Elton Brand

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Elton Brand
Elton Brand 10.jpg
Informações pessoais
Nome completo Elton Tyron Brand
Data de nasc. 11 de abril de 1979 (43 anos)
Local de nasc. Cortlandt Manor, New York, Estados Unidos
Apelido "E.B., Old School Chevy, Horse, Slant, Chief Beef"
Informações profissionais
Período como jogador 1999–2016 (17 anos)
Número da camisa 42, 7
Altura 6 ft 9 in (2.06 m)
Peso 254 lb (115 kg)
Clubes de juventude
1997–1999 Estados Unidos Duke Blue Devils
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (pontos)
1999–2001
2001–2008
2008–2012
2012–2013
2013–2015
2016
Estados Unidos Chicago Bulls
Estados Unidos Los Angeles Clippers
Estados Unidos Philadelphia 76ers
Estados Unidos Dallas Mavericks
Estados Unidos Atlanta Hawks
Estados Unidos Philadelphia 76ers
155 (3.117)
459 (9.336)
246 (3.271)
72 (518)
109 (515)
17 (70)
Times que treinou
Anos Clubes Jogos (V - D)
2019–Presente Estados Unidos Philadelphia 76ers (Gerente Geral)
Conquistas
Competidor dos Estados Unidos
Copa do Mundo de Basquetebol Masculino
Bronze Japão 2006 Equipe
Copa América de Basquetebol Masculino
Ouro San Juan 1999 Equipe
Ouro San Juan 2003 Equipe

Elton Tyron Brand (11 de março de 1979) é um ex-jogador profissional de basquete americano e atual gerente geral do Philadelphia 76ers da National Basketball Association (NBA).[1]

Depois de jogar basquete universitário pelo Duke Blue Devils, ele foi selecionado pelo Chicago Bulls como a primeira escolha geral no Draft da NBA de 1999. Ele mais tarde jogou pelo Philadelphia 76ers, Los Angeles Clippers, Dallas Mavericks e Atlanta Hawks.

Ele foi duas vezes selecionado para jogar no All-Star Game e foi selecionado para a Segunda-Equipe All-NBA em 2006.

Carreira no ensino médio[editar | editar código-fonte]

Brand frequentou a Peekskill High School, onde foi imediatamente adicionado ao elenco do basquete. Ele teve médias de 40 pontos e 20 rebotes, jogou na AAU com os futuros jogadores da NBA, Lamar Odom e Ron Artest, e, em seu último ano, foi classificado consistentemente entre os melhores jogadores de basquete do país e foi selecionado como o Mr. Basketball de New York. Ao mesmo tempo, ele se tornou uma espécie de herói cult em Peekskill, ajudando seu time a ganhar dois títulos estaduais.

Recrutado pesadamente após sua carreira de sucesso no ensino médio, Brand decidiu se matricular na Duke University ao lado de um grupo de outras estrelas do ensino médio, incluindo Shane Battier.

Carreira universitária[editar | editar código-fonte]

Em seu segundo ano, Brand era a presença dominante na equipe de Duke que é amplamente considerada uma das equipes mais talentosas da história recente da NCAA. Depois de liderar os Blue Devils para a final do Torneio da NCAA - onde foram derrotados por Connecticut[2] - Brand foi eleito o Jogador Nacional do Ano.

Posteriormente, ele decidiu deixar Duke e se declarou para o Draft da NBA de 1999. Brand, William Avery e Corey Maggette foram os primeiros três jogadores sob o comando de Mike Krzyzewski a partir mais cedo para o draft e não jogar os quatro anos completos em Duke.

