Lista de formações de Casa das Máquinas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde agosto de 2019). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Esta é uma lista de todas as formações da banda brasileira Casa das Máquinas.

1973-1974[editar | editar código-fonte]

1975[editar | editar código-fonte]

Para a gravação de seu segundo disco, Lar de Maravilhas, a banda passou por reformulações: saiu Pique e entraram Marinho Testoni e Marinho Thomaz, o que levaria a sonoridade do grupo a tornar-se mais próxima do rock progressivo.[1]

  • Aroldo: vocal e guitarras
  • Carlos Geraldo: vocal e baixo
  • Piska: vocal e guitarras
  • Marinho Testoni: teclados
  • Netinho: bateria e percussão
  • Marinho Thomaz: bateria e percussão

1976[editar | editar código-fonte]

  • Simbas: vocal
  • Piska: guitarra, baixo e vocais
  • Marinho Testoni: teclados
  • Marinho Thomas: bateria, percussão e vocais
  • Netinho: bateria, percussão e vocais

1976-1978[editar | editar código-fonte]

  • Simbas: vocal
  • Piska: guitarra e vocais
  • João Alberto: baixo
  • Marinho Testoni: teclados
  • Marinho Thomas: bateria, percussão e vocais
  • Netinho: bateria, percussão e vocais

2008-2010[editar | editar código-fonte]

Após quase 3 décadas do fim da banda, o grupo volta em uma apresentação no festival Psicodália, em fevereiro de 2008 e passa a realizar shows novamente.[2][3]

  • Andria Busic: baixo e voz
  • Faiska: guitarra
  • Marinho Testoni: teclados e vocais
  • Marinho Thomas: bateria e vocais
  • Netinho: bateria

2010-2012[editar | editar código-fonte]

  • João Luiz: vocal
  • Leonardo Testoni: guitarra
  • Fábio Cesar: baixo
  • Mário Testoni (Marinho): órgão, teclados e piano
  • Mário Franco Thomaz (Marinho): bateria e vocal
  • Netinho: bateria e percussão

2012-2019[editar | editar código-fonte]

No final de 2012, Netinho anuncia sua saída da banda para dedicar-se ao retorno dos Incríveis aos palcos para comemorarem 50 anos do início da carreira da banda.[4]

  • João Luiz: vocal
  • Marcelo Schevano: guitarra
  • Fábio Cesar: baixo
  • Mário Testoni (Marinho): órgão, teclados e piano
  • Mário Franco Thomaz (Marinho): bateria e vocal

2019-atualmente[editar | editar código-fonte]

Em janeiro de 2019, 3 integrantes saem da banda por não conseguirem conciliar a agenda com outros projetos dos quais participavam e, no final do mês seguinte, a banda anuncia 3 novos integrantes para substituí-los.[5][6][7][8]

  • Ivan Gonçalves: vocal
  • Cadu Moreira: guitarra
  • Geraldo Vieira: baixo
  • Mário Testoni (Marinho): órgão, teclados e piano
  • Mário Franco Thomaz (Marinho): bateria e vocal

Referências

  1. Rafael Lemos (5 de abril de 2016). «Casa das Máquinas: Para abrir os ouvidos, corações e mentes». Whiplash.net. Consultado em 15 de agosto de 2019 
  2. Luiz Antônio (25 de outubro de 2008). «"Casa das Máquinas", boas baladas e sua melhor agenda». Tribuna do Paraná. Consultado em 15 de agosto de 2019 
  3. Rodrigo Werneck (2 de abril de 2008). «Oswaldo Malagutti (Pholhas, Womp!, Estúdio Mosh)». Whiplash.net. Consultado em 15 de agosto de 2019 
  4. «Banda brasileira Os Incríveis comemora 50 anos de carreira e prepara DVD». Rolling Stone. 4 de setembro de 2013. Consultado em 14 de agosto de 2019 
  5. «Rock Nacional: Casa das Máquinas anuncia Ivan Gonçalves como novo vocalista». 89FM - A Rádio Rock. 19 de fevereiro de 2019. Consultado em 14 de agosto de 2019 
  6. João Fortes (22 de fevereiro de 2019). «Casa das Máquinas: Ivan Gonçalves é o novo vocalista da banda». Whiplash.net. Consultado em 14 de agosto de 2019 
  7. André Molina (19 de fevereiro de 2019). «Ivan Gonçalves é o novo vocalista da banda Casa das Máquinas». Bem Paraná. Consultado em 14 de agosto de 2019 
  8. Adriana de Barros (18 de fevereiro de 2019). «Criada nos anos 70, banda Casa das Máquinas apresenta novo vocalista». UOL. Consultado em 14 de agosto de 2019