Ben Simmons

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Ben Simmons
Ben Simmons.jpg
Simmons jogando nos 76ers em 2018
Informações pessoais
Nome completo Benjamin David Simmons
Data de nasc. 20 de julho de 1996 (23 anos)
Local de nasc. Melbourne, Victoria,  Austrália
Altura 2,08 m (6 ft 10 in)
Peso 109 kg (240 lb)
Apelido "Fresh Prince"
Informações no clube
Clube atual Estados Unidos Philadelphia 76ers
Número 25
Posição Armador, Ala, Ala-pivô
Clubes de juventude
2015–2016 Estados Unidos LSU Tigers
Clubes profissionais
Ano Clubes Partidas (pontos)
2016–Presente Estados Unidos Philadelphia 76ers 182 (2.946)
Medalhas
Competidor da  Austrália
Campeonato Oceânico de Basquetebol Masculino
Ouro Australia/Nova Zelândia 2013 Equipe
Campeonato Mundial de Basquetebol Sub-17
Ouro Lituânia 2012 Equipe

Benjamin "Ben" David Simmons (Melbourne, 20 de julho de 1996) é um basquetebolista profissional australiano que atualmente defende a equipe do Philadelphia 76ers na National Basketball Association (NBA).[1] Ele é considerado capaz de atuar nas cinco posições, mas, sua principal é armador.

O australiano passou apenas uma temporada na Universidade do Estado da Luisiana antes de ser escolhido como número um no Draft de 2016.

Primeiros anos[editar | editar código-fonte]

Simmons nasceu no subúrbio de Melbourne, filho do americano Dave Simmons da australiana Julie.[2][3] Quando seus pais se conheceram em 1991, Julie era uma mãe solteira divorciada com quatro filhos - Melissa, Emily, Liam e Sean. Depois de se casar com Simmons em 1994, ela teve mais dois filhos, Olivia e Ben. Seu pai jogou basquete universitário na Universidade de Oklahoma antes de se tornar profissional e jogar no Melbourne Tigers na National Basketball League em 1989, mais tarde, ele se tornar um cidadão naturalizado.[4]

Simmons foi criado em Newcastle a partir dos 18 meses de idade, enquanto seu pai jogava na cidade. Ele começou a jogar basquete aos sete anos de idade, no time sub-12 do Newcastle Hunters, e jogou mais dois anos pelo Lake Macquarie.[5] Enquanto estava em Newcastle, ele também jogou rugby por Western Suburbs e South Newcastle na Newcastle Rugby League, uma liga de rugby local.[6][7]

Aos 10 anos, Simmons retornou a Melbourne e começou a jogar basquete no Knox Raiders.[8] Juntamente com o basquete, ele também jogava futebol australiano no Beverley Hills Junior Football Club e ganhou uma série de prêmios na Yarra Junior Football League.[9] No 7º ano, enquanto frequentava o Whitefriars College, Simmons foi nomeado MVP depois de ajudar a equipe a vencer o campeonato nacional.[10]

Quando adolescente, Simmons estava dividido entre seus dois amores: o basquete e o futebol australiano,[11] mas acabou decidindo se concentrar no basquete.[12][13][14] Simmons afirma continuar torcendo pelo Essendon Bombers na Australian Football League e descreve o esporte como "um jogo incrível".[15]

No ano seguinte, aos 15 anos, ele jogou basquete na Box Hill Senior Secondary College no Campeonato de Escolas Australianas de 2011, antes de aceitar uma bolsa de estudos no Instituto Australiano de Esporte em 2012.[16] Mais tarde naquele ano, Simmons fez sua primeira aparição nos Estados Unidos no renomado Pangos All-American Camp.[17][18] Apesar de ter apenas 15 anos de idade, ele foi escolhido para representar a Austrália no Campeonato Mundial de Basquetebol Sub-17 de ​​2012, onde ajudou sua equipe a ganhar a medalha de prata. A melhor partida de Simmons foi contra a República Checa onde ele fez 26 pontos, 10 rebotes e 5 roubos de bola.

Carreira no ensino médio[editar | editar código-fonte]

Primeiro ano[editar | editar código-fonte]

Em janeiro de 2013, Simmons mudou-se para os EUA para competir contra garotos de tamanho e capacidade atlética comparáveis. Ele freqüentou a Montverde Academy em Montverde, Flórida.

Em abril de 2013, ele ajudou Montverde a se recuperar de um déficit de 16 pontos para bater St. Benedict por 67-65 na final do High School National Tournament.

Depois de competir no Jordan Brand Classic International Game,[19] ele retornou a Melbourne, onde se juntou ao Bulleen Boomers para jogar o campeonato amador Bulleen Boomers em junho de 2013.[20] Ele jogou seis partidas pelo Bulleen, tendo médias de 12,3 pontos, 8,5 rebotes, 2,5 assistências, 1,3 roubadas de bola e 2,3 blocos por jogo.[21]

Segundo ano[editar | editar código-fonte]

Simmons retornou à Academia Montverde para sua segunda temporada em 2013–14. Na temporada, Simmons teve médias de 18,5 pontos, 9,8 rebotes e 2,7 assistências por jogo, além de 88 bloqueios.

