James Harden

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
James Harden
JamesHardenWSH.jpg
Informações pessoais
Nome completo James Edward Harden Jr.
Data de nasc. 26 de agosto de 1989 (31 anos)
Local de nasc. Los Angeles, Califórnia, Estados Unidos
Altura 6 ft 5 in (1.96 m)
Peso 220 lb (100 kg)
Apelido "The Beard (O Barba)"
Informações no clube
Clube atual Brooklyn Nets
Número 13
Posição Ala-armador
Clubes de juventude
2007–2009 Arizona State
Clubes profissionais
Ano Clubes Partidas (pontos)
20092012
20122021
2021–presente
Oklahoma City Thunder
Houston Rockets
Brooklyn Nets
0220 000(2.795)
0621 00(18.365)
02 00(66)
Medalhas
Jogos Olímpicos
Ouro Londres 2012 Equipe
Campeonatos Mundiais
Ouro Espanha 2014 Equipe

James Edward Harden Jr. (Los Angeles, 26 de agosto de 1989) é um jogador de basquetebol profissional norte-americano que defende o Brooklyn Nets da NBA.[1].

Ele jogou basquete universitário na Universidade do Estado do Arizona, pelo Arizona State Sun Devils,[2] onde foi nomeado para a Primeira-Equipe All-American e o prêmio de Jogador do Ano da Pac-10 em 2009. Harden foi selecionado pelo Thunder na primeira rodada do Draft da NBA de 2009 como a terceira escolha geral e, pela equipe de Oklahoma City, recebeu o prêmio de Sexto Homem do Ano na temporada de 2011–12, mesmo ano em que foi vice-campeão da NBA.

Harden foi negociado com o Houston Rockets para a temporada de 2012–13. Após se juntar aos Rockets, se tornou um dos maiores cestinhas da NBA e ganhou reconhecimento como o melhor ala-armador da liga, além de ser um dos melhores jogadores. Ele participou oito vezes do All-Star Game da NBA e esteve presente seis vezes no All-NBA Team - uma vez na terceira equipe (2013) e seis vezes na primeira equipe (2014, 2015, 2017–2020). Harden venceu o prêmio de jogador mais valioso (MVP) da NBA na temporada de 2017-2018.

Harden foi membro da Seleção dos Estados Unidos, e ganhou medalhas de ouro nos Jogos Olímpicos de 2012 e no Campeonato Mundial de 2014.[3]

Carreira no ensino médio[editar | editar código-fonte]

Harden estudou no Artesia High School em Lakewood, Califórnia. Em seu segundo ano, ele teve média de 13,2 pontos e o Artesia teve um recorde de 28–5. Ele melhorou suas estatísticas na temporada seguinte, com médias de 18,8 pontos, 7,7 rebotes e 3,5 assistências, e liderou o Artesia ao título do estado da Califórnia e a um recorde de 33–1. A equipe repetiu o feito e foi campeã do estado novamente no último ano de Harden, depois de ter um recorde de 33–2. Harden teve estatísticas semelhantes as da temporada anterior, com 18,8 pontos, 7,9 rebotes e 3,9 assistências. Ele foi nomeado um McDonald's All-American e também esteve na Segunda-Equipe do Parade All-American.

Ele também ajudou sua equipe UAA (União Atlética Amadora), Pump-N-Run Elite, no Campeonato Super 64 Adidas em Las Vegas em 2006. Harden marcou 34 pontos na vitória sobre uma equipe de DC Assault, em que jogavam Michael Beasley, Nolan Smith e Austin Freeman. No jogo contra o Houston Hoops, jogado no mesmo dia, Harden fez 33 pontos. Na final, o Pump-N-Run Elite bateu o Southern California All-Stars de Kevin Love.

Carreira universitária[editar | editar código-fonte]

Harden sendo marcado por Josh Shipp em um jogo pelo Arizona State.

Durante a primeira temporada de Harden na equipe, era esperado que o Arizona State terminaria em nono na Conferência do Pac-10.[4] Por trás das médias de 17,8 pontos, 5,3 rebotes e 3,2 assistências de Harden, o Sun Devils obteve um recorde de 21–13 e terminou empatado em quinto lugar na conferência. Eles foram deixados de fora do Torneio da NCAA de 2008, mas foram selecionados para o NIT e derrotaram o Alabama State e o Southern Illinois, antes serem eliminados pelo Florida Gators.

Depois de seu primeiro ano, Harden foi nomeado para a Primeira-Equipe da Pac-10 e para a Equipe de Calouros da conferência.[5] Harden também foi eleito para o primeiro time do distrito pela ANTB (Associação Nacional de Técnicos de Basquete) e pela AEBEU (Associação de Escritores de Basquete dos Estados Unidos).

Em seu segundo ano, Harden terminou a temporada com médias de 20,1 pontos, 5,6 rebotes e 4,2 assistências. Ele foi nomeado para a Equipe do Torneio da Pac 10 de 2009 após a derrota do Arizona State para o USC no Staples Center. Após a temporada, ele foi nomeado o Jogador do Ano da Pac-10 e esteve presente na Primeira-Equipe All-American.[6] Após a conclusão da temporada (uma derrota na segunda rodada do Torneio da NCAA para Syracuse), Harden declarou elegibilidade para o Draft da NBA de 2009 e contratou Rob Pelinka como seu agente.[7][8]

Carreira profissional[editar | editar código-fonte]

Oklahoma City Thunder (2009–2012)[editar | editar código-fonte]

Harden no Thunder em 2010

Harden foi selecionado na primeira rodada do Draft da NBA de 2009 pelo Oklahoma City Thunder como a terceira escolha geral.[9] Isso fez dele o primeiro jogador a ser draftado pela franquia após a mudança de nome e de cidade, pois no último draft ainda eram conhecidos como Seattle SuperSonics.

Em sua primeira temporada na NBA, Harden teve média de 9,9 pontos em 22,9 minutos.[10] Ele foi nomeado para a Segunda-Equipe do All-Rookie Team. Em sua segunda temporada, após rejeitar uma oferta para jogar como titular, Harden jogou em todos os 82 jogos da temporada regular e teve média de 12,2 pontos.[11] Nos playoffs, ele teve média de 13 pontos por jogo, com um aproveitamento de mais de 47% dos arremessos de quadra.

Em 18 de abril de 2012, Harden marcou 40 pontos em uma vitória por 109–97 sobre o Phoenix Suns.[12] Quatro dias depois, contra o Los Angeles Lakers, Harden sofreu uma concussão depois de sofrer uma cotovelada de Metta World Peace dos Lakers, que estava comemorando uma enterrada. World Peace foi expulso, e mais tarde suspenso por sete jogos. Harden retornou para o primeiro jogo dos playoffs contra o Dallas Mavericks.

Harden terminou a temporada de 2011–12 com média de 16,8 pontos, a melhor média entre todos os reservas da NBA.[13] Ele foi nomeado o Sexto Homem do Ano, transformando-se no segundo jogador mais novo a ganhar o prêmio. Ele foi um dos cestinhas mais eficientes da liga, terminando em segundo lugar na porcentagem de arremessos totais, incluindo arremessos de quadra, de três pontos e lances livres, e de arremessos de quadra convertidos, registrando 66% e 58% respectivamente. Harden ajudou o Thunder a chegar às Finais da NBA de 2012, em que perderam para o Miami Heat.

Durante o período de agente livre, o Oklahoma City tentou assinar com Harden uma extensão de contrato de quatro anos entre 52 e 55 milhões de dólares.[14][15] Harden alegou mais tarde que lhe foi dado pouco tempo para considerar a oferta.

