Dallas Mavericks

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Dallas Mavericks
Temporada da NBA de 2020-21
Dallas Mavericks logo
Conferência Oeste
Divisão Sudoeste
Fundado 1980 (41 anos)
História Dallas Mavericks
(1980–presente)
Arena American Airlines Center
Cidade Dallas, Texas
Cores do time Azul, Azul Marinho, Prata e Preto [1]

                   

Dono(s) Mark Cuban
General manager Nico Harrison
Técnico Jason Kidd
Afiliado na G League Texas Legends
Campeonatos 1 (2011)
Títulos de Conferência 2 (2006 e 2011)
Títulos de Divisão 4 (1987, 2007, 2010 e 2021)
Números retirados 3 (12, 15, 22 )
Kit body dallasmavericks association.png
Casa jersey
Kit shorts dallasmavericks association.png
Team colours
Casa
Kit body dallasmavericks icon.png
Fora jersey
Kit shorts dallasmavericks icon.png
Team colours
Fora

O Dallas Mavericks (também conhecido como Mavs) é uma franquia de basquete da National Basketball Association localizado em Dallas, Texas, onde divide a arena American Airlines Center com a equipe de hóquei no gelo Dallas Stars da NHL. A franquia foi fundada em 1980, e seu atual dono é o bilionário Mark Cuban. Ganhou o seu primeiro título da NBA na Temporada 2010-2011, cinco anos depois de ser vice-campeão (ambas as finais sendo contra o Miami Heat).

O maior jogador da sua história é o alemão Dirk Nowitzki.

O time é a nona franquia mais valiosa da NBA, com um valor estimado em 2.45 bilhões de dólares de acordo com a Forbes.[2]

História[editar | editar código-fonte]

1978–1981: Nascimento dos Mavericks[editar | editar código-fonte]

Em 1979, os empresários Don Carter e Norm Sonju pediram os direitos de uma franquia da NBA em Dallas, Texas. O último time de basquete da cidade tinha sido o Dallas Chaparrals da American Basketball Association, que em 1973 foi para San Antonio para ser rebatizado San Antonio Spurs. No All-Star Game de 1980, a associação aprovou a entrada do time, que seria batizado Mavericks como citação à série de faroeste Mavericks (cujo astro, James Garner, era um dos sócios do time). O time se instalou na Divisão Meio-oeste da Conferência Oeste, onde ficaria até 2004, para ser relocado na atual Divisão Sudoeste.

Durante a maior parte dos anos 80, os Mavericks foram um time competitivo, com os atletas Mark Aguirre, Brad Davis (que se juntou no time em sua criação e é um dos números aposentados), Rolando Blackman, Derek Harper, Sam Perkins e Detlef Schrempf. O time chegou aos playoffs seis vezes entre 1983 e 1990, vencendo a Divisão em 1986-87 e chegando às finais do Oeste em 1987–88, mas sendo eliminado em três das ocasiões pelo Los Angeles Lakers de Magic Johnson e Kareem Abdul-Jabbar.

1990-1998: Anos da reconstrução[editar | editar código-fonte]

Nos anos 90, o time caiu em decadência, chegando aos resultados negativos de 11-71 em 1992–93 e 13-69 em 1993–94. Problemas incluíam o abuso de drogas de Roy Tarpley e conflitos com o técnico Quinn Buckner. Mas entre 1994 e 1997, o time revelou três jogadores de talento, Jamal Mashburn, Jim Jackson, e Jason Kidd, que seria eleito novato do ano.

1998–2018: A Era de Dirk Nowitzki[editar | editar código-fonte]

Nos anos 2000, após serem comprados pelo bilionário Mark Cuban, os Mavericks voltaram a se tornar uma força, inicialmente liderados pelo trio Dirk Nowitzki, Michael Finley e Steve Nash. Voltaram aos playoffs em 2001, e chegaram às finais da conferência em 2003 (em ambas as ocasiões perdendo para o San Antonio Spurs). O trio foi se desfazendo com a ida de Nash para o Phoenix Suns e a de Finley para o Spurs, mas Nowitzki se tornou líder do time, vencendo o Oeste em 2006 para chegar em sua primeira final da NBA. Porém mesmo vencendo os dois primeiros jogos contra o Miami Heat, o time da Flórida venceu os 4 seguintes e levou a série.

