Latido

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Um cão da raça Rat Terrier latindo.

O latido é uma sonoridade gutural. As espécies Canis lupus, Canis familiaris e o coiote são espécies que produzem essa sonoridade. Apesar do que se diz, não é a única forma de comunicação dessas espécies. Mas, não se pode excluir a possibilidade de que quando um cão ou lobo late, é um sinal de que ele encontra-se irritado(a) ou, se no caso for adestrado, está tentando afastar estranhos do lar ao qual pertence. Também pode ser por desejo de lazer (os mais mansos). [1]

Há cães que não possuem cordas vocais por nascença (determinadas raças caninas, como os basenji [2]) ou por sua extração por motivos diversos (cães policiais), logo, não têm capacidade de latir.

Representação em outras línguas[editar | editar código-fonte]

Au é a representação convencional da Língua portuguesa para o latido do cão. Tal como acontece com outros exemplos de onomatopéia, outras culturas "ouvem" o latido do cão diferentemente e o representa em suas próprias formas. Algumas representações de au em seu equivalente em outras língua estão a seguir:

Referências

  1. Dicionário Aurélio Ed. Positiva
  2. Revista Super Interessante, Ed. 233
Ícone de esboço Este artigo sobre animais é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.