Dolph Schayes

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Dolph Schayes
Dolph Schayes 1955 (2).jpeg
Informações pessoais
Nome completo Adolph Schayes
Data de nasc. 19 de março de 1928
Local de nasc. Bronx, Nova Iorque, Estados Unidos
Data da morte 10 de dezembro de 2015 (87 anos)
Local da morte Syracuse, Nova Iorque
Informações profissionais
Período como jogador 1948–1964 (16 anos)
Número da camisa 55, 4
Altura 6 ft 8 in (2.03 m)
Peso 195 lb (88 kg)
Período como treinador 1963–1972 (9 anos)
Clubes de juventude
1944–1948 NYU Violets
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (pontos)
1949–1964 Syracuse Nationals / Philadelphia 76ers 00996 0(18.438)
Times que treinou
Anos Clubes Jogos (V - D)
1963–1966
1970–1972
Philadelphia 76ers
Buffalo Braves
240 (129-111)
83 (22-61)

Adolph "Dolph" Schayes (Bronx, 19 de maio de 1928 — Syracuse, 10 de dezembro de 2015) foi um jogador e treinador norte-americano de basquete profissional que disputou dezoito temporadas na National Basketball Association (NBA).[1]

Ele foi 12 vezes selecionado para o All-Star Game da NBA e ganhou um título da NBA com o Syracuse Nationals em 1955.[2] Ele foi nomeado um dos 50 maiores jogadores da história da NBA e um dos 76 jogadores nomeados para a equipe do 75º aniversário da NBA em 2021. Ele foi introduzido no Hall da Fama do Basquete em 1973.

Schayes jogou toda a sua carreira com os Nationals e seu sucessor, o Philadelphia 76ers, de 1948 a 1964.[3] Depois que os Nationals se mudaram para a Filadélfia, Schayes tornou-se jogador-treinador dos recém-formados 76ers. Ele se aposentou após a temporada de 1963-64 e permaneceu como treinador por mais duas temporadas, ganhando o prêmio de Treinador do Ano da NBA em 1966.

Primeiros anos[editar | editar código-fonte]

Filho de Tina, dona de casa, e Carl Schayes, motorista de caminhão da Consolidated Laundries,[4] Schayes nasceu no Bronx. Seus pais eram imigrantes romenos-judeus.

Carreira no basquete[editar | editar código-fonte]

Ensino médio e universidade[editar | editar código-fonte]

Schayes frequentou a Creston Junior High School 79 e a DeWitt Clinton High School no Bronx, onde jogou pelo time de basquete e o levou a um título do bairro.[5]

Ele jogou basquete universitário na Universidade de Nova York entre 1944 e 1948. Em 1945, como um calouro de 16 anos, Schayes ajudou a NYU a chegar à final da NCAA.[6] Schayes se formou em engenharia aeronáutica e ganhou o Prêmio Haggerty em seu último ano.[7] Seu treinador da NYU, Howard Cann, disse sobre ele: "Ele estava na academia praticando cada minuto livre. Tivemos que expulsá-lo".

Carreira profissional[editar | editar código-fonte]

Schayes foi selecionado pelo New York Knicks como a 4ª escolha geral no draft da BAA de 1948 e pelo Tri-Cities Blackhawks no draft da NBL. Os Blackhawks negociaram seus direitos com o Syracuse Nationals, que então lhe ofereceu um contrato no valor de US$ 7.500, 50% a mais que os Knicks, influenciando sua decisão de ir para Syracuse. Schayes jogou uma temporada na NBL e foi nomeado o Novato do Ano.[8] Na temporada seguinte (1949-1950), os Nationals mudaram-se para a recém-formada National Basketball Association como parte da fusão entre a BAA e a NBL.

No início da carreira de Schayes, ele quebrou o braço direito e jogou quase uma temporada inteira engessado. Estranhamente, essa lesão se tornou um ponto seminal em seu desenvolvimento: ele aprendeu a arremessar com a mão inábil, tornando-o especialmente difícil de defender. Ele foi um dos melhores - e o último - a usar um arremesso de duas mãos com os pés plantados no chão, antes que o jogo mudasse para arremessos de uma mão.[9]

Schayes em 1951

Na temporada de 1949-50, ele foi o 6º na liga em assistências com 259. Ele liderou a NBA em rebotes em 1950-51 com 1.080.[10][11] Ele foi o terceiro na liga em rebotes em 1952-53 com 920. Em 1953-54, sua média de 12,3 rebotes foram o quarto melhor da NBA.

Em 1954-55, ele liderou sua equipe ao título da NBA. Em 1956-57, ele liderou a liga em lances livres com 625, enquanto pegava 1.008 rebotes (3º na liga) e tinha média de 22,6 pontos (4º na liga). Em 1957, ele estabeleceu um recorde de mais lances livres consecutivos em um único jogo com 18.[12] Em 1957-58, ele teve média de 24,9 pontos, o segundo melhor em sua carreira, e teve média de 14,2 rebotes (quarto na NBA).

