Lagoa Grande (Minas Gerais)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Lagoa Grande
  Município do Brasil  
Lagoa Grande MG Brasil - Praça Adalto Araujo - panoramio.jpg
Símbolos
Hino
Lema Não tem
Gentílico lagoa-grandense
Localização
Localização de Lagoa Grande em Minas Gerais
Localização de Lagoa Grande em Minas Gerais
Lagoa Grande está localizado em: Brasil
Lagoa Grande
Localização de Lagoa Grande no Brasil
Mapa de Lagoa Grande
Coordenadas 17° 50' 18" S 46° 31' 15" O
País Brasil
Unidade federativa Minas Gerais
Municípios limítrofes Vazante, Paracatu, Presidente Olegário, João Pinheiro e Lagamar
Distância até a capital 507 km
História
Fundação 27 de abril de 1992 (27 anos)
Aniversário 27 de abril
Administração
Prefeito(a) Edson Sabino de Lima (2017 – 2020)
Características geográficas
Área total [1] 1 236,301 km²
População total (Censo IBGE/2010[2]) 9 216 hab.
Densidade 7,45 hab./km²
Clima Tropical de Altitude
Altitude 583 m
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
Indicadores
IDH (PNUD/2010 [3]) 0,679 médio
PIB (IBGE/2008[4]) R$ 180 370,114 mil
PIB per capita (IBGE/2008[4]) R$ 19 571,41

Lagoa Grande é um município brasileiro do estado de Minas Gerais.

História[editar | editar código-fonte]

Município cujo núcleo de início constitui a fazenda Barreiro do Campo de Manabuiu, situada em Ponte Firme - então distrito de Presidente Olegário. Os primeiros moradores do povoado foram Osório Maia, João de Matos, Aniceto e João Porfírio. Suas famílias eram constituídas de muito membros e grandes porções de terra, onde os pais usavam a mão-de-obra dos filhos, na agricultura de subsistência.

Em 1910 Lagoa Grande começa sua história com uma fazenda, onde algumas das primeiras famílias se mudaram para seu entorno, formando o distrito Lagoa Grande, pertencente ao município de Presidente Olegário. Em 1992 emancipou-se tendo como seu primeiro prefeito Valdir Rodrigues Galvão do PMDB, professor, filho de Marcolino Rodrigues Galvão; principal fundador do município. Após Valdir o prefeito foi Antônio de Pádua Moreira e em seguida Valdir novamente. Sua população estimada em 2010 era de 8.631 habitantes. Lagoa Grande tem sua economia baseada na atividade agropecuária, principalmente na produção de leite e derivados.

O progresso começou a chegar com os carvoeiros explorando o carvão através do cerrado. Os mais antigos lembram da campanha de arrecadação de fundos que Marcolino Galvão realizou para a construção da ponte da taboca.

Lagoa Grande também tem uma forte ligação com a história de Lampião. Após a morte deste, seus principais aliados, fugiram para o interior do país, como Chico Maranhão. Descendentes deste residem na cidade até os dias de hoje, e os dois mais ligados ao chefe do cangaço estão sepultados na cidade.

Em 1976 foi elevado à categoria de distrito, tendo, a partir daí, rápido desenvolvimento. No entanto, somente em abril de 1992 Lagoa Grande adquiriu sua emancipação política, tornando-se município desmembrado de Presidente Olegário. No calendário da cidade destacam-se as festas de Nossa Senhora do Rosário e a Festa do Leite.

Referências

  1. IBGE (27 de novembro de 2014). «Área territorial oficial». Cidades @. Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  2. «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  3. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 31 de julho de 2013 
  4. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado de Minas Gerais é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.