Giannis Antetokounmpo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Giannis Antetokounmpo
Giannis Antetokounmpo (51664127127) (cropped).jpg
Informações pessoais
Nome completo Giannis Sina Ugo Antetokounmpo
Nome nativo Γιάννης Αντετοκούνμπο
Data de nasc. 6 de dezembro de 1994 (27 anos)
Local de nasc. Atenas, Grécia
Altura 6 ft 11 in (2.11 m)
Peso 242 lb (110 kg)
Apelido The Greek Freak
The Alphabet
Informações no clube
Clube atual Estados Unidos Milwaukee Bucks
Número 34
Posição Ala-pivô
Clubes profissionais
Ano Clubes Partidas (pontos)
2012–2013
2013–Presente
Grécia Filathlitikos
Estados Unidos Milwaukee Bucks

656 (14.321)
Seleção nacional
2014–Presente Grécia Grécia

Giannis Sina Ugo Antetokounmpo (em grego: Γιάννης Αντετοκούνμπο; Atenas, 6 de dezembro de 1994)[1] é um jogador greco-nigeriano profissional de basquetebol que atualmente joga pelo Milwaukee Bucks da National Basketball Association (NBA).[2]

Nascido na Grécia de pais nigerianos, Antetokounmpo começou a jogar basquete nas equipes juvenis do Filathlitikos em Atenas. Em 2011, ele começou a jogar pela equipe sênior do clube antes de entrar no draft da NBA de 2013, onde foi selecionado pelos Bucks como a 15º escolha geral. A combinação de tamanho, velocidade e habilidades de manuseio de bola de Antetokounmpo levou ao seu apelido de "Greek Freak (Aberração Grega)".

Na temporada de 2016-17, ele liderou os Bucks em todas as cinco principais categorias estatísticas e se tornou o primeiro jogador na história da NBA a terminar uma temporada regular no top 20 em todas as cinco principais estatísticas: pontos, rebotes, assistências, roubos e bloqueios.[3] Ele recebeu o prêmio de MIP da NBA em 2017 e foi o MVP de forma consecutiva em 2019 e 2020, onde também venceu o DPOY, se juntando a Michael Jordan e Hakeem Olajuwon como os únicos jogadores na história da NBA a vencer o prêmio de MVP e de melhor jogador defensivo na mesma temporada.[4] Em 2021, Antetokounmpo ajudou a levar os Bucks para seu primeiro título desde 1971 e foi nomeado o MVP das Finais.[5] Ainda em 2021, ele foi homenageado como um dos 75 maiores jogadores da história da NBA.[6]

Início da vida e carreira[editar | editar código-fonte]

Filho de imigrantes da Nigéria, Antetokounmpo nasceu em Atenas, Grécia em 6 de dezembro de 1994.[7][8] Três anos antes, seus pais haviam se mudado de Lagos, deixando para trás seu primogênito, Francis, com seus avós.

Embora Antetokounmpo e três de seus quatro irmãos tenham nascido na Grécia, eles não receberam automaticamente a cidadania grega plena, pois a lei de nacionalidade grega respeita os jus sanguinis. Nos primeiros 18 anos de sua vida, Antetokounmpo foi efetivamente apátrida, sem documentos da Nigéria ou da Grécia.

Antetokounmpo cresceu no bairro de Atenas, Sepolia. Seus pais, como imigrantes, não conseguiam facilmente encontrar trabalho, então Giannis e seu irmão mais velho, Thanasis, ajudavam vendendo relógios, bolsas e óculos de sol nas ruas.

Em 2007, Antetokounmpo começou a jogar basquete e começou a jogar nas divisões de base do Filathlitikos em 2009.

Carreira profissional[editar | editar código-fonte]

Filathlitikos (2012-2013)[editar | editar código-fonte]

Em 2011, Antetokounmpo jogou com o Filathlitikos na Terceira Divisão Grega durante a temporada de 2011-12.[9] Na temporada de 2012-13, ele jogou na Segunda Divisão Grega.

Em dezembro de 2012, poucos dias depois de completar 18 anos, Giannis assinou um contrato de quatro anos com o clube espanhol Zaragoza,[10] supostamente incluindo uma clausura de ida para a NBA após cada temporada. Vários outros grandes clubes europeus estavam interessados em contratá-lo, incluindo Barcelona e Anadolu Efes. Com o contrato começando na temporada de 2013-14, ele decidiu ficar no Filathlitikos no restante da temporada de 2012-13.

Durante a temporada de 2012-13 na Liga Grega A2, Antetokounmpo jogou em 26 jogos e teve médias de 9,5 pontos, 5,0 rebotes, 1,4 assistências e 1,0 bloqueios. Ele também foi selecionado pelos treinadores como um participante especial no All-Star Game da Liga Grega de 2013. Mesmo que ele não tenha sido selecionado como um All-Star, os treinadores o deixaram jogar no jogo como um deleite para os fãs.[11]

Milwaukee Bucks (2013–Presente)[editar | editar código-fonte]

Desenvolvimento precoce (2013–2016)[editar | editar código-fonte]

Antetokounmpo com os Bucks em novembro de 2014

Em 28 de abril de 2013, Antetokounmpo tornou-se oficialmente elegível para o draft da NBA de 2013.[12] Ele foi selecionado como a 15º escolha geral pelo Milwaukee Bucks. Em 30 de julho de 2013, ele assinou um contrato de 4 anos e US$8.6 milhões com os Bucks.[13][14]

Em 13 de outubro de 2013, Antetokounmpo fez sua estreia na NBA aos 18 anos e 311 dias, como um dos jogadores mais jovens da NBA. Ele teve médias de 6,8 pontos, 4,4 rebotes, 1,9 assistências, 0,8 roubos e 0,8 bloqueios em 77 jogos durante sua temporada de estreia. Ele marcou dois dígitos em 23 jogos e pegou mais de 10 rebotes em dois jogos, com ambos os esforços resultando em duplo-duplo. Ele terminou a temporada tendo 61 bloqueios, liderando todos os novatos da NBA e foi a sétima melhor marca de um novato dos Bucks na história. Ele foi selecionado para participar do Rising Stars Challenge no NBA All-Star Weekend em Nova Orleans, onde anotou nove pontos, dois rebotes e duas assistências em 17 minutos. No final da temporada, ele foi nomeado para a Segunda-Equipe da NBA All-Rookie de 2013-14.[15]

