Lithraea brasiliensis

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Como ler uma infocaixa de taxonomiaLithraea brasiliensis
Aruera Lithraea Brasiliensis.jpg
Classificação científica
Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Magnoliopsida
Ordem: Sapindales
Família: Anacardiaceae
Género: Lithraea
Espécie: L. brasiliensis
Nome binomial
Lithraea brasiliensis
(L.) Marchand, 1869
Sinónimos
  • Lithraea australiensis Engl.
  • Lithraea verrucosa Miers ex Engl

Lithraea brasiliensis, conhecida popularmente como aroeira-de-bugre, aroeira-brava, aroeira-do-mato, aroeirinha-preta, bugreiro, coração-de-bugre e pau-de-bugre, é um arbusto da família das anacardiáceas.[1][2][3]

Descrição[editar | editar código-fonte]

Árvore perenifólia, heliófita, espécie pioneira, secundária inicial ou clímax. Sua altura atinge até 25 m e seu diâmetro 45 cm. Possui flores branco-esverdeadas em panícula. O fruto é drupáceo, branco ou verde-azeitona-claro. Sua madeira é útil para cercas, lenha e carvão.[3]

Distribuição[editar | editar código-fonte]

Esta espécie ocorre no Brasil, nos estados de Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Paraná, Rio de Janeiro e São Paulo.[2]

Referências

  1. FERREIRA, A. B. H. Novo Dicionário da Língua Portuguesa. Segunda edição. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1986. p.166
  2. a b «Lithraea brasiliensis Marchand». Jardim Botânico do Rio de Janeiro. Consultado em 1 de outubro de 2018 
  3. a b «Lithrea brasiliensis Marchand bugreiro,aroeira-branca, pau-de-bugre.». Compêndio Online Gerson Luiz Lopes. Consultado em 6 de outubro de 2018