Jimmy Butler

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Jimmy Butler
Jimmy Butler (cropped).jpg
Informações pessoais
Nome completo Jimmy Butler III
Data de nasc. 14 de setembro de 1989 (32 anos)
Local de nasc. Houston, Texas,  Estados Unidos
Altura 6 ft 7 in (2.01 m)
Peso 230 lb (104 kg)
Apelido Jimmy G
Jimmy Buckets
Informações no clube
Clube atual Estados Unidos Miami Heat
Número 22
Posição Ala
Clubes de juventude
2007–2008
2008–2011
Estados Unidos Tyler Junior College
Estados Unidos Marquette Golden Eagles
Clubes profissionais
Ano Clubes Partidas (pontos)
2011–2017
2017–2018
2018–2019
2019–Presente
Estados Unidos Chicago Bulls
Estados Unidos Minnesota Timberwolves
Estados Unidos Philadelphia 76ers
Estados Unidos Miami Heat
00441 00(6.847)
0074 000(1.599)
0067 000(1.235)
00209 000(4.483)
Medalhas
Competidor dos  Estados Unidos
Jogos Olímpicos
Ouro Rio 2016 Equipe

Jimmy Butler III (Houston, 14 de setembro de 1989) é um jogador norte-americano de basquete profissional que atualmente joga no Miami Heat da National Basketball Association (NBA).[1]

Butler foi selecionado pelo Chicago Bulls como a 30ª escolha geral no draft da NBA de 2011. Em 2015, ele foi o vencedor do Prêmio de Jogador que Mais Evoluiu. Depois de seis temporadas em Chicago, ele foi negociado para o Minnesota Timberwolves em junho de 2017. Butler foi novamente negociado em novembro de 2018, desta vez para o Philadelphia 76ers. Em julho de 2019, ele assinou com o Heat. Durante sua primeira temporada com a equipe, Butler chegou às finais da NBA. Em 2021, ele liderou a liga em roubos de bola.

Butler foi selecionado seis vezes para o All-Star Game, quatro vezes para o All-NBA Team, cinco vezes para a Equipe Defensiva e foi medalhista de ouro nas Olimpiadas de 2016.

Primeiros anos[editar | editar código-fonte]

Antes do draft de 2011, um gerente geral da NBA disse sobre Butler: "Sua história é uma das mais marcantes que já vi em todos os meus anos de basquete. Houve muitas vezes em sua vida em que ele foi programado para fracassar mas ele superou todas as dificuldades. Quando você fala com ele - e ele hesita em falar sobre sua vida - você tem a sensação de que esse garoto tem grandeza".[2]

Nascido em Houston, Texas, o pai de Butler abandonou a família quando ele era criança. Quando ele tinha 13 anos e morava em Tomball, subúrbio de Houston, sua mãe o expulsou de casa. Como Butler se lembrou em uma entrevista de 2011, ela disse a ele: "Não gosto da sua aparência. Você precisa ir". Ele se hospedou em casas de amigos, ficando por algumas semanas antes de se mudar para outra casa. Apesar disso, Butler mantém um relacionamento próximo com os pais, dizendo: "Não guardo rancor. Ainda converso com minha família. Nós nos amamos. Isso nunca vai mudar."[3]

Em uma liga de basquete de verão antes de seu último ano na Tomball High School, ele foi notado por Jordan Leslie, um jogador de futebol americano e basquete, que o desafiou para uma competição de três pontos. Os dois imediatamente se tornaram amigos e Butler começou a se hospedar na casa dele. Embora a mãe e o padrasto de seu amigo, que tinha outros seis filhos, estivessem relutantes no início, eles o acolheram em poucos meses. Butler diria mais tarde: "Eles me aceitaram em sua família. E não foi por causa do basquete. Ela [Michelle Lambert, a mãe de Leslie] era simplesmente muito amorosa. Eu não conseguia acreditar".

Em seu terceiro ano na Tomball High, Butler teve média de 10 pontos. Em seu último ano, sendo capitão da equipe, ele teve médias de 19,9 pontos e 8,7 rebotes e foi eleito o melhor jogador da equipe.

Butler não foi muito recrutado ao sair do colégio e optou por estudar na Tyler Junior College em Tyler, Texas.

Carreira universitária[editar | editar código-fonte]

Depois de sua primeira temporada na Tyler Junior College, onde teve médias de 18,1 pontos, 7,7 rebotes e 3,1 assistências, Butler atraiu o interesse dos programas da primeira divisão da NCAA. Considerado um recruta de duas estrelas pela 247Sports.com,[4] ele foi listado como a 127º melhor perspectiva universitária em 2008.[5]

Butler aceitou uma bolsa de estudos da Universidade Marquette, onde, como aluno de segundo ano, teve médias de 5,6 pontos e 3,9 rebotes e registrou uma porcentagem de lances livres certos de 76,8%.

Ele virou titular em seu terceiro ano e teve médias de 14,7 pontos e 6,4 rebotes. Sua temporada foi destacada por dois cestas vencedoras contra UConn e St. John's, para ajudar Marquette a terminar 11-7 na Big East e ter sua quinta aparição consecutiva no Torneio da NCAA.

