Lucky Star (mangá)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Se procura pela canção de Madonna, veja Lucky Star.
Lucky☆Star
らき☆すた
(Raki☆Suta)
Capa japonesa do primeiro volume do mangá.
Gênero Comédia, Slice of life
Mangá
Escrito por Kagami Yoshimizu
Editora(s) Japão Kadokawa Shoten
Revista(s) Japão Comptiq, Shōnen Ace, From Gamers, Ace Momogumi, Comp Ace, Dragon Magazine, Mobile Newtype, Comp H's, Saitama Shimbun, 4-Koma Nano Ace
Data de publicação 10 de dezembro de 2003 – Presente
Volumes 10 volumes
Jogo
Lucky Star Moe Drill
Desenvolvimento Japão Kadokawa Shoten
Distribuição Japão Kadokawa Shoten
Gênero Aventura, Educacional, Puzzle
Plataforma Nintendo DS
Lançamento Japão 1 de dezembro de 2005
Anime
Direção Yutaka Yamamoto (episódios do 1 ao 4)
Yasuhiro Takemoto (episódios do 5 ao 24)
Roteiro Touko Machida
Estúdio Japão Kyoto Animation
Emissoras de televisão Japão Chiba TV, KBS Kyoto, SUN-TV, Tokyo MX
Exibição original 8 de abril de 200716 de setembro de 2007
Episódios 24 episódios
Jogo
Shin Lucky Star Moe Drill: Tabidachi
Desenvolvimento Japão Kadokawa Shoten
Distribuição Japão Kadokawa Shoten
Gênero Aventura, Educacional, Puzzle
Plataforma Nintendo DS
Lançamento Japão 24 de maio de 2007
Light novel
Shin Lucky Star Moe Drill: Tabidachi: DX Pack Yoyaku Kōnyū Tokuten
Autor(es) Osamu Kudō
Ilustrador(es) Kagami Yoshimizu
Editora(s) Japão Kadokawa Shoten
Público-alvo Shōnen
Lançamento Japão 24 de maio de 2007
Volumes 1 volume
Light novel
Autor(es) Tōka Takei
Ilustrador(es) Kagami Yoshimizu
Editora(s) Japão Kadokawa Shoten
Impressão Japão Kadokawa Sneaker Bunko
Público-alvo Shōnen
Data de publicação 1 de setembro de 2007 – 1 de outubro de 2008
Volumes 3 volumes
Mangá
Lucky Star Pocket Travelers
Escrito por Ryuryuu Akari
Editora(s) Japão Kadokawa Shoten
Revista(s) Japão Comp Ace
Público-alvo Shōnen
Data de publicação janeiro de 2008 – agosto de 2008
Volumes 1 volume
Mangá
Miyakawa-ke no Kūfuku
Escrito por Kagami Yoshimizu
Editora(s) Japão Kadokawa Shoten
Revista(s) Japão Comp H's, Comp Ace, Comptiq
Público-alvo Shōnen
Data de publicação janeiro de 2008 – Presente
Volumes 1 volume
Jogo
Lucky Star: Ryōō Gakuen Ōtōsai
Desenvolvimento Japão Vridge
Distribuição Japão Kadokawa Shoten
Gênero Aventura, Visual novel
Plataforma PlayStation 2
PlayStation Portable
Lançamento Japão 24 de janeiro de 2008 (PS2)
Japão 23 de dezembro de 2010 (PSP)
Mangá
Boo Boo Kagaboo
Escrito por Eretto
Editora(s) Japão Kadokawa Shoten
Revista(s) Japão Comp Ace
Público-alvo Shōnen
Data de publicação julho de 2008 – novembro de 2009
Volumes 1 volume
Light novel
Lucky Star: Yuruyuru Days
Autor(es) Tōko Machida
Ilustrador(es) Yukiko Horiguchi
Editora(s) Japão Kadokawa Shoten
Impressão Japão Kadokawa Sneaker Bunko
Revista(s) Japão Comptiq
Público-alvo Shōnen
Data de publicação 10 de setembro de 2008 – 10 de dezembro de 2008
Volumes 1 volume
OVA
Lucky Star: Original na Visual to Animation
Direção Yasuhiro Takemoto
Estúdio Japão Kyoto Animation
Lançamento Japão 26 de setembro de 2008
Duração 42 minutos
Jogo
Lucky Star: Net Idol Meister
Desenvolvimento Japão Kadokawa Shoten
Distribuição Japão Kadokawa Shoten
Gênero Simulador de vida
Plataforma PlayStation Portable
Lançamento Japão 24 de dezembro de 2009 (PSP)
Wikipe-tan face.svg Portal Animangá

