James Harden

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
James Harden "O Deus"
James Harden Rockets cropped.jpg
Harden com os Rockets em 2012.
Informações pessoais
Nome completo James Edward Harden Jr.
Data de nasc. 26 de agosto de 1989 (27 anos)
Local de nasc. Los Angeles,  Califórnia,  Estados Unidos
Altura 1,96 m
Peso 100 kg
Apelido Cavador de falta pra 3, O Barba
Informações no clube
Clube atual Estados Unidos Houston Rockets
Número 13
Posição Ala-armador
Clubes de juventude
2007–2009 Estados Unidos Arizona State
Clubes profissionais
Ano Clubes Partidas (pontos)
20092012
2012–presente
Estados Unidos Oklahoma City Thunder
Estados Unidos Houston Rockets
220 (2.795)
Medalhas
Competidor dos  Estados Unidos
Jogos Olímpicos
Ouro Londres 2012 Basquete Masculino
Campeonatos Mundiais
Ouro Espanha 2014 Flag of the United States.svg Estados Unidos

James Edward Harden Jr. (Los Angeles, 26 de agosto de 1989) é um jogador de basquetebol profissional norte-americano que defende o Houston Rockets na NBA.[1]

Jogou basquetebol universitário na Universidade do Estado do Arizona, pelo Arizona State Sun Devils, onde foi nomeado para o primeiro time do All-American e o Jogador do Ano da Pac-10 em 2009. Harden foi selecionado pelo Thunder na primeira rodada do Draft da NBA de 2009 como a terceira escolha geral e, pela equipe de Oklahoma City, recebeu o prêmio de Sexto Homem do Ano na temporada de 2011–12, mesmo ano em que foi vice-campeão da NBA.

Harden foi negociado com o Houston Rockets para a temporada de 2012–13. Após se juntar aos Rockets, se tornou um dos melhores cestinhas da NBA e ganhou reconhecimento como o melhor ala-armador da liga, além de ser um dos melhores jogadores. Ele participou cinco vezes do All-Star Game da NBA e esteve presente três vezes no All-NBA Team - uma vez na terceira equipe (2013) e duas vezes na primeira equipe (2014 e 2015). Em 2015, Harden foi premiado com o primeiro Prêmio de MVP da Associação Nacional de Jogadores de Basquete, sendo votado como o jogador mais valioso da liga.

Harden foi membro da Seleção dos Estados Unidos, e ganhou medalhas de ouro nos Jogos Olímpicos de 2012 e no Campeonato Mundial de 2014.

Carreira no ensino médio[editar | editar código-fonte]

Harden estudou no Artesia High School em Lakewood, Califórnia. Em seu segundo ano, ele teve médias de 13,2 pontos, e o Artesia registrou 28–5. Ele melhorou suas estatísticas na temporada seguinte, com médias de 18,8 pontos, 7,7 rebotes e 3,5 assistências, e liderou o Artesia ao título do estado da Califórnia e a um recorde de 33–1. A equipe repetiu o feito e foi campeã do estado novamente no último ano de Harden, depois de registrar 33–2. Harden teve estatísticas semelhantes as da temporada anterior, com 18,8 pontos, 7,9 rebotes e 3,9 assistências. Ele foi nomeado um McDonald's All-American e também esteve na segunda equipe do Parade All-American.

Ele também ajudou sua equipe UAA (União Atlética Amadora), Pump-N-Run Elite, no Campeonato Super 64 Adidas em Las Vegas em 2006. Harden marcou 34 pontos na vitória sobre uma equipe de DC Assault, em que jogavam Michael Beasley, Nolan Smith e Austin Freeman. No jogo contra o Houston Hoops, jogado no mesmo dia, Harden fez 33 pontos. Na final, o Pump-N-Run Elite bateu o Southern California All-Stars de Kevin Love.

Carreira na universidade[editar | editar código-fonte]

Harden sendo marcado por Josh Shipp em um jogo pelo Arizona State.