Em sua última temporada, 2010-11, ele teve média de 15,7 pontos e ganhou uma Menção Honrosa para a Equipe da Big East pelo segundo ano consecutivo.

Carreira profissional[editar | editar código-fonte]

Chicago Bulls (2011–2017)[editar | editar código-fonte]

Primeiros anos e primeira seleção defensiva (2011-2014)[editar | editar código-fonte]

Butler foi selecionado pelo Chicago Bulls como a 30ª escolha geral no draft da NBA de 2011.[6]

Ele teve oportunidades limitadas em seu ano de estreia, jogando apenas 42 jogos. Na temporada seguinte, ele jogou em todos os 82 jogos dos Bulls. Depois de jogar por poucos minutos no começo da temporada de 2012–13, ele teve minutos significativos ao longo da segunda metade da temporada, incluindo sendo titular em todos os 12 jogos dos playoff.[7] Ele marcou 28 pontos contra o Toronto Raptors em 9 de abril.[8] Dois dias depois, ele registrou seu primeiro duplo-duplo com 22 pontos e 14 rebotes contra o New York Knicks.[9]

A temporada de 2013-14 viu Butler perder 15 jogos devido a lesão, limitando-se a 67 jogos. Ele teve média de 38,7 minutos, o recorde de sua carreira. Ele marcou 26 pontos contra o Memphis Grizzlies em 30 de dezembro.[10] Ele estabeleceu um recorde da franquia quando jogou 60:20 minutos em uma prorrogação tripla contra o Orlando Magic em 15 de janeiro e terminou com 21 pontos, sete rebotes e seis assistências.[11] No final da temporada, ele foi nomeado para a Segunda Equipe Defensiva da NBA.

MIP e primeiras seleções All-Star (2014–2016)[editar | editar código-fonte]

Butler em um jogo dos playoff de 2015 contra o Cleveland Cavaliers

Em 25 de novembro de 2014, Butler marcou 32 pontos na derrota para o Denver Nuggets.[12] Em 3 de dezembro de 2014, ele foi nomeado o Jogador do Mês da Conferência Leste pelos jogos disputados em outubro e novembro.[13] Em 18 de dezembro, ele marcou 35 pontos em uma vitória por 103-97 sobre o New York Knicks.[14]

Em 29 de janeiro de 2015, ele foi nomeado como reserva da Conferência Leste no All-Star Game da NBA de 2015.[15]

Em 2 de março de 2015, ele foi afastado por três a seis semanas devido a uma lesão no cotovelo esquerdo. Ele voltou à ação em 23 de março contra o Charlotte Hornets, registrando 19 pontos e 9 rebotes em uma vitória por 98-86.[16]

Em 20 de abril, Butler marcou 31 pontos na vitória por 91-82 sobre o Milwaukee Bucks para assumir uma vantagem de 2-0 na primeira rodada dos playoffs. Em 25 de abril, ele marcou 33 pontos na derrota por 92–90 para os Bucks, reduzindo sua liderança na série para 3-2.[17] Eles ganharam o Jogo 6 da série, levando-os para as semifinais, onde perderam por 4–2 para o Cleveland Cavaliers.

Em 7 de maio, ele foi nomeado o Jogador que Mais Evoluiu na NBA e se tornou o primeiro jogador na história da franquia a ganhar o prêmio.[18]

Em 9 de julho de 2015, Butler assinou novamente com os Bulls em um contrato de cinco anos e US $ 95 milhões.[19][20]

Em 9 de dezembro, ele marcou 36 pontos na derrota para o Boston Celtics.[21] Em 18 de dezembro, ele marcou 43 pontos em uma derrota, após uma quádrupla prorrogação, para o Detroit Pistons por 147–144.[22] Em 3 de janeiro, Butler quebrou o recorde de Michael Jordan de mais pontos no intervalo pelos Bulls, marcando 40 de seus 42 pontos, e levou a equipe a uma vitória por 115-113 sobre o Toronto Raptors.[23] Dois dias depois, ele registrou 32 pontos e 10 assistências na vitória de 117-106 sobre o Milwaukee Bucks.[24] Em 14 de janeiro, ele marcou 53 pontos na vitória por 115-111 sobre o Philadelphia 76ers. Ele se tornou o primeiro jogador dos Bulls a marcar 50 pontos desde Jamal Crawford em 2004.[25]

Em 5 de fevereiro, Butler sofreu uma distensão no joelho esquerdo em um jogo contra o Denver Nuggets e ficou quatro semanas de fora. Ele foi chamado para o All-Star Game de 2016, mas a lesão o forçou a desistir.[26] Butler perdeu 11 jogos, voltando à ação em 5 de março contra o Houston Rockets e registrando 24 pontos, 11 rebotes, 6 assistências e 1 roubo de bola em 34 minutos na vitória por 108–100, ajudando os Bulls a acabar uma sequência de quatro derrotas consecutivas.[27]

Em 2 de abril, ele registrou seu primeiro triplo-duplo da carreira com 28 pontos, 17 rebotes e 12 assistências na derrota por 94-90 para o Detroit Pistons.[28] No último jogo da temporada, ele registrou seu segundo triplo-duplo da carreira com 10 pontos, 12 rebotes e 10 assistências na vitória por 115-105 sobre o Philadelphia 76ers.[29]