Carreira profissional[editar | editar código-fonte]

Chicago Bulls (1999–2001)[editar | editar código-fonte]

Em 30 de junho de 1999, Brand foi selecionado pelo Chicago Bulls como a primeira escolha geral do Draft da NBA de 1999.[3] Como novato, ele foi nomeado o MVP do Rookie Challenge no All-Star Weekend. Ele terminou a temporada com médias de 20,1 pontos e 10 rebotes, e compartilhou o Prêmio de Novato do Ano da NBA com o armador do Houston Rockets, Steve Francis.[4]

Durante grande parte da temporada de 2000-01, Brand foi aclamado como a peça-chave de uma possível nova dinastia de Chicago. Brand teve médias de 20,1 pontos e 10,1 rebotes; sua média de 3,9 rebotes ofensivos foram os segundos melhores da NBA.[5]

Los Angeles Clippers (2001–2008)[editar | editar código-fonte]

Brand jogou no Los Angeles Clippers por seis temporadas.

Depois de duas temporadas de sucesso com os Bulls, Brand foi negociado com o Los Angeles Clippers em junho de 2001 em troca de Brian Skinner e Tyson Chandler.[6] Em 2002, Brand se tornou o primeiro jogador dos Clippers desde Danny Manning (em 1994) a ser selecionado para o All-Star Game.[7]

Quando Brand se tornou um agente livre restrito em 2003, o Miami Heat fez uma oferta no valor de $ 82 milhões em seis anos.[8] No que foi um movimento sem precedentes do dono da equipe, Donald Sterling, os Clippers corresponderam à oferta de Miami e conseguiram manter Brand.[9] Antes disso, o maior contrato que Sterling havia aprovado até aquele ponto foi um acordo de cinco anos e US $ 15 milhões para Eric Piatkowski em 1998.[10] Sterling também se recusou a oferecer a Brand uma extensão de contrato um ano antes, quando ele estava disposto a aceitar menos.[11]

Na temporada de 2005-06, Brand teve um renascimento profissional. Ele teve seus recordes de pontos por jogo (24,7) e porcentagem de arremessos certos (52,7), enquanto liderava os Clippers para um recorde de 47-35, o melhor recorde na história da equipe. Brand foi selecionado para o All-Star Game da NBA de 2006 e foi considerado um forte candidato para o Prêmio de MVP.[12] Brand levou a franquia à sua primeira vitória em uma série de playoffs desde 1976, quando o time era conhecido como Buffalo Braves. Embora os Clippers tenham perdido no Jogo 7 da segunda rodada (semifinais da Conferência Oeste) contra o Phoenix Suns, os Clippers teve a melhor temporada que a franquia já tinha visto até então. Brand recebeu o Troféu Joe Dumars depois de ser nomeado o vencedor do Prêmio de Espírito Esportivo de 2005-06.[13]

Após sua temporada estelar de 2005-06, Brand regrediu um pouco na temporada seguinte. Sua média de pontuação em 2006-07 caiu e os Clippers não foram para os playoffs.

Ele perdeu a maior parte da temporada de 2007-08 devido a uma ruptura no tendão de Aquiles esquerdo. No entanto, Brand voltou aos Clippers em 2 de abril de 2008, depois de estar de fora desde o final da temporada anterior. Ele contribuiu com 19 pontos em seu retorno. Brand disputou apenas oito jogos naquela temporada.

Brand optou por sair do último ano de seu contrato e se tornar um agente livre. Fontes indicaram que Brand optou por cancelar seu contrato a fim de fornecer aos Clippers mais flexibilidade na folha de pagamento na esperança de fortalecer seu elenco.[14] Isso se concretizou quando os Clippers contrataram a estrela do Golden State Warriors, Baron Davis. Resumidamente, isso deu à direção dos Clippers e à mídia a garantia de que Brand iria de fato assinar novamente com a equipe.

Philadelphia 76ers (2008–2012)[editar | editar código-fonte]

Brand jogando pelos 76ers contra o Golden State Warriors.

Em 9 de julho de 2008, Brand assinou com o Philadelphia 76ers por um contrato de US $ 82 milhões com duração de cinco anos.[15] Brand desejava voltar para a Costa Leste e escolheu Filadélfia por ser o pretendente mais próximo de sua cidade natal, Peekskill, Nova York.[16]

Foi anunciado em 5 de fevereiro de 2009 que Brand faria uma cirurgia no ombro e que iria ficar de fora do resto da temporada. Durante o jogo daquela noite contra o Milwaukee Bucks, ele deslocou o ombro ao ser derrubado ao chão. Brand estava saindo do banco para que pudesse ser lentamente trabalhado de volta na equipe titular, mas depois de mais de um mês no banco e apenas seis jogos, durante os quais sua produção foi severamente limitada, a decisão foi feita para avançar com o cirurgia. O procedimento foi realizado com sucesso no dia 9 de fevereiro.