A segunda temporada de Antetekounmpo com os Bucks viu um desenvolvimento individual e da equipe. Em 6 de fevereiro de 2015, ele registrou 27 pontos e 15 rebotes em uma derrota para o Houston Rockets.[1] Três dias depois, ele foi nomeado o Jogador da Semana da Conferência Leste pelos jogos disputados de 2 a 8 de fevereiro, ganhando o prêmio pela primeira vez em sua carreira.[2] Mais tarde, ele competiu no Campeonato de Enterradas no All-Star Game de 2015. Em 9 de março, ele marcou 29 pontos na derrota para o New Orleans Pelicans.[3]

Na temporada de 2015-16, Antetokounmpo se desenvolveu ainda mais individualmente, aumentando sua média de pontuação para quase 17 pontos. Em 19 de novembro, ele marcou 33 pontos na derrota para o Cleveland Cavaliers.[4] Em 12 de dezembro, ele quase registrou um triplo-duplo com 11 pontos, 12 rebotes e 8 assistências, ajudando os Bucks a vencer o Golden State Warriors por 108-95.[5] Em 22 de fevereiro de 2016, Antetokounmpo registrou seu primeiro triplo-duplo da carreira com 27 pontos, 12 rebotes e 10 assistências na vitória por 108-101 sobre o Los Angeles Lakers. Aos 21 anos, ele se tornou o mais jovem jogador dos Bucks a registrar um triplo-duplo.[16][17]

All-Star (2016–2018)[editar | editar código-fonte]

Antetokounmpo com os Bucks em dezembro de 2016

Em 19 de setembro de 2016, Antetokounmpo concordou com uma prorrogação de contrato de quatro anos e US$ 100 milhões com os Bucks.[18] O quarto ano de Antetokounmpo com os Bucks seria sua temporada de destaque, pois ele aumentou ainda mais sua produção estatística e ascendeu ao estrelato.

Em 23 de dezembro, ele registrou 39 pontos, oito rebotes e seis assistências na vitória por 123-96 sobre o Washington Wizards.[7] Algumas semanas depois, Antetokounmpo registrou 27 pontos e 13 rebotes e fez sua primeira cesta da vitória em um jogo contra o New York Knicks.[8] Com 25 pontos contra os Knicks em 6 de janeiro, Antetokounmpo teve pelo menos 20 pontos em seu 14º jogo consecutivo, igualando a maior sequência de um jogador dos Bucks desde Michael Redd em 2006.[9] Em 19 de janeiro, ele foi nomeado titular pela Conferência Leste no NBA All-Star Game de 2017.[10] Aos 22 anos e 74 dias, ele se tornou o jogador mais jovem da história da franquia a ser titular em um All-Star Game.[11] Ele também se tornou o primeiro All-Star grego da NBA. No jogo, ele liderou o Leste com 30 pontos em uma derrota por 192-182 para o Oeste.[12]

Em 3 de abril de 2017, ele foi nomeado o Jogador do Mês da Conferência Leste pelos jogos disputados em março. O prêmio foi o primeiro da carreira de Antetokounmpo e o primeiro para um jogador dos Bucks desde Michael Redd em janeiro de 2004.[13] Antetokounmpo ajudou os Bucks a terminar o mês com um recorde de 14-4, o primeiro mês da franquia com pelo menos 14 vitórias desde 16-2 em fevereiro de 1971.

Ele liderou os Bucks em cada uma das cinco principais categorias estatísticas (pontos, rebotes, assistências, roubos de bola e bloqueios) na temporada regular de 2016-17, tornando-se apenas o quinto jogador da NBA a fazê-lo depois de Dave Cowens, Scottie Pippen, Kevin Garnett e LeBron James.[14] Ele também se tornou o primeiro jogador na história da NBA a terminar entre os 20 melhores da liga em cada uma das cinco principais categorias em uma temporada regular.[15] Como resultado de seus esforços, Antetokounmpo foi nomeado para a Segunda-Equipe da NBA.[19] Ele também foi nomeado o ganhador do Prêmio de Jogador Que Mais Evoluiu na temporada 2016-17, tornando-se o primeiro jogador na história dos Bucks a ganhar o prêmio.[20]

Antetokounmpo enterrando contra o Washington Wizards em 2018

Em 15 de abril de 2017, Antetokounmpo marcou 28 pontos em uma vitória por 97-83 sobre o Toronto Raptors no Jogo 1 da primeira rodada dos playoffs.[21] No Jogo 5 da série em 24 de abril, ele marcou 30 pontos mas não conseguiu levar os Bucks a uma vitória.[22] Três dias depois, os Bucks perderam o Jogo 6, apesar de um desempenho de 34 pontos de Antetokounmpo, encerrando sua temporada.[23]

Antetokounmpo começou a temporada de 2017-18 marcando 175 pontos nos primeiros cinco jogos da temporada, incluindo 44 pontos na vitória por 113-110 sobre o Portland Trail Blazers.[24] Ele teve uma média de quase 27 pontos durante a temporada, ganhando sua segunda indicação consecutiva ao All-Star e a seleção para Primeira-Equipe da NBA,[25] e quebrou o recorde da franquia de Kareem Abdul Jabbar de triplos-duplos.