Houston Rockets (2012–2021)[editar | editar código-fonte]

Temporada de 2012–13[editar | editar código-fonte]

Harden com os Rockets em 2012

Depois de não conseguir chegar a um acordo sobre uma extensão do contrato com o Thunder, Harden foi negociado com o Houston Rockets em 27 de outubro de 2012, junto com Daequan Cook, Cole Aldrich e Lazar Hayward, em troca de Kevin Martin, Jeremy Lamb, duas escolhas de primeira rodada (Steven Adams em 2013 e Mitch McGary em 2014) e uma escolha de segunda rodada (Álex Abrines em 2013).[16] O gerente geral dos Rockets, Daryl Morey, chamou Harden de "jogador fundamental" e esperava que ele fosse o jogador de destaque do Houston.[17]

Em 31 de outubro de 2012, Harden assinou uma extensão de contrato com os Rockets por cinco anos no valor de $ 80 milhões.[18] Naquele mesmo dia, ele se tornou o primeiro jogador da NBA a marcar 37 ou mais pontos enquanto registrava um total de assistências de dois dígitos em sua estréia na equipe, regitrando 37 pontos, 12 assistências, seis rebotes, quatro roubos de bola e um bloqueio em uma vitória por 105-96 sobre o Detroit Pistons.[19] Ele se tornou apenas o quarto jogador da NBA nos últimos 25 anos a ter essas estatisticas em um único jogo e igualou o terceiro maior total de pontos de qualquer jogador da NBA em sua estréia na equipe. Dois dias depois, ele marcou 45 pontos contra o Atlanta Hawks. Seu total de 82 pontos foi a maior marca de um jogador em seus dois primeiros jogos com um time na história da NBA, superando a marca anterior de Wilt Chamberlain, que marcou 79 pontos em seus dois primeiros jogos no Philadelphia Warriors em 1959.

Ele registrou o primeiro triplo-duplo de sua carreira em 2 de fevereiro de 2013 contra o Charlotte Bobcats, registrando 21 pontos, 11 rebotes e 11 assistências.[20] Harden foi nomeado como reserva do All-Star Game da NBA de 2013, marcando sua primeira seleção para o All-Star Game. Ele registrou 15 pontos, seis rebotes e três assistências em uma vitória por 143–138 do Oeste sobre o Leste. Em 20 de fevereiro de 2013, Harden marcou 46 pontos, o recorde de sua carreira, em uma vitória de 122–119 sobre seu ex-time, o Oklahoma City Thunder.[21]

Harden (à esquerda) e Kevin Durant durante os playoffs da NBA de 2013.

Harden teve uma das melhores temporadas estatísticas da história de Houston. Ele teve médias de 25,9 pontos (quinto melhor na NBA), 4,9 rebotes e 5,8 assistências em 78 jogos, tornando-se apenas o quinto jogador na história da equipe a chegar a 2.000 pontos em uma temporada (2.023 pontos).[22] Ele ultrapassou o recorde da equipe de Moses Malone de mais lances livres feitos em uma temporada, juntando-se a Malone como os únicos dois jogadores dso Rockets a alcançar 600 lances livres feitos em uma única temporada. Harden juntou-se a Gilbert Arenas (2005-06 e 2006-07), Kobe Bryant (2005-06 e 2007-08) e Jerry Stackhouse (2000-01) como os únicos quatro jogadores na história da NBA a registrar pelo menos 600 lances livres realizados e acertar 150 ou mais cestas de 3 em uma temporada. Harden juntou-se a Tracy McGrady (quatro vezes em 2004-05) e Hakeem Olajuwon (três vezes em 1992-93) como os únicos jogadores dos Rockets a conquistar o prêmio de Jogador da Semana por três ou mais vezes em uma temporada. Ele foi nomeado para a Terceira-Equipe All-NBA de 2012-13, marcando sua primeira seleção para as equipes All-NBA de carreira, enquanto se tornava apenas o sétimo jogador na história dos Rockets a ganhar o reconhecimento All-NBA.

Temporada de 2013–14[editar | editar código-fonte]

Harden foi escolhido pelos treinadores como reserva do All-Star Game da NBA de 2014, que marcou sua segunda seleção All-Star consecutiva. Mais tarde, ele foi nomeado como titular substituto. Ele registrou oito pontos, cinco assistências, um rebote e um roubo de bola em 23:46 de ação.

Ele foi duas vezes nomeado Jogador da Semana da Conferência Oeste durante a temporada, ambas em semanas consecutivas (24 de fevereiro a 2 de março; 3 a 9 de março). Ele se tornou o primeiro jogador dos Rockets a receber o título de Jogador da Semana em semanas consecutivas na mesma temporada.

Em 5 de fevereiro de 2014 contra o Phoenix Suns, Harden jogou em sua 120ª partida com Houston, marcando 23 pontos e se tornando apenas o terceiro jogador a marcar pelo menos 3.000 pontos em seus primeiros 120 jogos com os Rockets, juntando-se a Elvin Hayes (3.320) e Tracy McGrady (3.056).[23] Em 25 de fevereiro de 2014, ele marcou 43 pontos, o recorde da temporada, na vitória por 129-103 sobre o Sacramento Kings.[24]

No final da temporada, ele foi selecionado para a Primeira Equipe All-NBA.[25]

Temporada de 2014-15[editar | editar código-fonte]

Durante os primeiros dois meses da temporada, Harden estava na disputa pelo MVP.[26] Em 11 de dezembro de 2014, ele marcou 44 pontos, o recorde da temporada, na vitória por 113-109 sobre o Sacramento Kings.[27] Em 13 de dezembro de 2014, ele registrou seu terceiro triplo-duplo da carreira com 24 pontos, 10 assistências e 10 rebotes na vitória por 108-96 sobre o Denver Nuggets.[28] Em 22 de dezembro de 2014, ele empatou seu recorde da temporada de 44 pontos em uma vitória por 110-95 sobre o Portland Trail Blazers.[29]

Em 19 de janeiro de 2015, Harden marcou 45 pontos, o recorde da temporada, contra o Indiana Pacers.[30] Ele empatou essa marca de 45 pontos contra o Trail Blazers em 8 de fevereiro de 2015.[31] Em 23 de fevereiro de 2015, ele registrou seu segundo triplo-duplo da temporada com 31 pontos, 11 rebotes e 10 assistências em uma vitória de 113–102 sobre o Minnesota Timberwolves.[32] Em 6 de março de 2015, ele registrou seu terceiro triplo-duplo da temporada com 38 pontos, 12 rebotes e 12 assistências em uma vitória por 103-93 sobre o Detroit Pistons.[33] Em 19 de março de 2015, ele marcou 50 pontos, o recorde de sua carreira, contra o Denver Nuggets.[34] Ele passou essa marca com 51 pontos contra os Kings em 1 de abril de 2015.[35] Foi seu 33º jogo de 30 pontos na temporada e seu nono jogo de 40 pontos na temporada. Ele se tornou o primeiro jogador na história da franquia a ter dois jogos de 50 pontos em uma temporada. Quatro dias depois, ele marcou 41 pontos contra o Oklahoma City Thunder em seu 10º jogo de 40 pontos da temporada.

No último jogo da temporada regular dos Rockets em 15 de abril, Harden registrou seu quarto triplo-duplo da temporada com 16 pontos, 11 rebotes e 10 assistências na vitória por 117–91 sobre o Utah Jazz. Ele ajudou os Rockets a ganhar o seu primeiro título da divisão desde 1994 e conquistou a segunda posição na Conferência Oeste.[36] Harden foi novamente nomeado para a Primeira-Equipe All-NBA[37] e terminou em segundo lugar na votação de MVP, atrás de Stephen Curry.[38]

No Jogo 5 da segunda rodada da série de playoffs contra o Los Angeles Clippers, Harden registrou seu primeiro triplo-duplo em playoffs com 26 pontos, 11 rebotes e 10 assistências.[39] No Jogo 4 das finais da Conferência Oeste contra o Golden State Warriors, Harden marcou 45 pontos, recorde de sua carreira em playoff.[40] No Jogo 5 das finais da Conferência Oeste, Harden teve um final esquecível, com um recorde de playoff de 13 turnovers.[41]

Temporada de 2015–16[editar | editar código-fonte]

Harden marcou 43 pontos contra o Sacramento Kings em 6 de novembro,[42] seguidos por 46 pontos contra o Los Angeles Clippers na noite seguinte.[43] Posteriormente, ele se tornou o primeiro jogador dos Rockets a marcar mais de 43 pontos em jogos consecutivos, já que Malone teve duas sequências de três jogos durante a temporada de 1981-82.[44]

Em 18 de novembro, o técnico Kevin McHale foi demitido depois que os Rockets começaram a temporada com um recorde de 4-7. Mais tarde naquela noite, Harden marcou 45 pontos na vitória por 108-103 sobre o Portland Trail Blazers.[45]

Em 27 de novembro, ele marcou 50 pontos na vitória por 116-114 sobre o Philadelphia 76ers.[46] Em 20 de janeiro, Harden teve seu primeiro triplo-duplo da temporada e o sétimo de sua carreira com 33 pontos, 17 rebotes e 14 assistências na derrota por 123-114 para o Detroit Pistons.[47] Ele se tornou o primeiro jogador a ter pelo menos 33 pontos, 17 rebotes e 14 assistências em um jogo, já que Wilt Chamberlain fez 53 pontos, 32 rebotes e 14 assistências pelo Filadélfia em março de 1968. Em 24 de janeiro, ele registrou seu segundo triplo-duplo da temporada com 23 pontos, 15 rebotes e 10 assistências na vitória por 115-104 sobre o Dallas Mavericks.[48] Em 25 de março, ele registrou seu terceiro triplo-duplo da temporada com 32 pontos, 13 assistências e 11 rebotes na vitória por 112 a 109 sobre o Toronto Raptors.[49]

Harden terminou o mês de março com 457 pontos, 152 assistências e 102 rebotes, tornando-se o primeiro jogador a registrar pelo menos 450 pontos, 150 assistências e 100 rebotes em um único mês desde Oscar Robertson em dezembro de 1967.