Montverde terminou a temporada com um recorde de 28-0, fechando com uma vitória por 71-62 sobre a Oak Hill Academy no High School National Tournament no Madison Square Garden. Simmons teve 24 pontos e 12 rebotes e recebeu o prêmio de MVP.[22][23]

Após a temporada, ele foi nomeado o melhor jogador colegial da América do Norte.[24]

Último ano[editar | editar código-fonte]

Simmons no McDonald's All-American Game de 2015

Em 12 de novembro de 2014, Simmons assinou uma Carta Nacional de Intenções para jogar basquete universitário na Universidade do Estado da Luisiana (LSU).[25]

Em 28 de janeiro de 2015, Simmons foi nomeado titular da equipe do Leste no 38º jogo anual da McDonald's All-American.[26][27] Em 10 de março de 2015, ele foi nomeado o vencedor do Prêmio Morgan Wootten, concedido anualmente ao jogador do McDonald's All-American que exemplifica um caráter excepcional, exibe liderança e incorpora os valores de ser um atleta-aluno na sala de aula e na comunidade. Ao fazê-lo, ele se tornou apenas o segundo jogador de uma escola secundária da Flórida a ganhar o prêmio (Austin Rivers em 2011 foi o primeiro).[28] Ele foi nomeado o Melhor Jogador do Ano da Naismith em 12 de março[29] e o Gatorade Jogador Nacional do Ano em 24 de março depois de liderar os Eagles para um recorde de 28-1 e um lugar no High School National Tournament pelo terceiro ano consecutivo.[30]

Em 29 jogos da temporada regular, ele teve média de 28,0 pontos, 11,9 rebotes, 4,0 assistências e 2,6 roubos de bola por jogo, tendo registrado 24 duplos-duplos.

Simmons em um treinamento para o McDonald's All-American

Simmons levou Montverde ao terceiro título consecutivo do High School National Tournament com uma vitória por 70-61 sobre a Oak Hill Academy em 4 de abril no Madison Square Garden. Ele novamente ganhou o prêmio de MVP depois de fazer 58 pontos e 35 rebotes ao longo do torneio de três dias.[31][32] Em seguida, ele competiu no Nike Hoop Summit de 2015 jogando no Time Mundo em 11 de abril, ele marcou 13 pontos em uma vitória de 103-101 sobre a equipe dos EUA.

Considerado um recruta de cinco estrelas pela ESPN.com, Simmons foi listado como o melhor jogador do pais em 2015.[33]

Carreira universitária[editar | editar código-fonte]

No seu primeiro ano de faculdade, Simmons começou sua carreira em uma turnê de quatro paradas na Austrália. Aproveitando a oportunidade para mostrar aos seus companheiros de equipe onde tudo começou para ele,[34] Simmons fez sua estréia pela LSU em 15 de agosto em uma vitória por 89-75 sobre o Newcastle All-Stars. Os Tigers completaram sua turnê australiana de cinco jogos com um recorde de 3-2, e ao longo dos cinco jogos, Simmons teve uma média de 20 pontos e nove rebotes por jogo para liderar a equipe em todas as principais categorias estatísticas.[35]

Em 13 de novembro de 2015, Simmons fez sua estréia universitária na abertura da temporada da LSU, gravando um duplo-duplo com 11 pontos e 13 rebotes em uma vitória sobre McNeese State.[36] Ele ajudou LSU a começar a temporada com um recorde de 3-0, antes de registrar 21 pontos, 20 rebotes, 7 assistências e 2 roubos de bola em uma derrota para Marquette em 23 de novembro.

Em 2 de dezembro, ele ajudou LSU a quebrar uma série de três derrotas, registrando 43 pontos, 14 rebotes, 7 assistências, 5 roubadas de bola e 3 bloqueios em uma vitória por 119-108 sobre Universidade do Norte da Flórida. Seus 43 pontos foram a maior marca desde que Shaquille O'Neal fez 43 pontos contra Universidade do Norte do Arizona em 28 de dezembro de 1991. Depois de registrar 14 pontos e 10 rebotes em uma vitória sobre Kentucky em 5 de janeiro de 2016, Simmons foi chamado de "melhor Jogador desde LeBron James" por Magic Johnson.[37] Em 11 de fevereiro, ele foi nomeado para a lista de observação do Troféu Naismith.

Após a conclusão da temporada regular, Simmons foi nomeado para a Primeira-Equipe da Southeastern Conference e o Calouro do Ano em votação dos Treinadores da SEC.[38]

A temporada regular da equipe foi em grande parte considerada uma decepção.[39] LSU terminou a temporada regular com um recorde de 18-13, incluindo 11-7 na SEC.