No Jogo 1 da primeira rodada dos playoffs contra o Boston Celtics, Antetokounmpo registrou 35 pontos, 13 rebotes e sete assistências em uma derrota por 113-107 na prorrogação.[26] No entanto, os Celtics eliminaram os Bucks em sete jogos, apesar dos 22 pontos e 9 rebotes de Antetokounmpo no Jogo 7.[27]

MVP (2018–2020)[editar | editar código-fonte]

A partir da temporada de 2018-19, Antetokounmpo e os Bucks alcançaram um período de sucesso. Sob o comando do novo técnico Mike Budenholzer, os Bucks começaram a temporada com sete vitórias consecutivas e tiveram um recorde de 25-10 antes do Ano Novo.[28][29]

Antetokounmpo foi fundamental para esse sucesso inicial, ganhando os prêmios de Jogador do Mês da Conferência Leste em outubro, novembro e dezembro e, posteriormente, em fevereiro.[30][31][32] Em 17 de março, ele registrou 52 pontos e 16 rebotes em uma derrota por 130-125 para o Philadelphia 76ers.[18] Ele vingou essa derrota em uma vitória em 4 de abril, onde registrou 45 pontos e 13 rebotes na vitória por 128-122, ajudando os Bucks a conquistar a primeira colocação na Conferência Leste.[33] Antetokounmpo levou os Bucks ao melhor recorde da liga com 60-22. Ele ajudou a equipe a avançar para a segunda rodada dos playoffs pela primeira vez desde 2001, depois de marcar 41 pontos na vitória por 127-104 no Jogo 4 sobre o Detroit Pistons.[34][35] Os Bucks chegaram às finais da Conferência Leste, onde foram derrotados por 4-2 pelos eventuais campeões, o Toronto Raptors.

Antetokounmpo foi nomeado o MVP da NBA.[36] Ele se juntou a Kareem Abdul-Jabbar como o segundo jogador dos Bucks a ganhar o MVP e se tornou o terceiro jogador mais jovem a ganhar o MVP nas 40 temporadas anteriores, atrás de Derrick Rose e LeBron James.[37]

Em 24 de outubro de 2019, Antetokounmpo começou a temporada de 2019-20 com um triplo-duplo de 30 pontos, 13 rebotes e 11 assistências na vitória por 117-111 sobre o Houston Rockets.[38] Em 25 de novembro, ele registrou 50 pontos e 14 rebotes em uma vitória por 122-118 sobre o Utah Jazz.[39] Após uma vitória em 14 de dezembro sobre o Cleveland Cavaliers, Ele levou os Bucks à sua 18ª vitória consecutiva, 2 a menos do recorde da franquia.[40] A sequência de vitórias terminou em 16 de dezembro com uma derrota para o Dallas Mavericks, apesar de Antetokounmpo registrar 48 pontos e 14 rebotes.[41] Em 19 de dezembro, ele fez cinco arremessos de três pontos para liderar Milwaukee sobre o Los Angeles Lakers, e ajudou os Bucks a conquistar o melhor recorde da NBA com 25-4. Em 23 de janeiro de 2020, Antetokounmpo foi nomeado capitão do All-Star Game, ao lado de James, pelo segundo ano consecutivo.[42][43]

Durante o adiamento da temporada que durou do início de março ao final de julho, devido à pandemia do COVID-19, Antetokounmpo alegou não ter uma cesta de basquete para treinar.[44] Mais tarde, ele esclareceu que tinha acesso a uma academia e a uma cesta de basquete, explicando seus comentários anteriores como um meio de "ficar um pouco à frente da competição".[45] Antetokounmpo registrou 36 pontos e 15 rebotes na volta da temporada contra o Boston Celtics em 31 de julho.[46] A equipe terminou a temporada com o melhor recorde da NBA pelo segundo ano consecutivo, terminando com um recorde de 56-17. Em 12 de agosto, Antetokounmpo foi suspenso por um jogo por dar uma cabeçada em Moritz Wagner durante um jogo contra o Washington Wizards.[47] Durante os playoffs, os Bucks avançaram para a segunda rodada mas perderam por 4-1 para o Miami Heat.

Em 18 de setembro de 2020, Antetokounmpo ganhou seu segundo prêmio consecutivo de MVP. Ao fazer isso, ele se juntou a Hakeem Olajuwon e Michael Jordan como os únicos jogadores a ganhar prêmios de MVP e Jogador Defensivo da NBA na mesma temporada.[48]

Campeão da NBA e MVP das Finais (2020-2021)[editar | editar código-fonte]

Em 15 de dezembro de 2020, Antetokounmpo renovou com os Bucks, chegando a um acordo com uma extensão de 5 anos e US$ 228 milhões, a maior da história da liga.[49] No All-Star Game de 2021, ele jogou no time capitaneado por James e marcou 35 pontos para levar o time a uma vitória por 170-150 e se tornou o primeiro não americano a ganhar o MVP do All-Star Game. Os Bucks terminaram a temporada de 2020-21 com um recorde de 46-26, conquistando a terceira vaga na Conferência Leste. Na primeira rodada dos playoffs, eles enfrentaram uma revanche contra o Miami Heat. Em uma forte reversão de sua derrota no ano anterior, Antetokounmpo levou os Bucks a uma vitória de quatro jogos, fechando a série com seu primeiro triplo-duplo nos playoffs no Jogo 4.[50] Ele também levou os Bucks a uma vitória na série de sete jogos sobre o Brooklyn Nets nas semifinais da Conferência Leste, onde teve médias de 31,9 pontos, 12,9 rebotes e 3,6 assistências. Em 29 de junho de 2021, Antetokounmpo sofreu uma lesão no joelho esquerdo durante o terceiro quarto do Jogo 4 das finais da Conferência Leste contra o Atlanta Hawks.[51] Os resultados da ressonância magnética mais tarde mostrariam que ele não sofreu nenhuma ruptura do ligamento e foi descartado para os jogos 5 e 6.[52] Os Bucks venceram os jogos em sua ausência, avançando para as finais da NBA pela primeira vez em 47 anos.[53]