Em 4 de fevereiro de 2012, Brand marcou 33 pontos em uma vitória de 100-98 sobre o New York Knicks. Ele terminou seu primeiro mandato com o Philadelphia 76ers com médias de 11 pontos e 8 rebotes durante a temporada de 2011-12. Ele teve médias de 8,6 pontos e 4,8 rebotes nos playoffs de 2012 em um total de 13 jogos, quando os Sixers perdeu no Jogo 7 das Semifinais da Conferência Leste para o Boston Celtics por 85-75.

Em 11 de julho de 2012, Brand foi dispensado dos 76ers por meio da cláusula de anistia.[17]

Dallas Mavericks (2012–2013)[editar | editar código-fonte]

Brand com os Mavericks

Em 13 de julho de 2012, Brand foi contratado pelo Dallas Mavericks com um lance vencedor de US $ 2,1 milhões. Os 76ers ainda tiveram que pagar o saldo restante de $ 18,2 milhões devidos a Brand nesta temporada no último ano de seu contrato.[18]

Na temporada de 2012–13, ele obteve médias de 7,2 pontos, 6,0 rebotes, 1,3 bloqueios e 1,0 assistências em 21,2 minutos.[19] Ele jogou 72 partidas e foi titular em 18 delas. Os Mavericks terminou com um recorde de 41-41 e não foi para os playoffs pela primeira vez desde a temporada de 1999-2000.

Atlanta Hawks e primeira aposentadoria (2013–2015)[editar | editar código-fonte]

Em 15 de julho de 2013, Brand assinou com o Atlanta Hawks.[20] Em 23 de setembro de 2014, ele assinou novamente com os Hawks e mudou sua camisa de 42 para 7.[21]

Em 11 de agosto de 2015, Brand anunciou sua aposentadoria do basquete profissional.[22]

Retorno aos 76ers e segunda aposentadoria (2016)[editar | editar código-fonte]

Em 4 de janeiro de 2016, Brand saiu da aposentadoria para voltar a jogar na NBA, citando que o técnico de Duke, Mike Krzyzewski, ajudou a convencê-lo a voltar a jogar. Mais tarde naquele dia, ele assinou com o Philadelphia 76ers, retornando à franquia para uma segunda passagem.[23]

Em 26 de janeiro, ele foi para o banco pela primeira vez, mas não jogou pelos 76ers contra o Phoenix Suns.[24] Em 4 de março, ele fez sua estreia na temporada, jogando em um jogo da NBA pela primeira vez desde 20 de maio de 2015. Em 13 minutos, ele registrou oito pontos e quatro rebotes em uma derrota por 112-102 para o Miami Heat.[25] Em 12 de março, ele registrou 10 pontos contra o Detroit Pistons, marcando dois dígitos pela primeira vez desde 14 de abril de 2014.[26] Em 27 de março, ele registrou um segundo jogo de 10 pontos na derrota para o Golden State Warriors.[27] Dois dias depois, ele registrou sete pontos e nove rebotes na derrota para o Charlotte Hornets[28] e se tornou o 51º jogador na história da NBA a alcançar 9.000 rebotes na carreira.[29]

Em 7 de setembro de 2016, Brand assinou novamente com os 76ers.[30] No entanto, em 20 de outubro de 2016, ele anunciou sua segunda aposentadoria.[31][32]

Carreira como dirigente[editar | editar código-fonte]

Em 6 de dezembro de 2016, Brand foi nomeado consultor de desenvolvimento de jogadores do Philadelphia 76ers.[33][34] Em 28 de agosto de 2017, ele foi nomeado gerente geral do Delaware 87ers (agora Delaware Blue Coats).[35]

Em 20 de setembro de 2018, Brand foi promovido a gerente geral do Philadelphia 76ers.[36] Ele estendeu seu contrato em 2020.[37]

Perfil do jogador[editar | editar código-fonte]

No início de sua carreira, Brand se estabeleceu como um dos principais Ala-pivô da NBA. Ele tem médias de 15,9 pontos, 8,5 rebotes (3,1 sendo rebotes ofensivos) e 1,7 bloqueios em 1.058 jogos na carreira.

