Tristan Thompson

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Tristan Thompson
Tristan Thompson against the Portland Trail Blazers (cropped).jpg
Informações pessoais
Nome completo Tristan Trevor James Thompson
Data de nasc. 13 de março de 1991 (28 anos)
Local de nasc. Toronto, Canadá
Altura 2,08 m (6 ft 10 in)
Peso 108 kg (238 lb)
Informações no clube
Clube atual Estados Unidos Cleveland Cavaliers
Número 13
Posição Pivô e Ala-Pivô
Clubes de juventude
2010–2011 Estados Unidos Texas
Clubes profissionais
Ano Clubes Partidas (pontos)
2011 – Presente Estados Unidos Cleveland Cavaliers 562 (5.155)

Tristan Trevor James Thompson (Toronto, 13 de março de 1991) é um jogador canadense de basquete profissional que atualmente joga pelo Cleveland Cavaliers, disputando a National Basketball Association (NBA).[1]

Carreira no ensino médio[editar | editar código-fonte]

Nascido em Toronto, Thompson frequentou a St. Marguerite d'Youville Secondary School em Brampton durante o primeiro ano. Depois de sair de Brampton duas vezes para visitar uma escola preparatória nos Estados Unidos, Thompson decidiu cursar a Saint Benedict's Preparatory School em Newark, Nova Jersey em seu segundo ano. Ele citou o aumento da exposição e do nível de habilidade como o motivo da transferência.

Thompson passou o segundo ano e metade do seu terceiro ano em St. Benedict's, causando um impacto imediato e mostrando flashes de brilho.[2] Em seu curto período de tempo lá, ele se tornou o principal recruta do país. Os principais programas de basquete do país procuraram pesadamente Thompson, que assumiu o primeiro compromisso verbal com a Universidade do Texas.[3]

No entanto, o relacionamento entre Thompson e então treinador do St. Benedict's, Dan Hurley, sofreu um duro golpe. O estilo de treinamento de Hurley causou danos à jovem estrela. Durante um jogo, Hurley enfrentou Thompson durante um intervalo e um debate acalorado se seguiu. Thompson foi expulso da quadra e posteriormente removido da equipe.[4] Nos dias seguintes, ele estava planejando sair, resultando em uma enxurrada de ligações das melhores escolas preparatórias da América do Norte tentando adquirir seus serviços. Na semana seguinte, ele se transferiu para Findlay Prep com seu amigo íntimo e companheiro de equipe da AAU, Cory Joseph.[5]

Thompson se juntou à Findlay no final da temporada, causando um impacto imediato na equipe e prosperando sob o sistema e estilo do treinador, Michael Peck. Ele continuou a aprimorar e aperfeiçoar suas habilidades no último ano em preparação para a faculdade e manteve seu compromisso com a Universidade do Texas, assinando oficialmente sua carta de intenções em 11 de novembro de 2009.[6]

Após o último ano, Thompson e Joseph se comprometeram com Texas e foram o quarto e o quinto canadenses a serem nomeados McDonald's All-Americans, depois de Bill Wennington (1981), Barry Bekkedam (1986) e Olu Famutimi (2003).[7]

Carreira na faculdade[editar | editar código-fonte]

Em sua única temporada no Texas, Thompson obteve uma média de 13,1 pontos, 7,8 rebotes, 1.3 assistências, 0.9 roubos de bolas e 2.4 bloqueios.[8] Ele liderou a equipe em rebotes, chutes bloqueados (86) e duplos-duplos (10), enquanto ficou em segundo lugar na pontuação. Ele ganhou o prêmio de MVP da equipe, conforme votado por seus companheiros de equipe. Nacionalmente, Thompson foi um dos cinco finalistas do Wayman Tisdale Award, uma honra concedida ao Calouro Nacional do Ano pela Associação de Escritores de Basquete dos EUA.