Primeira seleção All-NBA (2016–2017)[editar | editar código-fonte]

Butler com a equipe olímpica dos EUA de 2016

Na abertura da temporada dos Bulls em 27 de outubro, Butler marcou 24 pontos na vitória por 105-99 sobre o Boston Celtics.[30] Em 9 de novembro, ele marcou 39 pontos na derrota por 115-107 para o Atlanta Hawks.[31] Três dias depois, ele registrou 37 pontos, acertando todos os 14 lances livres, oito rebotes e nove assistências na vitória por 106-95 sobre o Washington Wizards.[32]

Em 20 de novembro, ele marcou 40 pontos na vitória por 118-110 sobre o Los Angeles Lakers. No dia seguinte, ele foi nomeado o Jogador da Semana da Conferência Leste pelos jogos disputados de 14 de novembro a 20 de novembro.[33]

Em 2 de janeiro de 2017, Butler registrou 52 pontos, 12 rebotes e 6 assistências na vitória por 118–111 sobre o Charlotte Hornets.[34] Em 7 de janeiro, ele atingiu a marca de 40 pontos pela terceira vez em seis jogos, terminando com 42 pontos na vitória por 123–118 sobre o Toronto Raptors.[35] Dois dias depois, ele foi nomeado o Jogador da Semana da Conferência Leste pelos jogos disputados de 2 de janeiro a 8 de janeiro. Em 19 de janeiro, Butler foi nomeado titular na Conferência Leste no All-Star Game da NBA de 2017.[36]

Depois de questionar o desejo dos jogadores mais jovens após uma derrota para o Atlanta Hawks em 25 de janeiro, Butler foi multado e impedido de jogar contra o Miami Heat em 27 de janeiro como punição.

Em 25 de fevereiro de 2017, ele registrou seu terceiro triplo-duplo da carreira com 18 pontos, 10 rebotes e 10 assistências na vitória por 117–99 sobre o Cleveland Cavaliers.[37] Em 26 de março de 2017, ele teve 20 pontos e 14 assistências na vitória por 109-94 sobre o Milwaukee Bucks.[38] Em 6 de abril de 2017, ele registrou seu quarto triplo-duplo da carreira com 19 pontos, 10 rebotes e 10 assistências na vitória por 102–90 sobre o Philadelphia 76ers.

Minnesota Timberwolves (2017–2018)[editar | editar código-fonte]

Em 22 de junho de 2017, Butler foi negociado, juntamente com Justin Patton, para o Minnesota Timberwolves em troca de Zach LaVine, Kris Dunn e Lauri Markkanen.[39]

Em sua estreia pelos Timberwolves na abertura da temporada em 18 de outubro, ele marcou 12 pontos na derrota por 107-99 para o San Antonio Spurs.[40] Em 3 de dezembro, ele marcou 20 de seus 33 pontos no quarto quarto da vitória por 112–106 sobre o Los Angeles Clippers.[41] Em 12 de dezembro, ele marcou 38 pontos na derrota por 118-112 para o Philadelphia 76ers.[42] Em 18 de dezembro, ele teve 37 pontos em uma vitória por 108–107 sobre o Portland Trail Blazers.[43]

Em 23 de janeiro, ele foi nomeado como reserva da Conferência Oeste no All-Star Game da NBA de 2018.[44] Ele optou por não jogar, priorizando a sequência esticada da temporada.[45] No entanto, no primeiro jogo dos Timberwolves após o intervalo, em 23 de fevereiro contra o Houston Rockets, ele deixou o jogo no final do terceiro período com uma lesão no joelho direito.[46] Dois dias depois, ele foi submetido a uma cirurgia e foi descartado por tempo indeterminado.[47]

Em 6 de abril, Butler voltou à ação e marcou 18 pontos na vitória por 113-96 sobre o Los Angeles Lakers.[48] No Jogo 3 da primeira rodada dos playoffs contra os Rockets, ele marcou 28 pontos em uma vitória por 121–105.[49] Os Timberwolves perderam a série em cinco jogos.[50]

Pouco antes do acampamento de treinos em 2018, Butler solicitou uma troca dos Timberwolves, indicando que ele não voltaria a assinar com a equipe em 2019.[51] Quando uma troca não foi realizada antes do início da temporada regular, Butler optou por jogar pelo Minnesota na temporada de 2018-19. Ele jogou em 10 dos primeiros 13 jogos dos Timberwolves antes de ser negociado no início de novembro.

