Rick Carlisle

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Rick Carlisle
Rick Carlisle
Rick em 2011
Informações pessoais
Nome completo Richard Preston Carlisle
Data de nasc. 27 de outubro de 1959 (63 anos)
Local de nasc. Ogdensburg, Nova Iorque,  Estados Unidos
Informações profissionais
Período como jogador 1984–1989 (5 anos)
Posição em que jogava Ala-armador
Número da camisa 34, 3, 12
Altura 1,96 m
Peso 95 kg
Período como treinador 1989–Presente
Clube atual Estados Unidos Indiana Pacers
Clubes de juventude
1979–1981
1982–1984
Estados Unidos Universidade do Maine
Estados Unidos Universidade de Virgínia
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (pontos)
1984–1987
1987
1987–1988
1988–1989
1984–1989
Estados Unidos Boston Celtics
Estados Unidos Albany Patroons
Estados Unidos New York Knicks
Estados Unidos New Jersey Nets
Total
00167 000(365)

00028 0000(76)
00005 00000(2)
00200 000(443)
Times que treinou
Anos Clubes Jogos (V - D)
1989–1994
1994–1997
1997–2000
2001–2003
2003–2007
2008–2021
2021–Presente
Estados Unidos New Jersey Nets (Assistente)
Estados Unidos Portland Trail Blazers (Assistente)
Estados Unidos Indiana Pacers (Assistente)
Estados Unidos Detroit Pistons
Estados Unidos Indiana Pacers
Estados Unidos Dallas Mavericks
Estados Unidos Indiana Pacers



191 (112–79)
363 (199–164)
1.104 (588–516)
82 (25–57)

Richard "Rick" Preston Carlisle (Ogdensburg, 27 de Outubro de 1959), é um norte-americano ex-jogador e atual treinador de basquetebol que atualmente treina o Indiana Pacers da NBA.[1][2]

Ele também é uma das onze pessoas a ganhar um título da NBA como jogador e como treinador.

Carreira como jogador[editar | editar código-fonte]

Carlisle foi criado em Lisbon, Nova York. Ele frequentou a Lisbon Central High School e depois passou um ano na Worcester Academy.

Ele jogou dois anos de basquete universitário na Universidade do Maine de 1979 a 1981, antes de se transferir para a Universidade da Virgínia.[3] Carlisle foi o co-capitão da equipe de 1983-84 e ajudou a levá-los à Final Four, onde perderam por 49-47 na prorrogação para o Houston Cougars liderado por Hakeem Olajuwon. Ele teve médias de 12,5 pontos e 3,3 rebotes durante sua carreira universitária.

NBA[editar | editar código-fonte]

Depois de se formar em 1984, Carlisle foi selecionado pelo Boston Celtics como a 70º escolha geral no draft da NBA de 1984. Sob o comando de K. C. Jones, ele ganhou o título da NBA em 1986 e perdeu nas finais em 1985 e 1987.

Em um papel de reserva de 1984 a 1987, Carlisle teve médias de 2,2 pontos, 1,0 assistência e 0,8 rebotes. Ele então jogou pelo Albany Patroons da Continental Basketball Association (CBA) sob o comando de Bill Musselman. Ele então assinou com o New York Knicks, onde jogou com o técnico Rick Pitino. Em 1989, Carlisle jogou em cinco jogos com o New Jersey Nets sob o comando de Bill Fitch.

Carreira como treinador[editar | editar código-fonte]

Em 1989, ele aceitou um cargo de assistente técnico no New Jersey Nets, onde passou cinco temporadas sob o comando de Bill Fitch e Chuck Daly. Em 1994, Carlisle se juntou à equipe técnica do Portland Trail Blazers sob o comando do técnico P. J. Carlesimo, onde passou três temporadas.