Antetokounmpo voltou a tempo para as finais contra o Phoenix Suns.[54] Em sua estreia nas finais, ele registrou 20 pontos e 17 rebotes em uma derrota por 118-108.[55] Ele então registrou jogos consecutivos com pelo menos 40 pontos e 10 rebotes em uma derrota no Jogo 2 e uma vitória no Jogo 3, juntando-se a Shaquille O'Neal em 2000 como os únicos jogadores a alcançar esses números em jogos consecutivos das finais. Ele também se juntou a Jordan, O'Neal e James como os únicos jogadores a somar pelo menos 40 pontos em jogos consecutivos de finais nos 50 anos anteriores.[56] Os Bucks continuaram seu retorno depois de terem perdido os dois primeiros jogos da série, prevalecendo nas próximas quatro partidas. No Jogo 6, Antetokounmpo registrou 50 pontos, 14 rebotes e 5 bloqueios quando os Bucks conquistaram seu primeiro título em 50 anos. Ele teve médias de de 35,2 pontos, 13,2 rebotes, 5,0 assistências, 1,2 roubos de bola e 1,8 bloqueios, e posteriormente foi nomeado o MVP das Finais por votação unânime.[57] Aos 26 anos e 226 dias, ele é o mais jovem desde Kawhi Leonard em 2014 a ser nomeado MVP das Finais, bem como o primeiro europeu desde Dirk Nowitzki em 2011 a fazê-lo.[58] Antetokounmpo também se juntou a Michael Jordan e Hakeem Olajuwon como os únicos jogadores a ganhar os prêmios de MVP, MVP das Finais e Jogador Defensivo do Ano durante o período de suas carreiras.[59]

Em 19 de outubro de 2021, depois de receber seu primeiro anel de campeão da NBA na cerimônia anual de pré-jogo, Antetokounmpo registrou 32 pontos, 14 rebotes e sete assistências na vitória por 127-104 sobre os Nets. Em 13 de janeiro de 2022, ele levou os Bucks a uma vitória por 118-99 sobre o Golden State Warriors com 30 pontos, 12 rebotes, 11 assistências e 3 bloqueios em menos de trinta minutos, e se tornou o primeiro jogador a registrar múltiplos triplos-duplos de 30 pontos em 30 minutos; ele empatou o recorde de Jordan de 28 triplos-duplos, ocupando o 18º lugar de todos os tempos. Em 6 de fevereiro, em uma vitória por 137-113 sobre o Los Angeles Clippers, Antetokounmpo registrou 28 pontos, 10 rebotes e cinco assistências, já que os Bucks se tornaram o primeiro time na história da NBA a ver todo o seu time titular com pelo menos 15 pontos. cinco rebotes e dois arremessos de três pontos no mesmo jogo. Em 8 de fevereiro de 2022, em uma vitória por 131-116 contra o Los Angeles Lakers, Antetokounmpo registrou 44 pontos, 14 rebotes, 8 assistências, 2 bloqueios e 0 turnovers; foi seu 20 jogo seguido registrando pelo menos 25 pontos.

Antetokounmpo registrou 44 pontos, 14 rebotes e 6 assistências na vitória por 120-119 na prorrogação sobre o Brooklyn Nets. Ele ultrapassou Kareem Abdul-Jabbar para se tornar o maior pontuador da história dos Bucks.[60] Antetokounmpo terminou a temporada regular com médias de 29,9 pontos, 11,6 rebotes e 5,8 assistências e se tornou o primeiro jogador na história da NBA a ter uma média de 25 pontos ou mais, mais de 10 rebotes e cinco assistências ou mais em quatro temporadas separadas.[61]

Em 20 de abril, durante o Jogo 2 da primeira rodada dos playoffs, Antetokounmpo registrou 33 pontos, 18 rebotes e 9 assistências na derrota por 114-110 contra o Chicago Bulls. Ele aumentou seu total de pontos na pós-temporada para 1.715, ultrapassando Kareem Abdul-Jabbar (1.692) como o maior na história dos Bucks.[62] Em 1º de maio, no Jogo 1 das semifinais da Conferência Leste, Antetokounmpo registrou seu segundo triplo-duplo nos playoffs com 24 pontos, 13 rebotes e 12 assistências na vitória por 101-89 sobre o Boston Celtics. Ele se tornou o líder da franquia em triplos-duplos de playoffs.[63][64]

Carreira na seleção[editar | editar código-fonte]

Seleção júnior[editar | editar código-fonte]

Antetokounmpo representou a Grécia pela primeira vez em julho de 2013 no EuroBasket Sub-20 de 2013. Ele ajudou a Grécia a ter um recorde de 8-2 e um quinto lugar geral com médias de 8,0 pontos, 7,6 rebotes e 2,2 assistências nos 10 jogos. Ele terminou o torneio em segundo lugar em rebotes defensivos (7,0) e sétimo em tocos (1,4).[65]

Seleção Sênior[editar | editar código-fonte]

Antetokounmpo representou a Seleção Grega pela primeira vez na Copa do Mundo de 2014. A equipe terminou em nono lugar geral com um recorde de 5-1. Ele teve média de 6,3 pontos e 4,3 rebotes nos seis jogos.[66]

Antetokounmpo voltou a integrar a equipe grega no EuroBasket de 2015. A equipe da Grécia consistia de muitos jogadores experientes, a maioria deles anteriormente campeões europeus com seus clubes, como Vassilis Spanoulis, Ioannis Bourousis e Nikos Zisis, e apareceu como uma das favorita para uma medalha.[67] A equipe chegou às quartas de final, onde um jogo apertado terminou em favor dos eventuais campeões, a Espanha. Em oito jogos, Antetokounmpo obteve médias de 9,8 pontos, 6,9 rebotes e 1,1 assistências.[68]

Antetokounmpo também jogou no Torneio de Qualificação para as Olimpiadas de 2016, onde obteve médias de 15,3 pontos, 5,7 rebotes, 2,0 assistências, 0,7 roubadas de bola e 2,0 bloqueios em 3 jogos disputados.[69] A Grécia não se classificou para os Jogos Olímpicos de 2016, depois de ser eliminada pela Croácia por 66-61. Ele também jogou com a Grécia durante sua fase de preparação para o EuroBasket de 2017. Ele marcou 20 pontos em um jogo de preparação contra Montenegro. No entanto, ele perdeu o torneio devido a uma lesão no joelho.[70]

Ele representou a Grécia na Copa do Mundo de 2019, onde obteve médias de 14,8 pontos, 8,8 rebotes, 2,4 assistências, 2,4 roubadas de bola e 0,6 bloqueios em 5 jogos disputados. A Grécia terminou o torneio em 11º lugar.[71]

Perfil do jogador[editar | editar código-fonte]

Antetokounmpo durante o All-Star Game da NBA de 2022

Com 2,11 m de altura e pesando 110 kg, Antetokounmpo pode jogar em todas as cinco posições. Altamente atlético e versátil, ele é frequentemente reconhecido como um dos melhores jogadores da NBA e muitos analistas o declararam "sem posição" e incorporando o futuro da liga.[72][73][74] Em abril de 2022, as médias da carreira de Antetokounmpo na temporada regular são de 21,8 pontos, 9,4 rebotes, 4,6 assistências, 1,2 roubos de bola e 1,3 bloqueios por jogo.

