J. R. Smith

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
J. R. Smith
J.R. Smith no Knicks
Informações pessoais
Nome completo Earl Joseph Smith III
Data de nasc. 09 de setembro de 1985 (29 anos)
Local de nasc. New Jersey,  Estados Unidos
Altura 1,98 m
Peso 100 kg
Informações no clube
Clube atual Cleveland Cavaliers
Posição Ala-armador
Clubes de juventude
1999–2004 Universidade da Carolina do Norte
Clubes profissionais
Ano Clubes Partidas (pontos)
2004 - 2006
2006 - 2011
2011 - 2012
2012 - 2015
2015 -
TOTAL
Estados Unidos New Orleans Hornets
Estados Unidos Denver Nuggets
República Popular da China Zhejiang Golden Bulls
Estados Unidos New York Knicks
Estados Unidos Cleveland Cavaliers
131 (1.205)
372 (5.084)
32 (1.102)
213 (3.214)
46 (586)
794 (11.191)

Earl Joseph Smith III, conhecido como J. R. Smith (Freehold Borough, New Jersey, 9 de setembro de 1985) é um jogador de basquete profissional norte-americano que atualmente defende o Cleveland Cavaliers.

Carreira Universitária[editar | editar código-fonte]

Smith jogava pela Universidade da Carolina do Norte em Chapel Hill, antes de ser draftado na NBA. Em abril de 2004, com um desempenho de 25 pontos no McDonald's All-American Game (no qual foi nomeado MVP do jogo ao lado de Dwight Howard), Smith decidiu ser elegível para o Draft da NBA.

New Orleans Hornets[editar | editar código-fonte]

Smith foi draftado em 2004 como a 18° escolha da 1° rodada pelo New Orleans Hornets. Em sua 1° temporada na NBA, Smith já se destacava tendo médias de 10.3 pontos, 2.0 rebotes e 2.0 assistências por jogo. Porém os Hornets haviam feito uma campanha baixa na temporada regular de 18-64 e não conseguiu se classificar aos playoffs. Em sua 2° temporada em Nova Orleães, os números de Smith abaixaram tendo feito apenas 7.7 pontos por jogo. Os Hornets terminaram a temporada regular com 38-44, campanha bastante contribuída pelo jovem Chris Paul, porém novamente não se classificou aos playoffs.

Denver Nuggets[editar | editar código-fonte]

Em 2006, Smith foi transferido ao Denver Nuggets. Em sua 1° temporada em Denver, Smith teve médias de 13.0 pontos, 2.3 rebotes e 1.4 assistências. Na temporada 2006-2007, Smith participou dos playoffs pela 1° vez contribuindo pouco para os Nuggets, com médias 4.5 pontos por jogo, porém na temporada regular manteve suas médias com 12.3 pontos por jogo. Na sua 2° ida aos playoffs pelo Nuggets, Smith teve médias de 18.3 pontos e 27 minutos por jogo contra o Los Angeles Lakers. Seus números na regular também subiram, tendo feito 15.2 pontos por jogo. Na temporada 2009-2010, Smith teve médias de 15.4 pontos por jogo na temporada regular e 14.9 pontos nos playoffs, contribuindo muito na campanha que levou os Nuggets as finais da Conferência Oeste (NBA). Na temporada 2010-2011, mesmo com a saída de Carmelo Anthony para o New York Knicks, Smith continuou desempenhando o seu papel de 6° homem no Nuggets, saindo do banco e ajudando a equipe com médias de 12.3 pontos, 4.1 rebotes e 2.2 assistências.

Zhejiang Golden Bulls[editar | editar código-fonte]

Após a temporada 2010-2011 da NBA, Smith assinou com o Zhejiang Golden Bulls da CBA. Por complicações de contrato e cláusula, Smith não poderia voltar para a NBA até o final da temporada 2011-2012. Em sua única temporada na China, Smith teve médias de 34.4 pontos por jogo, ganhando o prêmio de melhor pontuador da temporada na CBA, e convidado ao All-Star Game CBA, porém não conseguiu classificar os Golden Bulls aos playoffs.