Ele terminou a temporada de 2015-16 com 374 turnovers, superando a marca de Artis Gilmore de 366 em 1977-78, a primeira temporada em que a NBA registrou turnovers.[50] Harden estabeleceu médias recordes de sua carreira em pontos (29), assistências (7,5) e rebotes (6,1) e se juntou a LeBron James, Michael Jordan e Oscar Robertson como os únicos jogadores na história da NBA com média de pelo menos 29 pontos, sete assistências e seis rebotes em um temporada.[51]

Temporada de 2016–17[editar | editar código-fonte]

Harden sendo marcado por John Wall em 2016

Em 9 de julho de 2016, Harden assinou uma extensão de contrato de US $ 118,1 milhões por quatro anos com os Rockets.[52][53] Em setembro de 2016, o novo técnico dos Rockets, Mike D'Antoni, anunciou que Harden assumiria o papel de armador no começo da temporada de 2016-17.[54][55]

Na abertura da temporada dos Rockets em 26 de outubro, Harden fez 34 pontos, 17 assistências, recorde da carreira, e oito rebotes na derrota por 120-114 para o Los Angeles Lakers, tornando-se apenas o segundo jogador na história da NBA a registrar pelo menos 30 pontos e 15 assistências na abertura da temporada - Tim Hardaway teve 32 e 18 no Golden State Warriors em 1990.[56]

Em 14 de dezembro, ele registrou 15 pontos, 14 assistências e 11 rebotes em apenas três quartos para levar o Rockets a uma vitória por 132–98 sobre o Sacramento Kings.[57] Foi o quinto triplo-duplo de Harden na temporada e o 14º de sua carreira, empatando-o com Hakeem Olajuwon na história da franquia. Ele estabeleceu o recorde da franquia dois dias depois, com seu sexto triplo-duplo da temporada e o 15º de sua carreira. Na vitória dos Rockets por 122-110 sobre o New Orleans Pelicans, Harden ajudou a equipe a estabelecer um recorde da NBA com 24 cestas de três pontos, terminando com 29 pontos, 11 rebotes e 13 assistências.[58] Em 23 de dezembro, ele empatou o recorde da carreira de 17 assistências na derrota por 115-109 para o Memphis Grizzlies.[59] Em 30 de dezembro, ele registrou seu sétimo triplo-duplo da temporada com 30 pontos, 13 rebotes e 10 assistências em uma vitória de 140-116 sobre o Los Angeles Clippers.[60]

Harden com a bola em um jogo contra o Orlando Magic em 2017

Em 31 de dezembro de 2016, Harden registrou mais um triplo-duplo com 53 pontos, 17 assistências e 16 rebotes em uma vitória por 129–122 sobre o New York Knicks, tornando-se o primeiro jogador na história da NBA a terminar com uma linha estatística de 50-15-15.[61] Ele empatou com Wilt Chamberlain com mais pontos em um triplo-duplo na história da NBA - Chamberlain conseguiu o feito durante a temporada de 1967-68, com 53 pontos, 32 rebotes e 14 assistências. Foi seu 17ª triplo-duplo da carreira e seu quarto jogo de 50 pontos na carreira. Dois dias depois, ele registrou seu nono triplo-duplo da temporada em uma vitória sobre o Washington Wizards e foi nomeado o Jogador da Semana da Conferência Oeste pela terceira vez. Foi o 12º prêmio de Jogador da Semana de Harden, igualando Hakeem Olajuwon com o maior número de prêmios de Jogador da Semana da história da franquia.

Seu 10º e 11º triplo-duplo aconteceram em jogos consecutivos nos dias 8 e 10 de janeiro, ambos resultando em vitórias. Suas duas apresentações o tornaram o quarto jogador na história da NBA com pelo menos 40 pontos, 10 rebotes e 10 assistências em jogos consecutivos - Pete Maravich, Michael Jordan e Russell Westbrook são os outros três a fazê-lo. Seu 12º e 13º triplo-duplo vieram em jogos consecutivos em 15 e 17 de janeiro. Em 27 de janeiro, ele registrou seu 14º triplo-duplo da temporada com 51 pontos, 13 rebotes e 13 assistências em uma vitória por 123–118 sobre o Philadelphia 76ers, tornando-se o primeiro jogador na história da NBA com múltiplas triplos-duplos de 50 pontos em uma temporada.[62]

Em 3 de fevereiro, contra o Chicago Bulls, Harden marcou seu 10.000º ponto como um jogador dos Rockets, ultrapassando Yao Ming pelo sexto lugar na história da franquia. Em 11 de fevereiro, ele marcou 40 pontos em três quartos (seu nono jogo de 40 pontos da temporada) para ajudar os Rockets a vencer por 133-102 sobre o Phoenix Suns.[63] Ele jogou apenas 29 minutos contra os Suns e se tornou o primeiro jogador dos Rockets desde Sleepy Floyd em 1991 a marcar 40 pontos em menos de 30 minutos.

Em 15 de fevereiro, ele registrou seu 15º triplo-duplo da temporada com 38 pontos, 12 rebotes e 12 assistências na derrota por 117-109 para o Miami Heat.[64] Entre 12 e 18 de março, ele teve quatro triplo-duplos consecutivos, dando-lhe 19 na temporada. Ele terminou a temporada regular com 22 triplo-duplos e se tornou o primeiro jogador na história da NBA a terminar a temporada regular com pelo menos 2.000 pontos (2.356), 900 assistências (907) e 600 rebotes (659). Ele ficou em segundo lugar na votação de MVP da liga, perdendo para o ex-companheiro de equipe, Russell Westbrook.[65]

No Jogo 5 da segunda rodada da série de playoffs contra o San Antonio Spurs, Harden registrou seu segundo triplo-duplo da carreira na pós-temporada com 33 pontos, 10 rebotes e 10 assistências em uma derrota por 110-107 na prorrogação.[66] Os Rockets foram eliminado pelos Spurs com uma derrota de 114-75 no Jogo 6. Harden encerrou sua temporada estelar marcando apenas 10 pontos.[67]

Temporada de 2017–18: MVP[editar | editar código-fonte]

Em 8 de julho de 2017, Harden assinou uma extensão de contrato de quatro anos com os Rockets por aproximadamente US $ 160 milhões,[68] dando a ele um contrato total de seis anos com US $ 228 milhões garantidos - o contrato mais rico da história da NBA.[69]

Em 5 de novembro, ele marcou 56 pontos, o recorde de sua carreira, na vitória por 137-110 sobre o Utah Jazz, quase alcançando o recorde da franquia de 57 pontos de Calvin Murphy estabelecido em 1978.[70]

Em 16 de novembro, ele fez 23 de seus 48 pontos no segundo quarto, enquanto os Rockets marcou 90 pontos no primeiro tempo, a caminho de uma vitória por 142–116 sobre o Phoenix Suns.[71] Os Rockets acertaram 61% dos arremessos do primeiro tempo para obter a segunda maior pontuação no primeiro tempo da história da NBA. Ele se tornou o primeiro jogador na história do time a marcar pelo menos 20 pontos em cada um dos primeiros 20 jogos do time na temporada. Harden foi eleito o Jogador do Mês da Conferência Oeste pelos jogos disputados em outubro e novembro, marcando a quinta vez que Harden recebeu o prêmio.[72]

Em 9 de dezembro, ele marcou 48 pontos para ajudar os Rockets a vencer o Portland Trail Blazers por 124-117,[73] marcando pelo menos 20 pontos em cada um dos 24 jogos do Houston, tornando-se apenas o segundo jogador a realizar tal feito desde a temporada de 1990-91. Em 20 de dezembro, apesar dos 51 pontos de Harden, os Rockets foram derrotados por 122-116 pelo Los Angeles Lakers, encerrando sua seqüência de 14 vitórias consecutivas.[74] Harden estabeleceu um recorde na franquia ao marcar pelo menos 20 pontos em seu 30ª jogo consecutivo. O recorde anterior era de Malone, que o fez em 29 jogos consecutivos na temporada de 1981-82. Dois dias depois, Harden teve uma segunda performance consecutiva de 51 pontos na derrota por 128-118 para o Los Angeles Clippers.[75] Foi o terceiro jogo de 50 pontos de Harden na temporada e ele se tornou o primeiro jogador na história da franquia a ter dois jogos consecutivos de 50 pontos. Ele também se tornou o primeiro jogador da NBA a marcar 50 ou mais em jogos consecutivos desde que Kobe Bryant fez isso em quatro jogos consecutivos em março de 2007.