Ataque[editar | editar código-fonte]

Na temporada de 2016-17, Antetokounmpo havia se estabelecido como um dos marcadores de transição mais devastadores da liga.[75][76] Sua rara combinação de tamanho e velocidade frequentemente permite que ele cruze metade de uma quadra em um único drible e ultrapasse vários defensores. Ele desenvolveu sua própria versão do Euro Step, descrita por Jordan Brenner da ESPN.com como "a fase final da evolução do movimento", que lhe permite atacar diretamente o aro em um movimento que "torna a área entre o topo e a cesta quase indefensável".[77]

No entanto, Antetokounmpo foi criticado por sua falta de um arremesso confiável, tendo arremessado acima de 31% de três pontos apenas uma vez em sua carreira. Ele aumentou sua produção de arremessos com médias de 4,4 arremessos de três pontos tentados e 1,4 arremessos feitos por jogo em 2019-20.

Antetokounmpo também recebeu atenção por suas habilidades. Apesar de não ser o principal manipulador de bola dos Bucks, ele orquestrou em grande parte o ataque da equipe. Durante a temporada de 2019-20, ele foi responsável (através de assistência e pontuação pessoal) por 57,8% dos pontos que os Bucks marcaram enquanto ele estava em quadra, uma das taxas mais altas da liga.[78] Ele teve uma média de quase 6 assistências por jogo durante as temporadas de 2018-19 e 2019-20.

Defesa[editar | editar código-fonte]

Antetokounmpo também é reconhecido como um jogador defensivo de elite, capaz de defender todas as cinco posições, mas mais frequentemente implantado em um papel que lhe permite vagar pela quadra e desencorajar ataques. Ele também é um bloqueador proficiente e desenvolveu uma reputação de bloquear oponentes em transição. Com Antetokounmpo neste papel, os Bucks floresceram em uma das melhores equipes defensivas da liga, liderando a NBA na classificação defensiva em 2018–19 e 2019–20. Por seus esforços defensivos, ele ganhou o prêmio de Jogador Defensivo do Ano da NBA de 2020 e se tornou um eterno homenageado da NBA All-Defensive.

Estatísticas na NBA[editar | editar código-fonte]

LEGENDA
 PJ  Partidas jogadas  PT  Partidas como titular  MPJ  Minutos por jogo  AP  Arremessos de quadra (%)
 3P  Arremessos de 3 pontos (%)  LL  Lances-livre (%)  RT  Rebotes por jogo  AS  Assistências por jogo
 BR  Roubos de bola por jogo  TO  Tocos por jogo  PPJ  Pontos por jogo  Negrito  Melhor da carreira
Campeão da NBA
Líder da Liga
MVP da Temporada Regular

Temporada regular[editar | editar código-fonte]

Ano Equipe PJ PT MPJ AP 3P LL RT AS BR TO PPJ
2013–14 Milwaukee 77 23 24.6 .414 .347 .683 4.4 1.9 0.8 0,8 6.8
2014–15 Milwaukee 81 71 31.4 .511 .159 .741 6.7 2.6 0.6 1.0 12.7
2015–16 Milwaukee 80 79 35.3 .506 .257 .724 7.7 4.3 1.2 2.6 16.9
2016–17 Milwaukee 80 80 35.8 .522 .272 .770 8.7 5.4 1.6 1.9 22.9
2017–18 Milwaukee 75 75 36.7 .529 .307 .760 10.0 4.8 1.5 1.4 26.9
2018–19 Milwaukee 72 72 32.8 .578 .256 .729 12.5 5.9 1.3 1.5 27.7
2019–20 Milwaukee 63 63 30.4 .553 .304 .633 13.6 5.6 1.0 1.0 29.5
2020–21 Milwaukee 61 61 33.0 .569 .303 .685 11.0 5.9 1.2 1.2 28.1
2021–22 Milwaukee 67 67 32.9 .553 .293 .722 11.6 5.8 1.1 1.4 29.9
Carreira 656 591 32.6 .535 .288 .718 9.4 4.6 1.2 1.3 21.8
All-Star 6 6 25.5 .714 .316 .667 9.0 3.5 1.5 1.0 29.0

Playoffs[editar | editar código-fonte]

MVP de Finais
Ano Equipe PJ PT MPJ AP 3P LL RT AS BR TO PPJ
2015 Milwaukee 6 6 33.5 .366 .000 .739 7.0 2.7 0.5 1.5 11.5
2017 Milwaukee 6 6 40.5 .536 .400 .543 9.5 4.0 2.2 1.7 24.8
2018 Milwaukee 7 7 40.0 .570 .286 .691 9.6 6.3 1.4 0.9 25.7
2019 Milwaukee 15 15 34.3 .492 .327 .637 12.3 4.9 1.1 2.0 25.5
2020 Milwaukee 9 9 30.8 .559 .325 .580 13.8 5.7 0.7 0.9 26.7
2021 Milwaukee 21 21 38.1 .569 .186 .587 12.8 5.1 1.0 1.2 30.2
2022 Milwaukee 12 12 37.3 .491 .220 .679 14.2 6.8 0.7 1.3 31.7
Carreira 76 76 36.3 .527 .264 .626 12.0 5.2 1.0 1.4 26.8

Segunda Divisão Grega[editar | editar código-fonte]

Ano Equipe PJ MPJ AP 3P LL RT AS BR TO PPJ
2012–13 Filathlitikos 26 22.5 .464 .313 .720 5.0 1.4 .7 1.0 9.5
Carreira 26 22.5 .464 .313 .720 5.0 1.4 .7 1.0 9.5

Seleção[editar | editar código-fonte]

Ano Equipe PJ MPJ AP 3P LL RT AS BR TO PPJ
Copa do Mundo de 2014 Grécia 6 15.7 .458 .111 .789 4.3 0.3 0.7 0.3 6.3
EuroBasket de 2015 8 24.4 .492 .385 .615 6.9 1.1 0.3 0.9 9.8
Copa do Mundo de 2019 5 25 .522 .222 .706 8.8 2.4 2.4 0.6 14.8

Fonte:[79][80]

Prêmios e homenagens[editar | editar código-fonte]

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Giannis e Thanasis jogando basquete em uma quadra local em Atenas em 2015.