Em 1997, Carlisle ingressou no Indiana Pacers como assistente técnico do ex-companheiro de equipe, Larry Bird. Durante seu tempo como assistente técnico dos Pacers, ele ajudou a equipe a ter as duas de suas melhores temporadas de todos os tempos. Primeiro, em 1997-98, os Pacers levaram o Chicago Bulls ao limite, perdendo por pouco o sétimo jogo das finais da Conferência Leste. Na temporada de 1999-2000, os Pacers chegaram às finais da NBA pela primeira vez, perdendo para o Los Angeles Lakers. Bird deixou o cargo de treinador e pressionou para que Carlisle fosse selecionado como seu substituto, mas o presidente da equipe, Donnie Walsh, deu o trabalho para Isiah Thomas.

Detroit Pistons[editar | editar código-fonte]

Para a temporada de 2001-02, Carlisle foi contratado pelo Detroit Pistons para ser seu novo treinador. Em duas temporadas como treinador principal, Carlisle levou a equipe a recordes consecutivos de 50-32 com títulos da Divisão Central e aparições nos playoffs. Ele foi nomeado o Treinador do Ano em 2002. No entanto, os Pistons demitiram Carlisle após a temporada de 2002-03 com um ano restante em seu contrato e contrataram Larry Brown. O atrito entre Carlisle e os donos da equipe foi citado como uma das principais razões para a demissão.

Indiana Pacers[editar | editar código-fonte]

Carlisle com os Pacers em 2005

Para a temporada de 2003-04, Carlisle retornou aos Pacers como treinador principal. Em sua primeira temporada, ele liderou os Pacers ao título da Divisão Central e ao melhor recorde da temporada regular da NBA com 61-21, estabelecendo um recorde de vitórias da franquia. Nos playoffs, a equipe eliminou o Boston Celtics e o Miami Heat, antes de perder para o Detroit Pistons nas finais da Conferência Leste. Em 2005, o elenco dos Pacers foi dizimada por lesões e suspensões que foram aplicadas após a briga Pacers-Pistons no The Palace of Auburn Hills. No entanto, Carlisle ainda conseguiu levar a equipe para os playoffs da NBA naquela temporada. Como a sexta melhor campanha, eles novamente derrotaram os Celtics na primeira rodada, antes de serem derrotados mais uma vez pelo eventual campeão da Conferência Leste, o Detroit Pistons.

Em 2005-06, Os Pacers chegaram aos playoffs mas perderam na primeira rodada. Apesar disso, o CEO dos Pacers, Donnie Walsh, não responsabilizou Carlisle pelas performances medíocres da equipe nas duas últimas temporadas, e mostrou isso em outubro de 2006, quando eles lhe deram uma extensão de contrato de vários anos. Os Pacers também lhe deram o título adicional de vice-presidente executivo de operações de basquete.[4]

Depois que os Pacers terminaram a temporada de 2006-07 com um recorde de 35-47 (perdendo os playoffs pela primeira vez desde 1997), Bird demitiu Carlisle.[5] Ele entendeu a decisão, dizendo que os Pacers precisavam de "uma nova voz". Em quatro temporadas com os Pacers, Carlisle compilou um recorde de 181-147. Os Pacers se ofereceram para deixar Carlisle ficar na diretoria, mas ele também renunciou ao cargo em 12 de junho de 2007.[6]

Depois de deixar Indiana, Carlisle trabalhou como analista para a ESPN antes de assinar com o Dallas Mavericks como o novo treinador da equipe.

Dallas Mavericks[editar | editar código-fonte]

Carlisle treinando os Mavericks em 2009

Em 9 de maio de 2008, Carlisle assinou um contrato de quatro anos com o Dallas Mavericks, substituindo Avery Johnson.[7][8] Ele os levou a um recorde de 50-32, incluindo uma vitória na primeira rodada contra o San Antonio Spurs. No ano seguinte, ele treinou os Mavs para um recorde de 55-27, sendo segundo na Conferência Oeste, mas perdeu na primeira rodada para os Spurs.