No Torneio da SEC de 2016, Simmons ajudou LSU a derrotar Tennessee nas quartas-de-final para passar para as semifinais, onde enfrentou Texas A&M. LSU se retirou do torneio com uma desmoralizante derrota por 71-38. Simmons não conseguiu levar a equipe para um lugar no Torneio da NCAA.[40]

Simmons completou a temporada tendo jogado em 33 jogos. Ele liderou a equipe em todas as principais categorias estatísticas terminando com médias de 19,2 pontos, 11,8 rebotes, 4,8 assistências, 2,0 roubos de bola e 0,8 bloqueios em 34,9 minutos por jogo. Na SEC, ele ficou em quarto lugar em pontos, primeiro em rebotes, quinto em assistências e segundo em roubadas de bola.[41]

Em 21 de março de 2016, Simmons se declarou para o Draft da NBA de 2016, renunciando aos seus últimos três anos de elegibilidade para a faculdade.[42] Ele também assinou com a agência esportiva norte-americana Klutch Sports, que é de propriedade de Rich Paul.[43][44]

Carreira profissional[editar | editar código-fonte]

Philadelphia 76ers (2016 – Presente)[editar | editar código-fonte]

Lesão (2016–17)[editar | editar código-fonte]

Na semana que antecedeu o Draft de 2016, a atitude e o caráter de Simmons foram questionados por vários analistas da NBA. O treinador do Philadelphia 76ers, Brett Brown, ex-técnico da seleção australiana e amigo da família Simmons, repudiou as alegações feitas e se contentou com o comportamento pré-draft de Simmons.[45]

No dia 23 de junho, ele foi selecionado por Brown e pelos 76ers com a primeira escolha geral no draft, tornando-se a terceira escolha vindo de Melbourne em 11 anos (Andrew Bogut em 2005 e Kyrie Irving em 2011).[46] Ele também foi o primeiro jogador universitário na era moderna a ser selecionado como a primeira escolha geral, apesar de nunca ter jogado no Torneio da NCAA.[47]

Em 3 de julho de 2016, Simmons assinou seu contrato com os 76ers e ingressou na equipe para a Summer League de 2016.[48][49] Simmons foi elogiado por sua consciência e capacidade de passe. Ele foi nomeado para a Primeira-Equipe da Summer League de Las Vegas tendo médias de 10,8 pontos, 7,7 rebotes e 5,5 assistências por jogo.[50]

Em 30 de setembro de 2016, Simmons machucou o tornozelo direito durante um treinamento. Depois de fazer um raio-X e uma ressonância magnética do pé e do tornozelo, foi determinado que Simmons havia sofrido uma fratura do quinto metatarso do pé direito e foi estimado que ficasse de fora de três a quatro meses.[51][52] No entanto, em 24 de fevereiro de 2017, ele foi descartado para toda a temporada de 2016-17, depois de testes terem revelado que seu pé direito não estava totalmente curado.[53][54]

Temporada de estreia (2017–18)[editar | editar código-fonte]

Simmons com o companheiro de equipe Joel Embiid em 2018.

Alguns especialistas duvidaram de sua força, aptidão e habilidade após uma temporada inteira lesionado.[55] Em sua estréia na NBA em 18 de outubro de 2017, Simmons teve 18 pontos e 10 rebotes em uma derrota por 120-115 na abertura da temporada para o Washington Wizards.[56]

Em seu terceiro jogo, em 21 de outubro, Simmons registrou 18 pontos, 10 rebotes e oito assistências em uma derrota por 128-94 para o Toronto Raptors, unindo-se a Oscar Robertson como os únicos jogadores a ter mais de 10 pontos, 10 rebotes e 5 assistências em seus três primeiros jogos da NBA.[57] Em seu quarto jogo, em 23 de outubro, ele teve seu primeiro triplo-duplo da carreira com 21 pontos, 12 rebotes e 10 assistências na vitória por 97-86 sobre o Detroit Pistons, tornando-se o terceiro novato depois de Robertson (1960) e Art Williams (1967) a ter um triplo-duplo em seus primeiros quatro jogos.[58] Ele passou a se tornar o único jogador na história da NBA a começar uma temporada com pelo menos 170 pontos, 100 rebotes e 80 assistências nos primeiros 10 jogos de sua equipe.[59]

Em 29 de novembro, ele teve 31 pontos e 18 rebotes na vitória por 118-113 sobre os Wizards. Em 22 de fevereiro, ele marcou 32 pontos quando os 76ers venceram o Chicago Bulls por 116-115.