Ele ajudou Texas a concluir a temporada de 2010-11 com um recorde de 28-8 e avançar para a Rodada 32 do Torneio da NCAA.[9]

Thompson disse à mídia após o Torneio da NCAA que planejava voltar ao Texas para sua segunda temporada, mas mudou de ideia.[10] Em 21 de abril de 2011, ele se declarou o Draft da NBA, renunciando aos três anos de elegibilidade para a faculdade.

Carreira profissional[editar | editar código-fonte]

Draft da NBA[editar | editar código-fonte]

Em 23 de junho de 2011, Thompson foi selecionado pelo Cleveland Cavaliers como a 4° escolha geral no Draft de 2011.[11] Na época, ele era o jogador canadense melhor selecionado na história da NBA, até Anthony Bennett e Andrew Wiggins serem selecionados com a primeira escolha geral em 2013 e 2014, respectivamente.[12]

Cleveland Cavaliers (2011 - Presente)[editar | editar código-fonte]

Temporada de 2011-12: Temporada de estreia[editar | editar código-fonte]

Durante o bloqueio da NBA em 2011, Thompson participou de aulas na Universidade do Texas para concluir seu curso superior. Thompson assinou seu contrato de novato com os Cavaliers em 9 de dezembro de 2011.[13] Ele fez sua estréia profissional contra o Toronto Raptors em 26 de dezembro de 2011. Em 17 minutos, Thompson marcou 12 pontos e fez 5 rebotes.[14]

Thompson foi reserva dos veteranos Antawn Jamison e Anderson Varejão nos primeiros três meses de sua temporada de estreia, mas ainda conseguiu tornar sua presença conhecida nos dois lados da quadra. Sua produção aumentou em fevereiro, à medida que seus minutos aumentaram, e ele registrou três duplos-duplos naquele mês. Seu melhor desempenho em fevereiro foi um jogo que ele registrou 15 pontos, 12 rebotes e dois bloqueios em 30 minutos de jogo, quando os Cavaliers derrotou o Sacramento Kings por 93-92.[15]

Thompson foi inserido na equipe titular em 18 de março contra o Atlanta Hawks, enquanto Varejão continuava se recuperando de um pulso fraturado. Ele registrou sete pontos e seis rebotes. O momento decisivo de sua temporada aconteceu no jogo seguinte contra o New Jersey Nets, quando ele registrou 27 pontos, 12 rebotes e uma vitória por 105-100.[16]

Depois que o Varejao foi descartado por tempo indeterminado, o técnico Byron Scott decidiu colocar Thompson como titular pelo restante da temporada regular. Thompson não decepcionou, elevando suas médias para 9,3 pontos, 7,5 rebotes e pouco menos de um bloqueio por jogo como titular. Ele brilhou em abril, mesmo com o Cleveland fora da corrida dos playoffs, marcando dois dígitos em 10 de seus 16 jogos finais.

Ele terminou a temporada jogando 60 jogos com médias de 23.7 minutos, 8.2 pontos, 6.5 rebotes, 0.5 assistências, 0.5 roubos de bolas e 1.0 bloqueios.[17] Ele foi selecionado para a Segunda-Equipe de Novatos, tornando-se o primeiro canadense a ser selecionado.

Temporada de 2012–13[editar | editar código-fonte]

Na temporada de 2012–13, Thompson trabalhou para evitar o bloqueio de seus próprios arremessos e mudou a mão dominante da esquerda para a direita.[18] Na maior parte da temporada, quase 17%, ou um em cada seis, de seus arremessos foram bloqueados. Thompson caiu para cerca de 15% no final da temporada.[19]

Ele teve uma média de 3,7 rebotes ofensivos por jogo, que ficou em quinto lugar na NBA e o primeiro entre os jogadores do segundo ano e estabeleceu o recorde da franquia de rebotes ofensivos em uma única temporada com 306 (segundo na NBA), superando Zydrunas Ilgauskas que fez 299 rebotes ofensivos na temporada de 2004-05. Ele também registrou 31 duplos-duplos na temporada, tornando-se o nono jogador na história da franquia a somar pelo menos 30 duplos-duplos em uma única temporada.