A temporada de 2010-11 foi a mais bem sucedida de Carlisle como treinador principal. Os Mavericks terminaram a temporada regular com um recorde de 57-25. Em 25 de maio de 2011, os Mavs venceu o Oklahoma City Thunder nas finais da Conferência Oeste, a primeira vitória nas finais da conferência de sua carreira de treinador. Nas finais da NBA de 2011, ele treinou os Mavericks para o primeiro título da história da franquia.[9]

Em 15 de maio de 2012, Carlisle concordou com um novo contrato de quatro anos com os Mavericks. Em 2013, os Mavericks terminaram com um recorde de 41-41 e perderam os playoffs pela primeira vez desde 2000. Em 2014, Carlisle liderou os Mavericks de volta aos playoffs como a oitava melhor campanha com um recorde de 49-33 mas eles perderam a série para os Spurs.[10]

Em 30 de janeiro de 2015, ele registrou sua 600ª vitória em um jogo contra o Miami Heat.[11] Ele assinou um novo contrato de cinco anos em 5 de novembro de 2015. Quatro dias antes, Carlisle registrou sua 340ª vitória como treinador dos Mavericks, ultrapassando Don Nelson como o treinador mais vencedor da história da franquia.[12]

Em 2 de dezembro de 2017, Carlisle registrou sua 700ª vitória em um jogo contra o Los Angeles Clippers.[13] Em 13 de janeiro de 2021, ele registrou sua 800ª vitória em um jogo contra o Charlotte Hornets.[14]

Em 17 de junho de 2021, Carlisle deixou o cargo de treinador dos Mavericks com dois anos restantes em seu contrato.[15][16]

Retorno a Indiana[editar | editar código-fonte]

Em 24 de junho de 2021, Carlisle foi contratado como treinador principal do Indiana Pacers.[17]

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Carlisle e sua esposa têm uma filha.[18] Ele é um ávido pianista e piloto particular, que em setembro de 2015 registrou quase 200 horas voando em sua aeronave leve monomotor Cirrus SR22T.[19][20]

Estatísticas como treinador[editar | editar código-fonte]

hide
Time Temporada Temporada Regular Playoffs
Jogos Vitórias Derrotas % Classificação Jogos Vitórias Derrotas % Resultado
Detroit 2001–02 82 50 32 .610 1º na Divisão Central 10 4 6 .400 Perdeu nas Semifinais da Conferências
Detroit 2002–03 82 50 32 .610 1º na Divisão Central 17 8 9 .471 Perdeu nas Finais da Conferência
Indiana 2003–04 82 61 21 .744 1º na Divisão Central 16 10 6 .625 Perdeu nas Finais da Conferência
Indiana 2004–05 82 44 38 .537 3º na Divisão Central 13 6 7 .585 Perdeu nas Semifinais da Conferências
Indiana 2005–06 82 41 41 .500 3º na Divisão Central 6 2 4 .333 Perdeu na Primeira Rodada
Indiana 2006–07 82 35 47 .427 4º na Divisão Central Não foi aos playoffs
Dallas 2008–09 82 50 32 .610 3º na Divisão Sudoeste 10 5 5 .500 Perdeu nas Semifinais da Conferências
Dallas 2009–10 82 55 27 .671 1º na Divisão Sudoeste 6 2 4 .333 Perdeu na Primeira Rodada
Dallas 2010–11 82 57 25 .695 2º na Divisão Sudoeste 21 16 5 .762 Campeão da NBA
Dallas 2011–12 66 36 30 .545 3º na Divisão Sudoeste 4 0 4 .000 Perdeu na Primeira Rodada
Dallas 2012–13 82 41 41 .500 4º na Divisão Sudoeste Não foi aos playoffs
Dallas 2013–14 82 49 33 .598 4º na Divisão Sudoeste 7 3 4 .429 Perdeu na Primeira Rodada
Dallas 2014–15 82 50 32 .610 3º na Divisão Sudoeste 5 1 4 .200 Perdeu na Primeira Rodada
Dallas 2015–16 82 42 40 .512 2º na Divisão Sudoeste 5 1 4 .200 Perdeu na Primeira Rodada
Dallas 2016–17 82 33 49 .402 4º na Divisão Sudoeste Não foi aos playoffs
Dallas 2017–18 82 24 58 .293 4º na Divisão Sudoeste Não foi aos playoffs
Dallas 2018–19 82 33 49 .402 5º na Divisão Sudoeste Não foi aos playoffs
Dallas 2019–20 75 43 32 .573 2º na Divisão Sudoeste 6 2 4 .333 Perdeu na Primeira Rodada
Dallas 2020–21 72 42 30 .583 1º na Divisão Sudoeste 7 3 4 .429 Perdeu na Primeira Rodada
Indiana 2021–22 82 25 57 .305 4º na Divisão Central Não foi aos playoffs
Carreira 1.607 861 746 .536 133 63 70 .400

