Luís da Câmara Reis

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Luís da Câmara Reis
Nascimento 1885
Morte 1961 (76 anos)
Nacionalidade Portugal Português
Ocupação Professor e jornalista
Magnum opus Vera Vergani

Luís da Câmara Reis (1885-1961), frequentemente citado como Câmara Reys, professor, jornalista e defensor da causa democrática em Portugal, fez parte do grupo de intelectuais que em 1921 fundou a revista Seara Nova. Ainda na area do jornalismo, foi diretor do jornal A republica portugueza [1] (1910-1911), e colaborou nas revistas: Serões [2] (1901-1911), Illustração portugueza[3] iniciada em 1903, Arte & vida [4] (1904-1906), Atlântida[5] (1915-1920), Homens Livres [6] (1923) e Lusitânia [7] (1924-1927).

Professor do ensino secundário, dedicou muito do seu tempo ao projecto seareiro, nos bons e maus momentos, na qualidade de crítico, cronista e corajoso e persistente lutador pela causa democrática.

Obras[editar | editar código-fonte]

  • Paris! (1907);
  • O melhor caminho: dois actos em prosa (1907);
  • Cartas de Portugal: (para o Brazil) 1906-1907 (1907);
  • Contos de Março (1909);
  • Vida política (1913);
  • Natal (1921);
  • Os quarenta imortais (1921);
  • Conferência sobre a peça Adão e Eva de Dr. Jaime Cortesão (1921);
  • Cidades antigas, terras mortas (1926);
  • Petits essais litteraires (1930);
  • As questões morais e sociais na literatura (1941);
  • As questões morais e sociais na literatura : V : Teófilo Braga (1943);
  • Divagações musicais : dos trovadores a Vila-Lôbos (1944);
  • Costa do Sol (1958);
  • Raúl Proença (1985).

Referências

  1. Pedro Mesquita (21 de Junho de 2012). «Ficha histórica:A republica portugueza : diario republicano radical da manhan (1910-1911)» (PDF). Hemeroteca Municipal de Lisboa. Consultado em 8 de janeiro de 2015 
  2. Rita Correia (24 de Abril de 2012). «Ficha histórica: Serões, Revista Mensal Ilustrada (1901-1911).» (PDF). Hemeroteca Municipal de Lisboa. Consultado em 23 de Setembro de 2014 
  3. Illustração portugueza (1903-) [cópia digital, Hemeroteca Digital]
  4. Daniel Pires (1996). «Ficha histórica: Arte e Vida: Revista d'arte, crítica e ciência (1904-1906)» (PDF). Dicionário da Imprensa Periódica Literária Portuguesa do Século XX (1900-1940) | Lisboa, Grifo, 1996 | pp. 71-72. Hemeroteca Municipal de Lisboa. Consultado em 18 de Setembro de 2014 
  5. Atlântida : mensário artístico literário e social para Portugal e Brazil (1915-1920) [cópia digital, Hemeroteca Digital]
  6. Rita Correia (6 de fevereiro de 2018). «Ficha histórica:Homens livres (1923)» (PDF). Hemeroteca Municipal de Lisboa. Consultado em 13 de março de 2018 
  7. Rita Correia (5 de Novembro de 2013). «Ficha histórica: Lusitania : revista de estudos portugueses (1924-1927)» (PDF). Hemeroteca Municipal de Lisboa. Consultado em 3 de Dezembro de 2014 
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.