Philadelphia 76ers (2018–2019)[editar | editar código-fonte]

Butler se prepara para um lance livre em 2019

Em 12 de novembro de 2018, Butler foi negociado, junto com Justin Patton, para o Philadelphia 76ers em troca de Jerryd Bayless, Robert Covington, Dario Šarić e uma escolha de segunda rodada do draft de 2022.[52]

Em 14 de novembro de 2018, ele fez sua estreia pelos 76ers e marcou 14 pontos na derrota por 111-106 para o Orlando Magic.[53] Em 25 de novembro, ele registrou 34 pontos e 12 rebotes e fez uma cesta de 3 pontos com 2,3 segundos restantes para dar a vitória aos 76ers por 127-125 sobre o Brooklyn Nets.[54] Em 5 de dezembro, ele marcou 38 pontos na derrota por 113-102 para o Toronto Raptors.[55] Dois dias depois, ele teve um segundo jogo consecutivo de 38 pontos na vitória por 117–111 sobre o Detroit Pistons.[56]

Em 29 de janeiro, Butler começou a jogar como armador e teve 20 pontos e seis assistências na vitória por 121-105 sobre o Los Angeles Lakers.[57] No Jogo 1 da primeira rodada dos playoffs contra os Nets, Butler marcou 36 pontos em uma derrota de 111–102.[58] No Jogo 2 da segunda rodada, ele registrou 30 pontos e 11 rebotes para ajudar os 76ers a empatar a série contra os Raptors em 1–1 com uma vitória de 94–89.[59] No Jogo 6, ele marcou 25 pontos em uma vitória por 112–101, ajudando os 76ers a empatar a série contra os Raptors por 3–3.[60] Os 76ers perderam por 92-90 no Jogo 7, apesar dos 16 pontos de Butler.[61]

Miami Heat (2019–Presente)[editar | editar código-fonte]

Aparição nas finais (2019–2020)[editar | editar código-fonte]

Em 6 de julho de 2019, Butler assinou com o Miami Heat em uma troca de quatro equipes.[62]

Em 9 de dezembro de 2019, Butler foi eleito o Jogador da Semana da Conferência Leste depois de ter médias de 27,5 pontos, 9,0 rebotes e 8,5 assistências.[63] Em 10 de dezembro, ele registrou 20 pontos, 18 rebotes e 11 assistências na vitória por 135-121 contra o Atlanta Hawks.[64] Em 30 de janeiro, Butler foi nomeado para seu quinto All-Star Game da NBA.[65]

O Heat chegou às finais da NBA depois de derrotar o Boston Celtics nas finais da Conferência Leste em seis jogos, dando a Butler sua primeira aparição nas finais. No Jogo 3, Butler registrou 40 pontos, 11 rebotes e 13 assistências e se tornou o terceiro jogador na história das finais a registrar um triplo-duplo de mais de 40 pontos, juntando-se a LeBron James no Cleveland Cavaliers em 2015 e Jerry West no Los Angeles Lakers em 1969.

No Jogo 5, Butler registrou 35 pontos, 12 rebotes, 11 assistências e 5 roubos de bola para se tornar o primeiro jogador a registrar mais de 35 pontos, 10 rebotes, 10 assistências e 5 roubos de bola em um jogo das finais. Ele é o segundo jogador a alcançar tais estatísticas na história dos playoffs da NBA depois de Gary Payton em 2000. Ele se tornou o sexto jogador com múltiplas triplos-duplos nas finais junto com James, Magic Johnson, Larry Bird, Wilt Chamberlain e Draymond Green.

O Heat perdeu para os Lakers em seis jogos. Eventualmente, Butler se tornou apenas o segundo jogador nas finais a liderar o seu time em pontos, rebotes, assistências, roubos de bola e bloqueios, juntando-se a James em 2016.

Saída na primeira rodada (2020–2021)[editar | editar código-fonte]

Em 11 de fevereiro de 2021, Butler registrou seu 10ª triplo-duplo da carreira com 27 pontos, 10 rebotes e 10 assistências na vitória por 101-94 sobre o Houston Rockets.[66] Em 18 de fevereiro, ele registrou seu 13º triplo-duplo da carreira com 13 pontos, 10 rebotes e 13 assistências na vitória por 118-110 sobre o Sacramento Kings, tornando-se o primeiro jogador na história da franquia com três triplo-duplo consecutivos. Junto com Bam Adebayo, que registrou 16 pontos, 12 rebotes e 10 assistências, eles se tornaram a primeira dupla na história da liga a registrar triplo-duplo no mesmo jogo mais de uma vez.[67][68]

Nos playoffs, o Heat foi varrido em quatro jogos pelo Milwaukee Bucks, que venceria as finais da NBA. No jogo 4, Butler registrou seu terceiro triplo-duplo nos playoffs da carreira.[69]

Finais da Conferência Leste (2021–2022)[editar | editar código-fonte]

Em 7 de agosto de 2021, Butler assinou uma extensão de contrato de quatro anos e US$ 184 milhões com o Heat.[70][71]

Em 23 de janeiro de 2022, durante um confronto contra o Los Angeles Lakers e LeBron James, Butler superou James em primeiro lugar na lista de mais triplos-duplos pelo Heat.[72] Em 3 de fevereiro, Butler foi nomeado reserva do All-Star Game da NBA de 2022, tornando-se sua sexta seleção da carreira.[73]