Em 31 de dezembro contra os Lakers, Harden marcou 40 pontos antes de sair com uma lesão no tendão no final do quarto período.[76] Sem Harden, os Rockets venceram por 148–142. No dia seguinte, ele foi excluído por duas semanas com uma distensão de grau 2 no tendão da coxa. Ele perdeu sete jogos como resultado.[77]

Em 26 de janeiro, ele teve 23 pontos e 11 assistências na derrota por 115-113 para o New Orleans Pelicans.[78] Harden passou para o segundo lugar na história do Rockets com 3.347 assistências, ultrapassando as 3.339 de Allen Leavell. Em 30 de janeiro, em uma vitória por 114–107 sobre o Orlando Magic, Harden se tornou o primeiro jogador na história da NBA a marcar 60 pontos como parte de um triplo-duplo, terminando com 10 rebotes e 11 assistências para seu terceiro triplo-duplo temporada.[79] Harden marcou 18 pontos no quarto período, eclipsando os 57 pontos que Calvin Murphy marcou em 1978, quebrando o recorde de pontuação em um único jogo do Houston. Foi seu quarto jogo de 50 pontos na temporada e superou o recorde anterior de sua carreira de 56 pontos estabelecido em novembro contra o Utah.

Em 25 de março, ele ajudou os Rockets a alcançar 60 vitórias em uma temporada pela primeira vez na história da franquia, registrando um triplo-duplo (quarto da temporada, 35º da carreira) com 18 pontos, 15 assistências e 10 rebotes em três quartos em um vitória de 118–99 sobre o Atlanta Hawks.[80] Os Rockets terminaram a temporada regular como a melhor campanha da confêrencia pela primeira vez na história da franquia com um recorde de 65-17.[81] Harden ganhou seu primeiro título de pontuação, com média de 30,4 pontos, o segundo na história da franquia, perdendo para os 31,1 de Malone em 1981-82.

No Jogo 1 da série de playoffs contra o Minnesota Timberwolves, Harden marcou 44 pontos em uma vitória por 104-101.[82] No Jogo 1 de sua série de segunda rodada contra o Utah Jazz, Harden marcou 41 pontos em uma vitória por 110-96.[83] Foi o seu sexto jogo de playoff de 40 pontos de sua carreira. No Jogo 1 das finais da Conferência Oeste, Harden marcou 41 pontos na derrota por 119–106 para o Golden State Warriors.[84] No Jogo 4 contra o Warriors, Harden marcou 30 pontos para ajudar o Rockets a empatar a série em 2–2 com uma vitória de 95–92.[85] No Jogo 6, ele registrou 32 pontos, nove assistências e sete rebotes em uma derrota por 115-86.[86] Apesar de um esforço de 32 pontos de Harden no Jogo 7, os Rockets foram eliminado dos playoffs com uma derrota por 101-92.[87]

Em junho, Harden foi nomeado o MVP da NBA na temporada de 2017-18, tornando-se o terceiro jogador na história da franquia a receber o prêmio, juntando-se a Moses Malone (1978-79 e 1981-82) e Hakeem Olajuwon (1993-94).[88]

Temporada de 2018-19[editar | editar código-fonte]

Harden em 2018

Os Rockets começaram a temporada com um recorde de 11–14.[89] No final de dezembro, Harden levou os Rockets para um recorde de 21-15 sem o companheiro Chris Paul com uma lesão no tendão.[90]

Em 11 de janeiro, ele registrou 43 pontos, 10 rebotes e 12 assistências em três quartos para liderar os Rockets na vitória por 141–113 sobre o Cleveland Cavaliers.[91] Foi o 13º jogo de Harden na temporada com 40 pontos, ultrapassando o recorde da franquia de Malone, e o sétimo nos nove jogos anteriores, enquanto ele continuava levando a equipe com Paul e Eric Gordon fora devido a lesões. No jogo seguinte, em 13 de janeiro, Harden marcou 38 pontos, mas fez apenas 1 de 17 em tentativas de 3 pontos na derrota por 116-109 para o Orlando Magic.[92]

Em 14 de janeiro, ele marcou 57 pontos na vitória por 112–94 sobre o Memphis Grizzlies.[93] Em 16 de janeiro, ele marcou 58 pontos em uma derrota de 145-142 para o Brooklyn Nets.[94] Em 23 de janeiro, ele marcou 61 pontos, o recorde da carreira, e 15 rebotes na vitória por 114-110 sobre o New York Knicks,[95] estabelecendo assim a quarta seqüência mais longa de jogos de 30 pontos na história da NBA com 21 - na época, Wilt Chamberlain tinha as três seqüências mais longas (65, 31 e 25). Com 37 pontos em 29 de janeiro contra o New Orleans Pelicans, Harden estendeu sua seqüência de jogos de 30 pontos para 24 e fez seu 11º jogo seguido com pelo menos 35 pontos.[96] Com 30 pontos contra o Denver Nuggets em 1º de fevereiro[97] e 43 pontos contra o Utah Jazz em 2 de fevereiro,[98] Harden estabeleceu a terceira seqüência mais longa da história da NBA em jogos com mais de 30 pontos. Com 42 pontos contra o Minnesota Timberwolves em 13 de fevereiro,[99] Harden marcou 30 ou mais pontos pelo 31º jogo consecutivo, empatando com Chamberlain pela segunda seqüência mais longa da história da liga. Em 21 de fevereiro, no primeiro jogo dos Rockets após o intervalo para o All-Star Game, Harden marcou 30 pontos contra o Los Angeles Lakers pelo seu 32º jogo consecutivo com mais de 30 pontos.[100]

Depois de perder o jogo seguinte dos Rockets devido a uma doença e uma lesão no pescoço, seu jogo de volta em 25 de fevereiro o viu marcar 28 pontos contra o Atlanta Hawks,[101] quebrando sua seqüência de 32 jogos com pelo menos 30. Em 28 de fevereiro, ele marcou 58 pontos em uma vitória por 121–118 sobre o Miami Heat.[102] Em 19 de março, ele marcou 31 pontos em uma vitória contra os Hawks[103] e se tornou o primeiro jogador na história da NBA a marcar 30 ou mais pontos contra todas as 29 outras equipes em uma única temporada.

Em 20 de março, ele marcou 57 pontos na derrota por 126-125 para o Memphis Grizzlies,[104] marcando seu sétimo jogo de 50 pontos na temporada. Dois dias depois, ele alcançou o recorde de sua carreira de 61 pontos, incluindo 27 no primeiro quarto, para liderar os Rockets na vitória por 111-105 sobre o San Antonio Spurs.[105] Por essas performances, ele recebeu seu quarto prêmio de Jogador da Semana da Conferência Oeste na temporada de 2018-19. Em 31 de março, Harden registrou 50 pontos, 11 rebotes e 10 assistências em uma vitória de 119–108 sobre o Sacramento Kings[106] para registrar seu nono jogo de 50 pontos na temporada regular. Foi seu quinto triplo-duplo de 50 pontos na carreira, mais do que qualquer jogador na história da NBA. Ele também se tornou o nono jogador na história da NBA a fazer 2.000 pontos em cestas de 3 pontos em sua carreira. Depois de uma vitória de 135-103 contra o Los Angeles Clippers em 3 de abril, ele se tornou a terceira pessoa na história da NBA a registrar mais de 2.700 pontos e mais de 500 assistências em uma única temporada.

