Leo Varadkar

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Leo Varadkar
Varadkar em 2019.
Taoiseach da República da Irlanda
Período 14 de junho de 2017
a 27 de junho de 2020
Antecessor Enda Kenny
Sucessor Micheál Martin
Teachta Dála
pelo Oeste de Dublin
Período Junho de 2007 – presente
Dados pessoais
Nascimento 18 de janeiro de 1979 (41 anos)
Castleknock,  Irlanda
Nacionalidade irlandês
Alma mater Trinity College
Parceiro Matthew Barrett
Partido Fine Gael

Leo Varadkar (Castleknock, 18 de janeiro de 1979) é um político irlandês do partido Fine Gael que serviu como primeiro-ministro do seu país de 2017 até 2020.

Varadkar foi eleito líder do seu partido em 2 de junho de 2017 e quase duas semanas depois foi apontado como Taoiseach (primeiro-ministro) pelo presidente da República da Irlanda, sendo confirmado pela Dáil Éireann (o parlamento), em acordo com o Artigo 13 da constituição do país. Laradkar é Teachta Dála (parlamentar) desde 2007, representando o distrito oeste de Dublin. Ele anteriormente serviu como chefe dos ministérios da Proteção Social (de 2016 a 2017), da Saúde (de 2014 a 2016) e do Transporte, Turismo e Esporte (de 2011 a 2014).[1][2]

Varadkar nasceu em Dublin, filho de um imigrante indiano e uma irlandesa, e estudou medicina na Trinity College. Após vários anos como residente, ele se tornou, em 2010, um médico de família.[2]

Em 2004, ele entrou para a política no Condado de Fingal e serviu como vice-prefeito de lá até sua própria eleição para a Dáil Éireann em 2007. Ele foi imediatamente promovido pela Oposição Oficial, por Enda Kenny, como porta-voz para Empresas, Comércios e Emprego, mantendo-se nesta posição 2010 antes de ir para o Ministério das Comunicações, Energia e Recursos Naturais.[3]

Após a formação de um Governo de Coalizão em março de 2011, ele foi apontado como ministro dos Transportes, Turismo e Energia. Uma reformulação no gabinete, em 2014, fez Varadkar ser apontado como chefe do Ministério da Saúde.[2] Em janeiro de 2015, ele deu uma entrevista para a Rádio RTÉ onde afirmou publicamente, pela primeira vez, ser gay.[4] Em maio de 2016, foi apontado para o Ministério da Proteção Social.[3]

Em maio de 2017, Enda Kenny anunciou sua renúncia como líder da Fine Gael. Varadkar imediatamente se candidatou a sucedê-lo.[5] Ele concorreu pela posição contra Simon Coveney, o então Ministro da Habitação, e venceu com 60% dos votos. Em 2 de junho de 2017, foi anunciado oficialmente que Varadkar fora eleito Líder do seu partido.[3] Duas semanas depois, a 14 de junho, foi formalmente apontado como Taoiseach (primeiro-ministro) do país.[6]

Varadkar foi o primeiro chefe de governo irlandês, e o quarto no mundo, a ser abertamente homossexual enquanto esteve na liderança de seu país.[7] Ele também é o primeiro Taoiseach irlandês de ascendência indiana. A revista The Economist afirmou: "Não desde os tempos de Éamon de Valera a Irlanda tem um líder tão reconhecido globalmente como Leo Varadkar."[8]

Referências

  1. «Profile: Leo Varadkar». RTE.ie. Consultado em 3 de junho de 2017 
  2. a b c «Gay e filho de imigrante, Leo Varadkar é escolhido para ser premiê da Irlanda». G1. Consultado em 2 de junho de 2017 
  3. a b c «Leo Varadkar, TD - Leader of Fine Gael and Minister for Social Protection, Dublin Wes» 
  4. «Leo Varadkar: 'I am a gay man', Minister says». The Irish Times. 18 de janeiro de 2015. Consultado em 2 de junho de 2017 
  5. «Tánaiste declares for Varadkar in Fine Gael leadership race». Raidió Teilifís Éireann. Consultado em 20 de maio de 2017 
  6. "Leo Varadkar becomes Republic of Ireland's taoiseach". Página acessada em 15 de junho de 2017.
  7. Kwak, Bethia (27 de maio de 2017). «Ireland appears set to elect first openly gay prime minister». NBC News (em inglês). Consultado em 13 de novembro de 2017 
  8. The Economist, "The rise of Sinn Fein, an Irish party that once espoused violence," 6 de fevereiro de 2020 [1]


Precedido por
Enda Kenny
Taoiseach
2017 - 2020
Sucedido por
Micheál Martin
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.