Ele foi titular em todos os 82 jogos na temporada de 2012–13, tendo médias de 11,7 pontos, 9,4 rebotes, 1.3 assistências, 0.7 roubadas de bola e 0,9 bloqueios em 31,3 minutos por jogo.[20]

Temporada de 2013-14[editar | editar código-fonte]

No período de entressafra de 2013, Thompson decidiu mudar a mão dominante para a direita novamente.[21] Apesar da mudança, ele teve uma temporada quase idêntica na temporada de 2013–14, pois iniciou todos os 82 jogos e teve médias de 11,7 pontos, 9.2 rebotes, 0.9 assistências, 0.5 roubadas de bola e 0.4 bloqueios em 31.6 minutos por jogo.[22]

Temporada de 2014-15[editar | editar código-fonte]

Durante a entressafra de 2014, os Cavaliers adquiriram LeBron James e Kevin Love. Thompson foi reserva na maior parte da temporada, fornecendo energia e solidificando seu lugar como um dos melhores reboteiros ofensivos da liga, tendo médias de 8 rebotes por jogo.

Os Cavaliers terminou a temporada com um recorde de 53-29 e foi para os playoffs pela primeira vez desde 2010. No início da primeira rodada, Kevin Love deslocou o ombro e foi descartado pelo resto da pós-temporada. Thompson se tornou o titular após a lesão de Love e ajudou os Cavaliers a chegar às Finais da NBA de 2015. Os Cavaliers enfrentaram o Golden State Warriors e perderam a série em seis jogos. Ele se tornou um agente livre restrito após a temporada.

Nessa temporada, ele teve médias de 8.5 pontos, 8.0 rebotes, 0.5 assistências, 0.4 roubadas de bola e 0.7 bloqueios em 26.8 minutos por jogo.[23]

Temporada de 2015-16: Temporada do título[editar | editar código-fonte]

Em 22 de outubro de 2015, Thompson assinou novamente com os Cavaliers em um contrato de US $ 82 milhões por cinco anos.[24]

Durante a temporada de 2015-16, Thompson compartilhou o papel de Pivô titular com Timofey Mozgov. Em 25 de janeiro de 2016, ele registrou 19 pontos e 12 rebotes em uma vitória de 114-107 sobre o Minnesota Timberwolves.[25]

Em 26 de março, em uma vitória sobre o New York Knicks, Thompson empatou o recorde de franquias de Jim Chones ao jogar o seu 361º jogo consecutivo pelos Cavaliers. Ele quebrou o recorde três dias depois, jogando em seu 362º jogo consecutivo.[26]

Thompson ajudou os Cavaliers a chegar às Finais da NBA pela segunda temporada consecutiva. Lá eles fizeram história na NBA ao fazer uma virada depois de estar perdendo na série por 3-1 contra o Golden State Warriors, terminando uma seca de 52 anos em Cleveland.[27]

Nessa temporada, ele teve médias de 7.8 pontos, 9.0 rebotes, 0.8 assistências, 0.5 roubadas de bola e 0.6 bloqueios em 27.7 minutos por jogo.[28]

Temporada de 2016-17[editar | editar código-fonte]

Em 26 de dezembro de 2016, em uma derrota para o Detroit Pistons, Thompson se tornou o primeiro jogador na história da franquia a jogar em 400 jogos consecutivos na temporada regular.[29] Em 5 de abril de 2017, Thompson perdeu o jogo contra o Boston Celtics com um polegar direito torcido. A ausência de Thompson encerrou sua série de jogos consecutivos disputados em 447 - o mais longo da história da equipe e o maior período ativo da liga na época.[30] Ele perdeu quatro jogos com a lesão antes de retornar à ação no final da temporada regular contra o Toronto Raptors.