Quando ele ganhou oficialmente a cidadania grega em 9 de maio de 2013,[81] seu nome foi oficialmente romanizado como Giannis Antetokounmpo.[82]

O pai de Antetokounmpo, Charles, era um ex-jogador de futebol nigeriano, enquanto sua mãe, Veronica, era uma ex-saltadora de alto escalão. Charles morreu em setembro de 2017, aos 54 anos. Veronica deu a cada um de seus cinco filhos nomes gregos e nigerianos, escolhendo o nigeriano Ougko para Giannis.[83] Seus pais são de diferentes etnias nigerianas - Charles era iorubá, enquanto Veronica é ibo. Segundo o grande ex-jogador de basquete Hakeem Olajuwon, também iorubá, o sobrenome original de Antetokounmpo, Adetokunbo, se traduz como "a coroa voltou do exterior".[84]

Antetokounmpo tem dois irmãos mais velhos, Francis (nome grego Andreas) e Thanasis, além de dois irmãos mais novos, Kostas e Alexis.[85] Ele e Thanasis eram companheiros de equipe no Filathlitikos, com Kostas se juntando à equipe na temporada de 2013–14. Seu irmão mais velho, Francis, jogou futebol profissionalmente na Nigéria e basquete e futebol profissionalmente na Grécia.

Após o filho e o irmão, toda a família Antetokounmpo, com exceção de Francis e Thanasis, se mudou de Atenas para Milwaukee no início de 2014.[86] Em julho de 2016, Giannis e Thanasis começaram seu serviço militar obrigatório na Grécia. Os dois irmãos serviram um serviço militar reduzido de três meses, conforme prescrito para cidadãos gregos que são residentes permanentes no exterior.[87]

Giannis é um cristão devoto e foi criado na Igreja Ortodoxa Grega.[88] Ele foi batizado na Igreja Ortodoxa Grega junto com seu irmão Alexandros em 28 de outubro de 2012.[89]

Em 10 de fevereiro de 2020, sua namorada Mariah Riddlesprigger deu à luz seu filho, Liam Charles.[90]

Em 13 de março de 2020, Antetokounmpo e sua família comprometeram-se a doar US $ 100.000 aos funcionários do Fiserv Forum que não puderam trabalhar durante a suspensão da temporada de 2019-20 por causa da pandemia do COVID-19.[91]