Em uma vitória decisiva por 149–113 contra o Phoenix Suns em 7 de abril, o desempenho de Harden de 30 pontos, 13 rebotes, nove assistências e dois roubos de bola quebrou vários recordes: ele empatou com Kobe Bryant no maior número de jogos de 30 pontos em uma temporada para qualquer jogador da NBA nos últimos 30 anos, com 56 jogos; tornou-se o segundo jogador na história da NBA (Michael Jordan, 1989–90) a registrar 2.700 pontos, 500 assistências e 500 rebotes em uma temporada; e se juntou a Michael Jordan como o único jogador com média de pelo menos 30 pontos, sete assistências, cinco rebotes e dois roubos de bola em uma temporada.

Nos playoffs, Harden levou os Rockets a uma vitória no Jogo 2 contra o Utah Jazz com 32 pontos, 13 rebotes e 10 assistências - seu terceiro triplo-duplo da carreira durante a pós-temporada - para dar ao Rockets uma vantagem de 2-0 na primeira rodada.[107] No Jogo 3 contra o Jazz, ele teve uma das piores noites de arremesso de sua carreira quando começou o jogo 0-de-15. No entanto, ele terminou o jogo com 22 pontos em 3-de-20 arremessos, 10 assistências, seis roubos de bola e quatro rebotes para levar os Rockets a uma vitória por 104–101, colocando a série em 3–0.[108] Os Rockets acabou perdendo por 4–2 para o Warriors nas semifinais da conferência.

No final da temporada, ele foi escolhido por unanimidade para seu quinto All-NBA First Team e foi anunciado como finalista do Prêmio de MVP.[109][110]

Temporada de 2019-20[editar | editar código-fonte]

Depois de um início de temporada decepcionante com 28,6% acertos de arremessos e 15% de acertos da linha de três pontos nos primeiros três jogos, Harden marcou 59 pontos , junto com nove assistências em vitória 159–158 contra o Washington Wizards em 30 de outubro de 2019 - a dois pontos do recorde de sua carreira.[111] Com este jogo, Harden estendeu uma sequência de 50 pontos em 6 temporadas consecutivas, a segunda sequência mais longa da história da NBA, atrás de Wilt Chamberlain (10 temporadas consecutivas, 1959-1969).

Em 11 de novembro de 2019, ele foi nomeado o Jogador da Semana da Conferência Oeste depois que os Rockets tiveram um recorde de 3–0 e Harden registrando um duplo-duplo em cada jogo e com média de 40,7 pontos, 9,3 assistências; 8.0 rebotes, 2,3 roubos de bola e 1,3 bloqueios. Harden marcou um total de 334 pontos em 318 minutos de jogo nesta temporada, o maior número de pontos nos primeiros nove jogos de uma temporada desde que Michael Jordan marcou 337 em 1988-89. Harden, neste ponto da temporada, acertou 39 cestas de 3, marcando o quarto maior número total nos primeiros nove jogos de uma temporada.

Em 30 de novembro de 2019, em uma vitória por 158–111 contra o Atlanta Hawks, Harden conseguiu seu quarto jogo de 60 pontos na carreira - empatado em terceiro lugar com Michael Jordan - com 60 pontos, o recorde da temporada, junto com 8 assistências em 31 minutos.[112] Com este jogo, Harden junta-se a Klay Thompson e Kobe Bryant como os únicos jogadores a marcarem 60 pontos em apenas três quartos. Suas 24 tentativas de arrmessos são as menores em um jogo de 60 pontos na história da NBA. Harden é atualmente o único jogador ativo que marcou 60 pontos mais de uma vez.

Em 11 de dezembro de 2019, Harden conseguiu seu quarto jogo de 50 pontos da temporada com 55 pontos na vitória por 116-110 contra o Cleveland Cavaliers.[113] Ele se tornou o quarto jogador na história da NBA com vários jogos de 10 ou mais cestas de 3 pontos, juntando-se a Stephen Curry (15), Klay Thompson (5) e J.R. Smith (3). Ele continuou sua fúria de pontuação na vitória seguinte por 130-107 contra o Orlando Magic em 13 de dezembro de 2019, onde conseguiu seu segundo jogo de 50 pontos consecutivos - a terceira vez em sua carreira, onde teve dois jogos consecutivos de 50 pontos - com 54 pontos, além de sete assistências e cinco rebotes.[114] Neste jogo, Harden se tornou o segundo jogador na história da NBA a marcar 10+ cestas de 3 pontos em jogos consecutivos, juntando-se a Stephen Curry, que fez isso em fevereiro de 2016, e também ultrapassou Paul Pierce pelo 8º lugar no ranking de mais cestas de 3 pontos de todos os tempos da carreira. Ele também se tornou o primeiro jogador na história da NBA a ter mais de 50 pontos e 10+ 3PM em jogos consecutivos. Antes dessas duas últimas apresentações, apenas três vezes um jogador tentou sete ou menos lances livres ao marcar 54 ou mais pontos em um jogo; Harden fez isso duas vezes naquela semana.

Em 21 de dezembro de 2019, Harden ultrapassou Elgin Baylor na lista de mais jogos de 40 pontos na história da NBA, com 40 pontos em uma vitória de 139-125 contra o Phoenix Suns. Ele se tornou o jogador da Conferência Oeste do mês em dezembro.

Ele terminou a década como o cestinha da NBA com 19.578 pontos, apesar de começar sua carreira como sexto homem com o Oklahoma City Thunder. Ele foi selecionado para seu oitavo All-Star Game consecutivo.

No primeiro jogo dos Rockets após a suspensão da temporada devido ao COVID-19, Harden se tornou o segundo maior artilheiro da história da franquia após registrar 49 pontos, 9 rebotes, 8 assistências, 3 roubos de bola, 3 bloqueios e 1 turnover na vitória de 153-149 sobre o Dallas Mavericks.[115] Ele também se tornou o único jogador na história da NBA com mais temporadas consecutivas com mais de 20 jogos marcando mais de 40 pontos desde Wilt Chamberlain. Ele se tornou o campeão de pontuação da liga pela terceira temporada consecutiva e o líder da liga em roubos de bola. Ele também se tornou um finalista do prêmio de MVP e foi nomeado para a Primeira-Equipe All-NBA. Houston foi eliminado dos playoffs na segunda rodada pelos Lakers.

Temporada de 2020–21[editar | editar código-fonte]

Durante o período de entressafra, o gerente geral Morey e o técnico D'Antoni deixaram os Rockets. Harden exigiu uma troca em novembro de 2020 e se apresentou aos treinamentos mais tarde.[116]

Em 26 de dezembro, ele registrou 44 pontos e 17 assistências na derrota por 128-126 para o Portland Trail Blazers.[117]

Brooklyn Nets (2021-Presente)[editar | editar código-fonte]

Em 14 de janeiro de 2021, Harden foi negociado com o Brooklyn Nets em um acordo de quatro equipes que envolveu o Cleveland Cavaliers e o Indiana Pacers.[118][119]

Em 16 de janeiro, ele registrou 32 pontos, 12 rebotes e 14 assistências em uma vitória de 122-115 sobre o Orlando Magic, tornando-se o primeiro jogador na história da franquia e o sétimo jogador da liga a conseguir um triplo-duplo em sua estreia pela equipe.[120] Harden também estabeleceu o recorde de ser o primeiro jogador na história da NBA a ter uma performance de triplo-duplo na estréia, ao mesmo tempo em que estabeleceu um recorde da franquia de maior número de assistências no primeiro jogo de um jogador com os Nets.[121]

Perfil de jogo[editar | editar código-fonte]