Referências

  1. «Rick Carlisle | Boston Celtics». www.nba.com (em inglês). Consultado em 5 de maio de 2022 
  2. «Rick Carlisle Career NBA Coaching Record and Bio - ESPN». ESPN.com. Consultado em 5 de maio de 2022 
  3. «The Telegraph - Google News Archive Search». news.google.com. Consultado em 5 de maio de 2022 
  4. «Pacers lock up Carlisle with multiyear extension». ESPN.com (em inglês). 5 de outubro de 2006. Consultado em 6 de maio de 2022 
  5. «Rick Carlisle won't return as Pacers head coach». ESPN.com (em inglês). 25 de abril de 2007. Consultado em 6 de maio de 2022 
  6. «Carliesle leaves Pacers front office». UPI (em inglês). Consultado em 6 de maio de 2022 
  7. «Johnson ousted as coach after Mavs' playoff exit». ESPN.com (em inglês). 30 de abril de 2008. Consultado em 6 de maio de 2022 
  8. «MAVERICKS: Official release: Rick Carlisle named coach». web.archive.org. 14 de maio de 2008. Consultado em 6 de maio de 2022 
  9. «Mavericks vs. Heat - Game Recap - June 12, 2011 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 6 de maio de 2022 
  10. «Deal done, real work begins for Rick Carlisle». ESPN.com (em inglês). 15 de maio de 2012. Consultado em 6 de maio de 2022 
  11. Murphy, Blake. «Mavericks overcome Hassan Whiteside to get Carlisle 600th win». theScore.com (em inglês). Consultado em 6 de maio de 2022 
  12. «Mavericks sign head coach Rick Carlisle to contract extension». The Official Home of the Dallas Mavericks (em inglês). 5 de novembro de 2015. Consultado em 6 de maio de 2022 
  13. «With win over Clippers, Rick Carlisle becomes just one of three active head coaches with 700 career wins». Dallas News (em inglês). 2 de dezembro de 2017. Consultado em 6 de maio de 2022 
  14. Rader, Doyle (14 de janeiro de 2021). «Rick Carlisle reaches 800 career wins as an NBA head coach». Mavs Moneyball (em inglês). Consultado em 6 de maio de 2022 
  15. «Rick Carlisle steps down as Mavericks coach». www.nba.com (em inglês). Consultado em 6 de maio de 2022 
  16. «Carlisle resigns as Mavs coach after 13 seasons». ESPN.com (em inglês). 17 de junho de 2021. Consultado em 6 de maio de 2022 
  17. «Pacers Reach Agreement with Rick Carlisle to Become Head Coach». www.nba.com (em inglês). Consultado em 6 de maio de 2022 
  18. «Family stirs Mavericks coach Rick Carlisle's softer side | Dallas Mavericks News - Sports News for Dallas, Texas - SportsDayDFW». web.archive.org. 2 de julho de 2011. Consultado em 6 de maio de 2022 
  19. «Rick Carlisle takes flight with a new challenge». ESPN.com (em inglês). 27 de agosto de 2015. Consultado em 6 de maio de 2022 
  20. Walia, Arman. «Dallas Mavericks Coach Rick Carlisle Plays Piano Solo at Bruce Hornsby Concert». Bleacher Report (em inglês). Consultado em 6 de maio de 2022