Na temporada seguinte, os Mavs conseguiram seu melhor resultado na história (67 vitórias) e da temporada, com Nowitzki sendo eleito melhor jogador do torneio. Porém nos playoffs caíram para o 8o melhor do Oeste, o Golden State Warriors. Em 2008, Kidd voltou para o time, e o novo técnico Rick Carlisle lideraria o time em campanhas vitoriosas.

2010-2011: Ano do Campeonato[editar | editar código-fonte]

Em 2010, os Mavericks ainda tinham Nowitzki, Kidd e Jason Terry, assim como um bom banco com Shawn Marion, Tyson Chandler, J.J. Barea e Caron Butler. Esse time retornou às finais da NBA após vencer 57 jogos na temporada regular, e eliminar o Portland Trail Blazers (4-2), os então campeões Los Angeles Lakers (4-0) e o Oklahoma City Thunder (4-1) na Conferência Oeste. O adversário novamente era o Miami Heat. Apesar de perder o primeiro jogo da série, o Mavericks venceu por 4-2 e ganhou seu primeiro título após 31 anos, com Nowitzki sendo eleito melhor jogador das finais.

2018–presente: A Era de Luka Dončić[editar | editar código-fonte]

No draft de 2018 da NBA, Dallas trocou por Luka Dončić, que foi escolhido em terceiro lugar geral pelo Atlanta Hawks. [39] Dallas trocou sua escolha da primeira rodada de 2018, que foi a 5ª escolha geral e sua escolha da primeira rodada de 2019, que foi a 10ª escolha geral. As duas escolhas resultaram em Trae Young e Cam Reddish, respectivamente. O técnico Rick Carlisle descreveu Dončić como "um cara que pensamos ser a peça fundamental da franquia". [41] Em 6 de julho de 2018, o centro de longa data do Los Angeles Clippers DeAndre Jordan (que estava com os Clippers desde 2008), assinou um contrato de um ano. O Mavericks terminou a temporada com um recorde de 33-49 e novamente perdeu os playoffs, apesar de Dončić ter vencido como calouro do ano. Nowitzki anunciou sua aposentadoria no final da temporada; sua 21ª temporada com o Mavericks foi a mais longa que qualquer jogador da NBA passou com uma única franquia.

2019-presente: retorno à disputa do playoff e ascensão meteórica de Dončić[editar | editar código-fonte]

Em 31 de janeiro de 2019, o Mavericks enviou Dennis Smith Jr., DeAndre Jordan, Wesley Matthews e duas escolhas futuras do primeiro turno para o New York Knicks em troca de Kristaps Porziņģis, Tim Hardaway Jr., Courtney Lee e Trey Burke.

Após a suspensão da temporada da NBA 2019-20, o Mavericks foi uma das 22 equipes convidadas para o NBA Bubble para participar dos oito jogos finais da temporada regular, e retomou o jogo em 31 de julho com uma derrota por 153-149 contra o Houston Rockets. [49] Em 2 de agosto, depois que o Memphis Grizzlies perdeu contra o San Antonio Spurs, o Mavericks conquistou uma vaga nos Playoffs da NBA de 2020 não pior do que o 7º seed, marcando sua primeira viagem aos playoffs desde 2016.