Brand usava seu corpo largo e atletismo surpreendente para um homem de seu peso para superar seus oponentes. Uma grande envergadura também permitia que ele fosse um excelente bloqueador de arremessos.

Durante o período de entressafra anterior à temporada de 2005-06, ele reduziu seu peso para aumentar sua rapidez e acrescentou mais movimentos de sutileza para que pudesse marcar sem ter que usar a força o tempo todo. Mas o mais importante, ele trabalhou em seu arremesso e como resultado, ele aumentou sua pontuação em 4,7 pontos naquela temporada.

Estatísticas na NBA[editar | editar código-fonte]

LEGENDA
 PJ  Partidas jogadas  PT  Partidas como titular  MPJ  Minutos por jogo  AP  Arremessos de quadra (%)
 3P  Arremessos de 3 pontos (%)  LL  Lances-livre (%)  RT  Rebotes por jogo  AS  Assistências por jogo
 BR  Roubos de bola por jogo  TO  Tocos por jogo  PPJ  Pontos por jogo  Negrito  Melhor da carreira

Temporada regular[editar | editar código-fonte]

Ano Equipe PJ PT MPJ AP 3P LL RT AS BR TO PPJ
1999–00 Chicago 81 80 37.0 .482 .000 .685 10.0 1.9 .8 1.6 20.1
2000–01 Chicago 74 74 39.3 .476 .000 .708 10.1 3.2 1.0 1.6 20.1
2001–02 L.A. Clippers 80 80 37.8 .527 .000 .742 11.6 2.4 1.0 2.0 18.2
2002–03 L.A. Clippers 62 61 39.6 .502 .000 .685 11.3 2.5 1.1 2.5 18.5
2003–04 L.A. Clippers 69 68 38.7 .493 .000 .773 10.3 3.3 .9 2.2 20.0
2004–05 L.A. Clippers 81 81 37.0 .503 .000 .752 9.5 2.6 .8 2.1 20.0
2005–06 L.A. Clippers 79 79 39.2 .527 .333 .775 10.0 2.6 1.0 2.5 24.7
2006–07 L.A. Clippers 80 80 38.5 .533 1.000 .761 9.3 2.9 1.0 2.2 20.5
2007–08 L.A. Clippers 8 6 34.3 .456 .000 .787 8.0 2.0 .4 1.9 17.6
2008–09 Philadelphia 29 23 31.7 .447 .000 .676 8.8 1.3 .6 1.6 13.8
2009–10 Philadelphia 76 57 30.2 .480 .000 .738 6.1 1.4 1.1 1.1 13.1
2010–11 Philadelphia 81 81 34.7 .512 .000 .780 8.3 1.5 1.1 1.3 15.0
2011–12 Philadelphia 60 60 28.9 .494 .000 .733 7.2 1.6 1.0 1.6 11.0
2012–13 Dallas 72 18 21.2 .473 .000 .710 6.0 1.0 .7 1.3 7.2
2013–14 Atlanta 73 15 19.4 .539 .000 .649 4.9 1.0 .5 1.2 5.7
2014–15 Atlanta 36 4 13.5 .442 .000 .522 2.8 .6 .5 .7 2.7
2015–16 Philadelphia 17 1 13.2 .431 .000 .889 3.7 1.1 .5 .5 4.1
Carreira 1.058 868 31.4 .489 .078 .727 8.1 1.9 .8 1.6 14.8
All-Star 2 0 18.0 .563 .000 .000 8.5 .5 .5 .5 9.0