New York Knicks[editar | editar código-fonte]

Em 2012, depois de ter jogado na China por complicações de contrato e cláusula, Smith assinou com o New York Knicks para jogar ao lado de seu ex-companheiro de Denver Nuggets, Carmelo Anthony. Em sua 1° temporada em Nova Iorque, Smith contribuiu muito a equipe tendo médias de 12.5 pontos, 3.9 rebotes, 2.4 assistências e quase 2 roubos de bola por jogo. Nos playoffs, os Knicks enfrentaram o Miami Heat na 1° rodada, porém foram eliminados. Smith teve médias de 12.2 pontos na série. Em sua 2° temporada com os Knicks em 2012-2013, Smith teve médias impressionantes de 18.1 pontos, 5.3 rebotes e 2.7 assistências por jogo na temporada regular, e de 14.3 pontos por jogo nos playoffs saindo do banco, além de ter ajudado os Knicks com vários Games-Winners. Na mesma temporada, Smith foi eleito o NBA Sixth Man of the Year Award, levando 72 dos 121 votos possíveis deixando para trás Jamal Crawford do Los Angeles Clippers, o 2° na disputa. Na temporada seguinte, Smith manteve suas boas médias com 14.5 pontos por jogo na temporada regular, porém os Knicks não se classificaram aos playoffs. Na temporada 2014-2015, Smith teve apenas 24 partidas e uma média de 10.9 pontos por jogo pelo Knicks, sendo logo em janeiro de 2015 transferido ao Cleveland Cavaliers, em um comércio que envolveu também o Oklahoma City Thunder.

Cleveland Cavaliers[editar | editar código-fonte]

Em sua 1° temporada em Cleveland, Smith teve médias de 12.7 pontos por jogo na temporada regular, além de ter voltado aos playoffs onde obteve médias de 12.8 pontos. Nos playoffs, Smith foi muito importante nas séries contra o Chicago Bulls e Atlanta Hawks, ajudando os Cavs a conquistar o seu 2° título da Conferência Leste (NBA). Em sua 1° final de NBA na carreira, Smith pouco contribuiu vindo do banco. Mesmo com a brilhante performance de LeBron James nas finais, o time de Ohio foi derrotado por 4-2.

Polêmicas[editar | editar código-fonte]

Smith é um dos jogadores mais polêmicos da NBA, seja dentro e fora das quadras. Em dezembro de 2006 jogando pelo Denver Nuggets, Smith se envolveu em uma briga com Mardy Collins e foi suspenso por 10 jogos. No ano seguinte em outubro de 2007, Smith se envolveu em um incidente ocorrido em uma boate de Denver. Em abril de 2013 jogando pelo New York Knicks, Smith foi suspenso para o jogo 4 da 1° rodada dos playoffs após uma cotovelada em Jason Terry do Boston Celtics. No mesmo ano em setembro de 2013, Smith foi suspenso por 5 jogos por violar o programa anti-drogas da NBA. Em janeiro de 2014, Smith foi multado em US$ 50.000 por conduta anti-desportiva após repetidas tentativas de desamarrar os cadarços de seus adversários. Após Smith ser negociado ao Cleveland Cavaliers em 2015, Phil Jackson (Presidente do New York Knicks) deu uma declaração de que Smith sempre exibiu um comportamento meio delinquente e tinha o hábito de chegar atrasado aos treinos do time ou até mesmo sequer aparecia, sem falar que não estava cumprindo seu papel de "6° homem", e que realmente estava passando por problemas. Em abril de 2015 jogando pelo Cleveland Cavaliers, Smith foi suspenso para os 2 primeiros jogos das semifinais da Conferência Leste (NBA) contra o Chicago Bulls, após ele girar o braço e com a mão atingir o rosto de Jae Crowder, no jogo 4 da 1° rodada dos playoffs contra o Boston Celtics.

Prêmios e Recordes[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]