2021 Reformulação da Diretoria[editar | editar código-fonte]

No dia 16 de junho de 2021, os Mavericks anunciaram acordo mútuo de desligamento do Donnie Nelson. Ele esteve no cargo de general manager do time por 24 anos. Após saída de Donnie Nelson, Rick Carlisle se despediu dos Mavericks depois de 13 anos sendo o técnico principal. Após uma semana de especulações, acertaram contrato de 4 anos com Jason Kidd para o cargo de técnico principal, e os Mavericks confirmaram a contratação de Nico Harrison, executivo da Nike, como o novo general manager da equipe.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Títulos Anos
Campeonatos 1 2011
Conferência Oeste 2 2006 e 2011
Divisão Sudoeste 4 1987, 2007, 2010 e 2021

Jogadores[editar | editar código-fonte]

Elenco atual[editar | editar código-fonte]

Dallas Mavericks
Jogadores Comissão Técnica
Estrela(s) do time:Farm-Fresh award star gold 3.png
Pos. # País Nome Altura Peso Universidade/País
G/F 0 Estados Unidos Sterling Brown 1,96 m 99 kg SMU
F 2 Nigéria Eugene Omoruyi 2,01 m 111 kg Oregon
G 3 Estados Unidos Trey Burke 1,85 m 93 kg North Carolina
F/C 6 Letónia Kristaps Porziņģis 2,21 m 109 kg Letônia
F/C 7 Canadá Dwight Powell 2,08 m 109 kg Stanford
G 8 Austrália Josh Green 1,96 m 91 kg Arizona
C 9 Estados Unidos Moses Brown 2,18 m 111 kg UCLA
F 10 Estados Unidos Dorian Finney-Smith 2,01 m 100 kg Flórida
G/F 11 Estados Unidos Tim Hardaway Jr. 1,96 m 93 kg Michigan
G 13 Estados Unidos Jalen Brunson 1,85 m 86 kg Villanova
G 21 França Frank Ntilikina 1,93 m 91 kg França
G/F 25 Estados Unidos Reggie Bullock 1,98 m 93 kg North Carolina
G 30 Estados Unidos JaQuori McLaughlin 1,93 m 109 kg US Santa Barbara*
C 33 Estados Unidos Willie Cauley-Stein 2,13 m 86 kg Kentucky
F 42 Alemanha Maxi Kleber 2,08 m 109 kg Alemanha
C 51 Sérvia Boban Marjanović 2,24 m 132 kg Sérvia
G/F 77 Eslovénia Luka Dončić (Farm-Fresh award star gold 3.png) 2,01 m 104 kg Eslovênia
Treinador
Assistente(s) Técnico(s)
  • Jared Dudley
  • Igor Kokoškov
  • Darrell Armstrong
  • Greg St. Jean
  • Sean Sweeney
  • Kristi Toliver
Treinador(es) de atletismo
  • God Shammgod
  • Peter Patton

Legend
  • (C) Capitão
  • (DP) Escolha de Draft sem-assinatura
  • (FA) Free agent
  • (S) Suspenso
  • (DL) Na atribuição no afiliado na G-League
  • Machucado Machucado

ElencoTransações
Última transação: 17/06/2021

Hall da Fama do basquete[editar | editar código-fonte]

Jogadores
No. Nome Posição Temporadas Introdução
2 Alex English F 1990-1991 1997
4 Adrian Dantley F 1989–1990 2008
2 e 5 Jason Kidd G 1994-1997, 2007-2012 2018
13 Steve Nash G 1998-2004 2018
70 Dennis Rodman F 1999-2000 2011
Treinadores
Nome Posição Temporadas Introdução
Don Nelson Treinador 1997–2005 2012


Números aposentados[editar | editar código-fonte]

Após a morte do armador Kobe Bryant dos Los Angeles Lakers em 26 de Janeiro de 2020, o dono Mark Cuban anunciou que o time não iria mais usar a camisa 24 em honra ao jogador.[3]

No. Jogador Posição Temporadas Data
12 Derek Harper G 1983–1994, 1996–1997 7 de Janeiro de 2018
15 Brad Davis G 1980–1992 14 de Novembro de 1992
22 Rolando Blackman G 1981–1992 11 de Março de 2000


Prêmios individuais[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. «Dallas Logo Sheet». www.nba.com (em inglês). Consultado em 11 de junho de 2021 
  2. «NBA Team Values 2021». www.forbes.com (em inglês). Consultado em 19 de junho de 2021 
  3. «Dallas Mavericks' statement on Kobe and Gianna Bryant». www.mavs.com (em inglês). Consultado em 27 de janeiro de 2020 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]