Laura Antonelli

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Laura Antonelli
Nome completo Laurinda García Antonaz[1]
Nascimento 28 de novembro de 1941
Pula, Croácia
Nacionalidade Italiana
Morte 22 de junho de 2015 (73 anos)
Ladispoli, Itália
Ocupação Atriz
Atividade 19651991

Laura Antonelli, nome artístico de Laurinda García Antonaz,[2] (Pola, 28 de novembro de 1941Ladispoli, Itália, 22 de junho de 2015) foi uma atriz italiana, popular nas décadas de 1970 e 1980.

Laura era professora de Educação Física em Nápoles quando foi convidada a fazer anúncios para a Coca-Cola, começando então uma carreira artística. Fez seu primeiro filme em 1965, seguido da estreia no cinema norte-americano numa comédia erótica com Vincent Price, começando então uma participação em outros filmes italianos deste genêro, como Malícia, de 1973, comédia picante de grande sucesso de bilheteria[3] que a transformou num sex symbol italiano no início dos anos 70 e elevou seu cachê, por filme, de 4 milhões para 100 milhões de liras.[4]

Laura começou a fazer filmes mais relevantes a partir da metade da década, como O Inocente, de Luchino Visconti e Esposamante, de Marco Vicario, em 1977.

Premiada com um David di Donatello em 1973 e o Nastro d'Argento, prémio da crítica cinematográfica italiana, em 1974, Laura continuou a filmar na década de 1980 com diretores como Ettore Scola e Mauro Bolognini, como uma das grandes estrelas italianas da época, até ver sua carreira ser subitamente interrompida em maio de 1991, quando a polícia encontrou 36 gramas de cocaína durante uma batida, motivada por denúncia anônima, em sua casa. Acusada de tráfico de drogas, foi condenada a prisão domiciliar de três anos e seis meses. Com sua carreira acabada, Laura lutou quase dez anos contra a condenação na justiça, sendo finalmente inocentada da acusação de tráfico, transformada em dependência química, em 2000.[4]

Para agravar o estado mental da atriz, uma operação plástica mal sucedida, a que se submeteu em 1992, desfigurou-lhe a cara e a outrora bomba sexual tornou-se desde então cada vez mais reclusa, acabando internada na ala psiquiátrica de um asilo sanitário no final de 1996.

Decidiu afastar-se do mundo, retirando-se na sua casa de Ladispoli, onde foi encontrada morta, provavelmente por infarto, por uma colaboradora familiar, na manhã de 22 de junho de 2015;[5][6] Foi sepultada no cemitério de Ladispoli, na Itália.[7]

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Laura Antonelli em Malizia.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Este artigo sobre uma atriz é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.