Em 15 de março contra o New York Knicks, Simmons teve seu segundo triplo-duplo seguido e se juntou a Robertson e Magic Johnson como o terceiro novato na história da NBA a alcançar 1.000 pontos, 500 rebotes e 500 assistências.[60] Seu triplo-duplo contra os Knicks foi seu oitavo da temporada, entrando assim em segundo lugar na lista de mais triplo-duplos como um novato perdendo apenas para Robertson (26).[61] Em 19 de março contra o Charlotte Hornets, Simmons registrou 11 pontos, 12 rebotes e 15 assistências e se tornou o terceiro novato a ter 0 turnovers em um jogo de triplo-duplo.[62] Em 24 de março, ele registrou seu 10º triplo-duplo da temporada com 15 pontos, 12 rebotes e 13 assistências na vitória por 120-108 sobre o Minnesota Timberwolves. No dia 26 de março, ele fez 11 assistências em uma vitória por 123-104 sobre o Denver Nuggets, superando Allen Iverson (567), estabelecendo o recorde do time para assistências como novato.[63]

Em 6 de abril, ele fez 27 pontos, 15 rebotes e 13 assistências na vitória por 132-130 sobre o Cleveland Cavaliers, levando o time à sua 13ª vitória consecutiva. Ele foi subsequentemente nomeado Jogador da Semana da Conferência Leste para os jogos disputados de 2 de abril a 8 de abril.[64]

No penúltimo jogo dos 76ers na temporada regular em 10 de abril, eles estabeleceram um recorde da franquia com sua 15ª vitória consecutiva após uma vitória por 121-113 sobre o Atlanta Hawks, com Simmons registrando 13 pontos, 10 rebotes e seis assistências. Os 76ers terminaram a temporada regular com 16 vitórias consecutivas e a terceira melhor colocada na Conferência Leste. Seu recorde de 52-30 marcou a melhor marca desde 2001, quando fizeram 56-26.[65] Na conclusão da temporada regular, Simmons foi eleito o Novato da Conferência Leste do Mês para os jogos disputados em março e abril, recebendo o prêmio pelo terceiro mês consecutivo e pela quarta vez no geral.[66]

Em sua estréia nos playoffs, no primeiro jogo da primeira rodada dos 76ers contra o Miami Heat, Simmons fez 17 pontos, 14 assistências e nove rebotes na vitória por 130-103.[67] No Jogo 4, Simmons ajudou os 76ers a liderar a série por 3-1 com 17 pontos, 13 rebotes e 10 assistências em uma vitória de 106-102. Ele se tornou o primeiro novato desde Magic Johnson em 1980 a ter um triplo-duplo nos playoff, e se tornou o quinto novato com um triplo-duplo nos playoffs, juntando-se a Johnson, Kareem Abdul-Jabbar, Jerry Lucas e Tom Gola.[68] Simmons ajudou os 76ers a passar para a segunda rodada dos playoffs registrando 14 pontos e 10 rebotes na vitória por 104-91 no Jogo 5.[69]

Os 76ers perderam em cinco jogos para o Boston Celtics na segunda rodada, com Simmons registrando 18 pontos, oito rebotes e seis assistências em uma derrota de 114-112 no Jogo 5.[70]

No final da temporada, Simmons foi o vencedor do NBA Rookie of the Year e foi eleito para a Primeira-Equipe do NBA All-Rookie.[71][72]

Primeira seleção All-Star (2018-19)[editar | editar código-fonte]

Em setembro de 2018, Simmons anunciou que durante o período de entressafra ele começou a trabalhar para melhorar seu arremesso com seu irmão Liam Tribe-Simmons, ex-assistente técnico da Universidade da Califórnia, e que iria continuar pelo restante da temporada.[73][74]

Na abertura da temporada em 16 de outubro de 2018, Simmons registrou 19 pontos, 15 rebotes e oito assistências em uma derrota por 105-87 para o Boston Celtics. Dois dias depois, ele teve um triplo-duplo com 13 pontos, 13 rebotes e 11 assistências em uma vitória por 127-108 sobre o Chicago Bulls. Em 5 de janeiro, ele registrou seu sexto triplo-duplo da temporada com 20 pontos, 14 rebotes e 11 assistências na vitória por 106-100 sobre o Dallas Mavericks. Em 11 de janeiro, ele fez 23 pontos, 15 assistências e 10 rebotes na derrota por 123-121 para o Atlanta Hawks. Dois dias depois, ele fez 20 pontos, 22 rebotes e nove assistências na vitória por 108-105 sobre o New York Knicks.

Em 15 de janeiro, com 20 pontos, 11 rebotes e 9 assistências contra o Minnesota Timberwolves, Simmons se tornou o segundo jogador mais rápido na história da NBA a atingir 2.000 pontos, 1.000 rebotes e 1.000 assistências, perdendo apenas para Oscar Robertson.[75] Simmons alcançou este marca em 125 jogos, que são 9 jogos mais rápidos que Magic Johnson e 33 jogos mais rápidos que LeBron James.

Em 31 de janeiro, ele recebeu sua primeira seleção para o All-Star Game como reserva da Conferência Leste, tornando-se o primeiro australiano a receber a honra.[76][77]

Em 28 de fevereiro, ele registrou seu nono triplo-duplo da temporada com 11 pontos, 13 rebotes e 11 assistências na vitória por 108-104 sobre o Oklahoma City Thunder. Dois dias depois, ele teve 25 pontos, 15 rebotes e 11 assistências em uma derrota por 120-117 para o Golden State Warriors.