Em 1959, Schayes marcou 50 pontos em um jogo contra o Boston Celtics. Na NBA, ele jogou todos os jogos de 17 de fevereiro de 1952 a 26 de dezembro de 1961, uma sequência recorde de 706 jogos. Em 1961, ele se tornou o primeiro jogador na história da NBA a acumular 30.000 PRA (pontos + rebotes + assistências) na carreira. Ele foi a primeira pessoa na NBA a ultrapassar 15.000 pontos.

Schayes em 1957

12 vezes selecionado para o All-Star Game da NBA, Schayes foi seis vezes eleito para o All-NBA First Team. Ele ficou em segundo lugar na votação de MVP em 1958 e 5º em 1956 e 1957. Quando se aposentou em 1964, ele detinha os recordes da NBA de jogos disputados (996) e tentativas de arremesso (7.904) e foi o segundo em pontuação (18.438) e terceiro em rebotes (11.256).

Em 1970, ele foi eleito para a equipe do 25º aniversário da NBA como um dos 12 melhores jogadores aposentados.[9] Em 1972, ele foi eleito para o Hall da Fama da NBA.[13] Em 1996, ele foi selecionado como um dos 50 maiores jogadores da história da NBA. Em 2021, ele foi eleito para a equipe do 75º aniversário da NBA.

Os 76ers aposentou sua camisa em 12 de março de 2016.[14]

Técnico da NBA e supervisor de arbitragem[editar | editar código-fonte]

Quando os Nationals se mudaram para a Filadélfia em 1963 como Philadelphia 76ers, Schayes tornou-se jogador-treinador. No entanto, sua carreira de jogador havia praticamente terminado; ele jogou apenas em 24 jogos, a única vez em sua carreira em que jogou em menos de 50 jogos. Ele não jogou durante os playoffs.

Ele se aposentou como jogador após a temporada, mas permaneceu como treinador por mais três temporadas. Ele foi nomeado treinador do ano da NBA em 1966. Naquela temporada, ele liderou os Sixers ao título da temporada regular da Divisão Leste, encerrando um reinado de nove anos do Boston Celtics. No entanto, os Celtics derrotaram os Sixers na final do Leste e Schayes foi demitido. Ele foi sucedido por Alex Hannum, que levou a equipe ao melhor recorde da história da liga na época e um título da NBA.

De 1966 a 1970, ele foi o supervisor dos árbitros da NBA. Ele foi nomeado o primeiro treinador do Buffalo Braves em 1970.

Treinador na Macabíadas[editar | editar código-fonte]

Schayes treinou o time de basquete dos EUA no Macabíadas de 1977 e os levou a medalha de ouro.[15][16] Ele também desempenhou um papel ativo arrecadando dinheiro para as Macabíadas.

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Schayes se estabeleceu em Syracuse, Nova York, em 1948, onde jogou pela primeira vez na NBA e onde foi incorporador imobiliário após seus dias de jogador.

O filho de Schayes é Danny Schayes, que jogou na NBA por 18 temporadas. Suas netas, Abi, Carla e Rachel Goettsch, ganharam medalhas de prata na equipe de vôlei dos Estados Unidos nas Macabíadas de 2001, e seu neto, Mickey Ferri, ganhou uma medalha de ouro no revezamento 4 × 100 metros nas Macabíadas de 2005.

Em maio de 2015, Schayes foi introduzido na Calçada da Fama do Bronx, onde recebeu uma rua nomeada em sua homenagem, chamada "Dolph Schayes Street".[17]

Morte[editar | editar código-fonte]

Em 10 de dezembro de 2015, Schayes morreu de câncer aos 87 anos.[18] Ele foi enterrado no Woodlawn Cemetery (Syracuse, NY), Seção 30, Lote 475.

Estatísticas da NBA[editar | editar código-fonte]

LEGENDA
 PJ  Partidas jogadas  PT  Partidas como titular  MPJ  Minutos por jogo  AP  Arremessos de quadra (%)
 3P  Arremessos de 3 pontos (%)  LL  Lances-livre (%)  RT  Rebotes por jogo  AS  Assistências por jogo
 BR  Roubos de bola por jogo  TO  Tocos por jogo  PPJ  Pontos por jogo  Negrito  Melhor da carreira

Temporada regular[editar | editar código-fonte]

Ano Equipe PJ MPJ AP LL RT AS PPJ
1949–50 Syracuse 64 .385 .774 4.0 16.8
1950–51 Syracuse 66 .357 .752 16.4* 3.8 17.0
1951–52 Syracuse 63 31.8 .355 .807 12.3 2.9 13.8
1952–53 Syracuse 71 37.6 .374 .827 13.0 3.2 17.8
1953–54 Syracuse 72 36.9 .380 .827 12.1 3.0 17.1
1954–55† Syracuse 72 35.1 .383 .833 12.3 3.0 18.5
1955–56 Syracuse 72 35.0 .387 .858 12.4 2.8 20.4
1956–57 Syracuse 72 39.6* .379 .904 14.0 3.2 22.5
1957–58 Syracuse 72 40.5* .398 .904* 14.2 3.1 24.9
1958–59 Syracuse 72 36.7 .387 .864 13.4 2.5 21.3
1959–60 Syracuse 75 36.5 .401 .893* 12.8 3.4 22.5
1960–61 Syracuse 79 38.1 .372 .868 12.2 3.7 23.6
1961–62 Syracuse 56 26.4 .357 .897* 7.8 2.1 14.7
1962–63 Syracuse 66 21.8 .388 .879 5.7 2.7 9.5
1963–64 Philadelphia 24 14.6 .308 .807 4.6 2.0 5.6
Carreira 996 33.1 .374 .846 11.6 3.0 17.7
All-Star 11 22.5 .440 .840 9.5 1.5 12.5