Em 17 de abril, durante o Jogo 1 da primeira rodada dos playoffs, ele registrou 21 pontos, seis rebotes, quatro assistências e três roubos de bola na vitória por 115-91 sobre o Atlanta Hawks.[74] Dois dias depois, ele teve 45 pontos, cinco rebotes e cinco assistências na vitória do jogo 2 por 115-105. Butler se tornou apenas o terceiro jogador na história da franquia a ter pelo menos 45 pontos, cinco assistências e cinco rebotes em um jogo de pós-temporada, juntando-se a James e Dwyane Wade. Ele também se tornou o quinto jogador desde 1978 a ter pelo menos 45 pontos e zero turnovers em um jogo de playoffs.[75][76] No Jogo 4 dessa série, Butler registrou 36 pontos, 10 rebotes, quatro assistências e quatro roubos de bola em uma vitória por 110-86.[77] Em 8 de maio, no Jogo 4 das semifinais da Conferência Leste, Butler registrou 40 pontos em uma derrota por 116-108 para o Philadelphia 76ers.[78]

Em 17 de maio, no Jogo 1 das finais da Conferência Leste, Butler registrou 41 pontos, nove rebotes, cinco assistências, quatro roubadas de bola e três bloqueios na vitória por 118-107 sobre o Boston Celtics. Ele se tornou o primeiro jogador na história da pós-temporada a atingir todos esses marcos desde que roubos de bola e bloqueios foram registrados pela primeira vez em 1974. Em 21 de maio, Butler machucou o joelho direito e não jogou na segunda metade do Jogo 3. Miami venceria o jogo por 109-103 e lideraria a série por 2-1.[79] No Jogo 6 da série, ele registrou 47 pontos, nove rebotes, oito assistências e quatro roubadas de bola para levar o Miami a uma vitória por 111-103 e forçar o Jogo 7. Ele se tornou o primeiro jogador desde Michael Jordan em 1988 a ter vários jogos de pelo menos 40 pontos e quatro roubos de bola na mesma série.[80][81] No decisivo Jogo 7, o Heat foi eliminado apesar de 35 pontos e nove rebotes de Butler.[82]

Estatísticas da carreira[editar | editar código-fonte]

LEGENDA
 PJ  Partidas jogadas  PT  Partidas como titular  MPJ  Minutos por jogo  AP  Arremessos de quadra (%)
 3P  Arremessos de 3 pontos (%)  LL  Lances-livre (%)  RT  Rebotes por jogo  AS  Assistências por jogo
 BR  Roubos de bola por jogo  TO  Tocos por jogo  PPJ  Pontos por jogo  Negrito  Melhor da carreira
Líder da liga

NBA[editar | editar código-fonte]

Temporada Regular[editar | editar código-fonte]

Ano Equipe PJ PT MPJ AP 3P LL RT AS BR TO PPJ
2011-12 Chicago 42 0 8.5 .405 .182 .768 1.3 .3 .3 .1 2.6
2012-13 Chicago 82 20 26.0 .467 .381 .803 4.0 1.4 1.0 .4 8.6
2013-14 Chicago 67 67 38.7 .397 .283 .769 4.9 2.6 1.9 .5 13.1
2014-15 Chicago 65 65 38.7 .462 .378 .834 5.8 3.3 1.8 .6 20.0
2015-16 Chicago 67 67 36.9 .454 .312 .832 5.3 4.8 1.6 .6 20.9
2016-17 Chicago 76 75 37.0 .455 .367 .865 6.2 5.5 1.9 .4 23.9
2017-18 Minnesota 59 59 36.7 .474 .350 .854 5.3 4.9 2.0 .4 22.2
2018-19 Minnesota 10 10 36.1 .471 .378 .787 5.2 4.3 2.4 1.0 21.3
2018-19 Philadelphia 55 55 33.2 .461 .338 .868 5.3 4.0 1.8 .5 18.2
2019-20 Miami 58 58 33.8 .455 .244 .834 6.7 6.0 1.8 .6 19.9
2020–21 Miami 52 52 33.6 .497 .245 .863 6.9 7.1 2.1* .3 21.5
2021–22 Miami 57 57 33.9 .480 .233 .870 5.9 5.5 1.6 .5 21.4
Carreira 690 585 32.7 .456 .307 .828 5.2 4.1 1.6 .4 17.8
All-Star 4 1 12.8 .750 .000 .000 1.8 1.5 1.8 .0 4.5

Playoffs[editar | editar código-fonte]

Ano Equipe PJ PT MPJ AP 3P LL RT AS BR TO PPJ
2012 Chicago 3 0 1.3 .0 .0 .0 .0 .0
2013 Chicago 12 12 40.8 .435 .405 .818 5.2 2.7 1.3 .5 13.3
2014 Chicago 5 5 43.6 .386 .300 .783 5.2 2.2 1.4 .0 13.6
2015 Chicago 12 12 42.2 .441 .389 .819 5.6 3.2 2.4 .8 22.9
2017 Chicago 6 6 39.8 .426 .261 .809 7.3 4.3 1.7 .8 22.7
2018 Minnesota 5 5 34.0 .444 .471 .833 6.0 4.0 .8 .2 15.8
2019 Philadelphia 12 12 35.1 .451 .267 .875 6.1 5.2 1.4 .6 19.4
2020 Miami 21 21 38.4 .488 .349 .859 6.5 6.0 2.0 .7 22.2
2021 Miami 4 4 38.5 .297 .267 .727 7.5 7.0 1.3 .3 14.5
2022 Miami 17 17 37.0 .506 .338 .841 7.4 4.6 2.1 .6 27.4
Carreira 97 94 35.0 .430 .338 .818 5.6 3.9 1.4 .4 17.1