No segundo jogo da primeira rodada dos playoffs contra o Brooklyn Nets, Simmons teve seu segundo triplo-double na pós-temporada com 18 pontos, 12 assistências e 10 rebotes para levar Philadelphia à vitória por 145-123.[78] No terceiro jogo da série, Simmons marcou 31 pontos em uma vitória por 131-115 sobre o Nets.[79]

Carreira na seleção[editar | editar código-fonte]

Simmons representou a Seleção Australiana no Campeonato Mundial de Basquetebol Sub-17 ​​em 2012 aos 15 anos e ajudou a equipe a chegar à final, onde foram derrotados pelos Estados Unidos. Um ano depois, Simmons fez sua estreia na equipe sênior no Campeonato da Oceania de Basquete Masculino de 2013 ​​contra a Nova Zelândia. Ele subsequentemente marcou quatro pontos totais na série de dois jogos e foi uma parte da equipe australiana ganhadora de medalha de ouro.[80]

Em julho de 2014, Simmons foi adicionado ao plantel para a Campeonato Mundial de Basquetebol Masculino de 2014.[81] No entanto, ele foi mais tarde retirado do plantel, já que não chegou à lista final de 12 homens.[82] Em agosto de 2015, Simmons sinalizou sua intenção de representar a Austrália nas Jogos Olímpicos de Verão de 2016 e disse que ele estava com o objetivo de ganhar uma medalha.[83] No entanto, em abril de 2016, Simmons decidiu não participar a fim de se concentrar na preparação para sua temporada de estreia na NBA.[84]

Em outubro de 2017, Simmons deixou claro suas intenções de representar a Austrália nas Jogos Olímpicos de Verão de 2020 em Tóquio.[85] Em 15 de maio de 2019, Simmons confirmou que representaria a Austrália na Campeonato Mundial de Basquetebol Masculino de 2019 e em jogos de exibição contra o Canadá e os Estados Unidos.[86]

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

No verão de 2018, o irmão de Simmons, Liam, renunciou ao cargo de assistente técnico na Universidade da Califórnia para trabalhar com Simmons na melhoria de seu arremesso.[87][88][89][90][91]

Sua irmã Emily, ex-integrante da equipe feminina de remo da Universidade Estadual de Washington, que trabalha para a Klutch Sports desde 2014, é a esposa do jogador da NFL, Michael Bush. Seu padrinho, David Patrick, foi assistente técnico da LSU e fez parte de sua única temporada lá.

Em novembro de 2016, Simmons participou do documentário "One & Done", da Showtime, proporcionando uma visão de seu tempo como universitário, além de explorar os pensamentos dele e de sua família.[92]

Simmons foi romanticamente ligado a Tinashe e Kendall Jenner.[93]

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

LEGENDA
 PJ  Partidas jogadas  PI  Partidas iniciadas  MPJ  Minutos por jogo  AP  Arremessos de quadra (%)
 3P  Arremessos de 3 pontos (%)  LL  Lances-livre (%)  RT  Rebotes por jogo  AS  Assistências por jogo
 BR  Roubos de bola por jogo  TO  Tocos por jogo  PPJ  Pontos por jogo  Negrito  Melhor da carreira

NBA[editar | editar código-fonte]

Temporada regular[editar | editar código-fonte]

Ano Time PJ MPJ AP 3P LL RT AS BR TO PPJ
2017–18 Philadelphia 81 33.7 .545 .000 .560 8.1 8.2 1.7 .9 15.8
2018–19 Philadelphia 79 34.2 .563 .000 .600 8.8 7.7 1.4 .8 16.9
All-Star 1 16.0 1.000 .000 .000 6.0 7.0 2.0 .0 10.0
Carreira 160 34.0 .554 .000 .583 8.5 7.9 1.6 .8 16.4

Playoffs[editar | editar código-fonte]

Ano Time PJ MPJ AP 3P LL RT AS BR TO PPJ
2018 Philadelphia 10 36.9 .488 .000 .707 9.4 7.7 1.7 .8 16.3
2019 Philadelphia 12 35.1 .621 .575 7.1 6.0 1.3 1.0 13.9
Carreira 22 35.9 .552 .000 .653 8.1 6.8 1.5 .9 15.0

Universidades[editar | editar código-fonte]

Ano Time PJ MPJ AP 3P LL RT AS BR TO PPJ
2015–16 LSU 33 34.9 .560 .333 .670 11.8 4.8 2.0 .8 19.2

Fonte:[94]

Prêmios e homenagens[editar | editar código-fonte]

  • NBA All-Star (2019)
  • NBA Rookie of the Year (2018)
  • NBA All-Rookie First Team (2018)
  • Primeira-Equipe All-American (2016)
  • Novato Nacional do Ano pela USBWA (2016)
  • Primeira-Equipe All-SEC (2016)
  • Novato do Ano da SEC (2016)
  • Mr. Basketball USA (2015)
  • Jogador Nacional do Ano Gatorade (2015)
  • McDonald's All-American (2015)
  • Primeira-Equipe Parade All-American (2015)