Durante a primeira temporada de Harden na equipe, era esperado que o Arizona State terminaria em nono na Conferência do Pac-10. Por trás das médias de 17,8 pontos, 5,3 rebotes e 3,2 assistências por jogo de Harden, o Sun Devils obteve um registro de 21–13 (9–9) e terminou empatado em quinto lugar na conferência. Eles foram deixados de fora do Campeonato da NCAA de 2008, mas foram selecionados para o NIT e derrotaram o Alabama State e o Southern Illinois, antes serem eliminados pelo Florida Gators.

Depois de seu primeiro ano, Harden foi nomeado para o primeiro time do All-Pac-10 e para a equipe de calouros da conferência. Harden também foi eleito para o primeiro time do All-District pela ANTB (Associoção Nacional de Técnicos de Basquete) e pela AEBEU (Associoação de Escritores de Basquete dos Estados Unidos).

Em seu segundo ano, Harden esteve em muitas listas de pré-temporada do All-American e foi capa da revista Sports Illustrated. Foi nomeado para a lista de observação de pré-temporada do Prêmio John R. Wooden. Em 30 de novembro de 2008, Harden registrou sua maior pontuação na carreira, marcando 40 pontos em uma vitória por 88–58 sobre o UTEP.

Harden terminou a temporada com médias de 20,1 pontos, 5,6 rebotes e 4,2 assistências por jogo. Foi nomeado para a Equipe do Torneio do All-Pac 10 de 2009 após a derrota do Arizona State para o USC no Staples Center. Após a temporada da conferência, Harden foi nomeado o Jogador do Ano da Pac-10 e esteve presente no primeiro time do All-American. Após a conclusão da temporada (uma derrota na segunda rodada da NCAA para Syracuse), Harden declarou elegibilidade para o Draft da NBA de 2009 e empregou Rob Pelinka como seu agente.

Carreira na NBA[editar | editar código-fonte]

Oklahoma City Thunder (2009–2012)[editar | editar código-fonte]

Harden com o Oklahoma City Thunder em março de 2011.

Harden foi selecionado na primeira rodada do Draft da NBA de 2009 pelo Oklahoma City Thunder como a terceira escolha geral. Isso fez dele o primeiro jogador a ser draftado pela franquia após a mudança de nome e de cidade, pois no último draft ainda eram conhecidos como Seattle SuperSonics. Em sua primeira temporada na NBA, Harden teve médias de 9,9 pontos em 22,9 minutos por jogo. Ele foi nomeado para o segundo time do NBA All-Rookie Team. Em seu segundo ano, após rejeitar uma oferta para jogar como titular, Harden jogou todos os 82 jogos da temporada regular, com média de 12,2 pontos por jogo. Nos playoffs, ele teve média de 13 pontos por jogo, com um aproveitamento de mais de 47% dos arremessos de quadra.

Em 18 de abril de 2012, Harden marcou 40 pontos em uma vitória por 109–97 sobre o Phoenix Suns. Quatro dias depois, contra o Los Angeles Lakers, Harden sofreu uma concussão depois de ser acotovelado por Metta World Peace dos Lakers, que estava comemorando uma enterrada. World Peace foi expulso, e mais tarde suspenso por sete jogos. Harden retornou para o primeiro jogo dos playoffs contra o Dallas Mavericks.

Harden terminou a temporada de 2011–12 com média de 16,8 pontos por jogo, a melhor média ente todos os reservas da NBA. Foi nomeado o Sexto Homem do Ano, transformando-se no segundo jogador mais novo a ganhar o prêmio. Ele foi um dos cestinhas mais eficientes da liga, terminando em segundo lugar na porcentagem de arremessos totais, incluindo arremessos de quadra, de três pontos e lances livres, e de arremessos de quadra convertidos, registrando 66% e 58% respectivamente. Harden ajudou o Thunder a chegar às Finais da NBA de 2012, em que perderam para o Miami Heat. Durante o período de agente livre, o Oklahoma City tentou assinar com Harden uma extensão de contrato de quatro anos entre 52 e 55 milhões de dólares. Harden alegou mais tarde que lhe foi dado pouco tempo para considerar a oferta.

