Lancashire heeler

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Lancashire Heeler
Nome original Lancashire Heeler
Outros nomes Ormskirk Heeler
Ormskirk Terrier
País de origem  Inglaterra
Características
Altura do macho 30 cm na cernelha
Altura da fêmea 25 cm na cernelha
Classificação e padrões
Federação Cinológica Internacional
Grupo 1 - Cães pastores e boiadeiros (exceto boiadeiros suíços)
Seção 1 - Cães pastores
Estalão #360, 30 de maio de 2016

Lancashire Heeler é uma pequena raça de cão desenvolvida como condutor e pastor de gado.[1] O Lancashire Heeler é listado pelo The Kennel Club como uma raça nativa vulnerável.[2]

Descrição[editar | editar código-fonte]

Aparência[editar | editar código-fonte]

A pelagem é dura e lisa com subpelo que mantém o cão seco o tempo todo. Ele pode ter uma pequena juba em torno do pescoço durante inverno. A pelagem é geralmente preta com marcações canela (tan),[3] mas fígado com marcações canela é agora reconhecido pelo The Kennel Club. Eles são ligeiramente mais longos do que a altura na cernelha, e geralmente medem entre 25 a 30 cm na cernelha[4] e pesam de 15,9 a 8,2 kg. As orelhas podem ser caídas ou eretas.

Personalidade[editar | editar código-fonte]

É alerta, amigável, enérgico, inteligente, brincalhão e um agradável companheiro. A personalidade pode variar de preguiçoso e divertido para enérgico e comunicativo. Na verdade é um cão forte que gosta de participar de todos os tipos de atividades, e pode erguer uma bola ou um objeto do tamanho de si mesmo.[carece de fontes?] O Lancashire Heeler é amigável para com seus proprietários e transeuntes na rua, mas pode ser mais agressivo em direção a um personagem desconhecido em seu território.

Saúde[editar | editar código-fonte]

O Lancashire Heeler tem uma expectativa de vida de 12 a 15 anos ou mais. As três doenças mais comuns e graves que podem afetar os Heelers são doenças oculares.[5] Bem como as presentes condições oculares, cães desta raça podem sofrer de luxação de patela.[6]

História[editar | editar código-fonte]

O Welsh corgi pembroke é considerado uma das raças fundadoras do Lancashire Heeler.

Detalhes precisos sobre a origem da raça são desconhecidos. No entanto, aceita-se que um tipo de Welsh Corgi (cardigan ou pembroke) era usado para conduzir o gado até o da Inglaterra, do país de Gales. E na região de Ormskirk, um tipo de terrier black-and-tan chamado Manchester Terrier foi introduzido na reprodução, o que resultou no que hoje é conhecido como Lancashire Heeler.[3] A raça tem sido conhecida no seu município natal há mais de 150 anos, com um objetivo geral de cão de fazenda, capaz de matar ratos e de pastorear gado.[1]

Gwen Mackintosh começou a reproduzir Heelers no início dos anos 1960. Juntamente com outros entusiastas, ela estabeleceu o Lancashire Heeler Club em 1978, estabelecendo um padrão de raça e livro de registros. O reconhecimento da raça pelo The Kennel Club do Reino Unido aconteceu em 1981. Mackintosh continuou como presidente do clube até sua morte em 1992.[1]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. a b c Cutler, Jacky. «Lancashire Heeler Community Website». Lancashire Heeler Community (em inglês) 
  2. «Vulnerable native breeds». www.thekennelclub.org.uk (em inglês). Consultado em 28 de novembro de 2018 
  3. a b Cunliffe, Juliette (2002). The Encyclopedia of Dog Breeds. Bath: Paragon. p. 231 
  4. «Padrão oficial da raça» (PDF). FCI. 30 de Maio de 2016. Consultado em 27 de Novembro de 2018 
  5. «Health of the Lancashire Heeler». The United States Lancashire Heeler Club. Consultado em 26 de maio de 2010. Arquivado do original em 30 de junho de 2007 
  6. «Health of the Lancashire Heeler». Lancashire Heeler Community. Consultado em 26 de maio de 2010 
Ícone de esboço Este artigo sobre cães é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.