Referências

  1. «Official NBA bio of Ben Simmons». NBA.com (em inglês). Consultado em 26 de julho de 2019 
  2. «Paths Cross As Careers Take Off». web.archive.org. 4 de março de 2015. Consultado em 26 de julho de 2019 
  3. «From The Mag: From Melbourne to Baton Rouge, Ben Simmons has arrived». ESPN.com (em inglês). 4 de novembro de 2015. Consultado em 26 de julho de 2019 
  4. «LSU's versatile Ben Simmons has a natural position: Star». USA TODAY (em inglês). Consultado em 26 de julho de 2019 
  5. KEEBLE, BRETT (29 de outubro de 2013). «Boomers boss sees something special in Simmons». Newcastle Herald (em inglês). Consultado em 26 de julho de 2019 
  6. KEEBLE, BRETT (15 de outubro de 2013). «Basketballer Ben Simmons high hopes for NBA: video». Newcastle Herald (em inglês). Consultado em 26 de julho de 2019 
  7. «Dailytelegraph.com.au | Subscribe to The Daily Telegraph for exclusive stories». www.dailytelegraph.com.au. Consultado em 26 de julho de 2019 
  8. «Ben Simmons - Player Statistics». SportsTG (em inglês). Consultado em 26 de julho de 2019 
  9. «The secret behind Ben Simmons' dominance». ESPN.com (em inglês). 15 de dezembro de 2017. Consultado em 26 de julho de 2019 
  10. «Whitefriars Catholic College For Boys | Melbourne, Australia – Ben Simmons Visit». www.whitefriars.vic.edu.au. Consultado em 26 de julho de 2019 
  11. «Front and Centre: How the AFL lost Ben Simmons». ESPN.com (em inglês). 25 de maio de 2016. Consultado em 26 de julho de 2019 
  12. Sygall, David (15 de agosto de 2015). «The hype around Louisiana State University star Ben Simmons is warranted, but it's a long way to the top if you want to pick and roll». The Sydney Morning Herald (em inglês). Consultado em 26 de julho de 2019 
  13. «LSU signee Ben Simmons as good as advertised». Aussie Hoopla (em inglês). 11 de janeiro de 2015. Consultado em 26 de julho de 2019 
  14. «Long Way Home». SLAM (em inglês). 26 de julho de 2014. Consultado em 26 de julho de 2019 
  15. «NBA or AFL? Aussie star reveals tough choice». afl.com.au. Consultado em 26 de julho de 2019 
  16. «This son of a gun has a very big future». www.heraldsun.com.au (em inglês). 24 de novembro de 2011. Consultado em 26 de julho de 2019 
  17. «LSU recruit Ben Simmons could be the next ambassador of Australian basketball». SI.com (em inglês). Consultado em 26 de julho de 2019 
  18. «Nation's top junior Ben Simmons succeeds with versatility - MaxPreps». MaxPreps.com (em inglês). 30 de abril de 2014. Consultado em 26 de julho de 2019 
  19. «2013 Jordan Brand Classic: International Prospects | NBADraft.net». www.nbadraft.net. Consultado em 26 de julho de 2019 
  20. «Big V Round 12 - Mens Teams on a Roll - Bulleen-Templestowe Basketball Club». SportsTG (em inglês). Consultado em 26 de julho de 2019 
  21. «Benjamin Simmons - Player Statistics». SportsTG (em inglês). Consultado em 26 de julho de 2019 
  22. «Men's Basketball Signs Nation's No. 1 Player». LSUsports.net (em inglês). Consultado em 26 de julho de 2019 
  23. «Just no place like home». www.heraldsun.com.au (em inglês). 17 de junho de 2014. Consultado em 26 de julho de 2019 
  24. KEEBLE, BRETT (30 de junho de 2014). «Basketball junior Ben Simmons has world at his big feet». Newcastle Herald (em inglês). Consultado em 26 de julho de 2019 
  25. «Men's Basketball Signs Nation's No. 1 Player». LSUsports.net (em inglês). Consultado em 26 de julho de 2019 
  26. «McDonald's All American rosters unveiled». ESPN.com (em inglês). 28 de janeiro de 2015. Consultado em 26 de julho de 2019 
  27. Adaimy, Roje (29 de janeiro de 2015). «All-American honour for Australian Boomers young gun Ben Simmons». The Sydney Morning Herald (em inglês). Consultado em 26 de julho de 2019 
  28. «No. 1 hoops recruit Simmons wins Wootten». ESPN.com (em inglês). 10 de março de 2015. Consultado em 26 de julho de 2019 
  29. «LSU commit Simmons named player of year». ESPN.com (em inglês). 12 de março de 2015. Consultado em 26 de julho de 2019 
  30. «VIDEO: Ben Simmons wins Gatorade National Boys Basketball Player of the Year». USA TODAY High School Sports (em inglês). 24 de março de 2015. Consultado em 26 de julho de 2019 
  31. «Montverde Academy wins third straight national title - ESPN Video». web.archive.org. 12 de abril de 2015. Consultado em 26 de julho de 2019 
  32. «Simmons' 3rd US school basketball title». SBS News (em inglês). Consultado em 26 de julho de 2019 