Com 1,96 m de altura e pesando 100 kg, Harden joga principalmente na posição de ala-armador, mas é capaz de jogar na posição de armador. Ele é o maior artilheiro de todos os tempos com a mão esquerda na história da NBA.[122] Com médias de temporada de mais de 25 pontos por jogo desde a temporada 2012–13, Harden é considerado um dos artilheiros mais versáteis e perigosos da NBA.[123] A ESPN o nomeou o quinto melhor atirador da NBA ao longo de toda a década de 2010.[124] Ele possui uma ampla gama de movimentos ofensivos; dois dos mais proeminentes entre eles sendo o seu ''Euro Step' e seu salto para trás (Step Back).[125] Desde sua troca para o Houston Rockets na temporada da NBA de 2012–13, ele marcou mais pontos na NBA. Ele é o líder de todos os tempos da NBA em marcas de três pontos sem assistência.[126] Ele também ganhou notoriedade por sua capacidade de explorar as regras da liga a fim de ganhar faltas com mais eficiência e chegar à linha de lance livre, da qual é um atirador profissional com 85,7%. Ele é o líder de todos os tempos em faltas de tiro de 3 pontos empatadas e liderou a NBA em tentativas de lance livre e faz todos os anos desde a temporada 2014-15.[127][128][129] Ele também é o líder de todos os tempos em jogadas de quatro pontos concluídas, passando o Sexto Homem do Ano Jamal Crawford com seu 54. Embora seja principalmente um artilheiro, ele também é conhecido por sua habilidade de artilheiro, orquestrando o ataque dos Rockets[130] com seu elevado número de assistentências. Durante a parte inicial da temporada 2016-17, o técnico do Rockets Mike D'Antoni jogou Harden como armador,[131][132] o que resultou em uma média de mais de 10 assistências por jogo pela primeira vez em sua carreira. Ele também é o líder da franquia de todos os tempos em assistências para os Rockets.[133] Após a vitória de Houston por 129-112 contra os Kings, James Harden se consolidou oficialmente como o líder da NBA em roubos de bola de 2019-20. Com isso em seu currículo, O Barba se tornou o primeiro jogador na história da liga a liderar a liga em pontos totais, assistências totais e roubos de bola.[134]

Embora tenha sido aclamado por suas proezas no ataque, Harden construiu uma reputação de péssimo defensor. As críticas à sua defesa intensificaram-se no início de 2014, quando um vídeo intitulado "James Harden: Defensive Juggernaut" com onze minutos de clipes de Harden sofrendo gols de campo, foi distribuído na Internet.[135] Durante a entressafra de 2014, ele se comprometeu a melhorar a defesa, que se manifestou já em agosto daquele ano como membro da seleção masculina de basquete dos Estados Unidos.[136] Sua defesa aprimorada foi transportada para a temporada seguinte e foi citada como a principal razão para o sucesso do Rockets na temporada regular.[137] Outro aspecto negativo de seu jogo que às vezes é mencionado por especialistas são seus ''turnovers''. Harden estabeleceu o recorde da NBA de turnovera durante a temporada 2015-16 e quebrou-o novamente na temporada seguinte. Ainda assim, ele foi líder em roubos de bola totais em 2019-2020.[138]

Carreira na seleção nacional[editar | editar código-fonte]

Harden com a Seleção dos Estados Unidos em 2014.

Harden foi membro da Seleção dos Estados Unidos que ganhou a medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de 2012 e que ganhou o Campeonato Mundial de 2014. Harden foi cotado para participar dos Jogos Olímpicos de 2016, mas ele se retirou da equipe.

Estatísticas na NBA[editar | editar código-fonte]

LEGENDA
 PJ  Partidas jogadas  PI  Partidas iniciadas  MPJ  Minutos por jogo  AP  Arremessos de quadra (%)
 3P  Arremessos de 3 pontos (%)  LL  Lances-livre (%)  RT  Rebotes por jogo  AS  Assistências por jogo
 BR  Roubos de bola por jogo  TO  Tocos por jogo  PPJ  Pontos por jogo  Negrito  Melhor da carreira
Líder da liga

Temporada regular[editar | editar código-fonte]

Ano Equipe PJ PT MPJ AP 3P LL RT AS BR TO PPJ
2009–10 Thunder 76 0 22.9 .403 .375 .808 3.2 1.8 1.1 .3 9.9
2010–11 Thunder 82 5 26.7 .436 .349 .843 3.1 2.1 1.1 .3 12.2
2011–12 Thunder 62 2 31.4 .491 .390 .846 4.1 3.7 1.0 .2 16.8
2012–13 Houston 78 78 38.3 .438 .368 .851 4.9 5.8 1.8 .5 25.9
2013–14 Houston 73 73 38.0 .456 .366 .866 4.7 6.1 1.6 .4 25.4
2014–15 Houston 81 81 36.8 .440 .375 .868 5.7 7.0 1.9 .7 27.4
2015–16 Houston 82 82 38.1 .439 .359 .860 6.1 7.5 1.7 .6 29.0
2016–17 Houston 81 81 36.4 .440 .347 .847 8.1 11.2 1.5 .5 29.1
2017–18 Houston 72 72 35.4 .449 .367 .858 5.4 8.8 1.8 .7 30.4
2018–19 Houston 78 78 36.8 .442 .368 .879 6.6 7.5 2.0 .7 36.1
2019–20 Houston 68 68 36.5 .444 .355 .865 6.6 7.5 1.8 .9 34.3
Carreira 833 620 34.3 .443 .365 .853 5.3 6.2 1.5 .5 25.1
All-Star 8 6 25.9 .433 .390 .500 5.3 6.0 .7 .1 15.9

Playoffs[editar | editar código-fonte]

Ano Equipe PJ PT MPJ AP 3P LL RT AS BR TO PPJ
2010 Thunder 6 0 20.0 .387 .375 .842 2.5 1.8 1.0 0.2 7.7
2011 Thunder 17 0 31.6 .475 .303 .825 5.4 3.6 1.2 0.8 13.0
2012 Thunder 20 0 31.5 .435 .410 .857 5.1 3.4 1.6 0.1 16.3
2013 Houston 6 6 40.5 .391 .341 .803 6.7 4.5 2.0 1.0 26.3
2014 Houston 6 6 43.8 .376 .296 .900 4.7 5.8 2.0 0.2 26.8
2015 Houston 17 17 37.4 .439 .383 .916 5.7 7.5 .6 0.4 27.2
2016 Houston 5 5 38.6 .410 .310 .844 5.2 7.6 2.4 0.2 26.6
2018 Houston 11 11 37.0 .413 .278 .878 5.5 8.5 1.9 0.5 28.5
2019 Houston 11 11 38.5 .413 .350 .837 6.9 6.6 2.2 0.9 31.6
2020 Houston 12 12 37.3 .478 .333 .845 5.6 7.7 1.5 0.8 29.6
Carreira 111 68 35.6 .421 .337 .854 5.3 5.7 1.6 0.5 23.3

Prêmios e homenagens[editar | editar código-fonte]

Vida Pessoal[editar | editar código-fonte]

Harden é o caçula de três filhos. Antes do seu nascimento, depois da sua irmã mais velha, a mãe dele sofreu uma série de abortos.[139][140]

Harden é cristão.[141][142] Ele falou sobre sua fé, dizendo: "Eu só quero agradecer a Deus por tudo o que ele fez na minha vida''.[143]

Harden começou a deixar crescer sua barba de marca registrada em 2009, depois de ter afirmado ter preguiça de fazer a barba. Sua barba apareceu em músicas e camisetas, e ganhou um endosso e um doce único com Trolli's, onde uma representação deo seu rosto e barba era mostrada em cada goma.[144][145][146]

A 3 de Agosto de 2015, a empresa de roupas desportivas Adidas apresentou um acordo de endosso a Harden no valor de 200 milhões de dólares norte-americanos para os próximos 13 anos.[147] A 18 de julho de 2019, Harden tornou-se sócio de equipes de futebol profissional de Houston; o Houston Dynamo da MLS e o Houston Dash da NWSL.[148] Harden explicou sua decisão dizendo: "Houston é minha casa agora, e vi isso como uma maneira de investir na minha cidade e expandir meus interesses comerciais ao mesmo tempo", bem como "Esta é minha cidade e estou aqui para ficar''.[149]

Política[editar | editar código-fonte]

No dia 4 de outubro de 2019, o gerente geral do Houston Rockets, Daryl Morey, publicou um tweet que apoiou os protestos em Hong Kong em 2019–2020.[150] O tweet de Morey resultou na suspensão das relações da Associação Chinesa de Basquete com o Houston Rockets.[151] Mais tarde, Harden pediu desculpas à China, dizendo: "Pedimos desculpas. Adoramos a China".[152]