Lucky Star (らき☆すた Raki☆Suta?, lit. "Estrela da sorte") é uma série de mangá yonkoma escrita e ilustrada por Kagami Yoshimizu.[1] A série começou a ser serializada inicialmente na revista mensal Comptiq em dezembro de 2003,[2] e desde então foi disponibilizada em diversas outras revistas de mangá. A série de mangá recebeu diversas adaptações para diferentes mídias.

O mangá foi inicialmente adaptado para um CD drama lançado em agosto de 2005,[carece de fontes?] e recebeu quatro adaptações para jogos eletrônicos que foram publicadas entre 2005 e 2009.[3] Uma adaptação para uma série de anime de 24 episódios, produzida pela Kyoto Animation, foi exibida entre 8 de abril e 16 de setembro de 2007.[4] Um OVA com roteiro original foi produzido pelo mesmo estúdio e lançado em 26 de setembro de 2008,[5] acompanhado por um novo CD drama.[6]

A série também recebeu outras quatro adaptações para mangás spin-offs, dentre as quais se destaca Miyakawa-ke no Kūfuku, que recebeu uma adaptação para uma série de ONAs exibido entre 29 de abril e 1 de julho de 2013.[7]

Enredo[editar | editar código-fonte]

O enredo do mangá acompanha de maneira cômica o cotidiano de quatro amigas estudantes do secundário: Konata Izumi, Kagami Hiiragi, Tsukasa Hiiragi e Miyuiki Takara; todas moradoras da cidade de Kasukabe, na Prefeitura de Saitama. Cada uma das garotas possuem personalidades diferentes, o que as fazem explorar cada situação vivida a suas respectivas maneiras de ser. Ao decorrer do mangá, elas se formam em cada ano do ensino secundário, e mais tarde passam a cursar o ensino superior.

Personagens[editar | editar código-fonte]

Konata Izumi (泉こなた Izumi Konata?)
Voz original: Ryō Hirohashi (primeiro CD drama e jogos do Nintendo DS), Aya Hirano (anime, jogos do PS2 e PSP, novo CD drama, ONA e CD drama Miyakawa-ke no Kūfuku)
Apelidada de "Kona-chan" (こなちゃん) por suas amigas, Konata é uma moleca excêntrica, amigável e extrovertida, com um senso de humor travesso, mas de boa índole. Ela é vista como a líder do grupo e é a principal protagonista da série. Embora inteligente, ela não se dedica aos estudos, e portanto, suas notas escolares são um pouco variáveis. Todavia, ela mesma diz ser uma especialista em estudar durante a noite que antecede suas avaliações escolares.
Em contraste com seus hábitos de estudo, Konata adora jogos eletrônicos. Isso pode ser visto no OVA da série, é revelado que o MMORPG que ela joga com Nanako Kuroi é "Tower of Druaga: The Recovery of Babylim". Além disso, ela é uma otaku e adora mangás e animes, e também gosta de colecionar várias coisas relacionadas as suas séries favoritas; a influência de seu pai, Sōjirō Izumi, contribuiu em parte para os gostos dela. Ela mesma ressalta que seu pai comprava eroges para ela, mesmo ela sendo uma menor de idade. No decorrer do anime, Konata constantemente faz referências a populares jogos, animes e mangás das décadas de 1980, 1990 e 2000.
A fim de financiar seus interesses, Konata trabalhou em meio-período num café cosplay de Akihabara. Ela costumava a terminar seu expediente tarde da noite, e por isso frequentemente dormia durante as aulas pela manhã, sendo alvo de reclamações de sua professora, Nanako Kuroi. Konata raramente come um almoço japonês "normal", pois costuma comer apenas um korone de chocolate.
Seu físico é menor que a média quando comparada as suas colegas, e ela afirma nada mudou desde quando ela estava na sexta série. Konata é ambidestra, em contraste com as outras, que em sua maioria são canhotas. Ela tem cabelos compridos e azuis que se estendem até suas panturrilhas, com um grande ahoge, olhos sonolentos, um sorriso felino e um sinal sob o olho esquerdo, assim como seu pai. Embora Konata passe a maior parte do tempo jogando no quarto, ela tem um tom de pele mais escuro, como o do pai.
Sua mãe, Kanata Izumi, morreu quando ela era criança, vivendo junto ao seu pai desde então. No entanto, no terceiro ano do ensino secundário, sua prima, Yutaka Kobayakawa, passa a morar em sua casa.