  33. «Ben Simmons - Basketball Recruiting - Player Profiles - ESPN». ESPN.com. Consultado em 26 de julho de 2019 
  34. «Ben Simmons LSU Australian tour, meeting Mike the Tiger, college basketball adjustment, video». Fox Sports (em inglês). 17 de agosto de 2015. Consultado em 26 de julho de 2019 
  35. «Basketball Tour Ends as Melbourne Turns Tables». LSUsports.net (em inglês). Consultado em 26 de julho de 2019 
  36. «Freshmen Pace Basketball Past McNeese, 81-70». LSUsports.net (em inglês). Consultado em 26 de julho de 2019 
  37. «Ben Simmons the best all-round player since Lebron: Magic Johnson». ABC News (em inglês). 6 de janeiro de 2016. Consultado em 26 de julho de 2019 
  38. «Blakeney, Simmons Named to All-SEC Teams». LSUsports.net (em inglês). Consultado em 26 de julho de 2019 
  39. «Ben Simmons' LSU legacy diminished by his team's underachievement». sports.yahoo.com (em inglês). Consultado em 26 de julho de 2019 
  40. Franchuk, Jason. «What Went Wrong for Ben Simmons, LSU After NCAA Tourney Hopes End?». Bleacher Report (em inglês). Consultado em 26 de julho de 2019 
  41. «LSU - Season Statistics». www.lsusports.net. Consultado em 26 de julho de 2019 
  42. «LSU star freshman Simmons will enter NBA draft». ESPN.com (em inglês). 21 de março de 2016. Consultado em 26 de julho de 2019 
  43. Mitchell, Peter (14 de março de 2016). «Ben Simmons set to cash in with LeBron James' agency before NBA debut». The Sydney Morning Herald (em inglês). Consultado em 26 de julho de 2019 
  44. «Ben Simmons signs with Klutch Sports Group: What comes next after linking with NBA super-agent». Fox Sports (em inglês). 24 de março de 2016. Consultado em 26 de julho de 2019 
  45. «Report: 76ers settle on No. 1 pick». NewsComAu. 21 de junho de 2016. Consultado em 26 de julho de 2019 
  46. «#PHILAfirst: Sixers Select Simmons». Philadelphia 76ers (em inglês). Consultado em 26 de julho de 2019 
  47. «One and none: The paradoxical legacy of freshman Ben Simmons' LSU career». CBSSports.com (em inglês). Consultado em 26 de julho de 2019 
  48. «Sixers Announce Team Has Signed 2016 Draft Picks Ben Simmons and Timothe Luwawu-Cabarrot». Philadelphia 76ers (em inglês). Consultado em 26 de julho de 2019 
  49. «Ben Simmons Headlines Sixers Summer League Roster» (em inglês). 1 de julho de 2016. Consultado em 26 de julho de 2019 
  50. «Aussie Simmons, Maker named two of NBA preseason's best». ABC News (em inglês). 18 de julho de 2016. Consultado em 26 de julho de 2019 
  51. «Injury Update: Ben Simmons Fractures Bone in Foot». Philadelphia 76ers (em inglês). Consultado em 26 de julho de 2019 
  52. Wire, S. I. «Ben Simmons and the bigger picture for the Sixers». SI.com (em inglês). Consultado em 26 de julho de 2019 
  53. «Sixers rookie Simmons won't play this season». ESPN.com (em inglês). 24 de fevereiro de 2017. Consultado em 26 de julho de 2019 
  54. Staff, NBA com. «Philadelphia 76ers announce Ben Simmons done for season». NBA.com (em inglês). Consultado em 26 de julho de 2019 
  55. «Ben Simmons wants to take the NBA by storm». NewsComAu. 27 de setembro de 2017. Consultado em 27 de julho de 2019 
  56. «76ers vs. Wizards - Game Recap - October 18, 2017 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 27 de julho de 2019 
  57. «Ben Simmons records near triple-double in Sixers loss to Raptors». www.sportingnews.com (em inglês). Consultado em 27 de julho de 2019 
  58. «Sixers rookie Ben Simmons joins Oscar Robertson in elite triple-double club». CBSSports.com (em inglês). Consultado em 27 de julho de 2019 
  59. EST, Tim Marcin On 11/8/17 at 5:15 PM (8 de novembro de 2017). «Ben Simmons did something even LeBron (or anyone else in NBA history) hasn't matched». Newsweek (em inglês). Consultado em 27 de julho de 2019 
  60. «76ers vs. Knicks - Game Recap - March 15, 2018 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 27 de julho de 2019 
  61. «Ben Simmons surpasses Magic, joins Oscar Robertson in another rookie milestone». www.sportingnews.com (em inglês). Consultado em 27 de julho de 2019 
  62. «Simmons keeps shattering NBA marks». NewsComAu. 20 de março de 2018. Consultado em 27 de julho de 2019 
  63. «Nuggets vs. 76ers - Game Recap - March 26, 2018 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 27 de julho de 2019 