Universitário[editar | editar código-fonte]

Ano Equipe PJ PT MPJ AP 3P LL RT AS BR TO PPJ
2008–09 Marquette 35 0 19.6 .514 .000 .768 3.9 .7 .5 .5 5.6
2009–10 Marquette 34 34 34.3 .530 .500 .766 6.4 2.0 1.3 .6 14.7
2010–11 Marquette 37 35 34.6 .490 .345 .783 6.1 2.3 1.4 .4 15.7
Carreira 106 69 29.5 .511 .281 .772 5.4 1.6 1.0 .5 12.0

Fonte:[83][84]

Prêmios e Homenagens[editar | editar código-fonte]

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Enquanto frequentava a Universidade Marquette, Butler obteve um diploma de bacharel em comunicação.

Butler é fã de música country e participou do videoclipe da música country "Light It Up" de Luke Bryan.[85] Ele é amigo de Mark Wahlberg, que conheceu enquanto estava filmando Transformers: Age of Extinction em Chicago. Os dois passaram férias em Paris juntos.[86]

Butler se tornou fã de futebol durante as Olimpíadas de 2016, depois de ver Neymar Jr. jogar pelo Brasil. Ele cita o Paris Saint Germain como seu time favorito e Neymar como seu jogador favorito.[87][88]

Butler e sua namorada têm uma filha.[89] Ele perdeu os três primeiros jogos da temporada de 2019-20 devido ao nascimento dela.[90]

Na Bolha da NBA, Butler abriu sua própria cafeteria, que operava em seu quarto de hotel usando sua cafeteira francesa, cobrando US $ 20 por xícara.[91] Um ano depois, ele lançou oficialmente sua marca de café e planejava dedicar seu tempo ao negócio após a aposentadoria.[92]