Tsukasa Hiiragi (柊 つかさ): Dublada por: Mai Nakahara (drama CD), Kaori Fukuhara (anime). É a irmã gêmea de Kagami Hiiragi, embora sejam gêmeas diferentes. As duas são as filhas mais novas da família, composta por seis pessoas, e seus pais. Da mesma sala de aula de Konata, Tsukasa também é preguiçosa para estudar, porém sempre que o tenta, com boas intenções, acaba falhando, pois logo sente sono. É esquecida, desligada e cabeça-de-vento, sendo irresponsável algumas vezes por agir descompromissada, mas não chega a ser proposital. Por ser esquecida e preguiçosa, sempre pede ajuda a sua irmã gêmea Kagami para fazer as lições de casa; mas sempre acaba as copiando. Seu corte de cabelo e laço na cabeça sempre dá margem para compará-la à Akari Kamigishi, personagem de To Heart. Apesar de Tsukasa não ser boa nos esportes e nos estudos, é uma excelente cozinheira.

Kagami Hiiragi (柊 かがみ): Dublada por: Ami Koshimizu (drama CD), Emiri Kato (anime).

Irmã gêmea de Tsukasa, Kagami (algumas vezes chamada de Kagamin por Konata) é estudiosa, séria e bastante severa com os estudos, conseguindo sempre boas notas. Apesar de estar numa sala diferente de Konata e Tsukasa, sempre aparece por lá para conversar com as amigas, a ponto de ser mais conhecida na sala da irmã do que na própria. Algumas vezes se lamenta por não estar na mesma sala, mas isso se repete no segundo e no terceiro ano. Mesmo separada pelas salas, Kagami é muito severa com as falhas de Konata e de Tsukasa, portanto está sempre distribuindo sermões, mas sempre tentando ajudá-las. Por apresentar uma postura responsável, séria e corretiva, e conseguir ser doce e tímida quando se envolve emocionalmente, Konata brinca que ela é uma personagem Tsundere (estereótipo de personagem que finge detestar o que ou quem gosta). Kagami também gosta de jogar vídeo-games como Konata e ler light novels, mas sente-se solitária por não conseguir dividir seus hobbies com alguém.

Miyuki Takara (みゆき): Dublada por: Mai Nakahara (drama CD), Aya Endo (anime). Também chamada de Yuki-chan por Konata, é uma menina bonita, de curvas mais acentuadas que as outras, fina, rica, educada, gentil e inteligente, que é incapaz de despertar inveja por ser considerada muito graciosa. Porém, é constantemente o alvo das piadinhas masculinas de Konata. Torna-se muito concentrada quando está fazendo algo, o que lhe faz excessivamente desligada. Miyuki usa óculos e tem um fraco sobre seus olhos e dentes, o que a faz temer bastante os dentistas e lentes de contato. Quando está jogando video-games, sua personalidade muda. Seu jeito fofo e avoado foi completamente herdado de sua mãe, que comete seus mesmos deslizes.