Thompson ajudou os Cavaliers a vencer por 12-1 nas três primeiras rodadas dos playoffs para chegar às Finais da NBA pela terceira temporada consecutiva. Lá, os Cavaliers enfrentaram o Golden State Warriors, mas perderam a série em cinco jogos.[31][32]

Nessa temporada, ele teve médias de 8.1 pontos, 9.2 rebotes, 1.0 assistências, 0.5 roubadas de bola e 1.1 bloqueios em 29.9 minutos por jogo.[33]

Temporada de 2017-18[editar | editar código-fonte]

Em 2 de novembro de 2017, Thompson foi descartado por três a quatro semanas com uma lesão na panturrilha esquerda que sofreu na noite anterior contra o Indiana Pacers. Em 12 de dezembro de 2017, ele jogou em seu primeiro jogo desde 1º de novembro contra o Atlanta Hawks.

Em 25 de fevereiro de 2018, ele registrou 13 rebotes em uma derrota por 110-94 para o San Antonio Spurs.[34] No Jogo 7 da série da primeira rodada dos Playoffs contra os Pacers, Thompson, que jogou apenas 24 minutos nos seis primeiros jogos, teve um raro jogo como titular e registrou 15 pontos e 10 rebotes na vitória por 105-101. Os Cavaliers chegaram às Finais da NBA de 2018, onde foram varridos pelos Golden State Warriors.

Nessa temporada, ele teve médias de 5.8 pontos, 6.6 rebotes, 0.6 assistências, 0.3 roubadas de bola e 0.3 bloqueios em 20.2 minutos por jogo.[35]

Temporada de 2018-19[editar | editar código-fonte]

No começo da temporada dos Cavaliers, Thompson estava com a média mais alta de pontos (12.0) e rebotes (11.6) em 27 jogos. No entanto, em 11 de dezembro, ele foi descartado por duas a quatro semanas com uma entorse no pé esquerdo.[36] Ele voltou à ação em 2 de janeiro contra o Miami Heat depois de perder 10 jogos.[37] Em 20 de março, contra o Milwaukee Bucks, Thompson voltou depois de perder 26 jogos com o pé esquerdo dolorido.[38]

Nessa temporada, ele jogou apenas 43 jogos e teve médias de 10.9 pontos, 10.2 rebotes, 2.0 assistências, 0.7 roubadas de bola e 0.4 bloqueios em 27.9 minutos por jogo.[39]

Carreira internacional[editar | editar código-fonte]

Thompson representou a Seleção Canadense no FIBA Américas Sub-18 ​​em 2008, onde o Canadá ganhou a medalha de bronze, ficando atrás da Argentina e dos Estados Unidos.[40] Thompson mais uma vez competiu pelo Canadá no Campeonato Mundial de Basquetebol Sub-19 em ​​2009 na Nova Zelândia.

No Copa América de Basquetebol de 2013, Thompson obteve uma média de 11,6 pontos e 10,0 rebotes por jogo. Ele também competiu no torneio de qualificação para as Olimpíadas de 2016 e, em 2018, jogou um jogo em um torneio de qualificação para a Campeonato Mundial de Basquetebol Masculino de 2019.[41]

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Thompson é o mais velho dos quatro filhos de Trevor e Andrea Thompson, que são da Jamaica.[42]

Em 2013, Thompson fundou o Amari Thompson Fund, que trabalha em estreita colaboração com a Epilepsy Toronto para arrecadar fundos e conscientizar as pessoas afetadas pela epilepsia. O irmão mais novo de Thompson, Amari, tem um distúrbio neurológico e sofre convulsões quase diariamente devido à sua condição.[43][44][45]

Em dezembro de 2016, a ex-namorada de Thompson, Jordan Craig, deu à luz seu primeiro filho, Prince Tristan Thompson.[46]