Referências

  1. «Jimmy Butler | Miami Heat». www.nba.com (em inglês). Consultado em 2 de junho de 2022 
  2. «Ford: Marquette's Jimmy Butler finds hope and a new home». ESPN.com (em inglês). 18 de junho de 2011. Consultado em 31 de maio de 2021 
  3. «It's Good to Be Jimmy Butler». Chicago Magazine (em inglês). Consultado em 31 de maio de 2021 
  4. «Jimmy Butler, Tyler J.C. Apaches, Small Forward». 247Sports (em inglês). Consultado em 31 de maio de 2021 
  5. «2008 Top Basketball Recruits». 247Sports (em inglês). Consultado em 31 de maio de 2021 
  6. «Bulls trade for Mirotic, draft Marquette's Butler». ESPN.com (em inglês). 24 de junho de 2011. Consultado em 31 de maio de 2021 
  7. «Jimmy Butler 2012-13 Game Log». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 31 de maio de 2021 
  8. «Toronto Raptors at Chicago Bulls Box Score, April 9, 2013». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 31 de maio de 2021 
  9. «New York Knicks at Chicago Bulls Box Score, April 11, 2013». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 31 de maio de 2021 
  10. «Chicago Bulls at Memphis Grizzlies Box Score, December 30, 2013». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 31 de maio de 2021 
  11. «Chicago Bulls at Orlando Magic Box Score, January 15, 2014». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 31 de maio de 2021 
  12. «Chicago Bulls at Denver Nuggets Box Score, November 25, 2014». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 31 de maio de 2021 
  13. «Jimmy Butler named Kia NBA Eastern Conference Player of the Month». Chicago Bulls (em inglês). Consultado em 31 de maio de 2021 
  14. «New York Knicks at Chicago Bulls Box Score, December 18, 2014». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 31 de maio de 2021 
  15. «Butler named Eastern Conference All-Star reserve». Chicago Bulls (em inglês). Consultado em 31 de maio de 2021 
  16. «Charlotte Hornets at Chicago Bulls Box Score, March 23, 2015». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 31 de maio de 2021 
  17. «Chicago Bulls at Milwaukee Bucks Box Score, April 25, 2015». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 31 de maio de 2021 
  18. «Jimmy Butler named Kia NBA Most Improved Player». Chicago Bulls (em inglês). Consultado em 31 de maio de 2021 
  19. «Bulls sign Jimmy Butler». Chicago Bulls (em inglês). Consultado em 31 de maio de 2021 
  20. «Sources: Butler, Bulls reach 5-year, $90M deal». ESPN.com (em inglês). 1 de julho de 2015. Consultado em 31 de maio de 2021 
  21. «Chicago Bulls at Boston Celtics Box Score, December 9, 2015». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 31 de maio de 2021 
  22. «Detroit Pistons at Chicago Bulls Box Score, December 18, 2015». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 31 de maio de 2021 
  23. «Chicago Bulls vs Toronto Raptors - January 3, 2016 - Game Preview, Play by Play, Scores and Recap on NBA.com». web.archive.org. 3 de janeiro de 2016. Consultado em 31 de maio de 2021 
  24. «Milwaukee Bucks at Chicago Bulls Box Score, January 5, 2016». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 31 de maio de 2021 
  25. «Chicago Bulls vs Philadelphia 76ers - January 14, 2016 - Game Preview, Play by Play, Scores and Recap on NBA.com». web.archive.org. 13 de janeiro de 2016. Consultado em 31 de maio de 2021 
  26. «Pau Gasol replaces Jimmy Butler in All-Star Game». Chicago Bulls (em inglês). Consultado em 31 de maio de 2021 
  27. «Houston Rockets at Chicago Bulls Box Score, March 5, 2016». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 31 de maio de 2021 
  28. «Detroit Pistons at Chicago Bulls Box Score, April 2, 2016». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 31 de maio de 2021 
  29. «Philadelphia 76ers at Chicago Bulls Box Score, April 13, 2016». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 31 de maio de 2021 
  30. «Celtics vs. Bulls - Game Recap - October 27, 2016». ESPN (em inglês). Consultado em 3 de junho de 2022 
  31. «Bulls vs. Hawks - Game Recap - November 9, 2016». ESPN (em inglês). Consultado em 3 de junho de 2022 
  32. «Wizards vs. Bulls - Game Recap - November 12, 2016». ESPN (em inglês). Consultado em 3 de junho de 2022 
  33. «Bulls' Jimmy Butler, Pelicans' Anthony Davis named Players of the Week». www.nba.com (em inglês). Consultado em 3 de junho de 2022 
  34. «Hornets vs. Bulls - Game Recap - January 2, 2017». ESPN (em inglês). Consultado em 3 de junho de 2022 
  35. «Raptors vs. Bulls - Game Recap - January 7, 2017». ESPN (em inglês). Consultado em 3 de junho de 2022 
  36. «Curry, Durant and four first-time starters highlight starting lineups for NBA All-Star 2017». www.nba.com (em inglês). Consultado em 3 de junho de 2022 
  37. «Bulls vs. Cavaliers - Game Recap - February 25, 2017». ESPN (em inglês). Consultado em 3 de junho de 2022 
  38. «Bulls vs. Bucks - Game Recap - March 26, 2017». ESPN (em inglês). Consultado em 3 de junho de 2022 
  39. «Timberwolves Acquire Three-Time NBA All-Star and 2016-17 All-NBA Third Team Selection Jimmy Butler». www.nba.com (em inglês). Consultado em 3 de junho de 2022 
  40. «Timberwolves vs. Spurs - Game Recap - October 18, 2017». ESPN (em inglês). Consultado em 3 de junho de 2022 
  41. «Clippers vs. Timberwolves - Game Recap - December 3, 2017». ESPN (em inglês). Consultado em 3 de junho de 2022 
  42. «76ers vs. Timberwolves - Game Recap - December 12, 2017». ESPN (em inglês). Consultado em 3 de junho de 2022 
  43. «Trail Blazers vs. Timberwolves - Game Recap - December 18, 2017». ESPN (em inglês). Consultado em 3 de junho de 2022 
  44. «Jimmy Butler and Karl-Anthony Towns Named NBA Western Conference All-Stars». www.nba.com (em inglês). Consultado em 3 de junho de 2022 
  45. «NBA All-Star Game 2018: Why didn't Jimmy Butler play?». CBSSports.com (em inglês). Consultado em 3 de junho de 2022 