Houston Rockets (2012–presente)[editar | editar código-fonte]

Temporada 2012–13[editar | editar código-fonte]

Harden sendo marcado por Kevin Durant nos playoffs de 2013.

Depois de não chegar a um acordo de extensão de contrato com o Thunder, Harden foi negociado com o Houston Rockets, juntamente com Daequan Cook, Cole Aldrich e Lazar Hayward, em uma troca por Kevin Martin, Jeremy Lamb, duas escolhas de primeira rodada e uma de segunda rodada do draft. O gerente geral dos Rockets, Daryl Morey, chamou Harden de "fundacional" e esperava que ele fosse o principal jogador de Houston, apesar de ter desempenhado apenas um papel de coadjuvante no Thunder, por trás de Kevin Durant e Russell Westbrook. Em 31 de outubro, ele assinou uma extensão do contrato de cinco anos no valor de 80 milhões de dólares. No primeiro jogo da temporada de 2012–13, Harden marcou 37 pontos, deu 12 assistências, pegou 6 rebotes e conseguiu 4 roubos de bola. Seus 37 pontos empataram a marca de segunda maior pontuação de um jogador da NBA em sua estreia com uma nova equipe, e foi o primeiro jogador com pelo menos 37 pontos e 12 assistências em sua estreia. Em 2 de novembro, ele anotou sua maior pontuação na carreira até então, com 45 pontos em uma vitória sobre o Atlanta Hawks. Após a primeira semana da temporada, Harden foi nomeado o Jogador da Semana da Conferência Oeste pela primeira vez.

Em 27 de dezembro de 2012, Harden marcou 30 pontos, com 17 no último quarto (15 dos últimos 17 pontos dos Rockets), para liderar uma vitória sobre o Minnesota Timberwolves. Harden foi nomeado Jogador da Semana da Conferência Oeste pela segunda vez por jogos disputados entre 30 de dezembro e 6 de janeiro, após obter médias de 29,3 pontos, 5,5 assistências e levar os Rockets a um perfeito registro de 4–0 na semana. Em 10 de janeiro de 2013, durante uma derrota para o New Orleans Hornets, Harden marcou 25 pontos pelo 14º jogo consecutivo, quebrando o recorde da franquia, anteriormente realizado por Moses Malone. Harden foi selecionado para seu primeiro All-Star Game da NBA em 2013, como um reserva da Conferência Oeste, junto com os seus ex-companheiros de equipe, Kevin Durant e Russell Westbrook. Ele marcou 15 pontos no jogo.

Em 2 de fevereiro de 2013, Harden conseguiu seu primeiro triplo-duplo da carreira com 21 pontos, 11 rebotes e 11 assistências em uma vitória sobre o Charlotte Bobcats. Em 20 de fevereiro, Harden marcou 46 pontos na vitória de Houston por 122–119 sobre sua antiga equipe, o Oklahoma City Thunder.

Harden terminou sua primeira temporada com os Rockets com recordes pessoais em diversas categorias estatísticas, com médias de 25,9 pontos, 5,8 assistências, 4,9 rebotes e 1,8 roubos de bola por jogo. Ele levou os Rockets a um registro de 45–37, ficando na oitava posição do Oeste e se classificando para os playoffs, a primeira vez desde 2008–09. Nos playoffs de 2013, os Rockets tiveram pela frente o primeiro colocado da conferência, o Oklahoma City Thunder. No Jogo 5, ele marcou 31 pontos, acertando 7 de 9 arremessos de três pontos, apesar de jogar gripado. Os Rockets foram eliminados em seis jogos. Harden teve médias de 26,3 pontos, 6,7 rebotes, 4,5 assistências e 2 roubos de bola na série. Em 23 de maio, Harden foi nomeado pela primeira vez para o terceiro time do All-NBA Team.