Playoffs[editar | editar código-fonte]

Ano Equipe PJ PT MPJ AP 3P LL RT AS BR TO PPJ
2006 L.A. Clippers 12 12 43.1 .551 .000 .750 10.3 4.0 .9 2.6 25.4
2011 Philadelphia 5 5 37.0 .548 .000 .769 8.4 .6 .4 1.2 15.6
2012 Philadelphia 13 13 27.4 .465 .000 .625 4.8 .5 .8 1.5 8.6
2014 Atlanta 7 0 11.6 .167 .000 .800 3.3 .9 .1 .9 1.1
2015 Atlanta 3 0 1.3 .000 .000 .500 .3 .0 .0 .0 .3
Carreira 40 30 24.0 .346 .000 .688 5.4 1.2 .4 1.2 10.2

Fonte:[38]

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Brand começou a Elton Brand Foundation na primavera de 2000. Sua fundação é uma organização que fornece suporte a causas nobres em Chicago, Illinois; Peekskill, Nova York; e Durham, Carolina do Norte.

No verão de 2006, Elton se casou com sua namorada de longa data (e colega estudante de Duke) Shahara Simmons na Carolina do Norte. Brand também jogou pela Seleção Americana no Copa América de 2003 e no Campeonato Mundial de 2006 quando teve médias de 8,9 pontos e 3,3 rebotes.

Brand é membro fundador e presidente da Gibraltar Films,[39] uma empresa que investe em aquisição, produção e distribuição de filmes. O primeiro projeto da Gibraltar Films foi a produção de um filme de prisioneiros de guerra da era do Vietnã, Rescue Dawn, dirigido por Werner Herzog. Brand compareceu à estreia do filme no Festival Internacional de Cinema de Toronto.