Mídia[editar | editar código-fonte]

Mangá[editar | editar código-fonte]

A versão do mangá de Lucky Star iniciou sua publicação na revista mensal japonesa Comptiq em janeiro de 2004. Há atualmente dez volumes em formato tankōbon do mangá, publicados pela Kadokawa Shoten (no Japão) e pela Viz Media (nos Estados Unidos). O primeiro volume do mangá foi lançado em janeiro de 2005 no Japão. Além da Comptiq, o mangá apareceu em outras publicações da Kadokawa Shoten, das quais incluem: Shōnen Ace, Newtype, Comp Ace, Dragon Magazine, Mobile Newtype e Kadokawa Hotline.

Nos Estados Unidos e no Canadá, Lucky Star foi licenciado e publicado em inglês pela Bandai Entertainment entre 2009 e 2011, período no qual os oito volumes do mangá lançados até então foram publicados. Em dezembro de 2011, o nono volume foi publicado no Japão, mas não recebeu tradução para o inglês devido ao encerramento da Bandai Entertainment. Após o encerramento da Bandai, o mangá começou a ser licenciado para ser publicado digitalmente e fisicamente em inglês pela Viz, que atualmente licenciou a série do volume 1 ao volume 8.

Próximo ao aniversário de dez anos da série, a Kadokawa publicou o décimo volume do mangá em uma edição limitada entre outubro e novembro de 2013. A edição limitada também incluiu o DVD do anime spin-off Miyakawa-ke no Kūfuku.[8]

Spin-offs[editar | editar código-fonte]

Um mangá spin-off intitulado Lucky Star Pocket Travelers (らき☆すたポケットとらべら~ず Raki☆suta Poketto Tora Bera ~Zu?), segue o enredo das quatro personagens principais que em um certo dia acordaram pela manhã e descobriram que encolheram ao tamanho de bonecas. O spin-off foi publicado na revista Comp Ace entre janeiro e agosto de 2008. Um volume único de Pocket Travelers foi lançado em 10 de outubro do mesmo ano.

Outro mangá de spin-off, baseado no jogo Lucky Star Moe Drill e intitulado The Miyakawa Family's Hunger (空腹河 家 の 空腹 Miyakawa-ke no Kūfuku?), começou a ser publicado na edição de janeiro de 2008 da revista Comp H's, até ser transferido para a Comp Acecom na edição de junho de 2009 e para a Comptiq no mesmo ano. Miyakawa-ke no Kūfuku também teve um volume único, publicado em 26 de junho de 2012.

Um mangá de paródia oficial da série intitulado Boo Boo Kagaboo (ぶーぶーかがぶー?), feito pelo mangaká Eretto foi publicado na Comp Ace entre as edições de julho de 2008 e dezembro de 2009. O mangá também foi lançado em volume único em 18 de março de 2010.

Outro mangá de spin-off, baseado no mangá Miyakawa-ke no Kūfuku e intitulado Miyakawa-ke ga Mampuku!? (宮河家が満腹!??), produzido pelo mangaká Tsubomi Hanabana e o supervisor de culinária Etsuko Ichise, foi publicado na Comp Ace entre as edições de novembro de 2013 e maio de 2014. O volume único do mangá foi lançado em 10 de julho de 2014.

Jogos[editar | editar código-fonte]

Um jogo para o console portátil Nintendo DS, intitulado Lucky Star Moe Drill (らき☆すた 萌えドリル 'Raki☆Suta Moe Doriru'?), foi lançado pela Kadokawa Shoten em 1 de dezembro de 2005. A sequência, Shin Lucky Star More Drill: Tabidachi (真・らき☆すた 萌えドリル~旅立ち~ Shin Raki☆Suta More Doriru ~Tabidachi~?) foi lançada em 24 de maio de 2007. O principal objetivo do jogador é vencer os outros em questionários. Há também um "modo aventura", onde o jogador deve fazer o caminho até Akihabara, respondendo a algumas perguntas.

A Kadokawa Shoten produziu um visual novel para PlayStation 2 intitulado Lucky Star: Ryōō Gakuen Ōtōsai (らき☆すた ~陵桜学園 桜藤祭~?), que foi lançado em 24 de janeiro de 2008.[9] A versão para PlayStation Portable foi lançada em 23 de dezembro de 2010. Um outro jogo para PSP chamado Lucky Star: Net Idol Meister (らき☆すた ネットアイドル・マイスター?) foi lançado no Japão em 24 de dezembro de 2009.