Thompson estava em um relacionamento com Khloé Kardashian.[47] Em dezembro de 2017, ela anunciou que eles estavam esperando o primeiro filho juntos após meses de especulação.[48] Em março de 2018, Kardashian revelou que estava esperando uma menina.[49] Em abril de 2018, Kardashian deu à luz uma filha, True Thompson, em meio a controvérsia depois que Thompson foi traído pela Kardashian durante a gravidez.[50][51] Em fevereiro de 2019, Kardashian e Thompson se separaram depois que foi revelado que Thompson havia traído Kardashian com a melhor amiga de sua meia-irmã Kylie Jenner, Jordyn Woods.[52][53]

Estatísticas na NBA[editar | editar código-fonte]

LEGENDA
 PJ  Partidas jogadas  PI  Partidas iniciadas  MPJ  Minutos por jogo  AP  Arremessos de quadra (%)
 3P  Arremessos de 3 pontos (%)  LL  Lances-livre (%)  RT  Rebotes por jogo  AS  Assistências por jogo
 BR  Roubos de bola por jogo  TO  Tocos por jogo  PPJ  Pontos por jogo  Negrito  Melhor da carreira

NBA[editar | editar código-fonte]

Temporada Regular[editar | editar código-fonte]

Ano Time PJ MPJ AP 3P LL RT AS BR TO PPJ
2011–12 Cleveland 60 23.7 .439 .000 .552 6.5 .5 .5 1.0 8.2
2012–13 Cleveland 82 31.3 .488 .000 .608 9.4 1.3 .7 .9 11.7
2013–14 Cleveland 82 31.6 .477 .000 .693 9.2 .9 .5 .4 11.7
2014–15 Cleveland 82 26.8 .547 - .641 8.0 .5 .4 .7 8.5
2015–16 Cleveland 82 27.7 .588 - .616 9.0 .8 .5 .6 7.9
2016–17 Cleveland 78 29.9 .600 .000 .498 9.2 1.0 .5 1.1 8.1
2017–18 Cleveland 53 20.2 .562 - .544 6.6 .6 .3 .3 5.8
2018–19 Cleveland 43 27.9 .529 - .642 10.2 2.0 .7 .4 10.9
Carreira 562 27.8 .519 .000 .610 8.6 .9 .5 .7 9.2

Playoffs[editar | editar código-fonte]

Ano Time PJ MPJ AP 3P LL RT AS BR TO PPJ
2015 Cleveland 20 36.4 .558 - .585 10.8 .5 .3 1.2 9.6
2016 Cleveland 21 29.6 .527 - .575 9.0 .7 .4 .9 6.7
2017 Cleveland 18 31.2 .587 - .667 8.3 1.4 .5 .7 8.2
2018 Cleveland 19 21.9 .590 .000 .741 5.9 .6 .1 .4 6.2
Carreira 78 29.8 .564 .000 .620 8.5 .8 .3 .8 7.7

Universitário[editar | editar código-fonte]

Ano Time PJ MPJ AP 3P LL RT AS BR TO PPJ
2010–11 Texas 36 30.7 .546 .000 .487 7.8 1.3 .9 2.4 13.1

Fonte:[54][55]

Prêmios e homenagens[editar | editar código-fonte]

  • Campeão da NBA (2016)
  • Segunda-Equipe de Novatos da NBA (2012)
  • Novato do Ano da Big 12 (2011)
  • Segunda-Equipe da Big 12 (2011)