Temporada 2013–14[editar | editar código-fonte]

Com a contratação do pivô Dwight Howard, Harden tinha como companheiro de equipe outro All-Star para levar os Rockets de volta à disputa de título. Depois de ser selecionado pela segunda vez como reserva da conferência do All-Star Game da NBA de 2014, realizado em 16 de fevereiro, Harden anotou sua maior pontuação na temporada, com 43 pontos em 11 de 20 arremessos, em uma vitória por 129–103 sobre o Sacramento Kings em 25 de fevereiro. Os Rockets terminaram a temporada de 2013–14 com um registro de 54–28, ficando na quarta posição e se classificando para os playoffs novamente. Na derrota dos Rockets para o Portland Trail Blazers na primeira rodada dos playoffs, Harden conseguiu médias de 26,8 pontos, 5,8 assistências, 4,7 rebotes e 2 roubos de bola por jogo. Em 4 de junho, ele foi nomeado para a primeira equipe do All-NBA Team.

Temporada 2014–15[editar | editar código-fonte]

Em 13 de dezembro de 2014, Harden registrou seu terceiro triplo-duplo da carreira com 24 pontos, 10 assistências e 10 rebotes em uma vitória por 108–96 sobre o Denver Nuggets. Nove dias mais tarde, ele marcou sua maior pontuação na temporada, com 44 pontos em uma vitória por 110–95 sobre o Portland Trail Blazers, dando sequência à atuações dignas do prêmio de MVP da temporada. Em 31 de dezembro, ele converteu oito arremessos de três pontos, sua maior marca na carreira até então, e marcou 36 pontos na vitória por 102–83 sobre o Charlotte Hornets.

Em 8 de fevereiro de 2015, Harden atingiu sua pontuação mais alta na temporada de 45 pontos em uma derrota por 109–98 para Portland. Dois dias depois, ele registrou seu segundo jogo consecutivo marcando pelo menos 40 pontos, e seu sexto do ano, levando os Rockets para uma vitória por 127–118 sobre o Phoenix Suns. Em 23 de fevereiro, ele conseguiu seu segundo triplo-duplo da temporada com 31 pontos, 11 rebotes e 10 assistências na vitória por 113–102 sobre o Minnesota Timberwolves.

Em 2 de março de 2015, a NBA suspendeu Harden por um jogo por chutar LeBron James na virilha durante uma vitória por 105–103 sobre o Cleveland Cavaliers. Em 6 de março, Harden registrou 38 pontos, 12 rebotes e 12 assistências para marcar seu terceiro triplo-duplo da temporada em uma vitória por 103–93 sobre o Detroit Pistons. Depois de marcar 50 pontos, sua maior pontuação na carreira, contra os Nuggets em 19 de março, Harden bateu essa marca com 51 pontos contra o Sacramento Kings em 1 de abril, o seu 33º jogo com no mínimo 30 pontos e seu nono jogo de 40 pontos na temporada. Ele se tornou o primeiro jogador na história dos Rockets a ter dois jogos de 50 pontos em uma temporada. Em 5 de abril, ele fez seu décimo jogo com mais de 40 pontos na temporada, terminando com 41 pontos a 33 segundos do final do jogo contra o Oklahoma City Thunder. No final da temporada regular dos Rockets, no dia 15 de abril contra o Utah Jazz, Harden conseguiu seu quarto triplo-duplo da temporada com 16 pontos, 11 rebotes e 10 assistências, ajudando os Rockets a vencerem o primeiro título da divisão desde 1994, ficando em segundo na conferência. Harden foi novamente nomeado para o primeiro time do All-NBA Team e terminou em segundo lugar na votação para o prêmio de MVP, atrás somente de Stephen Curry.