Light novel[editar | editar código-fonte]

Três volumes de light novel baseados na série original foram publicados pela Kadokawa Shoten. Eles foram escritos por Tōka Takei, com ilustrações do criador da série, Kagami Yoshimizu. O primeiro novel, Raki☆Suta Raki☆Suta Satsujin Jiken (らき☆すた らき☆すた殺人事件?), foi publicado em 1 de setembro de 2007.[10] O segundo novel, Raki☆suta Rakisuta Onrain (らき☆すた らき☆すたオンライン?), foi lançado em 1 de março de 2008. O terceiro novel, Lucky Star Super Dōwa Taisen (らき☆すた スーパー童話大戦?), foi lançado em 1 de outubro de 2008.

Anime[editar | editar código-fonte]

A adaptação da série em anime com 24 episódios foi ao ar no Japão entre 8 de abril e 16 de setembro de 2007[11] O anime foi produzido pela Kyoto Animation, famosa por outras séries de sucesso, como Full Metal Panic!, Kanon e Suzumiya Haruhi no Yūutsu, sob a direção de Yutaka Yamamoto até o episódio 4, quando foi substituído por Yasuhiro Takemoto. A seguinte nota foi publicada pelo estúdio, justificando a demissão:

"Nossa companhia determinou que o diretor de Lucky Star – Yutaka Yamamoto – não alcançou o padrão exigido por nossa empresa e por isso, decidimos por mudar de diretor".[12]

Próximo ao final de cada episódio, há um especial chamado Lucky Channel, apresentado por Akira Kogami e seu assistente, Minoru Shiraishi. O anime também conta com a participação de dubladores de outras séries famosas da Kyoto Animation, como o próprio Minoru Shiraishi, Yūkō Goto, Minori Chihara e Daisuke Ono. Em 2008, foi lançado um OVA.[13]

A Funimation anunciou na Otakon 2014 que licenciaria o anime e o OVA, com a empresa relançando o anime em Blu-ray e DVD em julho de 2016.[14][15]

Episódios[editar | editar código-fonte]

# Título original Título em Rōmaji Título em português Data de Exibição (Japão)
01 つっぱしる女 Tsuppashiru On'na A Garota Veloz 8 de abril de 2007
02 努力と結果 Doryoku to Kekka Esforço e Resultados 15 de abril de 2007
03 いろいろな人たち Iroiro na Hito-tachi Várias Pessoas 22 de abril de 2007
04 やる気の問題 Yaruki no Mondai Problemas de Motivação 29 de abril de 2007
05 名射手 Meishashu Bom Atirador 6 de maio de 2007
06 夏の定番 Natsu no Teiban Eventos de Verão 13 de maio de 2007
07 イメージ Imēji Imagem 20 de maio de 2007
08 私じゃなくても旺盛 Watashi ja Nakute mo Ōsei Energético, Embora não Seja Eu 27 de maio de 2007
09 そんな感覚 Son'na Kankanu Esse Sentimento 3 de junho de 2007
10 願望 Ganbō Desejo 10 de junho de 2010
11 いろんな聖夜の過ごし方 Iron'na Seiya no Sugoshi-kata Diversas Maneiras de Passar a Véspera de Natal 17 de junho de 2007
12 お祭りへ行こう Omatsuri e Ikō Vamos para o Festival 24 de junho de 2007
13 おいしい日 Oishii Hi Dia Delicioso 1 de julho de 2007
14 ひとつ屋根の下 Hitotsu Yane no Shita Sob o Mesmo Teto 8 de julho de 2007
15 いきなりは変われない Ikinari wa Kawarenai Eu não Posso Mudar 15 de julho de 2007
16 リング Ringu Anel 22 de julho de 2007
17 お天道様のもと Otentō-sama no Moto Sob o Sol 29 de julho de 2007
18 十人十色 Jūnintoiro Várias Cores 5 de agosto de 2007
19 二次に本質あり Niji ni Honshitsu Ari Existe Substância em 2-D 12 de agosto de 2007
20 夏の過ごし方 Natsu no Sugoshi-kata Diversas Maneiras de Passar o Verão 19 de agosto de 2007
21 パンドラの箱 Pandora no Hako Caixa de Pandora 26 de agosto de 2007
22 ここにある彼方 Koko ni Aru Kanata Vagando por Aqui 2 de setembro de 2007
23 微妙なライン Bimyō na Rain Linha Delicada 9 de setembro de 2007
24 未定 Mitei Indeciso 16 de setembro de 2007
OVA オリジナルなビジュアルとアニメーション Orijinaru na Bijuaru to Animēshon Original Video Animation 26 de setembro de 2008