Playoffs[editar | editar código-fonte]

Ano Equipe PJ MPJ AP LL RT AS PPJ
1950 Syracuse 11 .385 .733 2.5 17.1
1951 Syracuse 7 .448 .766 14.6 2.9 20.4
1952 Syracuse 7 35.4 .451 .769 12.9 2.1 20.3
1953 Syracuse 2 29.0 .250 .769 8.5 0.5 9.0
1954 Syracuse 13 28.8 .457 .741 10.5 1.8 16.0
1955† Syracuse 11 33.0 .359 .840 12.8 3.6 19.0
1956 Syracuse 8 38.8 .366 .880 13.9 3.4 22.1
1957 Syracuse 5 43.0 .305 .891 18.0 2.8 21.4
1958 Syracuse 3 43.7 .391 .833 15.0 3.1 26.7
1959 Syracuse 9 39.0 .400 .916 13.0 4.6 28.2
1960 Syracuse 3 42.0 .455 .933 16.0 2.7 29.3
1961 Syracuse 8 38.5 .336 .900 11.4 2.6 20.6
1962 Syracuse 5 19.0 .364 .692 7.0 1.0 11.4
1963 Syracuse 5 21.6 .455 .917 5.6 1.4 10.2
Carreira 97 34.3 .387 .827 12.2 2.5 19.4

Referências

  1. «Dolph Schayes | Philadelphia 76ers». www.nba.com (em inglês). Consultado em 9 de agosto de 2022 
  2. Frostino, Nino (24 de agosto de 2004). Right On the Numbers (em inglês). [S.l.]: Trafford Publishing 
  3. Siegman, Joseph (2000). Jewish Sports Legends: The International Jewish Hall of Fame (em inglês). [S.l.]: Brassey's 
  4. «Schayes, Adolph ("Dolph") | Encyclopedia.com». www.encyclopedia.com (em inglês). Consultado em 10 de agosto de 2022 
  5. Goldman, David J. (1 de janeiro de 2006). Jewish Sports Stars: Athletic Heroes Past and Present (em inglês). [S.l.]: Kar-Ben Publishing 
  6. Goldstein, Richard (10 de dezembro de 2015). «Dolph Schayes, a Bridge to Modern Basketball, Is Dead at 87». The New York Times (em inglês). ISSN 0362-4331. Consultado em 10 de agosto de 2022 
  7. Pluto, Terry (1 de outubro de 2000). Tall Tales: The Glory Years of the NBA (em inglês). [S.l.]: U of Nebraska Press 
  8. «NBL - Rookie of the Year Award Winners». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 10 de agosto de 2022 
  9. a b Kalb, Elliott (19 de novembro de 2003). Who's Better, Who's Best in Basketball?: Mr Stats Sets the Record Straight on the Top 50 NBA Players of All Time (em inglês). [S.l.]: McGraw Hill Professional 
  10. Brown, Donald H. (2 de outubro de 2007). A Basketball Handbook (em inglês). [S.l.]: AuthorHouse 
  11. Gentile, Derek (2003). Smooth Moves: Juking, Jamming, Hooking & Slamming : Basketball's Plays, Players, Action & Style (em inglês). [S.l.]: Black Dog & Leventhal Publishers 
  12. Wechsler, Bob (2008). Day by Day in Jewish Sports History (em inglês). [S.l.]: KTAV Publishing House, Inc. 
  13. «The Naismith Memorial Basketball Hall of Fame :: Dolph Schayes». www.hoophall.com (em inglês). Consultado em 10 de agosto de 2022 
  14. ccarlson@syracuse.com, Chris Carlson | (12 de janeiro de 2016). «Dolph Schayes will have his number retired by Philadelphia 76ers». syracuse (em inglês). Consultado em 10 de agosto de 2022 
  15. Levine, Peter (1992). Ellis Island to Ebbets Field : sport and the American Jewish experience. Internet Archive. [S.l.]: New York : Oxford University Press 
  16. Siegman, Joseph M. (1992). The International Jewish Sports Hall of Fame (em inglês). [S.l.]: SP Books 
  17. Goldin, Howard (18 de maio de 2015). «NBA Hall of Famer Adolph Schayes Inducted into the Bronx Walk of Fame». NY Sports Day (em inglês). Consultado em 10 de agosto de 2022 
  18. bpoliquin@syracuse.com, Bud Poliquin | (10 de dezembro de 2015). «Former Syracuse Nationals star Dolph Schayes dies at age 87». syracuse (em inglês). Consultado em 10 de agosto de 2022