Em 12 de maio de 2015, Harden marcou um triplo-duplo nos playoffs pela primeira vez na carreira com 26 pontos, 11 rebotes e 10 assistências no Jogo 5 das semifinais sobre o Los Angeles Clippers. Em 25 de maio, Harden marcou 45 pontos, sua maior pontuação nos playoffs, contra o Golden State Warriors, ajudando sua equipe a evitar a eliminação nas Finais da Conferência Oeste. Em 27 de maio, os Rockets foram eliminados em uma derrota por 104–90. No jogo, Harden estabeleceu um novo recorde na NBA em jogos de playoffs, com 12 turnovers.

Em 19 de julho de 2015, Harden foi nomeado o primeiro MVP da Associação Nacional de Jogadores de Basquetebol da temporada de 2014–15.

Temporada 2015–16[editar | editar código-fonte]

Em 6 de novembro de 2015, em uma vitória por 116–110 sobre o Sacramento Kings, Harden superou uma queda de rendimento em arremessos no início da temporada, convertendo 13 de 23 arremessos de quadra para terminar o jogo com 43 pontos e 13 assistências. Ele alcançou a marca de pontuação mais alta na temporada com 46 pontos na noite seguinte, convertendo 13 de 14 lances livres e 5 de 10 arremessos de três pontos, ajudando os Rockets a estender sua sequência de vitórias para quatro seguidas, ao derrotar o Los Angeles Clippers por 109–105. Em 9 de novembro, ele foi nomeado o Jogador da Semana da Conferência Oeste por jogos disputados de segunda-feira, 2 de novembro, até domingo, 8 de novembro. Sua nona nomeação na carreira para jogador da semana veio após a média de 38,5 pontos, ajudando os Rockets a registrar 4-0 na semana. No início da temporada, os Rockets perderam seus três primeiros jogos, antes de vencerem quatro jogos seguidos e, em seguida, tiveram outra série de três derrotas consecutivas para registarem 4-6 em 10 jogos. Todas as três sequências foram reflexivas na precisão de arremessos de Harden. Durante as três primeiras derrotas, ele converteu 12 de 54 arremessos de quadra (22%). Durante as quatro vitórias seguidas, marcou 45 de 97 arremessos (46%). E na última sequência de três derrotas consecutivas, ele acertou 22 de 62 arremessos (35%).

Em 18 de novembro, o treinador Kevin McHale foi demitido após os Rockets começarem a temporada com um registro de 4-7. Mais tarde naquela noite, Harden marcou 45 pontos e deu 11 assistências em uma vitória na prorrogação por 108–103 sobre o Portland Trail Blazers. Em 25 de novembro, ele fez seu quarto jogo de 40 pontos na temporada em uma derrota para o Memphis Grizzlies, caindo para 5–10 no geral e 1–3 sob o comando do treinador interino J. B. Bickerstaff. Dois dias depois, ele anotou seu terceiro jogo de 50 pontos na carreira em uma vitória por 116–114 sobre o Philadelphia 76ers. Em 13 de janeiro, em seu 492º jogo, ele marcou 27 pontos contra o Minnesota Timberwolves para atingir a marca de 10.000 pontos na carreira. Em 20 de janeiro, ele fez seu primeiro triplo-duplo na temporada e o sétimo de sua carreira com 33 pontos, uma recorde pessoal de 17 rebotes e 14 assistências em uma derrota por 123–114 para o Detroit Pistons. Ele se tornou o primeiro jogador a ter esses números em um jogo desde que Wilt Chamberlain teve 53 pontos, 32 rebotes e 14 assistências em 18 de março de 1968. Quatro dias depois, ele registrou o segundo triplo-duplo da temporada com 23 pontos, 15 rebotes e 10 assistências em uma vitória por 115–104 sobre o Dallas Mavericks. Em 2 de fevereiro, ele marcou 26 pontos e deu 14 assistências, atingindo seu maior número na carreira novamente, em uma vitória por 115–102 sobre o Miami Heat. Em 22 de março, ele marcou 24 pontos, bateu sua marca anterior e deu 16 assistências, além de pegar 7 rebotes em uma derrota por 111–107 para o Oklahoma City Thunder. Três dias depois, ele registrou seu terceiro triplo-duplo da temporada com 32 pontos, 13 assistências e 11 rebotes em uma vitória por 112–109 sobre o Toronto Raptors. Em março de 2015, Harden registrou 457 pontos, 152 assistências e 102 rebotes, tornando-se o primeiro jogador a registrar pelo menos 450 pontos, 150 assistências e 100 rebotes em um único mês desde Oscar Robertson em dezembro de 1967. Em 7 de abril, ele empatou com um recorde de 38 anos pelo maior número de turnovers em uma temporada, cometendo seu 366º contra o Phoenix Suns. Ele superou esse recorde três dias depois contra o Los Angeles Lakers. Os Rockets foram para a pós-temporada com um registro de 41–41 na oitava posição da conferência. Harden terminou a temporada regular com recordes pessoais em médias de pontos (29), assistências (7,5) e rebotes (6,1), se juntando a LeBron James, Michael Jordan e Oscar Robertson como os únicos jogadores na história da NBA a obter médias de pelo menos 29 pontos, 7 assistências e 6 rebotes em uma temporada.

