Lee J. Cobb

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Lee J. Cobb
Lee J. Cobb na década de 1960.
Nome completo Leo Jacoby
Nascimento 8 de dezembro de 1911
Nova York, Estados Unidos
Nacionalidade Estados Unidos Estadunidense
Morte 11 de fevereiro de 1976 (64 anos)
Woodland Hills, Los Angeles, Estados Unidos
Ocupação Ator
Atividade 1934 - 1976
Cônjuge Helen Beverley (1940-1952; divorciado; 2 filhos)
Mary Brako Hirsch (1957-1976) (2 filhos; sua morte)

Lee J. Cobb, nome artístico de Leo Jacoby (Nova York, 8 de dezembro de 1911Los Angeles 11 de fevereiro de 1976) foi um ator norte-americano.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Aos 17 anos ele se mudou para Hollywood e começou a se dedicar ao teatro e ao cinema, tendo sido ator e diretor de teatro amador até ingressar em 1935 no Manhattan's Group Theater. Formou em engenharia aeronáutica e lutou na Força Aérea na Segunda Guerra Mundial.

Em 1949 foi convidado para interpretar o personagem Willy Loman no espetáculo "A Morte do Caixeiro Viajante" de Arthur Miller que se transformou em um grande sucesso e marcou a carreira de Cobb definitivamente.

Acusado de pertencer ao Partido Comunista, viu sua carreira declinar no final da década de 1950, mas com a ajuda de amigos como Frank Sinatra e Paul Newman se recuperou e fez filmes importantes como Exodus, O Homem do Terno Cinza, As Três Faces de Eva e O Exorcista.

Na TV seu personagem mais famoso foi o juiz Garth do seriado O Homem de Virgínia.

Faleceu aos 64 anos de ataque cardíaco. Foi sepultado Mount Sinai Memorial Park Cemetery em Los Angeles no Estados Unidos.[1]

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Lee J. Cobb