hinrich, Kansas, PG». www.ibiblio.org. Consultado em 4 de outubro de 2019 
  7. «NBA.com Hinrich Gets the Point». web.archive.org. 3 de fevereiro de 2008. Consultado em 4 de outubro de 2019 
  8. «SignOnSanDiego.com > Sports -- LeBron James, dressed in savior white, selected first in NBA draft». web.archive.org. 2 de fevereiro de 2009. Consultado em 4 de outubro de 2019 
  9. «BULLS: Hinrich Makes His Point». web.archive.org. 10 de novembro de 2006. Consultado em 4 de outubro de 2019 
  10. «BULLS: Note-a-Bull Items from the 2003.04 Season, Part II». web.archive.org. 10 de novembro de 2006. Consultado em 4 de outubro de 2019 
  11. «Kirk Hinrich 2003-04 Game Log». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 4 de outubro de 2019 
  12. «Kirk Hinrich 2004-05 Game Log». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 4 de outubro de 2019 
  13. «Kirk Hinrich 2005-06 Game Log». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 4 de outubro de 2019 
  14. «Bulls Sign Hinrich to Multi-Year Extension». Chicago Bulls (em inglês). Consultado em 4 de outubro de 2019 
  15. «Heated Riley: Hinrich's dirty play injured Wade's wrist». ESPN.com (em inglês). 28 de dezembro de 2006. Consultado em 4 de outubro de 2019 
  16. «NBA - CBSSports.com News, Scores, Stats, Fantasy Advice». archive.is. 3 de fevereiro de 2013. Consultado em 4 de outubro de 2019 
  17. «SportingNews.com - Your expert source for NBA Basketball stats, scores, standings, blogs and fantasy news from NBA Basketball columnists». web.archive.org. 2 de fevereiro de 2009. Consultado em 4 de outubro de 2019 
  18. «USATODAY.com - Basketball - Miami vs. Chicago». usatoday30.usatoday.com. Consultado em 4 de outubro de 2019 
  19. «Kirk Hinrich 2006-07 Game Log». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 4 de outubro de 2019 
  20. «Kirk Hinrich 2007-08 Game Log». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 4 de outubro de 2019 
  21. «Kirk Hinrich 2008-09 Game Log». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 4 de outubro de 2019 
  22. «Kirk Hinrich 2009-10 Game Log». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 4 de outubro de 2019 
  23. «Wizards Acquire Kirk Hinrich and Draft Rights to Kevin Seraphin From Chicago». Washington Wizards (em inglês). Consultado em 4 de outubro de 2019 
  24. «Kirk Hinrich 2010-11 Game Log». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 4 de outubro de 2019 
  25. «Atlanta Hawks News Headlines». Atlanta Hawks (em inglês). Consultado em 4 de outubro de 2019 
  26. «MRI reveals hamstring strain for Hawks' Hinrich». ESPN.com (em inglês). 29 de abril de 2011. Consultado em 4 de outubro de 2019 
  27. «Hawks' Hinrich close to returning from surgery». ESPN.com (em inglês). 22 de janeiro de 2012. Consultado em 4 de outubro de 2019 
  28. «Kirk Hinrich 2011-12 Game Log». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 4 de outubro de 2019 
  29. «Bulls sign free agent guard Kirk Hinrich». Chicago Bulls (em inglês). Consultado em 4 de outubro de 2019 
  30. «Kirk Hinrich 2012-13 Game Log». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 4 de outubro de 2019 
  31. «Kirk Hinrich 2013-14 Game Log». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 4 de outubro de 2019 
  32. «Bulls Re-Sign Kirk Hinrich». Hoops Rumors (em inglês). Consultado em 4 de outubro de 2019 
  33. «Kirk Hinrich 2015-16 Game Log». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 4 de outubro de 2019 
  34. editor, Terry Hersom, Journal sports. «Only loftiest of goals remain for Hinrich». Sioux City Journal (em inglês). Consultado em 4 de outubro de 2019 
  35. Zimmer, Matt. «Former NBA veteran Kirk Hinrich joins Sanford Power». Argus Leader (em inglês). Consultado em 4 de outubro de 2019 
  36. «Kirk Hinrich Stats». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 3 de outubro de 2019