Após duas derrotas nos dois primeiros jogos para o Golden State Warriors na primeira rodada dos playoffs, Harden marcou 35 pontos no Jogo 3 em Houston, incluindo a cesta da vitória com 2,7 segundos restantes, levando os Rockets a uma vitória por 97–96. Os Rockets perderam a série em cinco jogos, apesar dos esforços de Harden com 35 pontos na derrota no Jogo 5.

Temporada 2016–17[editar | editar código-fonte]

Harden atacando a cesta contra o Washington Wizards em novembro de 2016.

Em 9 de julho de 2016, Harden assinou uma extensão de contrato de quatro anos por 118,1 milhões de dólares com os Rockets. Em setembro de 2016, o novo técnico, Mike D'Antoni, anunciou que Harden assumiria o papel de armador no início da temporada de 2016–17. No primeiro jogo da temporada em 26 de outubro, Harden registrou 34 pontos, bateu seu recorde pessoal e deu 17 assistências em uma derrota por 120–114 para o Los Angeles Lakers, tornando-se o segundo jogador na história da NBA a registrar pelo menos 30 pontos e 15 assistências em um jogo de abertura, atrás apenas de Tim Hardaway, que fez 32 pontos e 18 assistências para o Golden State Warriors em 1990. Em 7 de novembro, ele teve seu quarto jogo com uma linha estatística de 30-10 com 32 pontos e 15 assistências em uma vitória por 114–106 sobre o Washington Wizards. Em 14 de novembro, ele foi nomeado o Jogador da Semana da Conferência Oeste para jogos disputados de segunda-feira, 7 de novembro, até domingo, 13 de novembro. Durante a semana, ele marcou dois triplos-duplos. Em 14 de dezembro, ele registrou 15 pontos, 14 assistências e 11 rebotes em apenas três quartos, levando os Rockets a uma vitória por 132–98 sobre o Sacramento Kings. Foi o quinto triplo-duplo de Harden na temporada e o 14º de sua carreira, empatando com Hakeem Olajuwon como o maior número na história da franquia. Ele estabeleceu o recorde da franquia dois dias depois, com seu sexto triplo-duplo da temporada e 15º de sua carreira. Na vitória dos Rockets por 122–110 sobre o New Orleans Pelicans, Harden ajudou a equipe a estabelecer um recorde na NBA de 24 arremessos de três convertidos, terminando o jogo com 29 pontos, 13 assistências e 11 rebotes. Em 19 de dezembro, ele foi nomeado novamente o Jogador da Semana da Conferência Oeste para jogos disputados de segunda-feira, 12 de dezembro, até domingo, 18 de dezembro. Em 23 de dezembro, ele atingiu novamente sua maior marca na carreira, com 17 assistências em uma derrota por 115–109 para o Memphis Grizzlies. Em 30 de dezembro, ele anotou seu sétimo triplo-duplo da temporada com 30 pontos, 13 rebotes e 10 assistências em uma vitória por 140–116 sobre o Los Angeles Clippers.