Referências

  1. a b «Giannis Antetokounmpo | U20 European Championship Men (2013) | FIBA Europe». www.fibaeurope.com. Consultado em 20 de maio de 2020 
  2. a b «Official NBA bio of Giannis Antetokounmpo». NBA.com (em inglês). Consultado em 20 de maio de 2020 
  3. a b Staff, NBA com. «Milwaukee Bucks superstar Giannis Antetokounmpo finishes breakout season in league of his own». NBA.com (em inglês). Consultado em 20 de maio de 2020 
  4. a b «Giannis se juntou a Michael Jordan e Hakeem Olajuwon como os únicos jogadores na história da NBA a vencer o prêmio de MVP e também de melhor jogador defensivo na mesma temporada.». ge. Consultado em 19 de setembro de 2020 
  5. a b «Giannis Antetokounmpo wins 2021 NBA Finals MVP: Bucks star becomes youngest winner since Kawhi Leonard in 2014». CBSSports.com (em inglês). Consultado em 18 de agosto de 2021 
  6. «NBA's 75 Anniversary Team Players | NBA.com». www.nba.com. Consultado em 17 de maio de 2022 
  7. a b «Giannis Antetokounmpo: NBA star's rise from 'hustling' on Athens streets to MVP award». BBC Sport (em inglês). 1 de julho de 2019 
  8. a b Georgakopoulos, George (3 de julho de 2013). «Greek-Nigerian prodigy makes NBA dream come true». NEOS KOSMOS (em inglês). Consultado em 20 de maio de 2020 
  9. a b «Filathlitikos AO basketball, News, Roster, Rumors, Stats, Awards, Transactions, Details - eurobasket». Eurobasket LLC (em inglês). Consultado em 20 de maio de 2020 
  10. a b «acb.com». www.acb.com (em espanhol). Consultado em 20 de maio de 2020 
  11. a b Μαρ. 2013 13:31, Επιμέλεια: Αντωνία Μαραγούσια Δημοσίευση: 06. «Όλα τα αστέρια στο All Star Game». www.sport24.gr (em inglês). Consultado em 20 de maio de 2020 
  12. a b Givony, Jonathan. «Giannis Adetokunbo (@GAdetokunbo) has officially made himself eligible for the 2013 NBA Draft, his agent @DimitropulosFCM tells us.». @DraftExpress (em inglês). Consultado em 21 de maio de 2020 
  13. a b «2013 NBA Draft». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 21 de maio de 2020 
  14. a b «Bucks sign Neal, Antetokounmpo | NBA.com». web.archive.org. 8 de dezembro de 2014. Consultado em 18 de agosto de 2021 
  15. a b May 22, foxsports; ET, 2014 at 2:07p (22 de maio de 2014). «Bucks' Antetokounmpo named to NBA's All-Rookie second team». FOX Sports (em inglês). Consultado em 21 de maio de 2020 
  16. «Los Angeles Lakers vs Milwaukee Bucks - February 22, 2016 - Game Preview, Play by Play, Scores and Recap on NBA.com». web.archive.org. 26 de junho de 2019. Consultado em 12 de maio de 2022 
  17. «Giannis explodes for first career triple-double, Bucks beat Lakers». sports.yahoo.com (em inglês). Consultado em 12 de maio de 2022 
  18. a b «Sources: Giannis Antetokounmpo agrees to $100M extension». sports.yahoo.com (em inglês). Consultado em 21 de maio de 2020 
  19. «Russell Westbrook, James Harden, LeBron James lead 2016-17 All-NBA first team». www.nba.com (em inglês). Consultado em 12 de maio de 2022 
  20. «Giannis Antetokounmpo Named NBA's Most Improved Player». www.nba.com (em inglês). Consultado em 12 de maio de 2022 
  21. «Bucks vs. Raptors - Game Recap - April 15, 2017 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 12 de maio de 2022 
  22. «Bucks vs. Raptors - Game Recap - April 24, 2017 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 12 de maio de 2022 
  23. «Raptors vs. Bucks - Game Recap - April 27, 2017 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 12 de maio de 2022 
  24. «Trail Blazers vs. Bucks - Game Recap - October 21, 2017 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 12 de maio de 2022 
  25. «Giannis Antetokounmpo Named a Starter for the 2018 All-Star Game». www.nba.com (em inglês). Consultado em 12 de maio de 2022 
  26. «Bucks vs. Celtics - Game Recap - April 15, 2018 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 12 de maio de 2022 
  27. «Bucks vs. Celtics - Game Recap - April 28, 2018 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 12 de maio de 2022 
  28. «Mike Budenholzer Named Head Coach Of The Milwaukee Bucks». www.nba.com (em inglês). Consultado em 12 de maio de 2022 
  29. Hardacre, Jesse (31 de outubro de 2018). «At 7-0, the Bucks are Off to a Historic Start». Shepherd Express (em inglês). Consultado em 12 de maio de 2022 
  30. «Giannis Antetokounmpo Named Eastern Conference Player of the Month». www.nba.com (em inglês). Consultado em 12 de maio de 2022 
  31. «Giannis Antetokounmpo Wins Second Straight KIA NBA Eastern Conference Player of the Month Award». www.nba.com (em inglês). Consultado em 12 de maio de 2022 
  32. «Giannis Antetokounmpo Named Kia NBA Eastern Conference Player of the Month». www.nba.com (em inglês). Consultado em 12 de maio de 2022 
  33. «Bucks vs. 76ers - Game Recap - April 4, 2019 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 12 de maio de 2022 
  34. «Bucks vs. Pistons - Game Recap - April 22, 2019 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 12 de maio de 2022 
  35. Velazquez, Matt. «Bucks finish sweep of Pistons for first series victory since 2001». USA TODAY (em inglês). Consultado em 12 de maio de 2022 
  36. «Giannis Antetokounmpo Named NBA's Most Valuable Player». www.nba.com (em inglês). Consultado em 12 de maio de 2022 
  37. «Giannis third-youngest to win MVP in 40 years». ESPN.com (em inglês). 24 de junho de 2019. Consultado em 12 de maio de 2022 
  38. «Bucks vs. Rockets - Game Summary - October 24, 2019 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 12 de maio de 2022 
  39. «Jazz vs. Bucks - Game Summary - November 25, 2019 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 12 de maio de 2022 
  40. «Cavaliers vs. Bucks - Game Summary - December 14, 2019 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 12 de maio de 2022 
  41. «Mavericks vs. Bucks - Game Summary - December 16, 2019 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 12 de maio de 2022 
  42. «NBA All-Star 2019 starters, captains revealed». www.nba.com (em inglês). Consultado em 12 de maio de 2022 
  43. «Lakers' LeBron James, Bucks' Giannis Antetokounmpo named starters and captains for 2020 NBA All-Star Game». www.nba.com (em inglês). Consultado em 12 de maio de 2022 
  44. «Giannis not playing basketball; no 'access to hoop'». ESPN.com (em inglês). 3 de abril de 2020. Consultado em 12 de maio de 2022 
  45. «Giannis: No access to basketball hoop a ruse». ESPN.com (em inglês). 22 de julho de 2020. Consultado em 12 de maio de 2022 
  46. «Celtics vs. Bucks - Game Summary - July 31, 2020 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 12 de maio de 2022 
  47. «Bucks' Giannis Antetokounmpo suspended». NBA.com: NBA Communications (em inglês). 12 de agosto de 2020. Consultado em 12 de maio de 2022 