Referências

  1. «Official NBA bio of Tristan Thompson». NBA.com (em inglês). Consultado em 12 de outubro de 2019 
  2. «DraftExpress - Top High School Prospects at the 2007 City of Palms Classic». DraftExpress (em inglês). Consultado em 12 de outubro de 2019 
  3. «Tristan Thompson (St. Benedict's, NJ) Class of 2010 Picks Texas». Grassrootsballin (em inglês). 4 de março de 2008. Consultado em 12 de outubro de 2019 
  4. Luicci, Tom (12 de fevereiro de 2009). «Texas recruit Tristan Thompson kicked off St. Benedict's boys basketball team». nj (em inglês). Consultado em 12 de outubro de 2019 
  5. «InsideTexas.com - Tristan Thompson Transfering to Finlay Prep». insidetexas.com. Consultado em 12 de outubro de 2019 
  6. «Men's Basketball signs Tristan Thompson to National Letter of Intent». University of Texas Athletics (em inglês). Consultado em 12 de outubro de 2019 
  7. «Website Maintenance: Be Back Soon | McDonald's». www.mcdonaldsallamerican.com (em inglês). Consultado em 12 de outubro de 2019 
  8. «2010-11 Season Summary». College Basketball at Sports-Reference.com (em inglês). Consultado em 12 de outubro de 2019 
  9. «History and Future of Basketball in Canada» (em inglês). Consultado em 12 de outubro de 2019 
  10. «Texas F Thompson 'coming back another year'». ESPN.com (em inglês). 19 de março de 2011. Consultado em 12 de outubro de 2019 
  11. «2011 NBA Draft». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 12 de outubro de 2019 
  12. «Winnipeg & Manitoba News | Stories, Updates & Articles | Winnipeg Sun» (em inglês). Consultado em 12 de outubro de 2019 
  13. Reed, Tom (10 de dezembro de 2011). «Cleveland Cavaliers sign Irving, Thompson to rookie deals». cleveland (em inglês). Consultado em 12 de outubro de 2019 
  14. «Toronto Raptors at Cleveland Cavaliers Box Score, December 26, 2011». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 12 de outubro de 2019 
  15. «Sacramento Kings at Cleveland Cavaliers Box Score, February 19, 2012». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 12 de outubro de 2019 
  16. «Cleveland Cavaliers at New Jersey Nets Box Score, March 19, 2012». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 12 de outubro de 2019 
  17. «Tristan Thompson 2011-12 Game Log». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 12 de outubro de 2019 
  18. Valade, Jodie (30 de novembro de 2012). «Tristan Thompson gets advice from an old pro on avoiding blocks: Cleveland Cavaliers Insider». cleveland (em inglês). Consultado em 12 de outubro de 2019 
  19. «Tristan Thompson neared NBA infamy before Zydrunas Ilgauskas taught him how not to get blocked». sports.yahoo.com (em inglês). Consultado em 12 de outubro de 2019 
  20. «Tristan Thompson 2012-13 Game Log». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 12 de outubro de 2019 
  21. Garrison, Drew (11 de agosto de 2013). «Thompson switching shooting hands». SBNation.com (em inglês). Consultado em 12 de outubro de 2019 
  22. «Tristan Thompson 2013-14 Game Log». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 12 de outubro de 2019 
  23. «Tristan Thompson 2014-15 Game Log». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 12 de outubro de 2019 
  24. «Cavs Re-Sign Forward Tristan Thompson». Cleveland Cavaliers (em inglês). Consultado em 12 de outubro de 2019 
  25. «Minnesota Timberwolves at Cleveland Cavaliers Box Score, January 25, 2016». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 12 de outubro de 2019 
  26. Zirm, Jordan. «Tristan Thompson Played in His 362nd Consecutive Game Last Night, a Cavs Franchise Record». STACK (em inglês). Consultado em 12 de outubro de 2019 
  27. «Cleveland Cavaliers win NBA Championship; LeBron James named MVP». fox8.com (em inglês). 19 de junho de 2016. Consultado em 12 de outubro de 2019 