Músicas[editar | editar código-fonte]

Tema de Abertura
"Motteke! Sailor Fuku (もってけ!セーラーふく)"
Letra - Hata Aki / Música - Kōsaki Satoru / Cantoras - Izumi Konata (Hirano Aya), Hiiragi Kagami (Katō Emiri), Hiiragi Tsukasa (Kaori Fukuhara), Takara Miyuki (Endō Aya)
Tema de Encerramento

Miyakawa-ke no Kūfuku[editar | editar código-fonte]

O mangá spin-off Miyakawa-ke no Kūfuku também recebeu um anime produzido pela Ordet e pela Encourage Films. O anime foi transmitido na Ustream entre 29 de abril e 1 de julho de 2013.

O enredo do anime gira em torno de Hinata Miyakawa e sua irmãzinha Hikage Miyakawa. As duas tem de lutar contra a pobreza e as péssimas condições financeiras para manterem um estilo de vida otaku. A cada final de episódio há um programa de rádio chamado de "Miyakawa-ke no Kufuku Radio", que conta as curiosidades e informações sobre a série. Houve também um programa especial entrevistando o criadores da série Lucky Star, Kagami Yoshimizu e Yutaka Yamamoto.[16]

Referências

  1. CORPORATION, KADOKAWA. «検索結果一覧 | KADOKAWA» 
  2. «「らき☆すた」作品情報|コンプティーク» (em japonês) 
  3. «株式会社ブリッジ-家庭用ゲーム開発実績» 
  4. «Lucky Star (TV) - Anime News Network» 
  5. «Lucky Star OVA - Anime News Network» 
  6. «TV Animation Lucky Star Drama CD Drama CD (Aya Hirano, Emiri Kato, Kaori Fukuhara, et al.) CD Album» (em inglês) 
  7. «Lucky Star Spinoff Manga Miyakawa-ke no Kūfuku Gets Anime» (em inglês) 
  8. CORPORATION, KADOKAWA. «らき☆すた (10) アニメ「宮河家の空腹」DVD付き限定版». KADOKAWAオフィシャルサイト. Consultado em 2 de setembro de 2018 
  9. «「らき☆すた (仮題)」人気アニメがプレイステーション2に!» (em japonês). famitsu.com. Consultado em 19 de fevereiro de 2011 
  10. «らきぺでぃあらきすた百科事典/らきすた公式Web» (em japonês). Lucky-ch.com. Consultado em 19 de fevereiro de 2011 
  11. «Lucky Star estréia em abril no Japão:: Anime Blade». Animeblade.com.br. Consultado em 19 de fevereiro de 2011 
  12. «Lucky Star Changes Director After Four Episodes - Anime News Network» (em inglês). Animenewsnetwork.com. Consultado em 19 de fevereiro de 2011 
  13. «Lucky Star OVA em agosto:: Anime Blade». Animeblade.com.br. Consultado em 19 de fevereiro de 2011 
  14. «Funimation Licenses Haruhi Suzumiya, Lucky Star Anime; Strike Witches, Steins;Gate Films». Anime News Network (em inglês) 
  15. «Funimation Licenses Haruhi Suzumiya, Lucky Star Anime; Strike Witches, Steins;Gate Films». Anime News Network (em inglês) 
  16. Loo, Egan (31 de março de 2013). «Lucky Star Spinoff Miyakawa-ke no Kūfuku's Cast Revealed». Anime News Network. Consultado em 2 de setembro de 2018