  46. «Timberwolves vs. Rockets - Game Recap - February 23, 2018». ESPN (em inglês). Consultado em 3 de junho de 2022 
  47. «Jimmy Butler Undergoes Successful Surgery On Right Knee». www.nba.com (em inglês). Consultado em 3 de junho de 2022 
  48. «Timberwolves vs. Lakers - Game Recap - April 6, 2018». ESPN (em inglês). Consultado em 3 de junho de 2022 
  49. «Rockets vs. Timberwolves - Game Recap - April 21, 2018». ESPN (em inglês). Consultado em 3 de junho de 2022 
  50. «Timberwolves vs. Rockets - Game Recap - April 25, 2018». ESPN (em inglês). Consultado em 3 de junho de 2022 
  51. «It's done: Butler trade to Philly completed». ESPN.com (em inglês). 12 de novembro de 2018. Consultado em 3 de junho de 2022 
  52. «Team Acquires Four-Time All-Star Jimmy Butler». Philadelphia 76ers (em inglês). Consultado em 3 de junho de 2022 
  53. «76ers vs. Magic - Game Recap - November 14, 2018». ESPN (em inglês). Consultado em 3 de junho de 2022 
  54. «76ers vs. Nets - Game Recap - November 25, 2018». ESPN (em inglês). Consultado em 3 de junho de 2022 
  55. «76ers vs. Raptors - Game Recap - December 5, 2018». ESPN (em inglês). Consultado em 3 de junho de 2022 
  56. «76ers vs. Pistons - Game Recap - December 7, 2018». ESPN (em inglês). Consultado em 3 de junho de 2022 
  57. «76ers vs. Lakers - Game Recap - January 29, 2019». ESPN (em inglês). Consultado em 3 de junho de 2022 
  58. «Nets vs. 76ers - Game Recap - April 13, 2019». ESPN (em inglês). Consultado em 3 de junho de 2022 
  59. «76ers vs. Raptors - Game Recap - April 29, 2019». ESPN (em inglês). Consultado em 3 de junho de 2022 
  60. «Raptors vs. 76ers - Game Recap - May 9, 2019». ESPN (em inglês). Consultado em 3 de junho de 2022 
  61. «76ers vs. Raptors - Game Recap - May 12, 2019». ESPN (em inglês). Consultado em 3 de junho de 2022 
  62. «HEAT Acquire Butler And Leonard». Miami Heat (em inglês). Consultado em 3 de junho de 2022 
  63. «Butler Wins Eastern Conference Player Of The Week». Miami Heat (em inglês). Consultado em 3 de junho de 2022 
  64. «Hawks vs. Heat - Game Recap - December 10, 2019». ESPN (em inglês). Consultado em 3 de junho de 2022 
  65. «Bam Adebayo & Jimmy Butler Are NBA All-Stars». Miami Heat (em inglês). Consultado em 3 de junho de 2022 
  66. «Heat vs. Rockets - Game Recap - February 11, 2021». ESPN (em inglês). Consultado em 3 de junho de 2022 
  67. «Jimmy Butler's 3rd Straight Triple-Double Paces Heat Past Kings». www.cbsnews.com (em inglês). Consultado em 3 de junho de 2022 
  68. «Jimmy Butler, Bam Adebayo first teammates to triple-double in same game more than once». www.nba.com (em inglês). Consultado em 3 de junho de 2022 
  69. «Bucks vs. Heat - Game Recap - May 29, 2021». ESPN (em inglês). Consultado em 3 de junho de 2022 
  70. «HEAT RE-SIGNS JIMMY BUTLER». Miami Heat (em inglês). Consultado em 3 de junho de 2022 
  71. «Butler signs 4-year, $184M extension with Heat». ESPN.com (em inglês). 7 de agosto de 2021. Consultado em 3 de junho de 2022 
  72. Richardson, Shandel. «Jimmy Butler Sets Miami Heat Career Triple-Doubles Record Against Lakers». Sports Illustrated Miami Heat News, Analysis and More (em inglês). Consultado em 3 de junho de 2022 
  73. «2022 NBA All-Star reserves revealed!». www.nba.com (em inglês). Consultado em 3 de junho de 2022 
  74. «Hawks vs. Heat - Game Recap - April 17, 2022». ESPN (em inglês). Consultado em 3 de junho de 2022 
  75. «Heat vs. Hawks: Miami takes 2-0 lead as Jimmy Butler joins LeBron James, Dwyane Wade in team's playoff history». CBSSports.com (em inglês). Consultado em 3 de junho de 2022 
  76. «Jimmy Butler continues wild NBA Playoff shooting trend in Heat's Game 2 win over Hawks». www.sportingnews.com (em inglês). Consultado em 3 de junho de 2022 
  77. «Heat vs. Hawks - Game Recap - April 24, 2022». ESPN (em inglês). Consultado em 3 de junho de 2022 
  78. «Heat vs. 76ers - Game Recap - May 8, 2022». ESPN (em inglês). Consultado em 3 de junho de 2022 
  79. «Heat vs. Celtics - Game Recap - May 21, 2022». ESPN (em inglês). Consultado em 3 de junho de 2022 
  80. «Heat vs. Celtics - Game Recap - 28 May 2022». ESPN (em inglês). Consultado em 3 de junho de 2022 
  81. Desk, Sports. «Kyle Lowry calls 'incredible' Jimmy Butler 'one of the best players I've played with'». www.sportsmax.tv (em inglês). Consultado em 3 de junho de 2022 
  82. «Celtics vs. Heat - Game Recap - May 29, 2022». ESPN (em inglês). Consultado em 3 de junho de 2022 
  83. «Jimmy Butler Stats». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 3 de junho de 2022 
  84. «Jimmy Butler College Stats». College Basketball at Sports-Reference.com (em inglês). Consultado em 3 de junho de 2022 
  85. Luke Bryan - Light It Up (Official Music Video), consultado em 3 de junho de 2022 
  86. Sohi, Seerat (2 de julho de 2015). «Jimmy Butler on Loving Taylor Swift and Meeting Garth Brooks». Rolling Stone (em inglês). Consultado em 3 de junho de 2022 
  87. Stein, Marc (20 de outubro de 2019). «Jimmy Butler and Neymar: a Bromance Among Superstars». The New York Times (em inglês). ISSN 0362-4331. Consultado em 3 de junho de 2022 
  88. «Jimmy Butler: 'Very happy to be here'». EN.PSG.FR (em inglês). Consultado em 3 de junho de 2022 
  89. •. «Jimmy Butler 'Blessed' With New Baby, Debut Win With Miami Heat in Same Week». NBC 6 South Florida (em inglês). Consultado em 3 de junho de 2022 
  90. «Jimmy Butler to make Heat debut Tuesday after missing first three games due to birth of daughter, per report». CBSSports.com (em inglês). Consultado em 3 de junho de 2022 
  91. «Jimmy Butler is charging $20 a cup from his NBA bubble coffee shop». ESPN.com (em inglês). 16 de agosto de 2020. Consultado em 3 de junho de 2022 
  92. Young, Jabari (1 de outubro de 2021). «NBA star Jimmy Butler launches his Bigface coffee brand». CNBC (em inglês). Consultado em 3 de junho de 2022 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Jimmy Butler