Referências

  1. «76ers name Morey team president; extend Brand». ESPN.com (em inglês). 2 de novembro de 2020. Consultado em 18 de março de 2021 
  2. «Duke vs. Connecticut Box Score, March 29, 1999». College Basketball at Sports-Reference.com (em inglês). Consultado em 18 de março de 2021 
  3. «1999 NBA Draft». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 18 de março de 2021 
  4. «Bull, Rocket Win Rookie Award». www.cbsnews.com (em inglês). Consultado em 18 de março de 2021 
  5. «Elton Brand 2000-01 Game Log». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 18 de março de 2021 
  6. «USATODAY.com - Bulls trade Brand to Clippers». usatoday30.usatoday.com. Consultado em 18 de março de 2021 
  7. «Elton Brand: 2006 NBA All Star». Los Angeles Clippers (em inglês). Consultado em 18 de março de 2021 
  8. «ESPN.com: NBA - Heat willing to pay $84.2M for Brand name». static.espn.go.com. Consultado em 18 de março de 2021 
  9. «ESPN.com: NBA - Clippers match Heat's offer, keep Brand». static.espn.go.com. Consultado em 18 de março de 2021 
  10. Facebook; Twitter; options, Show more sharing; Facebook; Twitter; LinkedIn; Email; URLCopied!, Copy Link; Print (15 de julho de 2003). «Clippers Face Tough Choices». Los Angeles Times (em inglês). Consultado em 18 de março de 2021 
  11. Facebook; Twitter; options, Show more sharing; Facebook; Twitter; LinkedIn; Email; URLCopied!, Copy Link; Print (17 de julho de 2003). «Sterling Set Himself Up for This One». Los Angeles Times (em inglês). Consultado em 18 de março de 2021 
  12. «NBA.com - Suns' Steve Nash Wins Second Consecutive MVP Award». web.archive.org. 16 de março de 2017. Consultado em 18 de março de 2021 
  13. «NBA.com - L.A. Clippers' Elton Brand Wins NBA Sportsmanship Award». web.archive.org. 10 de julho de 2010. Consultado em 18 de março de 2021 
  14. «Brand opting out but hopes to stay with Clippers». ESPN.com (em inglês). 1 de julho de 2008. Consultado em 18 de março de 2021 
  15. «76ers Sign Two-time NBA All-star Elton Brand». Philadelphia 76ers (em inglês). Consultado em 18 de março de 2021 
  16. «Sources: Brand tells Sixers he'll take their offer». ESPN.com (em inglês). 8 de julho de 2008. Consultado em 18 de março de 2021 
  17. «76ers waive Elton Brand, agree with Nick Young – USATODAY.com». web.archive.org. 7 de julho de 2012. Consultado em 18 de março de 2021 
  18. «Mavericks claim Brand with winning waiver bid». ESPN.com (em inglês). 13 de julho de 2012. Consultado em 18 de março de 2021 
  19. «Elton Brand 2012-13 Game Log». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 18 de março de 2021 
  20. «Hawks Sign Forward/Center Elton Brand». Atlanta Hawks (em inglês). Consultado em 18 de março de 2021 
  21. «Hawks Re-Sign Elton Brand». Atlanta Hawks (em inglês). Consultado em 18 de março de 2021 
  22. O'Donnell, Ricky (11 de agosto de 2015). «Elton Brand announces retirement». SBNation.com (em inglês). Consultado em 18 de março de 2021 
  23. «Sixers Sign Forward Elton Brand». Philadelphia 76ers (em inglês). Consultado em 18 de março de 2021 
  24. «Phoenix Suns vs Philadelphia 76ers - January 26, 2016 - Game Preview, Play by Play, Scores and Recap on NBA.com». web.archive.org. 8 de abril de 2016. Consultado em 18 de março de 2021 
  25. «Miami Heat vs Philadelphia 76ers - March 4, 2016 - Game Preview, Play by Play, Scores and Recap on NBA.com». web.archive.org. 5 de março de 2016. Consultado em 18 de março de 2021 
  26. «Detroit Pistons vs Philadelphia 76ers - March 12, 2016 - Game Preview, Play by Play, Scores and Recap on NBA.com». web.archive.org. 15 de março de 2016. Consultado em 18 de março de 2021 
  27. «Philadelphia 76ers vs Golden State Warriors - March 27, 2016 - Game Preview, Play by Play, Scores and Recap on NBA.com». web.archive.org. 2 de setembro de 2016. Consultado em 18 de março de 2021 
  28. «Charlotte Hornets vs Philadelphia 76ers - March 29, 2016 - Game Preview, Play by Play, Scores and Recap on NBA.com». web.archive.org. 31 de março de 2016. Consultado em 18 de março de 2021 
  29. «NBA & ABA Career Leaders and Records for Total Rebounds | Basketball-Reference.com». web.archive.org. 31 de março de 2016. Consultado em 18 de março de 2021 
  30. «Sixers Sign Elton Brand». Philadelphia 76ers (em inglês). Consultado em 18 de março de 2021 
  31. «NBA's link to 1990s continues to fade with Elton Brand's retirement». www.nba.com (em inglês). Consultado em 18 de março de 2021 
  32. Pompey, Keith. «Sixers' Elton Brand retires after 17 seasons». https://www.inquirer.com (em inglês). Consultado em 18 de março de 2021 
  33. «Brand to be Named Player Development Consultant». Philadelphia 76ers (em inglês). Consultado em 18 de março de 2021 
  34. «Sixers name Elton Brand as player development consultant». RSN (em inglês). Consultado em 18 de março de 2021 
  35. «Former All-Star Elton Brand now GM of Sixers' G-League team». ProBasketballTalk | NBC Sports (em inglês). 28 de agosto de 2017. Consultado em 18 de março de 2021 
  36. «Elton Brand Named General Manager». Philadelphia 76ers (em inglês). Consultado em 18 de março de 2021 
  37. «Elton Brand agrees to contract extension; Daryl Morey signs deal to join Sixers». sports.yahoo.com (em inglês). Consultado em 18 de março de 2021 
  38. «Elton Brand Stats». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 18 de março de 2021 
  39. «Sports Business Journal». www.sportsbusinessjournal.com. Consultado em 18 de março de 2021