Harden sendo marcado por Aaron Gordon em um jogo contra o Orlando Magic em janeiro de 2017.

Em 31 de dezembro de 2016, Harden registrou mais um triplo duplo com 53 pontos, 17 assistências e 16 rebotes em uma vitória por 129–122 sobre o New York Knicks, tornando-se o primeiro jogador na história da NBA a terminar com uma linha estatística de 50-15-15. Ele empatou com Wilt Chamberlain como a maior pontuação feita em um triplo-duplo na história da NBA. Chamberlain tinha conseguido tal feito durante a temporada de 1967–68, com 53 pontos, 32 rebotes e 14 assistências. Harden estabeleceu recordes na carreira em pontuação, em arremessos de três pontos convertidos (com nove) e atingiu seu maior número de assistências mais uma vez. Foi o seu 17º triplo-duplo e seu quarto jogo na carreira com pelo menos 50 pontos. Dois dias depois, ele conseguiu seu nono triplo-duplo da temporada em uma vitória sobre os Wizards e foi nomeado o Jogador da Semana da Conferência Oeste pela terceira vez na temporada. Foi a 12ª nomeação de jogador da semana de Harden, empatando com Olajuwon como o maior número de prêmios recebidos de jogador da semana na história da franquia. Devido aos recordes e marcas pessoais estabelecidas por Harden durante o mês de dezembro, ele foi nomeado o Jogador do Mês da Conferência Oeste. Seu 10º e 11º triplos-duplos vieram em jogos de back-to-back, em 8 de janeiro e 10 de janeiro, ambos resultando em vitórias. Suas duas atuações o tornaram o quarto jogador na história da NBA com pelo menos 40 pontos, 10 rebotes e 10 assistências em jogos consecutivos - Pete Maravich, Michael Jordan e Russell Westbrook são os outros três. Seu 12º e 13º triplos-duplos vieram também em jogos de back-to-back, em 15 de janeiro e 17 de janeiro. Em 27 de janeiro, ele registrou seu 14º triplo-duplo da temporada com 51 pontos, 13 rebotes e 13 assistências em uma vitória por 123–118 sobre o Philadelphia 76ers, tornando-se o primeiro jogador na história da NBA com múltiplos triplos-duplos de 50 pontos em uma temporada. Em 3 de fevereiro contra o Chicago Bulls, Harden atingiu a marca de 10.000 pontos como jogador dos Rockets, passando Yao Ming e se tornando o sexto jogador com o maior número de pontos na história da franquia. Em 11 de fevereiro, ele marcou 40 pontos em três quartos (seu nono jogo de 40 pontos da temporada) para ajudar os Rockets a vencerem por 133–102 o Phoenix Suns. Ele jogou apenas 29 minutos contra os Suns para se tornar o primeiro jogador dos Rockets desde Sleepy Floyd em 1991 a marcar 40 pontos em menos de 30 minutos. Em 15 de fevereiro, ele registrou seu 15º triplo-duplo da temporada com 38 pontos, 12 rebotes e 12 assistências em uma derrota por 117–109 para o Miami Heat. Entre 12 de março e 18 de março, ele teve quatro triplos-duplos consecutivos, ficando com 19 na temporada. Ele terminou a temporada regular com 22 triplos-duplos e ajudou os Rockets a se classificarem para os playoffs em terceiro lugar na conferência com um registro de 55–27. Ele se tornou o primeiro jogador na história da NBA a terminar a temporada regular com pelo menos 2.000 pontos (2.356), 900 assistências (907) e 600 rebotes (659).