  28. «Tristan Thompson 2015-16 Game Log». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 12 de outubro de 2019 
  29. «Cavaliers vs. Pistons - Game Recap - December 26, 2016 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 12 de outubro de 2019 
  30. «Cavaliers vs. Celtics - Game Recap - April 5, 2017 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 12 de outubro de 2019 
  31. Cacciola, Scott (13 de junho de 2017). «Warriors Win N.B.A. Title, Avenging Themselves Against the Cavaliers». The New York Times (em inglês). ISSN 0362-4331 
  32. Gallo, D. J. (13 de junho de 2017). «NBA finals: Golden State Warriors win title against Cavaliers – as it happened». The Guardian (em inglês). ISSN 0261-3077 
  33. «Tristan Thompson 2016-17 Game Log». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 12 de outubro de 2019 
  34. «San Antonio Spurs at Cleveland Cavaliers Box Score, February 25, 2018». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 12 de outubro de 2019 
  35. «Tristan Thompson 2017-18 Game Log». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 12 de outubro de 2019 
  36. «Tristan Thompson Out 2-4 Weeks With Sprained Foot». Hoops Rumors (em inglês). Consultado em 12 de outubro de 2019 
  37. «Heat vs. Cavaliers - Game Recap - January 2, 2019 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 12 de outubro de 2019 
  38. «Bucks vs. Cavaliers - Game Recap - March 20, 2019 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 12 de outubro de 2019 
  39. «Tristan Thompson 2018-19 Game Log». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 12 de outubro de 2019 
  40. «archive.fiba.com: Players». archive.fiba.com. Consultado em 12 de outubro de 2019 
  41. «With a brilliant Kelly Olynyk, Canada dismissed Brazil at home». FIBA.basketball (em inglês). Consultado em 12 de outubro de 2019 
  42. «Williams cream of forwards crop». archive.jsonline.com. Consultado em 12 de outubro de 2019 
  43. «Cavaliers' Tristan Thompson uses his stature to raise epilepsy awareness | The Star». thestar.com (em inglês). Consultado em 12 de outubro de 2019 
  44. «My Brother's Keeper». Cleveland Cavaliers (em inglês). Consultado em 12 de outubro de 2019 
  45. «The Amari Thompson Fund». Epilepsy Toronto (em inglês). Consultado em 12 de outubro de 2019 
  46. «Tristan Thompson Welcomes Baby Boy: Report». Us Weekly (em inglês). 19 de dezembro de 2016. Consultado em 12 de outubro de 2019 
  47. Marcus, Stephanie (17 de março de 2017). «Can The Kardashians Survive In The Trump Era?». HuffPost (em inglês). Consultado em 12 de outubro de 2019 
  48. «Khloe Kardashian confirms pregnancy announcement will feature on KUWTK». Metro (em inglês). 22 de dezembro de 2017. Consultado em 12 de outubro de 2019 
  49. «Pregnant Khloé Kardashian Was in 'Shock' After Learning Baby's Sex: 'I'm Really Hoping' It's Not True». PEOPLE.com (em inglês). Consultado em 12 de outubro de 2019 
  50. «Khloe Kardashian Shares Daughter's Name Days After Giving Birth Amid Cheating Scandal». PEOPLE.com (em inglês). Consultado em 12 de outubro de 2019 
  51. «Khloe Kardashian's Family Reacts to Birth of Her Baby Girl». E! Online (em inglês). Thu Apr 12 13:05:00 PDT 2018. Consultado em 12 de outubro de 2019  Verifique data em: |data= (ajuda)
  52. «How Khloe Kardashian Found Out the Truth About Tristan Thompson». E! Online (em inglês). Wed Feb 20 11:19:00 PST 2019. Consultado em 12 de outubro de 2019  Verifique data em: |data= (ajuda)
  53. «Khloe Kardashian Splits With Tristan For Allegedly Cheating with Kylie's BFF». TMZ (em inglês). Consultado em 12 de outubro de 2019 
  54. «Tristan Thompson Stats». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 12 de outubro de 2019 
  55. «Tristan Thompson College Stats». College Basketball at Sports-Reference.com (em inglês). Consultado em 12 de outubro de 2019