  48. «Milwaukee's Giannis Antetokounmpo wins 2019-20 Kia NBA Most Valuable Player Award». www.nba.com (em inglês). Consultado em 12 de maio de 2022 
  49. «Giannis Antetokounmpo to sign supermax extension with Milwaukee Bucks». www.yahoo.com (em inglês). Consultado em 12 de maio de 2022 
  50. «Giannis, Bucks stifle Heat with D to finish sweep». ESPN.com (em inglês). 29 de maio de 2021. Consultado em 12 de maio de 2022 
  51. «Can the Bucks get past the Hawks without Giannis?». ESPN.com (em inglês). 30 de junho de 2021. Consultado em 12 de maio de 2022 
  52. «Sources: No structural damage to Giannis' knee». ESPN.com (em inglês). 30 de junho de 2021. Consultado em 12 de maio de 2022 
  53. «Bucks vs. Hawks score, takeaways: Khris Middleton, Milwaukee clinch NBA Finals berth with win over Atlanta». CBSSports.com (em inglês). Consultado em 12 de maio de 2022 
  54. «Bucks' Giannis Antetokounmpo: Cleared for Game 1». CBSSports.com (em inglês). Consultado em 12 de maio de 2022 
  55. «Giannis on injury: Initially feared I'd be out a year». ESPN.com (em inglês). 7 de julho de 2021. Consultado em 12 de maio de 2022 
  56. «Bucks make NBA Finals a series again on strength of Giannis Antetokounmpo's 41 points». sports.yahoo.com (em inglês). Consultado em 12 de maio de 2022 
  57. «Giannis Antetokounmpo wins 2021 NBA Finals MVP: Bucks star becomes youngest winner since Kawhi Leonard in 2014». CBSSports.com (em inglês). Consultado em 12 de maio de 2022 
  58. «NBA Finals 2021: Milwaukee Bucks star Giannis Antetokounmpo reflects on his incredible journey to the top | Sporting News Australia». www.sportingnews.com (em inglês). Consultado em 12 de maio de 2022 
  59. «Giannis Antetokounmpo joins Michael Jordan and Hakeem Olajuwon in unique feature». Bolavip US (em inglês). Consultado em 12 de maio de 2022 
  60. Samillano, Gerard (1 de abril de 2022). «Giannis Antetokounmpo Etches Name In Milwaukee History Over Kareem Abdul-Jabbar». ClutchPoints (em inglês). Consultado em 12 de maio de 2022 
  61. «Kia MVP Ladder: Nikola Jokic finishes season at top in memorable chase». www.nba.com (em inglês). Consultado em 12 de maio de 2022 
  62. «Chicago Bulls vs Milwaukee Bucks Apr 20, 2022 Game Summary | NBA.com». www.nba.com. Consultado em 12 de maio de 2022 
  63. «Milwaukee Bucks vs Boston Celtics May 1, 2022 Game Summary | NBA.com». www.nba.com. Consultado em 12 de maio de 2022 
  64. «Milwaukee Bucks Franchise Player Playoff Triple-double Record». StatMuse (em inglês). Consultado em 12 de maio de 2022 
  65. «Giannis Antetokounmpo | U20 European Championship Men (2013) | FIBA Europe». www.fibaeurope.com. Consultado em 12 de maio de 2022 
  66. «Giannis ANTETOKOUNMPO at the FIBA Basketball World Cup 2014». FIBA.basketball (em inglês). Consultado em 22 de maio de 2020 
  67. «Greece Win Acropolis Tournament | EuroBasket 2015». web.archive.org. 23 de outubro de 2015. Consultado em 22 de maio de 2020 
  68. «Giannis Antetokounmpo | EuroBasket 2015». web.archive.org. 16 de novembro de 2016. Consultado em 22 de maio de 2020 
  69. «Giannis Antetokounmpo profile, FIBA Olympic Qualifying Tournament 2016». FIBA.COM. Consultado em 12 de maio de 2022 
  70. «Giannis Antetokounmpo to miss Eurobasket 2017; Greece Federation blames Bucks». CBSSports.com (em inglês). Consultado em 12 de maio de 2022 
  71. «Giannis ANTETOKOUNMPO at the FIBA Basketball World Cup 2019». FIBA.basketball. Consultado em 22 de maio de 2020 
  72. Wong, Alex (29 de outubro de 2017). «Basketball's Positionless Savior Is Ready for Primetime». The Atlantic (em inglês). Consultado em 12 de maio de 2022 
  73. Stein, Marc (3 de novembro de 2017). «The Unspeakable Greatness of Giannis Antetokounmpo». The New York Times (em inglês). ISSN 0362-4331. Consultado em 12 de maio de 2022 
  74. Paine, Neil (2 de dezembro de 2016). «We've Never Seen A Player Quite Like Giannis Antetokounmpo». FiveThirtyEight (em inglês). Consultado em 12 de maio de 2022 
  75. Paine, Neil (2 de dezembro de 2016). «We've Never Seen A Player Quite Like Giannis Antetokounmpo». FiveThirtyEight (em inglês). Consultado em 12 de maio de 2022 
  76. «A Couple of Ways Giannis Can Become Even Better». www.nba.com (em inglês). Consultado em 12 de maio de 2022 
  77. «The most lethal two-step in the NBA». ESPN.com (em inglês). 8 de novembro de 2018. Consultado em 12 de maio de 2022 
  78. Dubin, Jared (7 de janeiro de 2020). «Giannis Antetokounmpo Is Creating More Than Ever». FiveThirtyEight (em inglês). Consultado em 12 de maio de 2022 
  79. «archive.fiba.com: Players». archive.fiba.com. Consultado em 20 de maio de 2020 
  80. «Giannis Antetokounmpo Stats». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 20 de maio de 2020 
  81. Μαϊ. 2013 15:47, Επιμέλεια: Βασίλης Δελής Δημοσίευση: 09. «Έλληνες πολίτες οι αδερφοί Αντετοκούμπο». www.sport24.gr (em inglês). Consultado em 22 de maio de 2020 
  82. Dimitropoulos, Georgios (2013). «Giannis Antetokounmpo received today his Greek citizenship.As of today, this shall be the official name/surname as it appears in ID/Passport». @DimitropulosOCT (em inglês). Consultado em 22 de maio de 2020 
  83. «Giannis Antetokounmpo's other name : Bucksketball – A Better Milwaukee Bucks Blog». web.archive.org. 5 de janeiro de 2014. Consultado em 22 de maio de 2020 
  84. Spears, Marc J. (5 de março de 2019). «'The Greek Freak' wants to go back to his Nigerian roots». The Undefeated (em inglês). Consultado em 22 de maio de 2020 
  85. Helin, Kurt (23 de outubro de 2013). «Greece wanted nothing to do with his family until NBA noticed Antetokounmpo's basketball skills». ProBasketballTalk | NBC Sports (em inglês). Consultado em 22 de maio de 2020 
  86. Feb 3, foxsports; ET, 2014 at 8:00p (3 de fevereiro de 2014). «Family matters: Bucks rookie Antetokounmpo reunited with family». FOX Sports (em inglês). Consultado em 22 de maio de 2020 
  87. «Antetokounmpo brothers to begin 3-month military service | naftemporiki.gr». www.naftemporiki.gr (em grego). 7 de dezembro de 2016. Consultado em 22 de maio de 2020 
  88. Chrysopoulos, Philip. «How a Greek Orthodox Priest Made Giannis Antetokounmpo a Devout Christian | GreekReporter.com» (em inglês). Consultado em 22 de maio de 2020 
  89. «Giannis Antetokounmpo's parish priest reveals basketballer's close ties with Greek Orthodox church». NEOS KOSMOS (em inglês). 24 de julho de 2019. Consultado em 22 de maio de 2020 
  90. Antetokounmpo, Giannis (2020). «Liam Charles Antetokounmpo in the housepic.twitter.com/yVSf0U93le». @Giannis_An34 (em inglês). Consultado em 22 de maio de 2020 
  91. «Giannis, Zion among stars aiding arena workers». ESPN.com (em inglês). 13 de março de 2020. Consultado em 22 de maio de 2020 
Commons
O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Giannis Antetokounmpo