Referências

  1. «James Harden» (em inglês). nba.com 
  2. Leingang, Rachel. «Steve Kerr tells James Harden: 'Arizona's a better school than ASU'». azcentral (em inglês). Consultado em 18 de dezembro de 2019 
  3. «Basquetebol nos Jogos Olímpicos de Verão de 2012 - Masculino». Wikipédia, a enciclopédia livre. 15 de janeiro de 2017 
  4. «UCLA Picked To Defend Pac-10 Title in 2007-08 :: Bruins receive 33 first-place votes.». web.archive.org. 18 de junho de 2009. Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  5. «2007-08 Men's Basketball All-Conference Honors Announced :: Kevin Love was named 2007-08 Pac-10 Men's Basketball Player of the Year.». web.archive.org. 13 de março de 2008. Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  6. «Harden named Pac-10 Player of Year». azcentral.com. Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  7. «James Harden's Press Conference Quotes - ARIZONA STATE OFFICIAL ATHLETIC SITE». web.archive.org. 20 de abril de 2009. Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  8. «DraftExpress - James Harden DraftExpress Profile: Stats, Comparisons, and Outlook». DraftExpress (em inglês). Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  9. «2009 NBA Draft». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  10. «James Harden 2009-10 Game Log». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  11. «James Harden 2010-11 Game Log». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  12. «Oklahoma City Thunder at Phoenix Suns Box Score, April 18, 2012». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  13. «James Harden 2011-12 Game Log». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  14. «Wade finds Thunder's Harden trade 'shocking'». ESPN.com (em inglês). 28 de outubro de 2012. Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  15. «Oklahoma City Thunder trades James Harden to Houston». Oklahoman.com (em inglês). 27 de outubro de 2012. Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  16. «Oklahoma City Thunder trades James Harden to Houston». Oklahoman.com (em inglês). 27 de outubro de 2012. Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  17. «Rockets GM calls Harden a 'foundational' player». ESPN.com (em inglês). 29 de outubro de 2012. Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  18. «Harden receives $80 million deal from Rockets». ESPN.com (em inglês). 31 de outubro de 2012. Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  19. «Houston Rockets at Detroit Pistons Box Score, October 31, 2012». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  20. «Charlotte Bobcats at Houston Rockets Box Score, February 2, 2013». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  21. «Oklahoma City Thunder at Houston Rockets Box Score, February 20, 2013». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  22. «James Harden 2012-13 Game Log». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  23. «Phoenix Suns at Houston Rockets Box Score, February 5, 2014». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  24. «Houston Rockets at Sacramento Kings Box Score, February 25, 2014». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  25. «Durant, LeBron headline 2013-14 All-NBA First Team | NBA.com». web.archive.org. 4 de junho de 2014. Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  26. Patt, Jason (23 de dezembro de 2014). «Harden keeps delivering MVP performances». SBNation.com (em inglês). Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  27. «Houston Rockets at Sacramento Kings Box Score, December 11, 2014». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  28. «Denver Nuggets at Houston Rockets Box Score, December 13, 2014». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  29. «Portland Trail Blazers at Houston Rockets Box Score, December 22, 2014». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  30. «Indiana Pacers at Houston Rockets Box Score, January 19, 2015». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  31. «Portland Trail Blazers at Houston Rockets Box Score, February 8, 2015». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  32. «Minnesota Timberwolves at Houston Rockets Box Score, February 23, 2015». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  33. «Detroit Pistons at Houston Rockets Box Score, March 6, 2015». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  34. «Denver Nuggets at Houston Rockets Box Score, March 19, 2015». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  35. «Sacramento Kings at Houston Rockets Box Score, April 1, 2015». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  36. «2014-15 Houston Rockets Roster and Stats». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  37. «Warriors' Curry and Cavaliers' James unanimous picks for 2014-15 All-NBA First Team | NBA.com». web.archive.org. 23 de julho de 2016. Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  38. «2014-15 NBA Awards Voting». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  39. «Los Angeles Clippers at Houston Rockets Box Score, May 12, 2015». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  40. «Golden State Warriors at Houston Rockets Box Score, May 25, 2015». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  41. «Houston Rockets at Golden State Warriors Box Score, May 27, 2015». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  42. «Houston Rockets at Sacramento Kings Box Score, November 6, 2015». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  43. «Houston Rockets at Portland Trail Blazers Box Score, February 25, 2016». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  44. «James Harden Named Western Conference Player of the Week». Houston Rockets (em inglês). Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  45. «Portland Trail Blazers at Houston Rockets Box Score, November 18, 2015». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  46. «Philadelphia 76ers at Houston Rockets Box Score, November 27, 2015». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  47. «Detroit Pistons at Houston Rockets Box Score, January 20, 2016». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  48. «Dallas Mavericks at Houston Rockets Box Score, January 24, 2016». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  49. «Toronto Raptors at Houston Rockets Box Score, March 25, 2016». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  50. «NBA & ABA Single Season Leaders and Records for Turnovers». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  51. «Sacramento Kings vs Houston Rockets - April 13, 2016 - Game Preview, Play by Play, Scores and Recap on NBA.com». web.archive.org. 3 de abril de 2017. Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  52. «Rockets Sign James Harden to Four-Year Contract Extension». Houston Rockets (em inglês). Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  53. «Harden agrees to new contract with Rockets». ESPN.com (em inglês). 9 de julho de 2016. Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  54. «Harden now Rockets' full-time point guard». ESPN.com (em inglês). 26 de setembro de 2016. Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  55. Conway, Tyler. «James Harden Will Play as Houston Rockets' Full-Time Point Guard». Bleacher Report (em inglês). Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  56. «Rockets vs. Mavericks - Game Recap - October 28, 2016 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  57. «Sacramento Kings at Houston Rockets Box Score, December 14, 2016». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  58. «New Orleans Pelicans at Houston Rockets Box Score, December 16, 2016». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  59. «Houston Rockets at Memphis Grizzlies Box Score, December 23, 2016». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  60. «Los Angeles Clippers at Houston Rockets Box Score, December 30, 2016». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  61. Golliver, Ben. «James Harden hangs historic 53-point triple-double». Sports Illustrated (em inglês). Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  62. «Houston Rockets at Philadelphia 76ers Box Score, January 27, 2017». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  63. «Phoenix Suns at Houston Rockets Box Score, February 11, 2017». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  64. «Miami Heat at Houston Rockets Box Score, February 15, 2017». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  65. «Harden wins MVP award after career season». ESPN.com (em inglês). 26 de junho de 2018. Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  66. «Houston Rockets at San Antonio Spurs Box Score, May 9, 2017». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  67. «San Antonio Spurs at Houston Rockets Box Score, May 11, 2017». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  68. «James Harden's record contract extension lays groundwork for 'super team' In Houston | NBA.com». www.nba.com. Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  69. «Houston Rockets sign James Harden to reported record contract extension | NBA.com». www.nba.com. Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  70. «Utah Jazz at Houston Rockets Box Score, November 5, 2017». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  71. «Houston Rockets at Phoenix Suns Box Score, November 16, 2017». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  72. «Harden Named Western Conference Player of the Month». Houston Rockets (em inglês). Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  73. «Houston Rockets at Portland Trail Blazers Box Score, December 9, 2017». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  74. «Los Angeles Lakers at Houston Rockets Box Score, December 20, 2017». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  75. «Los Angeles Clippers at Houston Rockets Box Score, December 22, 2017». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  76. «Los Angeles Lakers at Houston Rockets Box Score, December 31, 2017». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  77. «Timberwolves vs. Rockets - Game Recap - January 18, 2018 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  78. «Houston Rockets at New Orleans Pelicans Box Score, January 26, 2018». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  79. «Orlando Magic at Houston Rockets Box Score, January 30, 2018». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  80. «Atlanta Hawks at Houston Rockets Box Score, March 25, 2018». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  81. «2017-18 Houston Rockets Roster and Stats». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  82. «Minnesota Timberwolves at Houston Rockets Box Score, April 15, 2018». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  83. «Utah Jazz at Houston Rockets Box Score, April 29, 2018». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  84. «Golden State Warriors at Houston Rockets Box Score, May 14, 2018». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  85. «Houston Rockets at Golden State Warriors Box Score, May 22, 2018». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  86. «Houston Rockets at Golden State Warriors Box Score, May 26, 2018». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  87. «Golden State Warriors at Houston Rockets Box Score, May 28, 2018». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  88. «James Harden Named NBA MVP». Houston Rockets (em inglês). Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  89. «Rockets vs. Mavericks - Game Recap - December 8, 2018 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  90. «Grizzlies vs. Rockets - Game Recap - December 31, 2018 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  91. «Cleveland Cavaliers at Houston Rockets Box Score, January 11, 2019». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  92. «Houston Rockets at Orlando Magic Box Score, January 13, 2019». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  93. «Memphis Grizzlies at Houston Rockets Box Score, January 14, 2019». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  94. «Brooklyn Nets at Houston Rockets Box Score, January 16, 2019». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  95. «Houston Rockets at New York Knicks Box Score, January 23, 2019». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  96. «New Orleans Pelicans at Houston Rockets Box Score, January 29, 2019». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  97. «Houston Rockets at Denver Nuggets Box Score, February 1, 2019». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  98. «Houston Rockets at Utah Jazz Box Score, February 2, 2019». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  99. «Houston Rockets at Minnesota Timberwolves Box Score, February 13, 2019». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  100. «Houston Rockets at Los Angeles Lakers Box Score, February 21, 2019». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  101. «Atlanta Hawks at Houston Rockets Box Score, February 25, 2019». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  102. «Miami Heat at Houston Rockets Box Score, February 28, 2019». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  103. «Houston Rockets at Atlanta Hawks Box Score, March 19, 2019». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  104. «Houston Rockets at Memphis Grizzlies Box Score, March 20, 2019». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  105. «San Antonio Spurs at Houston Rockets Box Score, March 22, 2019». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  106. «Sacramento Kings at Houston Rockets Box Score, March 30, 2019». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  107. «Utah Jazz at Houston Rockets Box Score, April 17, 2019». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  108. «Houston Rockets at Utah Jazz Box Score, April 20, 2019». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  109. «Finalists for 2019 NBA Awards revealed | NBA.com». www.nba.com. Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  110. «Antetokounmpo, Harden lead All-NBA First Team | NBA.com». www.nba.com. Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  111. «Houston Rockets at Washington Wizards Box Score, October 30, 2019». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  112. «Atlanta Hawks at Houston Rockets Box Score, November 30, 2019». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  113. «Houston Rockets at Cleveland Cavaliers Box Score, December 11, 2019». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  114. «Houston Rockets at Orlando Magic Box Score, December 13, 2019». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  115. «Houston Rockets at Dallas Mavericks Box Score, July 31, 2020». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  116. Stein, Marc; Deb, Sopan (13 de janeiro de 2021). «Houston Rockets to Trade James Harden to the Nets». The New York Times (em inglês). ISSN 0362-4331. Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  117. Cruz, Mike (27 de dezembro de 2020). «James Harden On 44-Point Explosion, 9-Man Lineup In Crazy Game vs. Blazers». ClutchPoints (em inglês). Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  118. «Brooklyn Nets Acquire James Harden». Brooklyn Nets (em inglês). Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  119. «Rockets Announce Revised Four-Team Trade». Houston Rockets (em inglês). Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  120. «James Harden did something Saturday no NBA player ever has». sports.yahoo.com (em inglês). Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  121. «Harden drops 30-point triple-double in Nets debut». ESPN.com (em inglês). 16 de janeiro de 2021. Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  122. «James Harden tops David Robinson to become NBA's top lefty scorer». Rockets Wire (em inglês). 3 de agosto de 2020. Consultado em 28 de setembro de 2020 
  123. «Lakers Preview: 10 Things to Know About the Rockets». Los Angeles Lakers (em inglês). Consultado em 28 de setembro de 2020 
  124. «The absolute best shooters of this NBA decade». ESPN.com (em inglês). 16 de setembro de 2019. Consultado em 28 de setembro de 2020 
  125. Fansided (21 de dezembro de 2013). «Houston Rockets: James Harden's Unstoppable Step-Back Jumper». www.chatsports.com (em inglês). Consultado em 28 de setembro de 2020 
  126. «The absolute best shooters of this NBA decade». ESPN.com (em inglês). 16 de setembro de 2019. Consultado em 28 de setembro de 2020 
  127. Goldsberry, Kirk (7 de janeiro de 2015). «The Future of Basketball Is Here, and It Looks a Lot Like James Harden». Grantland (em inglês). Consultado em 28 de setembro de 2020 
  128. Oregonian/OregonLive, Mike Richman | The (11 de março de 2015). «Trail Blazers prepare for Houston Rockets, 'crafty' attack of James Harden». oregonlive (em inglês). Consultado em 28 de setembro de 2020 
  129. «The sour science driving James Harden's vexing genius». ESPN.com (em inglês). 4 de maio de 2019. Consultado em 28 de setembro de 2020 
  130. Favale, Dan. «Dwight Howard Injury Gives James Harden Chance to Swing NBA MVP Race». Bleacher Report (em inglês). Consultado em 28 de setembro de 2020 
  131. «Harden now Rockets' full-time point guard». ESPN.com (em inglês). 26 de setembro de 2016. Consultado em 28 de setembro de 2020 
  132. Conway, Tyler. «James Harden Will Play as Houston Rockets' Full-Time Point Guard». Bleacher Report (em inglês). Consultado em 28 de setembro de 2020 
  133. «James Harden becomes all-time Houston Rockets assists king». Rockets Wire (em inglês). 20 de dezembro de 2019. Consultado em 28 de setembro de 2020 
  134. «THE FIRST ONE EVER TO DO IT Harden led the NBA in points, assists, and steals». Basketball Network (em inglês). 10 de agosto de 2020. Consultado em 28 de setembro de 2020 
  135. Carson, Dan. «Here Are 11 Minutes of James Harden Playing Terrible, Awful Defense». Bleacher Report (em inglês). Consultado em 28 de setembro de 2020 
  136. WinterFacebookTwitter, Jack (4 de agosto de 2014). «Report: James Harden's Defense Impressing With Team USA». UPROXX (em inglês). Consultado em 28 de setembro de 2020 
  137. Feigen, Jonathan. «James Harden's Defense Keys Houston Rockets' Hot Start (No Really)». Bleacher Report (em inglês). Consultado em 28 de setembro de 2020 
  138. Somma, Vinny (15 de agosto de 2020). «Rockets' James Harden Makes NBA History With Latest Feat». Heavy.com (em inglês). Consultado em 28 de setembro de 2020 
  139. Smith, Jeff (15 de abril de 2019). «James Harden's Family & Siblings: 5 Fast Facts You Need to Know». Heavy.com (em inglês). Consultado em 30 de julho de 2020 
  140. «JockBio: James Harden Biography». www.jockbio.com. Consultado em 30 de julho de 2020 
  141. «RT @JLin7: "Death is swallowed up in victory" ... He is Risen! Happy Easter!!». Twitter (em inglês). Consultado em 30 de julho de 2020 
  142. «I thank GOD for everything!!!». Twitter (em inglês). Consultado em 30 de julho de 2020 
  143. «James Harden Wanted Time to Pray Before Leaving OKC» (em inglês). Consultado em 30 de julho de 2020 
  144. Beck, Howard (26 de maio de 2012). «Standing Out and Blending In». The New York Times (em inglês). ISSN 0362-4331 
  145. «Get your very own James Harden beard thanks to this t-shirt» (em inglês). Consultado em 30 de julho de 2020 
  146. Badenhausen, Kurt. «James Harden Expands His Unique Brand With Trolli Candy Endorsement». Forbes (em inglês). Consultado em 30 de julho de 2020 
  147. «Sources: Adidas makes $200M bid for Harden». ESPN.com (em inglês). 3 de agosto de 2015. Consultado em 30 de julho de 2020 
  148. Sports, Houston Chronicle (18 de julho de 2019). «Rockets' James Harden joins ownership of Dynamo and Dash». Houston Chronicle. Consultado em 30 de julho de 2020 
  149. «Harden's message to Houston» 
  150. «Rockets GM Daryl Morey tweets support for Hong Kong protests, prompting response from owner». sports.yahoo.com (em inglês). Consultado em 30 de julho de 2020 
  151. «Rockets' general manager's Hong Kong comments anger China». AP NEWS. 7 de outubro de 2019. Consultado em 30 de julho de 2020 
  152. «James Harden says 'we love China;' Nets owner Joe Tsai weighs in on Morey tweet». ProBasketballTalk | NBC Sports (em inglês). 7 de outubro de 2019. Consultado em 30 de julho de 2020 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Media relacionados com James Harden no Wikimedia Commons