Em 16 de abril, em uma vitória por 118–87 no primeiro jogo da série da primeira rodada dos playoffs, Harden fez sua maior pontuação contra o Oklahoma City Thunder, marcando 37 pontos.

No dia 08 de julho de 2017, James assinou a maior extensão contratual da história da NBA, US$ 228 milhões com a duração até a temporada 2022-23

Carreira na seleção nacional[editar | editar código-fonte]

Harden com a Seleção dos Estados Unidos em 2014.

Harden foi membro da Seleção dos Estados Unidos que ganhou a medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de 2012 e que ganhou o Campeonato Mundial de 2014. Harden foi cotado para participar dos Jogos Olímpicos de 2016, mas ele se retirou da equipe.

Estatísticas na NBA[editar | editar código-fonte]

LEGENDA
 PJ  Partidas jogadas  PI  Partidas iniciadas  MPJ  Minutos por jogo  AP  Arremessos de quadra (%)
 3P  Arremessos de 3 pontos (%)  LL  Lances-livre (%)  RT  Rebotes por jogo  AS  Assistências por jogo
 BR  Roubos de bola por jogo  TO  Tocos por jogo  ER  Erros por jogo  PPJ  Pontos por jogo


Líder da liga

Temporada regular[editar | editar código-fonte]

Ano Equipe PJ PT MPJ AP 3P LL RT AS BR TO PPJ
2009–10 Oklahoma City 76 0 22.9 .403 .375 .808 3.2 1.8 1.1 .3 9.9
2010–11 Oklahoma City 82 5 26.7 .436 .349 .843 3.1 2.1 1.1 .3 12.2
2011–12 Oklahoma City 62 2 31.4 .491 .390 .846 4.1 3.7 1.0 .2 16.8
2012–13 Houston 78 78 38.3 .438 .368 .851 4.9 5.8 1.8 .5 25.9
2013–14 Houston 73 73 38.0 .456 .366 .866 4.7 6.1 1.6 .4 25.4
2014–15 Houston 81 81 36.8 .440 .375 .868 5.7 7.0 1.9 .7 27.4
2015–16 Houston 82 82 38.1* .439 .359 .860 6.1 7.5 1.7 .6 29.0
2016–17 Houston 81 81 36.4 .440 .347 .847 8.1 11.2* 1.5 .5 29.1
Carreira 615 402 33.6 .442 .364 .854 5.0 5.7 1.5 .4 22.1
All-Star 5 3 25.6 .542 .489 .000 5.2 6.2 .6 .0 17.4

Playoffs[editar | editar código-fonte]

Ano Equipe PJ PT MPJ AP 3P LL RT AS BR TO PPJ
2010 Oklahoma City 6 0 20.0 .387 .375 .842 2.5 1.8 1.0 0.2 7.7
2011 Oklahoma City 17 0 31.6 .475 .303 .825 5.4 3.6 1.2 0.8 13.0
2012 Oklahoma City 20 0 31.5 .435 .410 .857 5.1 3.4 1.6 0.1 16.3
2013 Houston 6 6 40.5 .391 .341 .803 6.7 4.5 2.0 1.0 26.3
2014 Houston 6 6 43.8 .376 .296 .900 4.7 5.8 2.0 0.2 26.8
2015 Houston 17 17 37.4 .439 .383 .916 5.7 7.5 .6 0.4 27.2
2016 Houston 5 5 38.6 .410 .310 .844 5.2 7.6 2.4 0.2 26.6
Carreira 77 34 34.1 .425 .350 .867 5.2 4.8 1.6 0.4 19.6

Prêmios e homenagens[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «James Harden» (em inglês). nba.com 
Basketball pictogram.svg Este artigo sobre um(a) basquetebolista, integrado ao Projeto Basquetebol, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.