Le Feu follet

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Le feu follet)
Ir para: navegação, pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes fiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde abril de 2018). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Le feu follet
Fogo Fátuo[1] (PT)
Trinta Anos Esta Noite[2] (BR)
 França,  Itália
1963 •  p&b •  108 min 
Direção Louis Malle
Roteiro Louis Malle
Elenco Maurice Ronet
Léna Skerla
Yvonne Clech
Género drama
Idioma francês
Página no IMDb (em inglês)

Le feu follet (Trinta Anos Esta Noite (título no Brasil) ou Fogo Fátuo (título em Portugal)) é um filme ítalo-francês de 1963, do gênero drama, dirigido e roteirizado por Louis Malle.[1]

A obra é uma adaptação do livro Fogo Fátuo (em português) do escritor e ensaísta francês Pierre Drieu La Rochelle, que por sua vez se inspirou na vida do poeta surrealista francês Jacques Rigaut.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

O filme narra as últimas 48 horas de Alain Leroy, um homem angustiado e perdido, que deixava um hospital, onde fazia um tratamento contra o alcoolismo. Sua amante Lydia tenta ajudá-lo quando ele volta a Paris. Alain percorre bares e procura velhos amigos, em uma busca de si mesmo na reconstituição do passado. Mas o que Alain encontra em suas andanças é um vazio existencial, que o fará tomar uma decisão definitiva.

Elenco[editar | editar código-fonte]

  • Maurice Ronet .... Alain Leroy
  • Léna Skerla .... Lydia
  • Yvonne Clech .... Mademoiselle Farnoux
  • Hubert Deschamps .... D'Averseau
  • Jean-Paul Moulinot .... Dr. La Barbinais
  • Mona Dol .... Madame La Barbinais
  • Pierre Moncorbier .... Moraine
  • René Dupuy .... Charlie
  • Jeanne Moreau .... Eva

Principais prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Festival de Veneza 1963 (Itália)

  • Recebeu o prêmio especial do júri e o prêmio dos críticos de cinema italianos.
  • Indicado ao Leão de Ouro.

Academia Japonesa de Cinema (Japão)

  • Indicado na categoria de melhor filme estrangeiro.
Portal A Wikipédia tem os portais:

Referências

  1. a b Cinecartaz (Portugal)
  2. CARLOS, Cássio Starling (30 de março de 2001). «Cópia restaurada de filme francês de 63 volta ao cartaz em SP». São Paulo: Folha de S.Paulo, caderno Ilustrada. Consultado em 20 de abril de 2018 
Ícone de esboço Este artigo sobre um filme francês é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.