  64. «Simmons Named Eastern Conference Player of the Week». Philadelphia 76ers (em inglês). Consultado em 27 de julho de 2019 
  65. «Bucks vs. 76ers - Game Recap - April 11, 2018 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 27 de julho de 2019 
  66. release, Official. «76ers' Ben Simmons, Jazz's Donovan Mitchell named Kia Rookies of Month for March, April». NBA.com (em inglês). Consultado em 27 de julho de 2019 
  67. «Heat vs. 76ers - Game Recap - April 14, 2018 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 27 de julho de 2019 
  68. «76ers vs. Heat - Game Recap - April 21, 2018 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 27 de julho de 2019 
  69. «Heat vs. 76ers - Game Recap - April 24, 2018 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 27 de julho de 2019 
  70. «76ers vs. Celtics - Game Recap - May 9, 2018 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 27 de julho de 2019 
  71. «Simmons Named 2017-18 KIA NBA Rookie Of The Year». Philadelphia 76ers (em inglês). Consultado em 27 de julho de 2019 
  72. release, Official. «Donovan Mitchell, Ben Simmons lead 2017-18 NBA All-Rookie first team». NBA.com (em inglês). Consultado em 27 de julho de 2019 
  73. Pompey, Keith. «Sixers' Ben Simmons working on jump shot with brother, Liam». https://www.inquirer.com (em inglês). Consultado em 27 de julho de 2019 
  74. «How Simmons turned improving jumper into a family affair». NBC Sports Philadelphia. 22 de setembro de 2018. Consultado em 27 de julho de 2019 
  75. «Ben Simmons became 2nd fastest in NBA history to join exclusive club». Sixers Wire (em inglês). 17 de janeiro de 2019. Consultado em 27 de julho de 2019 
  76. Smith, Sekou. «Davis, Westbrook, Griffin highlight reserves for All-Star Game». NBA.com (em inglês). Consultado em 27 de julho de 2019 
  77. Dampney, James (1 de fevereiro de 2019). «Finally: Simmons becomes Australia's first NBA All-Star». The Sydney Morning Herald (em inglês). Consultado em 27 de julho de 2019 
  78. «Nets vs. 76ers - Game Recap - April 15, 2019 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 27 de julho de 2019 
  79. «76ers vs. Nets - Game Recap - April 18, 2019 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 27 de julho de 2019 
  80. «Ben Simmons profile, FIBA Oceania Championship for Men 2013». FIBA.COM. Consultado em 27 de julho de 2019 
  81. «Stars headline Boomers squad for World Cup camp | Basketball Australia». www.basketball.net.au (em inglês). Consultado em 27 de julho de 2019 
  82. AAP (28 de julho de 2014). «Ben Simmons boom time will come, says Lemanis». Newcastle Herald (em inglês). Consultado em 27 de julho de 2019 
  83. Ward, Roy (21 de agosto de 2015). «Ben Simmons hopes for Rio Olympics but can't commit until NBA path sorted». The Sydney Morning Herald (em inglês). Consultado em 27 de julho de 2019 
  84. «Simmons won't play for Australia in Rio Games». ESPN.com (em inglês). 8 de abril de 2016. Consultado em 27 de julho de 2019 
  85. «'I definitely want to play for the Boomers'». wwos.nine.com.au (em inglês). Consultado em 27 de julho de 2019 
  86. «Ben Simmons: Aussie Boomers, 2019 FIBA World Cup announcement, roster». Fox Sports (em inglês). 15 de maio de 2019. Consultado em 27 de julho de 2019 
  87. «Philadelphia 76ers: Ben Simmons is improving without a 3-point shot». The Sixer Sense (em inglês). 14 de outubro de 2018. Consultado em 27 de julho de 2019 
  88. Twitter, Terry Toohey ttoohey@delcotimes com @TerryToohey on. «Red hot Simmons has Sixers rolling». The Delaware County Daily Times (em inglês). Consultado em 27 de julho de 2019 
  89. Spears, Marc J. (5 de fevereiro de 2019). «Ben Simmons: Fallen star to All-Star 'drip'». The Undefeated (em inglês). Consultado em 27 de julho de 2019 
  90. «At Line Lately, Simmons Reaping the Rewards of Hard Work». Philadelphia 76ers (em inglês). Consultado em 27 de julho de 2019 
  91. Pompey, Keith. «Sixers' Ben Simmons showing improvement at foul line». https://www.inquirer.com (em inglês). Consultado em 27 de julho de 2019 
  92. «Ben Simmons slams NCAA in new documentary, 'One and Done'». Fox Sports (em inglês). 1 de novembro de 2016. Consultado em 27 de julho de 2019 
  93. «Looks like Simmons is dating a new celeb». NBC Sports Philadelphia. 29 de maio de 2018. Consultado em 27 de julho de 2019 
  94. «Ben Simmons Stats». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 26 de julho de 2019