Lontra (Minas Gerais)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Lontra
Bandeira indisponível
Brasão indisponível
Bandeira indisponível Brasão indisponível
Hino
Fundação 27 de abril de 1992 (26 anos)
Gentílico lontrense
Prefeito(a) Dernival Mendes dos Reis (Solidariedade)
(2017 – 2020)
Localização
Localização de Lontra
Localização de Lontra em Minas Gerais
Lontra está localizado em: Brasil
Lontra
Localização de Lontra no Brasil
15° 54' 10" S 44° 18' 18" O15° 54' 10" S 44° 18' 18" O
Unidade federativa  Minas Gerais
Mesorregião Norte de Minas IBGE/2008[1]
Microrregião Montes Claros IBGE/2008[1]
Municípios limítrofes Pedras de Maria da Cruz, Japonvar, São João da Ponte, Ibiracatu
Distância até a capital Não disponível
Características geográficas
Área 257,220 km² [2]
População 8 401 hab. Censo IBGE/2010[3]
Densidade 32,66 hab./km²
Clima Não disponível
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,643 médio PNUD/2000[4]
PIB R$ 27 024,980 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 3 266,25 IBGE/2008[5]

Lontra é um município brasileiro do estado de Minas Gerais.

História[editar | editar código-fonte]

O município de Lontra foi criado em 1992 como desmembramento de São João da Ponte.[6][7] O município se estende por 259,2 km² e contava com 8 401 habitantes no último censo. A População estimada em 2017 era de 9.044 pessoas. A densidade demográfica é de 32,4 habitantes por km² no território do município.

Lontra tem sua história ligada aos tropeiros e boiadeiros que trafegavam em trilhas improvisadas, chamadas Estradas de Boi, com destino a Montes Claros, Januária e outras cidades circunvizinhas que serviam também de trilhas históricas dos personagens do Grande Sertão Veredas de Guimarães Rosa. Um pequeno animal que vivia nas proximidades de uma lagoa da região deu o nome ao município.

Os primeiros habitantes a se fixarem aqui, por coincidência histórica, eram todos parceiros de uma só geração e contemporâneos do futuro, por isso não mediram esforços para viabilizar a criação do povoado. Com o poder da fé, construíram uma Capela, que ficava localizada na atual Praça Januário Veloso, bem como uma escola, e um cemitério. Sua cultura é marcada pela influência do rio São Francisco, expressando-se através da música sertaneja e regional, do artesanato de cerâmica, da produção de contistas, trovadores e poetas.

Com a emancipação de São João da Ponte em 27 de maio de 1930, Lontra passou a pertencer ao novo município e foi elevada a condição de Vila do Distrito de Santo Antônio da Boa Vista. Em 1953 Lontra foi elevada à condição de Distrito, por esse fator ficou fazendo parte de sua jurisdição o povoado de Umbuzeiro. Naquele tempo Lontra era um povoado do distrito de São João da Ponte, por isso todos os impostos eram pagos naquele município e o povo fazia esse percurso normalmente no lombo de animais ou a pé. Como as terras eram doadas para a Santa (patrimônio da igreja) as pessoas iam se instalando no povoado. Essas pessoas chegavam com esperança de uma vida nova, uma vida melhor. O terreno era doado, embora para se instalar corretamente o proprietário ou morador teria que registrar essas terras com o Bispo e posteriormente documentá-las no cartório.

O município de Lontra foi desmembrado de São João da Ponte e emancipado em 1992. Atualmente Lontra conta com 18 comunidades: Barreirinho, Brejão, Buritizinho, Extrema, Flores, Gangorra, Lagoa, Novo Horizonte, Palmital, Poção, Roçadinho, Santo Antônio, São José, Sussuapara, Tabocas, Tauá, Vila União e Distrito de Umbuzeiro.

Referências

  1. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008. 
  2. IBGE (10 de outubro de 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010. 
  3. «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010. 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008. 
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010. 
  6. «IBGE - cidades@ - Histórico - LONTRA (mg)». ibge.gov.br. Consultado em 19 de junho de 2012. 
  7. «HISTÓRICO DO MUNICÍPIO». PREFEITURA MUNICIPAL DE LONTRA. Consultado em 23 de abril de 2013. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado de Minas Gerais é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.